Arquivos do Blog

Spurs (19-9) @ Nets (8-21) – Invictos na Rodeo Trip

San Antonio Spurs103X89New Jersey Nets

Em sua terceira partida pela Rodeo Trip, o Spurs chegou ao sétimo triunfo seguido numa vitória fácil sobre o New Jersey Nets. A partida também marcou o esperado retorno de Manu Ginobili, que havia parado por pouco mais de um mês devido a uma lesão. Ainda recuperando a forma ideal, o argentino marcou oito pontos e distribuiu quatro assistências em pouco mais de 17 minutos. Mas vamos aos destaques da partida.

Pela cara feia, Tony Parker detestou o uniforme alternativo do Spurs

O eficiente basquete coletivo

Seis jogadores fizeram mais que dez pontos – nenhum deles com mais de 30 minutos. Apesar de ter astros, o Spurs demonstrou nessa partida uma das características que vêm marcando a equipe nos últimos anos: o basquete coletivo, sem individualismo, sem estrelinhas, e com um banco repleto de boas alternativas.

Faltou talento no adversário

A equipe do New Jersey Nets sofre com  a escassez de talento. Apesar de terem o fora de série Deron Williams, faltam atletas de nível semelhante para o armador. Com a lesão séria de Brook Lopez, a equipe é presença quase certa nas primeiras escolhas do próximo Draft.

Thank God Manu is back!

Ginobili volta, Blair agradece

Eu sou muito (talvez demais) otimista quanto a DeJuan Blair. Acredito que ele pode voltar a ser aquele atleta explosivo e que contribuía bastante, como fazia na temporada de rookie. Acredito que, com a volta de Ginobili, a tendência é que Blair cresça. A dupla é bem entrosada e estava afiada no começo da temporada. Vale lembrar que Blair voltou a pontuar em dois dígitos, algo que não acontecia há oito jogos.

A zica saiu

Danny Green, que vem sendo um jogador importante nesta temporada, ainda não havia se encontrado na Rodeo Trip. Nas duas partidas da viagem, o jogador não havia acertado nenhum dos 13 arremessos tentados. Green não fez uma partida espetacular, mas pelo menos se livrou da “zica”: marcou dez pontos, acertando metade dos seus arremessos.

A Viagem Continua

Enquanto os cidadãos de San Antonio curtem um bom rodeio, a equipe do Spurs não tem moleza. A Rodeo Trip continua; agora, o Spurs viaja até Detroit, para encarar a frágil equipe do Detroit Pistons.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Gary Neal – 18 pontos, quatro rebotes e três assistências

Tim Duncan – 13 pontos e dez rebotes

Tony Parker – 12 pontos e cinco assistências

DeJuan Blair – 11 pontos e cinco rebotes

Tiago Splitter – Dez pontos, cinco rebotes e dois tocos

New Jersey Nets

Deron Willians – 27 pontos e oito assistências

Kris Humphries – 15 pontos e oito rebotes

Spurs (48-10) vs Nets (17-41) – Estragando a estreia

106×96https://i2.wp.com/l.yimg.com/a/i/us/sp/v/nba/teams/20080123/80x60/njn.gif

Na estreia de Deron Williams pelo New Jersey Nets, quem roubou a cena no AT&T Center foi Manu Ginobili. Com 26 pontos, seis rebotes e cinco assistências, o argentino comandou a vitória do San Antonio Spurs por 106 a 96.

Fica para a próxima, garoto! (AP Photo)

Enquanto todas as cameras no AT&T Center estavam voltadas para o ex-armador do Utah Jazz, quem começou com tudo foi DeJuan Blair. O ala-pivô anotou 13 pontos no primeiro quarto e logo o Spurs já estava comandando o placar.

A pequena vantagem ia se mantendo até os minutos finais do primeito tempo, quando Deron Williams começou a se soltar e acionar seus companheiros, que mostraram pontaria afiada, principalmente de média distância. O New Jersey Nets foi para o intervalo à frente por um ponto, 54 a 53.

Manu Ginobili é o nome da fera! (AP Photo)

Mas bastou o terceiro quarto começar para que a equipe texana recuperasse a dianteira e demontrasse força, ampliando a vantagem para dígitos duplos. Vencendo o período por 35 a 18, o San Antonio Spurs foi para os últimos 12 minutos com relativa tranquilidade no marcador.

Sem ser ameaçado no período final, coube ao Spurs apenas administrar o resultado. A qualquer sinal de reviravolta do adversário, lá estava Manu Ginobili sofrendo falta e convertendo os lances livres, que garantiam a 48ª vitória texana na temporada.

A estreia de Deron

Peço licença aos nosso leitores para deixar aqui minha análise sobre a estreia de Deron Williams pelo New Jersey Nets. É impossível esconder que este era o principal destaque da partida de ontem, e o armador até que se saiu bem para uma primeira vez ao lado dos novos companheiros.

Deron buscou o tempo todo acionar seus colegas, mas que nem sempre estavam nos lugares certos. Claramente a falta de entrosamento pesou, mas com seu talento Deron conseguiu compensar um pouco, encontrando os companheiros livres em diversos momentos.

Mas pareceu pouco à vontade para pontuar. Acostumado ao sistema de pick and rolls do Utah Jazz, o armador tentou usar da mesma arma em sua nova equipe, mas os pivôs Kris Humpries e Brook Lopez pareciam meio perdidos. Sem o espaço gerado pelos pick and rolls, Deron teve dificuldades em conseguir infiltrar e também em achar arremessos sem ser marcado.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Manu Ginobili – 26 pontos, seis rebotes e cinco assistências

Geroge Hill – 19 pontos e sete rebotes

DeJuan Blair – 17 pontos e seis rebotes

Tim Duncan – 17 pontos e seis rebotes

Tony Parker – 13 pontos e dez assistências

New Jersey Nets

Anthony Morrow – 25 pontos e cinco rebotes

Deron Williams – 14 pontos e 12 assistências

Brook Lopez – 13 pontos e oito rebotes

Spurs (46-9) @ Nets (17-39) – Outro massacre

Robson Kobayashi - Resumo de Jogo

102×85

Em mais uma vitória do San Antonio Spurs nesta temporada, em jogo disputado na segunda-feira, o técnico Gregg Popovich retornou ao quinteto das outras partidas, iniciando o jogo com Parker, Manu, Jefferson, Duncan e Blair. O jogo foi disputado até o Spurs abrir 11 pontos de vantagem e ir para os vestiários com esta diferença.

NOT IN MY HOUSE!

No retorno para a quadra, bastou colher o que foi plantado nos dois primeiros quartos e administrar a vantagem. Os donos da casa ficaram limitados a apenas 34,8% de aproveitamento nos arremessos. Mesmo sem roubar nenhuma bola, o jogo passou a ser um treino para os texanos, que venceram mais um jogo na Rodeo Road Trip contra a jovem equipe de New Jersey.

Jefferson foi o atleta que mais tempo permaneceu em quadra (31:54min), mas foi o único titular que falhou ao chegar aos dígitos duplos em número de pontos. O brasileiro Tiago Splitter, por sua vez, foi mandado de volta a San Antonio para se tratar de um problema na coxa. O único jogador a participar da partida sem marcar pontos foi Chris Quinn, que atuou por quase seis minutos.

Os times se enfrentam novamente no dia 25 deste mês, no AT&T Center. Nesta quarta-feira, o Nets viaja para enfrentar o Boston Celtics, enquanto os texanos seguem sua turnê e, no dia seguinte, encaram o Chicago Bulls de Derrick Rose.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Manu Ginóbili – 22 pontos

Tim Duncan – 15 pontos, 11 rebotes e três bloqueios

Tony Parker – 13 pontos, sete assistências e seis rebotes

George Hill – 13 pontos e quatro rebotes

DeJuan Blair – dez pontos e 11 rebotes

New Jersey Nets

Brook Lopez – 11 pontos, dez rebotes e três bloqueios

Spurs (46-9) @ Nets (17-38) – Temporada Regular

Robson Kobayashi

San Antonio Spurs @ New Jersey Nets – Temporada Regular

Data: 14/02/2011

Horário: 22:00 (Horário de Brasília)

Local: Prudential Center

O líder da NBA vai até New Jersey enfrentar a jovem equipe dos Nets, que precisará suar a camisa se quiser conquistar uma vaga nos playoffs. O brasileiro Tiago Splitter, com um problema na coxa, mais uma vez ficará de fora da partida. O pivô só deverá retornar na quinta-feira, quando o Spurs mede forças com o Chicago Bulls.

San Antonio Spurs

PG – Tony Parker

SG – Manu Ginóbili/George Hill

SF – Richard Jefferson

PF – Tim Duncan

C – DeJuan Blair

Fique de olho – Pela primeira vez na temporada, os titulares foram alterados e o argentino voltou para o banco de reservas, posto no qual já foi consagrado como melhor sexto homem na temporada 2007/2008.

PG – Devin Harris

SG – Anthony Morrow

SF – Derrick Favors

PF – Travis Outlaw

C – Brook Lopez

Fique de olho – O pivô dá muito trabalho para as defesas adversárias. Ele tem médias de 19,6 pontos e 2,2 rebotes ofensivos na temporada.

Se liberado, Troy Murphy pode jogar no Spurs

De acordo com a ESPN norte-americana, o San Antonio Spurs pode trazer o ala-pivô Troy Murphy, que está encostado no New Jersey Nets. Segundo o site, Orlando Magic e Dallas Mavericks também estariam interessados nos serviços do jogador.

O negócio, no entanto, é um tanto quanto complicado, já que Murphy está em seu último ano de contrato (US$ 12M). Para liberá-lo, a franquia de Nova Jersey exigiria algo em troca, o que San Antonio atualmente é incapaz de oferecer.

Existe ainda a possibilidade de um buyout. Neste caso, o atleta chegaria a um acordo financeiro com a equipe para ser liberado. Murphy vem sendo pouco aproveitado. Nesta temporada, ele tem médias de 3.6 pontos e 4.2 rebotes em 16 minutos por noite. Na carreira, o ala-pivô, de 30 anos, tem números bem melhores: 11.8 pontos e 8.5 rebotes.