Arquivos do Blog

Spurs (30-8) @ Pelicans (15-22) – Agora são 30

101×95

Jogando fora de casa, na segunda noite seguida e com baixas por contusão, o San Antonio Spurs deu um jeito de vencer o New Orleans Pelicans, nesta segunda-feira (13), e se tornou o primeiro time a conseguir 30 vitórias em toda NBA na temporada 2013/2014. Os visitantes ficaram boa parte do jogo atrás no placar, mas souberam crescer no momento decisivo para garantir a vitória. Na quarta-feira, ambos os times voltam a jogar: os texanos encaram o Utah Jazz, enquanto os mandantes terão o Houston Rockets pela frente.

Parker foi o cestinha do jogo com 27 pontos (Layne Murdoch/NBAE/Getty Images)

Manu

Com a contusão de Danny Green, que quebrou a mão esquerda e deve ficar um mês fora de combate, o Spurs resolveu trazer Manu Ginobili de volta, como previsto. Com um desconforto muscular na perna esquerda, o argentino estava sendo poupado dos últimos jogos. O ala-armador, no entanto, não voltou na sua função de sexto homem. O técnico Gregg Popovich o promoveu para o quinteto titular pela primeira vez na temporada.

A presença Ginobili no quinteto inicial pagou seu preço no segundo quarto. Normalmente, o camisa 20 comanda o segundo esquadrão do Spurs. Sem o argentino, formações com Belinelli, Joseph e Mills juntos tiveram dificuldades. Foi nessa altura que o Pelicans teve seu melhor momento e chegou a abrir 11 pontos de vantagem. Leonard, com dez pontos de seus 13 totais na parcial, ajudou a minimizar a diferença para apenas um ponto no intervalo.

Duncan foi excluído por faltas (Layne Murdoch/NBAE/Getty Images)

Sonolento

O Spurs teve aquele desempenho sonolento nos primeiros quartos. Só se mantendo próximo no placar. Apenas Tony Parker teve uma boa atuação na primeira metade do jogo. Na verdade, muito mais no primeiro quarto, quando marcou 11 pontos. Na terceira parcial, o time texano ligou o turbo e, no fim do período, passou a frente no placar. Tim Duncan, que ainda não fazia uma boa partida, marcou 11 pontos só nos 12 minutos que sucederam o intervalo. Falando nele….

Timmy

Gregg Popovich já devia estar calculando em que jogo iria sentar Duncan para descansar. Mas não acho que isso será mais necessário… O lendário ala-pivô só atuou durante 26 minutos no confronto contra o Pelicans. Isso porque, na metade do último quarto, Timmy atingiu o limite de seis faltas e foi tirado do duelo. Isso não acontecia com ele desde de 20 de janeiro de… 2010! Praticamente quatro anos sem ser excluído em compromissos da temporada regular.

Apesar do pouco tempo, o camisa #21 teve uma boa atuação. Marcou bem, apesar das faltas, o monstro Anthony Davis, além de ter contribuído com 18 pontos e nove rebotes. Ah, e ele descansou os cinco minutos finais da partida e ainda assim o Spurs conseguiu vencer. Como?

A resposta

A resposta para a vitória, mesmo sem Duncan, não é difícil. Parker foi o responsável. Com seis pontos no último quarto, sendo dois deles faltando 44 segundos e praticamente decidindo o jogo, o francês controlou as ações ofensivas. Belinelli e sua habilidade do perímetro também ajudaram. O italiano fez uma cesta praticamente do meio da quadra.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 27 pontos e 7 assistências

Tim Duncan –  18 pontos e 9 rebotes

Manu Ginobili – 14 pontos

Kawhi Leonard – 13 pontos e 6 rebotes

Marco Belinelli – 12 pontos

New Orleans Pelicans

Anthony Davis – 22 pontos e 11 rebotes

Brian Roberts – 19 pontos e 4 assistências

Eric Gordon – 12 pontos e 3 assistências

Austin Rivers – 11 pontos e 5 assistências

Anúncios

Spurs (29-8) @ Pelicans (15-21) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ New Orleans Pelicans – Temporada Regular

Data: 13/01/2014

Horário: 23h00 (Horário de Brasília)

Local: New Orleans Arena

Cotação no Apostas Online: Spurs 1,38 (favorito) @ Pelicans 3,09

O San Antonio Spurs entra em quadra nesta segunda-feira para enfrentar o New Orleans Pelicans, fora de casa, sem três dos seus principais jogadores. Como se já não bastassem as ausências por lesão de Tiago Splitter (ombro) e Manu Ginobili (desconforto muscular), Danny Green fraturou a mão esquerda e ficará fora por quatro semanas. Cory Joseph, que substituiu o camisa #4 após a lesão durante a vitória sobre o Minnesota Timberwolves, deve ganhar minutos. Vamos esperar também para ver se o retorno do astro argentino será adiantado para minimizar o estrago. Os donos da casa, por sua vez, também sofrem com visitas indesejadas ao departamento médico. Ryan Anderson, com hérnia de disco, Jrue Holiday, com problema na tíbia, e Tyreke Evans, com tornozelo torcido, devem ficar fora.

Confrontos na temporada (1-0)

25/11/2013 – Spurs 112 vs 93 Pelicans

Com bom jogo de Manu Ginobili, a equipe texana chegou à marca de 13 vitórias em 14 jogos, igualando o melhor inicio de temporada da história da franquia.

Boris Diaw

PG – Tony Parker

SG – Marco Belinelli

SF – Kawhi Leonard

PF – Boris Diaw

C – Tim Duncan

Fique de Olho – Quando Splitter se machucou, muitos temeram pelo futuro do garrafão do Spurs. Até agora, com Boris Diaw jogando na defesa em alto nível, a falta do pivô ainda não foi tão sentida. O francês teve atuações incríveis na marcação contra Dirk Nowitzki e Kevin Love. 

Anthony Davis

PG – Brian Roberts

SG – Eric Gordon

SF – Al-Farouq Aminu

PF – Anthony Davis

C – Jason Smith

Fique de Olho – O ala-pivô Anthony Davis tem jogado o seu melhor, mas, mesmo assim, o seu time não tem conseguido vencer com regularidade na temporada. Seus números impressionam. São 19,6 pontos, 10,3 rebotes e 3,1 tocos por jogo de média. No sábado, na derrota para o Dallas Mavericks, ele anotou 28 pontos e 14 rebotes. Vai dar trabalho!