Arquivos do Blog

Spurs (25-8) vs Nets (16-15) – Show da virada!

104×73

O San Antonio Spurs deu um show para sua torcida em seu último compromisso em 2012. Com uma vitória maiúscula, nesta segunda-feira (31), contra o Brooklyn Nets, pelo placar de 104 a 73, a franquia alcançou sua 25ª vitória na temporada 2012/2013 da NBA. Esse foi o sexto triunfo seguido do alvinegro texano, que se prepara para jogar em noite seguidas, contra o Milwaukee Bucks, na quarta-feira e contra o New York Knicks, na quinta.

Tony Parker comandou o passeio do Spurs (D. Clarke Evans/NBAE/Getty)

Apagão no terceiro quarto?

Lembram do famoso apagão no terceiro quarto? O Spurs voltava do intervalo e não conseguia render o mesmo que nos dois períodos iniciais. Bem, aconteceu exatamente o aposto disso na noite de segunda-feira no AT&T Center. O time da casa não tomou conhecimento do seu rival na etapa, vencendo por incríveis 30 a 5. O Nets chutou 20 bolas, tendo sucesso em apenas duas. A equipe texana, por sua vez, acertou 13 das 19 bolas arremessadas.

Time titular em alta

Os titulares dos donos da casa mostraram porque são dignos de suas vagas no time que inicia o jogo. Todos acertaram mais de 50% dos seus tiros de quadra. Além disso, o quinteto combinado obteve sucesso em 26 das 38 bolas arremessadas.

Tiago fez outro bom jogo como titular (D. Clarke Evans/NBAE/Getty)

Noite dos grandes

O menor número de bolas de três que o San Antonio havia tentado em um jogo nessa temporada foi 13. Na partida contra o Nets esse número foi superado por apenas um arremesso. Foram apenas 14 tentativas para seis acertos. A equipe texana, que possui uma média de 23 bolas do perímetro por jogo, mudou de estratégia e resolveu investir no jogo interno.

A escolha deu resultado. Tim Duncan e Tiago Splitter tiveram uma boa atuação no garrafão. Timmy acabou a noite com sete cestas em 12 tentativas e o brasileiro, com cinco acertos em sete chances.

Vitórias maiúsculas

Com o triunfo, o Spurs chegou ao número de seis vitórias seguidas. Mas representativo que isso são os resultados desses jogos. Em cinco desses resultados, a equipe alvinegra teve vantagem de mais de 20 pontos sobre o seu adversário.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 20 pontos e 6 assistências

Tim Duncan – 15 pontos e 4 rebotes

Nando de Colo – 11 pontos e 2 assistências

Matt Bonner – 10 pontos e 5 rebotes

Tiago Splitter – 10 pontos e 3 rebotes

Kawhi Leonard – 10 pontos e 3 rebotes

Brooklyn Nets

MarShon Brooks – 16 pontos e 2 rebotes

Joe Johnson – 12 pontos e 2 assistências

Brook Lopez – 11 pontos e 5 rebotes

Spurs (24-8) vs Nets (16-14) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ Brooklyn Nets – Temporada Regular

Data: 31/12/2012

Horário: 22h00 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Cotação no Apostas Online: Spurs 1,21 (favorito) vs Nets 4,52

No último jogo de 2012, o San Antonio Spurs busca conseguir sua sexta vitória consecutiva, o que seria um recorde para a franquia na temporada atual. A equipe texana tenta estabelecer também seu nono triunfo seguido em casa e sua décima vitória em San Antonio contra o Nets.  A franquia visitante venceu o Spurs no Texas pela última vez em junho de 2003, no jogo 2 da final da NBA. O time de Nova Iorque ainda não perdeu desde que o técnico interino P.J. Carlesimo assumiu o comando. Foram duas vitórias seguidas – sobre o Cavaliers e o Bobcats. 

PG – Tony Parker

SG – Danny Green/Manu Ginobili

SF – Kawhi Leonard

PF – Tiago Splitter

C Tim Duncan

Fique de Olho – .O argentino Manu Ginobili parece ter finalmente pegando o ritmo dessa temporada. Sempre atrapalhado por lesões, Manu conseguiu fazer uma sequência boa de jogos contra os rivais texanos do Spurs. Nas vitórias sobre Houston e Dallas, o ala/armador teve uma pontuação combinada de 43 pontos. Foram 23 sobre o Houston e 20 contra o Dallas.

PG – Deron Williams

SG – Joe Johnson

SF- Keith Bogans

PF – Gerard Wallace

C – Brook Lopez

Fique de Olho – Lopez vem de um duplo-duplo contra o Cavs, quando fez 35 pontos e coletou 11 rebotes. A fase do pivô é ótima. Essa foi a terceira partida seguida em que ele conseguiu fazer 20 ou mais pontos e dez ou mais rebotes. Foi também a oitava em sua carreira em que fez 30 ou mais pontos e coletou dez ou mais rebotes.