Arquivos do Blog

Do que San Antonio precisa para vencer o jogo 4?

É hora de dar a volta por cima!

Daqui a pouco começa o jogo quatro da série entre San Antonio Spurs e Memphis Grizzlies. Nós, torcedores, queríamos um pouco mais de sossego, mas as duas derrotas sofridas até aqui vêm tirando o nosso (pelo menos o meu) sono. Vencer hoje é extremamente importante, já que um revés pode nos trazer consequências trágicas.

Já vimos que Antonio McDyess deverá estar no quinteto titular. Dice havia se machucado no jogo três após se chocar com Tim Duncan e sair carregado para os vestiários. A volta do pivô é interessante, pois o veterano é fundamental para ajudar a marcar Marc Gasol e Zach Randolph.

No meu ponto de vista, no entanto, temos mais problemas do que imaginamos nesta série. Além da frágil defesa debaixo da cesta, precisamos daquilo que foi nosso combustível principal ao longo da temporada regular: o banco de reservas. Pois é, nossos suplentes vêm tendo alguns problemas para pontuar, o que é muito preocupante.

Manu Ginobili mostra como se faz!

Gary Neal e Matt Bonner, principalmente, atravessam uma má fase. Especialistas em bolas de três pontos, ambos andam com a pontaria descalibrada. George Hill, nosso principal suplente, vem alternando partidas boas e ruins. Lembremos aí do jogo 1, quando Hill, livre, teve a chance de nos dar a vitória, mas errou um arremesso que dificilmente erraria num jogo normal.

Na área pintada, DeJuan Blair está devendo – há muito tempo, diga-se de passagem. Ao meu ver, Gregg Popovich poderia testar Tiago Splitter. Além de ser efetivo na tábua ofensiva, o brazuca poderia ajudar a conter Gasol e Randolph. Torço para que Popovich dê uma chance ao brasileiro, pois se depender dos esforços defensivos de Blair e Bonner estamos perdidos!

Outro ponto crucial para obtermos a vitória nesta série é Richard Jefferson. Bato sempre nesta tecla e sei que parece chatisse minha, mas quando Jefferson vai bem dificilmente o Spurs é derrotado. Por que? Simplesmente porque ele é o principal desafogo ofensivo (ao lado de George Hill) para o nosso trio de ferro. Jefferson precisa voltar a jogar bem caso San Antonio ainda pense em título.

Anúncios

Fundamentos do Jogo com o Técnico “B”

https://i1.wp.com/i689.photobucket.com/albums/vv251/peskinha/barras/glauber-interativo.jpg

Após a dura derrota do San Antonio Spurs diante do Los Angeles Lakers, nada melhor que um pouco de humor para relaxar. O ala-pivô Matt “Red Rocket” Bonner é quem estrela a série “Fundamentals of the Game with Coach B”, do site oficial do Spurs. O ala-pivô ensina fundamentos do basquete com um humor sem igual. Vale a pena conferir os dois primeiros ensinamentos de Bonner:

Ensinamento 1: Both Hands

Ensinamento 2: Arremesso

Spurs (43-8) @ Pistons (19-33) – Só no segundo tempo

100×89

Depois de sofrer durante o primeiro tempo, o San Antonio Spurs conseguiu após o intervalo mais uma vitória na Rodeo Trip, contra o Detroit Pistons, com a equipe sendo comandada por Tony Parker e DeJuan Blair.

Parker foi mais uma vez o cestinha do Spurs (Foto por Duane Burleson/AP Photo)

O time titular foi o usual, com Parker, Manu Ginobili, Richard Jefferson, Tim Duncan e Blair. O Pistons começou melhor o jogo, se aproveitando da falta de pontaria do Spurs, mas a equipe texana logo conseguiu reagir, embalada pelos 11 pontos do armador francês, e fechou o primeiro quarto na frente em 26 a 25.

Monster Blair (Foto por J. Dennis/Einstein/NBAE via Getty Images)

Matt Bonner fez seu retorno ao final do primeiro período e começou o segundo, após ficar fora das últimas dez partidas. O Detroit continuou a aproveitar as falhas ofensivas dos visitantes e mantinha um ótimo aproveitamento nos arremessos de quadra. Perto de ir ao intervalo, o San Antonio conseguiu se recuperar com uma corrida e manteve a dianteira em 52 a 51.

No retorno à partida, o Spurs melhorou defensivamente, fazendo com que o Pistons errasse 13 dos primeiros 17 arremessos que tentou no terceiro quarto. Com oito pontos de Blair e a defesa mais sólida, o time texano anriu uma vantagem um pouco maior para o último tempo: 71 a 66.

No período derradeiro, os donos da casa apertaram novamente e chegaram a empatar a partida, mas com noite inspirada de Bonner, San Antonio engrenou na disputa e abriu boa vantagem para garantir a terceira vitória em quatro partidas da Rodeo Trip: 100 a 89.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 19 pontos, sete assistências, 87,5% (7-8) nos arremessos de quadra e seis erros de ataque

DeJuan Blair – 18 pontos e 12 rebotes

Manu Ginobili – 13 pontos, seis assistências e cinco rebotes

Richard Jefferson – 11 pontos

Tim Duncan – Dez pontos, dez rebotes e três bloqueios

Matt Bonner – Dez pontos

Tiago Splitter – Um rebote defensivo em 45 segundos

Detroit Pistons

Will Bynum – 21 pontos e 69,2% (9-13) nos arremessos de quadra

Greg Monroe – 14 pontos e 13 rebotes

Tayshaun Prince – 12 pontos

Rodney Stuckey – Dez pontos e três assistências

Austin Daye – Dez pontos

Oberto pode voltar ao San Antonio Spurs

O ala-pivô Fabrício Oberto pode desistir da aposentadoria mais uma vez. Aos 35 anos, o argentino se retirou do basquete no início da temporada por conta de problemas cardíacos. No entanto, Oberto já planeja o retorno, e para a equipe que o acolheu na NBA: o San Antonio Spurs.

De acordo com o Spurs Nation, “Fabri” assistiu ao triunfo texano sobre o Houston Rockets no último sábado ao lado de RC Buford, gerente-geral do Spurs. Além disso, o ex-atleta foi visto no treinamento da equipe no domingo, o que indica que ele realmente poderá voltar.

Oberto, contudo, ainda depende do resultado de alguns exames para decidir sobre seu retorno. “Farei alguns testes e veremos o que vai acontecer”, declarou. Em quatro temporadas com o Spurs, o argentino registrou médias de 3.3 pontos e 3.6 rebotes por noite.

Bonner estará na Rodeo Trip, mas ainda é dúvida

Matt Bonner - San Antonio SpursMatt Bonner está quase recuperado de um problema no joelho. O ala-pivô participará da Rodeo Trip, mas é dúvida para os três primeiros embates da viagem: Portland Trail Blazers, Los Angeles Lakers e Sacramento Kings. Quem também estará presente na turnê é James Anderson, que estava recuperando o ritmo de jogo no Austin Toros (D-League) após uma fratura por stress no pé direito.

Bonner está fora por tempo indeterminado

Para a alegria do blogueiro Lucas Pastore, o ala-pivô Matt Bonner está fora do jogo de logo mais contra o Golden State Warriors. Para piorar, o retorno do Red Rocket às quadras ainda é uma grande incógnita.

Bonner se lesionou no último dia 11 de janeiro. Na oportunidade, a franquia texana conquistou a vitória, mas perdeu seu melhor arremessador de longa distância. “De molho”, o ruivo ainda sente dores num osso abaixo do joelho, por isso está afastado por tempo indeterminado. Segundo os médicos, o problema é simples, mas demanda cuidados.

“É frustrante, porque eu consigo andar tranquilamente, mas se eu tentar fazer qualquer outra coisa, como correr e pular, incomoda bastante”, lamentou o ala-pivô, que tem médias de 7.6 pontos e 3.6 rebotes na temporada, além de um aproveitamento de 50,4% nos tiros longos.

James Anderson na D-League

James Anderson - San Antonio SpursSe Matt Bonner tem problemas, o ala James Anderson está prontinho pra voltar a jogar. Anderson sofreu uma fratura por stress e está longe das quadras desde 11 de novembro. Para retomar a velha forma, o novato ficará alguns dias no Austin Toros, equipe filiada ao San Antonio Spurs na Liga de Desenvolvimento da NBA (NBDL).