Arquivos do Blog

Duncan está perto de bater recorde histórico na NBA

Toco neles!

O ala-pivô Tim Duncan, do San Antonio Spurs, está muito próximo de bater um recorde histórico na NBA. Ele está a apenas 16 tocos de se tornar o maior bloqueador da história dos playoffs.

No Jogo 4 da série contra o Utah Jazz, vencida pelo time texano, os três tocos dados durante a partida colocaram Timmy no terceiro lugar da lista com 460 bloqueios – um à frente de Shaquille O’Neal.

Caso mantenha o alto nível no restante da pós-temporada, Timmy tem tudo para pulverizar o recorde ainda este ano. No topo da lista aparecem Hakeem Olajuwon (472) e Kareem Abdul-Jabbar (476). Confira abaixo os 15 primeiros de acordo com o site Basketball-Reference.

  1. Kareem Abdul-Jabbar – 476
  2. Hakeem Olajuwon – 472
  3. Tim Duncan – 460
  4. Shaquille O’Neal – 459
  5. David Robinson – 312
  6. Robert Parish – 309
  7. Patrick Ewing – 303
  8. Kevin McHale – 281
  9. Dikembe Mutombo – 251
  10. Ben Wallace – 250
  11. Julius Erving – 239
  12. Rasheed Wallace – 225
  13. Robert Horry – 225
  14. Caldwell Jones – 223
  15. Elvin Hayes – 222
Anúncios

Para Shaquille O’Neal, Spurs fará a final da NBA

Para Shaq, Pop e Duncan (foto) ainda fazem a diferença

Shaquille O’Neal abandonou as quadras e virou comentarista de TV nos Estados Unidos. Sempre cheio de brincadeiras, é difícil levar a sério o que ele fala, mas convenhamos que o cara entende de basquete.

Quando perguntado recentemente sobre os prováveis finalistas da NBA, Shaq foi curto e grosso. “Como muitas pessoas, acredito no Miami Heat e no San Antonio Spurs”, disse o gigante.

“No Oeste, acho que o título fica entre Spurs e Lakers. Los Angeles é o único time que pode desbancar os texanos”, completou o ex-pivô.

O’Neal, que no meio da temporada regular “previu” que o Spurs ganharia seu quinto título, descartou o badalado Oklahoma City Thunder por dois motivos.

“OKC tem grandes jogadores, mas San Antonio conhece o caminho das pedras. Eles têm o maior líder do mundo (Gregg Popovich) e Tim Duncan, que, do jeito que está jogando agora, ainda tem mais dois anos em alto nível”, analisou.

Shaquille O’Neal ‘prevê’ que Spurs ganhará seu quinto título

Shaq e seu novo emprego após deixar a NBA

Shaquille O’Neal é um grande adepto da fanfarra. Sempre cheio de gracejos, o ex-pivô prevê uma grande temporada para o San Antonio Spurs. Pois é, o ex-rival, que atuou por Los Angeles Lakers e Phoenix Suns, acredita que a era Tim Duncan se encerrará com mais um título. Será que o “Shaq-stradamus” está certo?

Brincadeiras à parte, gostaria de desejar um feliz ano novo a todos vocês, leitores do Spurs Brasil, em nome de nossa equipe. Esperamos que 2012 seja melhor para nós e que o Papai Noel (sim, ele mesmo!) traga um pivô como presente atrasado.

Intermináveis e lendários

* Hoje publico um texto que deveria ter ido ao ar há muito tempo, mais especificamente após a derrota do Spurs para o Boston Celtics lá no começo da temporada. Por algum motivo essa pequena matéria ficou guardada no meu computador e nunca foi publicada. Apesar de ter perdido um pouco da força com o tempo, vale a pena dar uma olhada, afinal Tim Duncan e Shaquille O’Neal fazem parte da história da NBA.

O último canto dos veteranos

Juntos, Tim Duncan e Shaquille O’Neal somam oito títulos e três troféus de MVP. Ambos dominaram a NBA durante a última década e travaram batalhas épicas nos playoffs da Conferência Oeste. Agora em lados opostos, ambos querem o quinto e muito provavelmente último anel de suas carreiras.

“Nós dois sabemos que existem muitos anos para trás e poucos pela frente”, disse Timmy, após a derrota de ontem para o Boston Celtics. “Estamos aproveitando esse tempo que sobrou. Somos os padrinhos agora, os caras velhos da liga. Muitas histórias juntos, muitas batalhas”, relembrou o astro do San Antonio Spurs.

A cada entrevista, Duncan parece mais nostálgico. Suas palavras transmitem um quê de melancolia e chegam a emocionar. “Todos os combates nos playoffs, todos os All-Star Games; passamos por muitas coisas juntos, mas agora somos velhos como o tempo”, lamentou o melhor ala-pivô de todos os tempos.

Shaquille, ao contrário de Timmy, sempre teve um estilo mais polêmico. Falador, o pivô provocou muitos de seus adversários dentro e fora das quadras. Por Duncan, no entanto, Shaq sempre mostrou respeito. “Ele tinha muito respeito pelo Tim”, revelou Malik Rose, ex-jogador do Spurs, que presenciou grande parte das batalhas épicas entre San Antonio Spurs e Los Angeles Lakers durante a década passada.

Antes de se decidir pelo Boston Celtics, O’Neal disse publicamente que gostaria de jogar em San Antonio. Na época, suas palavras mostraram um pouco do respeito que existe entre os dois. “Eu gostaria muito de ir para San Antonio, jogar com o Timmy e ganhar mais um título”.

O desejo de Shaquille O’Neal jamais se realizará. Ele e Duncan marcaram época e seus nomes devem ser lembrados por anos, assim como ficaram para a história Bill Russell e Wilt Chamberlain.