Spurs (7-4) @ Cavaliers (5-5) – Rival? Não, freguês mesmo!

92×90

Pouco antes do jogo entre San Antonio Spurs e Cleveland Cavaliers, o ala LeBron James, astro adversário, havia dito que não encarava os texanos como seus rivais, mesmo sendo eles responsáveis por duas de suas três derrotas em finais. Bem, é compreensível que ele não encare como rivalidade o que na verdade é freguesia. E confirmada com mais uma vitória, 92 a 90, na casa de Cleveland. E com atuação inspirada de Kawhi Leonard, que cada vez mais vem se firmando como um dos pesadelos de LeBron na liga. Vamos ao que de melhor aconteceu no duelo.

Ginobili roubou a bola de LeBron nos segundos finais e decretou a vitória texana.   (NBAE/Getty Images)

Ei, Zé Colmeia!

“Bobo” brilhou em Cleveland (NBAE/Getty Images)

Destaque na vitória sobre o 76ers, Matt Bonner não atuou por conta de uma virose e deu lugar a Boris Diaw. E o francês brilhou muito. Com excelente movimentação e inteligência que já lhe é padrão, o Zé Colmeia foi destaque com 19 pontos, sete assistências e seis rebotes, desafogando o ataque diante da boa defesa adversária.

Por outro lado…

Se no ataque a ausência de um pivô de ofício foi benéfica, na defesa não podemos dizer o mesmo. Leonard marcava LeBron e Tim Duncan, quando não dobrava nessa defesa, estava em Kevin Love. Pois então, Anderson Varejão sobrou sozinho em muitos momentos e soube aproveitar, saindo de quadra com 23 pontos – cestinha do duelo.

Já virou tradição!

Leonard novamente foi muito bem, principalmente na quadra de defesa. O ala exerceu ótimo trabalho em LeBron, limitando o adversário a apenas 15 pontos (6-17 FG), pontuação bem abaixo dos 35 em média que o fizeram ser o melhor atleta do Leste na última semana. O astro ainda cometeu cinco erros de ataque, sendo um decisivo para a vitória do Spurs.

Boa defesa = vitória

A grande preocupação do Spurs era parar o trio formado por LeBron, Love e Kyrie Irving. Pois bem, apenas o último fez jogo bom e esse fator acabou sendo decisivo para a vitória texana. Combinados, os três saíram de quadra com 45 pontos, mas baixo aproveitamento nos arremessos de quadra: 17 convertidos em 44 tentativas. Ponto para o forte esquema defensivo armador por Gregg Popovich.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Boris Diaw – 19 pontos, sete assistências e seis rebotes

Tim Duncan – 19 pontos e 10 rebotes

Kawhi Leonard – 12 pontos, 10 rebotes, quatro assistências e quatro roubadas de bola

Cleveland Cavaliers

LeBron James – 15 pontos e nove assistências

Kyrie Irving – 20 pontos

Spurs (6-4) @ Cavaliers (5-4) – Temporada regular

San Antonio Spurs @ Cleveland Cavaliers – Temporada regular

Data: 19/11/2014

Horário: 22h00 (Horário de Brasília)

Local: Quicken Loans Arena

Cotação no Apostas Online: Spurs 2,15 vs Cavaliers 1,71 (favorito)

Depois de vencer tranquilamente o fraco Philadelphia 76ers, o San Antonio Spurs terá pela frente um desafio e tanto. Os comandados de Gregg Popovich enfrentarão LeBron James e seu forte Cleveland Cavaliers. É o primeiro duelo entre o astro e o Spurs, responsável por sua derrota na última final, quando ainda defendia o Miami Heat. James, que também perdeu um título para o Spurs em 2007, desta vez quando atuava em sua primeira passagem no Cavs, afirmou que não enxerga os texanos como “pesadelo pessoal ou grandes rivais”.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

PG – Tony Parker

SG – Danny Green

SF – Kawhi Leonard

PF – Tim Duncan

C – Matt Bonner

Fique de Olho - MVP das últimas finais, Leonard fez excelente trabalho de defesa em LeBron James e foi implacável no ataque. Se repetir a atuação hoje, dá grande força ao Spurs

PG – Kyrie Irving

SG – Dion Waiters

SF – LeBron James

PF – Kevin Love

C – Anderson Varejão

Fique de Olho - Melhor jogador do Leste na última semana, um dos melhores da história e novamente candidato ao MVP. Todos os olhos, é claro, estão em LeBron James.

Spurs (6-4) vs Sixers (0-10) – The Red Mamba

100×75

Senhoras e senhoras, uma apresentação mágica aconteceu nesta segunda-feira (17) no AT&T Center. Encarnando o grande Brian Scalabrine, ex-jogador de apresentações espetaculares, o mais carismático ala-pivô do San Antonio Spurs, Matt Bonner, teve uma noite especial. Sendo o principal pontuador dos texanos, liderou o time a uma vitória tranquila por 100 a 75 sobre o Philadelphia 76ers. Vamos as destaques do confronto:

'Red Mamba' desfilando toda sua categoria

‘Red Mamba’ desfilando toda sua categoria (Reprodução/nba.com/spurs)

Brincadeiras à parte…

Matt Bonner teve uma partida não tão comum assim. Titular por conta da ausência de Tiago Splitter, o veterano teve aproveitamento de 70% em seus arremessos (7-10), conertendo quatro bolas do perímetro, e liderou a partida em pontos. Além disso, o Red Rocket distribuiu três assistências, sendo o terceiro melhor nesse quesito da equipe texana.

Joseph vem dando conta do recado (Reprodução/nba.com/spurs)

Descanso merecido

Após uma bateria de partidas fora de casa, o treinador Gregg Popovich pôde, enfim, descansar seus principais atletas. Nenhum dos pertencentes do Big 4 do Spurs (Manu Ginobili, Tony Parker, Tim Duncan e Kawhi Leonard) atuou mais que 20 minutos. Além disso, atletas que não vêm atuando tanto, como Jeff Ayres e Kyle Anderson, ficaram mais tempo em quadra, ganhando mais ritmo de jogo.

Mostrando serviço

Antes do início do campeonato, havia certa desconfiança sobre quanto Cory Joseph poderia ajudar a equipe. Passados dez jogos, o armador vem mostrando maior maturidade, representando bem o machucado Patty Mills. O australiano, que foi importante peça para o título texano na temporada passada, obteve médias de 10,2 pontos, 2,1 rebotes, 1,8 assistências e 46.4% de arremessos certos, com 18,9 minutos por jogo na fase regular passada.

Até agora, nas dez partidas em que atuou, o canadense, por sua vez, tem médias de 8,4 pontos, 2,2 rebotes, 1,9 assistências e 49,2% nos arremessos, com 18,5 minutos por jogo.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Matt Bonner - 18 pontos e 3 assistências

Cory Joseph – 14 pontos e 5 rebotes

Aron Baynes – 12 pontos e 9 rebotes

Danny Green – 11 pontos e 4 assistências

Tim Duncan – 10 pontos e 9 rebotes

Philadelphia Sixers

Michael Carter-Williams – 16 pontos, 5 rebotes e 4 assistências

Luc Mbah a Moute – 13 pontos e 4 rebotes

Henry Sims – 9 pontos e 8 rebotes

Spurs (5-4) vs Sixers (0-9) – Temporada regular

San Antonio Spurs vs Philadelphia 76ers - Temporada regular

Data: 17/11/2014

Horário: 23h30 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center, San Antonio, Texas

Enfim em casa! Após quatro partidas longe do AT&T Center, enfrentando as equipes californianas Los Angeles Clippers, Golden State Warriors, Los Angeles Lakers e Sacramento Kings, o San Antononio Spurs, que conseguiu três vitórias e um derrota nesses confrontos, volta aos seus domínios para enfrentar a, infelizmente, pior equipe da temporada, o Philadelphia Sixers. Vivendo mais um ano de reformulação, a equipe da Pensilvânia deve ser presa fácil para os comandados de Gregg Popovich.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

PG – Tony Parker

SG – Danny Green

SF - Kawhi Leonard

PF – Matt Bonner

C - Tim Duncan

Fique de Olho: Danny Green não vem bem no começo de temporada. Com apenas 31% de acertos dos arremessos da linhas dos três pontos em nove jogos, contra média de 41% na carreira, o ala-armador, que tem como uma das principais características ofensivas os tiros do perímetro, não deve estar satisfeito. Nada melhor como uma equipe de marcação frágil para afiar sua pontaria e voltar a ter confiança nas bolas de longa distância.

PG – Tony Wroten/Michael Carter Williams

SG – Hollis Thompson

SF – Luc Mbah A Moute

PF – Brandon Davies

C – Henry Sims

Fique de Olho: Após sete meses afastado das quadras por conta de uma lesão, o melhor novato da temporada da temporada passada, Michael Carter Williams, mal voltou e já mostrou do que é capaz. Após anotar 19 pontos, oito rebotes e cinco assistências contra o Dallas Mavericks, em sua primeira partida na temporada, o armador quase conseguiu levar sua equipe à vitória contra o poderoso Houston Rockets. Futuro da franquia, o jovem astro pode desequilibrar novamente e dificultar em muito a partida se não for bem marcado.

Spurs (5-4) @ Kings (6-4) – Derrota na última parada

91×94

Após uma sequência de três vitórias seguidas, todas elas na Califórnia, o San Antonio Spurs perdeu para o Sacramento Kings por 94 a 91 neste sábado (15), encerrando seu tour pelo estado. O time texano havia vencido os últimos 11 confrontos como visitante contra este adversário. Em apenas 26 minutos de atuação, DeMarcus Cousins foi o principal nome do jogo, com 25 pontos e dez rebotes. Pelo lado dos texanos, Manu Ginobili conseguiu 21 pontos. Na segunda-feira, o alvinegro volta à quadra para receber o Philadelphia 76ers.

Spurs não foi páreo para o Kings (Reprodução/nba.com/spurs)

Foi quase

A partida foi a quarta de uma sequência na estrada para o Spurs. De acordo com o técnico Gregg Popovich, isso pode ter atrapalhado. “Alguns deles estavam bem cansados. (…) Mas todos passam por isso. Nós tivemos uma chance clara de ganhar”, disse o treinador.

E realmente o Spurs esteve próximo de conquistar a vitória em Sacramento. Faltando dois minutos e um segundo para o fim do jogo, os visitantes ficaram na frente por 88 a 87. Foi a primeira liderança da equipe de San Antonio durante todo o segundo tempo da partida e parecia que o time iria conseguir a façanha de roubar a vitória, como é de costume.

No entanto, os donos da casa conseguiram se restabelecer na frente. Com 6,3 segundos para o fim, Manu Ginobili ainda teve a chance de empatar, mas sua bola de três nem atingiu o aro.

Duncan teve de jogar muito (Reprodução/nba.com/spurs)

Volta, Tiago!

Tiago Splitter está fazendo falta. Principalmente na defesa contra pivôs de muita qualidade. Contra o Kings, por exemplo, para marcar Cousins, a ausência do pivô brasileiro foi sentida e Aron Baynes ficou com a tarefa complicada. Sem um outro grande pivô marcador, Tim Duncan tem que atuar por muito tempo. Neste sábado, por exemplo, ele jogou por 34 minutos, o que é muito para sua idade – foi a terceira maior quantidade em que The Big Fundamental esteve em quadra durante o campeonato. Só Tony Parker e Kawhi Leonard estiveram mais tempo que ele jogando diante do Kings no duelo deste sábado.

Sem Splitter, a tendência é que o camisa 21 jogue mais, e isso pode prejudicar todo o planejamento de descansar o astro para deixá-lo em boas condições para os playoffs. Para se ter uma noção, Duncan está com média de 32,3 minutos de atuação por jogo. É a maior desde a temporada 2008/2009, quando ele jogou por 33,7 minutos por partida.

Na última temporada, por exemplo, The Big Fundamental esteve na quadra por somente 29,2 minutos em média. A diferença pode parecer pouca a princípio, mas para um jogador de 38 anos de idade, qualquer descanso é importante.

Atenção

Em jogos apertados, todo detalhe conta. Se analisarmos quarto por quarto, o Spurs ganhou o primeiro (24 a 23), o terceiro (28 a 25) e o quarto (25 a 24). A vitória californiana veio exatamente no segundo (22 a 14). Um time velho como o texano entrar no segundo tempo precisando tirar uma vantagem (ainda quem nem tão grande) é muito desgastante.

O Kings teve uma sequência de dez pontos seguidos no segundo quarto, motivados por perdas de bolas do Spurs. O time texano desperdiçou 12 das suas últimas 13 tentativas no período e desperdiçou a bola três vezes. Duro de se ver.

Estrada

Considerando as contusões e os adversários difíceis, o recorde de cinco vitórias e quatro derrotas não é absurdo para o Spurs. Lembrando que o time foi para a estrada com duas vitórias e três derrotas. Quem acreditaria que encarando times como Los Angeles Clippers e Golden State Warriors, os texanos iriam voltar com um 3-1? Nem tudo é motivo para pânico.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Manu Ginobili – 21 pontos e 5 assistências

Kawhi Leonard – 16 pontos e 5 rebotes

Danny Green – 16 pontos

Tim Duncan –  15 pontos e 8 rebotes

Tony Parker – 11 pontos e 6 assistências

Sacramento Kings

DeMarcus Cousins - 25 pontos e 10 rebotes

Darren Collison - 19 pontos e 5 assistências

Rudy Gay - 18 pontos e 6 assistências

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 50 outros seguidores