Arquivos do Blog

Spurs (2) @ Thunder (1) – Derrota esperada

San Antonio Spurs82X102Oklahoma City Thunder

Acabou a sequência de 20 vitórias consecutivas do San Antonio Spurs. Na noite desta quinta-feira (31), a franquia texana foi derrotada pelo Oklahoma City Thunder por 102 a 82. Vamos aos destaques positivos e negativos da noite.

Fazia tempo que ninguém via uma cena dessas! (Foto: AP)

Revés normal

Vi que muitos ficaram assustados com o ritmo imposto pelo Thunder desde o início da partida, mas essa derrota já era aguardada. Ela me lembrou, inclusive, o San Antonio Spurs dos anos vitoriosos, que ia muito bem em casa e fora de seus domínios perdia um jogo ou outro de lavada. Estamos nos playoffs e esse tipo de coisa acontece, nós que estamos mal acostumados. Bola pra frente!

Ibaka finalmente apareceu e ajudou o Thunder

Hora de corrigir os turnovers!

Os comandados de Gregg Popovich cometeram muitos turnovers nos três duelos da série até aqui. Mérito da defesa adversária, que tem sido sufocante em alguns momentos, mas muitos desses desperdícios têm saído de jogadas que poderiam ser evitadas. Pop é experiente e deve conversar com os atletas. Prevejo uma postura diferente no sábado.

Mito!

Ao menos uma boa notícia para os torcedores. Com cinco tocos no jogo, Tim Duncan passou Kareem Abdul-Jabbar e é o maior bloqueador da história dos playoffs. Timmy tem 478 tocos em pós-temporadas – Jabbar ficou com 476.

Chave para os próximos capítulos…

Uma tática que tem dado certo a favor do San Antonio Spurs é deixar o armador Russell Westbrook fazer seu jogo descerebrado. Por mais que o camisa zero seja talentoso, ele ainda é muito afobado e às vezes prejudica sua equipe.

Nas duas primeiras partidas da série, Westbrook teve liberdade, arremessou à vontade e teve um aproveitamento ruim. No Jogo 3, ele continuou mal ofensivamente, mas o Thunder pôde contar com a ajuda de Serge Ibaka e Thabo Sefolosha, que estavam “sumidos” no ataque.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 16 pontos, quatro assistências e cinco erros

Stephen Jackson – 16 pontos (4-5 3PT) e quatro erros

Tim Duncan – 11 pontos e cinco tocos

DeJuan Blair – Dez pontos e seis rebotes

Oklahoma City Thunder

Kevin Durant – 22 pontos, seis rebotes e cinco assistências

Thabo Sefolosha – 19 pontos, seis rebotes e seis roubadas de bola

James Harden – 15 pontos e quatro rebotes

Serge Ibaka – 14 pontos

Russel Westbrook – Dez pontos, nove assistências, sete rebotes e quatro roubadas de bola

Anúncios

Experiente, Diaw joga favoritismo para o jovem Thunder

Diaw (esq.) deverá ser o braço direito de Duncan contra Ibaka e Perkins

Em entrevista ao site francês Sports, o ala-pivô Boris Diaw disse que o Oklahoma City Thunder é o favorito na final da Conferência Oeste diante do San Antonio Spurs. Estaria ele tentando pressionar Kevin Durant e companhia?

“O Thunder jogou muito bem durante toda a temporada, tanto que só conseguimos passá-los no finalzinho”, disse.

“Eles têm o favoritismo. Nós vamos encarar essa final com o máximo de seriedade possível e temos de ter cuidado com a primeira partida em casa, que é fundamental. Estamos muito motivados porque sabemos que podemos chegar longe se jogarmos bem”, completou.

Por fim, Diaw ressaltou a qualidade do Big 3 do Thunder, formado por Russell Westbrook, Kevin Durant e Serge Ibaka, mas pediu um cuidado especial com mais dois atletas.

“Teremos que ficar de olho no Big 3 deles, claro, mas também há o James Harden, que fez uma ótima temporada (foi eleito o melhor reserva do ano), e o nosso amigo suíço Thabo Sefolosha, que é muito importante para eles. Além disso, o setor defensivo montado pelo Scott Brooks funciona bem, sobretudo com Kendrick Perkins e Serge Ibaka embaixo da cesta. O time deles é formidável”, pontuou.

A final da Conferência Oeste entre San Antonio Spurs e Oklahoma City Thunder começa no domingo. Confira aqui o calendário completo da série.