Spurs (40-14) vs Jazz (29-28) – Vaga nos playoffs carimbada

114×104

Neste domingo (8), o San Antonio Spurs entrou em quadra classificado para os playoffs graças aos resultados dos jogos de sábado na NBA. Para comemorar, a equipe texana chegou a mais um bom resultado: jogando em casa contra o Utah Jazz, o time venceu por 114 a 104, chegou a 11 triunfos seguidos e manteve a liderança da Conferência Oeste.

É Harris... sem chances pra você (D. Clarke Evans/NBAE/Getty Images)

Ih! Cadê o Blair?

Depois de dez vitórias seguidas, não deixa de ser surpreendente ver Gregg Popovich mudando o quinteto inicial do Spurs. Neste domingo, Boris Diaw foi titular no lugar de DeJuan Blair e anotou nove pontos, duas assistências e um rebote antes de ser eliminado por faltas com pouco mais de 24 minutos de quadra. Desde que o francês chegou a San Antonio, o time local ainda não perdeu – dessa vez, o ala-pivô foi o protagonista de uma defesa que limitou o perigoso Paul Millsap a dois pontos (1-8 FG). Sacado da equipe titular, Blair, por sua vez, sequer pisou em quadra contra o Jazz.

MVP! MVP!

Fazia tempo que eu não via os torcedores se manifestarem dessa maneira em San Antonio. Neste domingo, quando ia para a linha dos lances livres, Tony Parker ouvia os torcedores do Spurs gritarem “MVP! MVP!”, pedindo que o francês seja eleito o melhor jogador da temporada – ele está em sétimo no ranking do site oficial da NBA. Contra o Jazz, o armador deixou a quadra com 28 pontos, três assistências, três rebotes e duas roubadas de bola.

Haja falta no Manu! (D. Clarke Evans/NBAE/Getty Images)

Deu branco…

Incrível como muda o elenco, mudam os jogadores e o Spurs continua sofrendo apagões no terceiro e no quarto períodos. No intervalo, a vantagem era de 17 pontos a favor dos mandantes e parecia que os texanos conseguiriam outra vitória fácil. No entanto, nos últimos dois períodos o Jazz chegou a cortar a vantagem para dígitos simples, mas o time de San Antonio conseguiu manter-se na liderança até o fim.

Flop do Manu

Ainda tentando encontrar o ritmo de jogo ideal, Manu Ginobili está descalibrado: o craque acertou só quatro dos dez arremessos de quadra que tentou contra o Jazz (1-6 3 PT). De onde vieram seus 23 pontos então? Dos 14 lances livres que converteu em 15 tentados. Em jogos amarrados como este, a experiência do argentino é fundamental para o Spurs.

Jogos espelhados

Já na segunda-feira, Spurs e Jazz voltam a se enfrentar, dessa vez em Salt Lake City. Além de Raja Bell e Josh Howard, machucados faz tempo, o time de Utah poderá ainda sofrer os desfalques de Earl Watson e C.J. Miles, que se lesionaram neste domingo em San Antonio.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 28 pontos, três assistências, três rebotes e duas roubadas de bola

Manu Ginobili – 23 pontos e cinco assistências

Danny Green – 14 pontos, cinco assistências, quatro rebotes e duas roubadas de bola

Tim Duncan – 13 pontos, 16 rebotes, três assistências e três tocos

Utah Jazz

Al Jefferson – 19 pontos, dez rebotes, quatro assistências e dois tocos

Devin Harris – 18 pontos e seis assistências

Derrick Favors – 14 pontos e 12 rebotes

Gordon Hayward – 12 pontos, quatro rebotes e três assistências

Anúncios

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil, seu maior orgulho na carreira jornalística. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é redator do UOL. Cobriu o basquete olímpico na Olimpíada de 2016 pelo LANCE!. Trabalhou também para Basketeria e mob36.

Publicado em 08/04/2012, em Resumo de Jogos e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. 13 Comentários.

  1. Não gostei do Boris Diaw como titular. Um jogador de garrafão ficar o tempo que ele ficou em quadra e pegar apenas 1 rebote tem alguma coisa errada.

    Ainda prefiro o inconstante Blair.

    Mas gostaria de saber pq o Splitter não tem mais tempo de quadra. Acho que todos gostamos de ver Ducan + Splitter. (e os 2 juntos acho que são nossa única chance contra times de garrafão mais forte, como o Lakers por exemplo).

    • Olá Giu, acho q Pop está fazendo o correto em poupar o Splitter tbm, já que ele é o único que pode substituir o Duncan (altura e técnica).

  2. O mister pôs a descansar o Blair e o Stephen Jackson, hoje já devem voltar a jogar.

    MVP, MVP, MVP para Tony Parker!!!

  3. Senhoras e Senhores, estamos a 1 jogo de ser lider do geral! Hoje temos que torcer MUITO pelos Spurs e amanhã temos que torcer mais ainda pelo NYK!

  4. Hugo Santiago Batista

    podia fazer um post sobre os possiveis confrontos do spurs..acho que o spurs tem 50% de chance de ficar em primeiro..porque tem 3 confrontos contra os lakers..acredito que tudo depende disso..se ganhar 2 dos 3 fica com a primeira colocação e o lakers fica em quarto, e se perder 2 o spurs fica em segundo e o lakers em primeiro…quem voce acha que pode ficar em oitavo??? acredito que o suns vem muito bem depois do all star e tem sua chance…enquanto o denver tem um time melhor e vejo com mais chance..está muito complicado, estou até colocando a ideia do dallas ficar fora em pauta…nas minhas contas da spurs em primeiro, empatado com o okc(tem uma agenda muitoo facil..os times o qual enfrenta tem em geral 48% de aproveitamento, enquanto o do s spurs tem 52%) ma sobresaindo o confronto direto, até porque o spurs tem o melhor recorde contra os times com recordes positivos em 25-10… e então..como voce acha que o OESTE vai terminar?? já falo que é ARRISCADO ARRISCAR, tentei aqui mas nao conseguii..to apostando no memphis em terceiro..lakers tem 3 jgoos contra spurs e o clippers tem 2 contra o okc..oque voce achaa?

    • Hugo Santiago Batista

      ali em cima falei errado..quis dizer que se o spurs perder 2 o OKC fica em primeiro e não o Lakers…desculpa.

      • Penso que a única equipa de evitar na primeira ronda são os Dallas e seria muito bom para nós que na primeira ronda saísse um Dallas vs Lakers! Que tal?

      • Olá Hugo, vou propor pro pessoal o tópico.

        Mas como o colega Pedro disse, pegar ‘um Dallas’ não será nada fácil, então como já garantimos a vaga, acho q não precisamos esquentar a cabeça, o que vier teremos que vencê-los.

  1. Pingback: Spurs (40-14) @ Jazz (29-28) – Temporada Regular | Spurs Brasil

  2. Pingback: Parker exalta invencibilidade do Spurs após chegada de Boris Diaw | Spurs Brasil

  3. Pingback: Spurs (40-15) @ Jazz (30-28) – Chega de vencer | Spurs Brasil

  4. Pingback: Primeira rodada dos playoffs chegando | Spurs Brasil

  5. Pingback: Spurs (0) vs Jazz (0) – Primeira rodada dos playoffs | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s