Spurs (0) @ Warriors (2) – Quando nada dá certo

 

100×136

Após ser derrotado no jogo 1, o San Antonio Spurs continuou em Oakland para a final da Conferência Oeste contra o Golden State Warriors e perdeu o segundo duelo nessa terça-feira (16) por 136 a 100. Sem Kawhi Leonard, o time sofreu para conter as bolas de três do adversário, que dominou o jogo. Confira, a seguir, os destaques da noite.

Jonathon Simmons foi uma grata surpresa no jogo 2 (Reprodução/twitter.com/NBA)

Alguém anotou a placa?

É simples. Foram raros os momentos em que o Spurs conseguiu algum êxito, seja na defesa ou no ataque, e sobraram momentos positivos para o Warriors. Esqueça o jogo 1. Nada houve de semelhante à equipe do primeiro confronto. Sabe aquela cena do filme “Space Jam – O Jogo do Século”, quando o time dos alienígenas começam a pontuar sem parar e o placar marca é só um lado que joga? Foi mais ou menos isso que aconteceu em Oakland.

Curry desequilibrou (Andrew D. Bernstein/NBAE via Getty Images)

Brincadeiras à parte, não teve nada de engraçado no desempenho apresentado pelo time de Gregg Popovich no jogo 2 da final do Oeste. Começando pelo primeiro tempo, no qual nada deu certo para o Spurs. LaMarcus Aldridge pontuou apenas na metade pro fim do segundo quarto. O ala-pivô sofreu muito com a defesa adversária, que conseguiu anular seus giros com marcação dupla toda vez que o astro ia para o lance individual, tornando sua vida um inferno.

Apenas Jonathon Simmons conseguia atacar a cesta com êxito. O ala-armador, que começou como titular no lugar de Leonard, estava realmente desempenhando a função do astro do Spurs, ditando o ritmo de jogo tanto na defesa como no ataque. Patty Mills pouco contribuiu. Outros jogadores, como Pau Gasol, Danny Green e Manu Ginobili, também estiveram abaixo da média e não contribuíram.

Um time completamente fora de sintonia era justamente o que o adversário precisava. A receita é simples: Spurs perdido, com o Warriors nos seus melhores dias. Resultado: larga vantagem e tranquilidade.

Mérito total da equipe de Golden State, que soube aproveitar a péssima noite do alvinegro. Stephen Curry foi o principal fator que desequilibrou o jogo, especialmente com suas bolas de três. Os mandantes registraram 23 assistências em 28 cestas no primeiro tempo, com acertando 66% dos arremessos de quadra e abrindo 72 a 44.

O melhor momento do Spurs foi quando a segunda unidade foi acionada. Destaque para o ala-pivô letão Davis Bertans que teve 100% de aproveitamento nos arremessos (4-4 FG, 3-3 3 PT e 2-2 FT). Antes mesmo do último quarto, os reservas de ambos os times já eram vistos em quadra. Para quem assistiu ao jogo, a última parcial demorou uma eternidade.

O (único) destaque positivo

Simmons foi o único destaque do Spurs. Era ele quem, no primeiro tempo, conseguia pontuar para o time. Na primeira metade, acertou sete de seus 11 arremessos de quadra. Porém, fez apenas cinco pontos no resto da partida. Não era pra menos, já que os reservas vieram à quadra ainda no terceiro quarto como forma de aceitar a derrota.

Justiça seja feita: Dewayne Dedmon e Davis Bertans também vieram bem vindo do banco. O pivô anotou nove pontos e nove rebotes nos 20 minutos em que esteve em quadra. O letão foi perfeito – literalmente – nos arremessos, sendo um dos raros bons nomes da equipe no jogo.

Para refletir

É de se esperar que um craque como Leonard faça falta no time. Mas o Spurs também abusa desta dependência do astro. Afinal, sem ele no jogo 1, o time perdeu uma vantagem da mais de 20 pontos construída por todo um período e não viu a cor da bola no jogo 2.

Leonard ainda é dúvida para o jogo 3, no sábado  em San Antonio. Apesar de Simmons ter aparecido muito bem como solução para a ausência o astro, é bom Gregg Popovich pensar em algo para reerguer a equipe, ou a história poderá se repetir na presença da própria torcida.

Bryn Forbes, Kyle Anderson, Dewayne Dedmon, Dejounte Murray e até Joel Anthony jogaram. Todos os reservas ganharam tempo de quadra. Popovich mexeu, tentando achar um time. E, para o bem da sobrevivência na série, é bom que a solução apareça até sábado.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Jonathon Simmons – 22 pontos, 3 rebotes e 3 assistências

Davis Bertans – 13 pontos e 4 rebotes

Golden State Warriors

Stephen Curry – 29 pontos, 7 assistências, 7 rebotes e 3 roubos de bola

Patrick McCaw – 18 pontos, 5 assistências, 3 rebotes e 3 roubos de bola

Kevin Durant – 16 pontos e 3 assistências

Draymond Green – 13 pontos, 9 rebotes, 6 assistências, 3 roubos de bola e 2 tocos

Klay Thompson – 11 pontos, 6 rebotes e 4 assistências

Anúncios

Sobre Sergio Neto

Jornalista esportivo desde 2012, ano em que passou a integrar a equipe do Spurs Brasil. Tem passagens por ESPN, Band e Estadão Esportes. Fanático por basquete desde criança e pelo San Antonio Spurs desde a era das "Torres Gêmeas". Também é redator de NBA no The Playoffs (theplayoffs.com.br/nba).

Publicado em 17/05/2017, em Playoffs 2017, Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s