Arquivos do Blog

Splitter pode jogar no Brasil

O veremos em terras tupiniquins?

O locaute da NBA pode trazer de volta ao Brasil um dos melhores jogadores do país. Depois do ala-aramdor Leandrinho, do Toronto Raptors, acertar com o time do Flamengo, o pivô Tiago Splitter pode ser o próximo atleta da liga norte-americana a desembarcar em seu país natal.

Depois de conquitar a vaga nas Olimpíadas de Londres-2012 no Pré-Olímpico de Mar del Plata, na Argentina, o pivô do San Antonio Spurs não negou a possibilidade de voltar ao Brasil enquanto jogadores e donos de equipes na NBA não chegarem a um acordo para o ínicio da temporada.

“Claro que penso, por que não? É uma opção boa. Prefiro jogar a ficar sem fazer nada” disse o pivô ao site Globoesporte.com, no desembarque da Seleção Brasileira, em São Paulo.

Segundo o site, Flamengo, Brasília e Pinheiros estão interessados e já teriam feito propostas para o pivô, que no entanto não confirmou se está próximo de um acerto com alguma delas.

Anúncios

Parker decide e França segue invicta

Parker é um dos destaques deste EuroBasket

A França segue despontando como uma das favoritas a uma vaga olímpica no Eurobasket. Nesta segunda-feira, dia 5, os franceses precisaram de uma prorrogação para bater a Sérvia por 97 a 96, com direito a 24 pontos de Tony Parker. O armador, inclusive foi o responsável por dar a vitória aos “Le Bleus”, convertendo os dois lances livres que deram números finais à partida.

O ala-armador francês Nando De Colo, que tem seus direitos na NBA ligados ao Spurs, entrou em quadra por apenas sete minutos, tempo em que pegou um rebote e deu uma assistência.

O resultado manteve a invencibilidade da França no Eurobasket e a seleção de Parker avançou para a segunda fase da competição com cinco vitórias em cinco jogos.

Enquanto isso, no continente americano, outro Spur segue invicto em um Pré-Olímpico. Com 16 pontos, seis rebotes e cinco assistências de Manu Ginobili, a Argentina venceu o Canadá, por 79 a 53 na abertura da segunda fase da competição. O armador canadense Cory Joseph, draftado pelo Spurs em 2011, em 20 minutos pegou dois rebotes e desperdiçou três posses de bola.

Splitter ainda não mostrou sua melhor forma neste Pré-Olímpico (Foto: Jose Jimenez/FIBA Americas)

O Brasil, do pivô Tiago Splitter, fez sua melhor apresentação no Pré-Olímpico e superou o Uruguai, por 93 a 66. Splitter chegou perto de um duplo-duplo, com nove pontos e oito rebotes, e contribuiu na defesa com dois bloqueios.

Retornando ao continente europeu, o ala Davis Bertans, selecionado pelo Spurs no Draft de 2011, veio do banco na derrota de sua seleção, a Letônia, para a Alemanha, por 81 a 80. O jovem jogador foi responsável por anotar quatro pontos, além de pegar três rebotes e dar um toco.

Já o pivô esloveno Erazem Lorbek viu sua seleção sucumbir diante da Rússia por apenas um ponto, 65 a 64. Nem mesmo a boa atuação do pivô, que saiu de quadra com 14 pontos, cinco rebotes e cinco assistências, foi suficiente para evitar a derrota da Eslovênia para os russos.

Entre os “esquecidos”, o ala da Geórgia, Viktor Sanikidze, que tem seus direitos ligados ao Spurs, anotou 19 pontos e pegou nove rebotes na derrota de sua seleção para a Bulgária por 79 a 69. Apesar do resultado negativo, os georgianos avançaram para a segunda fase da competição.

A Lituânia, que já estava classificada, cumpriu tabela contra Portugal, mas não aliviou para os rivais. Venceu por 98 a 69. O ala-pivô Robertas Javtokas, que também tem seus direitos ligados ao Spurs, atuou por apenas oito minutos, anotando três pontos e pegando dois rebotes.