Arquivos do Blog

Bertans joga bem, mas Letônia está eliminada

É, não deu... (Foto: FIBA/Divulgação)

O Mundial Sub-19 acabou mais cedo do que o planejado para a Letônia. Os donos da casa perderam nesta terça-feira para a Polônia por 86 a 78 e, embora ainda tenham mais um jogo para realizar, não têm mais chances de classificação para as quartas de final.

Nem mesmo o bom desempenho de Davis Bertans foi suficiente para levar os letões à vitória. O jogador, selecionado pelo San Antonio Spurs no último Draft, deixou a quadra com um double double, 16 pontos e 11 rebotes, sendo o segundo cexstinha e o principal reboteiro da equipe.

Ao todo, Bertans permaneceu em quadra por 30 minutos até sair eliminado com cinco faltas. Neste período, tentou sete arremessos do perímetro e converteu três, mesmo números dos arremessos de dois pontos.

A Letônia volta a entrar em quadra nesta quarta, às 13h, quando enfrenta a Rússia. A partida tem influência direta na classificação do Brasil. Caso os letões superem os russos, os brasileiros, que pegam a Argentina na última rodada, estarão automaticamente classificados para as quartas de final.

E mais…

Spurs está de olho em Omri Casspi

http://nbastatsmanager.files.wordpress.com/2008/12/casspi-omri.jpgSegundo o jornalista Marc Stein, da ESPN norte-americana, o San Antonio Spurs não desistiu da contratação do israelense Omri Casspi, recentemente trocado para o Cleveland Cavaliers. Os texanos já teriam consultado o time de Ohio sobre a possibilidade de adquirí-lo para a próxima temporada.

Está não é a primeira vez que o nome de Casspi aparece em boatos relacionados ao Spurs. Pouco antes do Draft, rumores davam conta que por pouco o time de San Antonio e o Sacramento Kings, ex-equipe do ala, não fecharam uma troca envolvendo o israelense e o armador Tony Parker.

Parece que a paciência com Richard Jefferson acabou mesmo…

Draft 2011 – Spurs seleciona Davis Bertans na 42ª escolha

Bertans em ação na seleção de base da Letônia

O San Antonio Spurs utilizou a 42ª escolha, conseguida com a troca que levou George Hill para o Indiana Pacers, para selecionar o jovem ala Davis Bertans, nascido na Letônia, e que defende o Union Olimpija Ljubljana, da Eslovênia.

Aos 18 anos e com 2,08m de altura, Bertans tem como ponto forte o seu arremesso, que impressionou os especialistas nos Estados Unidos, além de ser alto para a posição. Como ponto fraco, ainda é considerado muito cru para a NBA e tem o físico pouco desenvolvido, características que devem fazer com que Bertans prossiga mais alguns anos na Europa antes de desembarcar na liga norte-americana.

Atualmente, Davis Bertans treina com a seleção sub-19 da Letônia para o Mundial da categoria, que será disputado no próprio páis entre os dias 30 de junho e 10 de julho.

No último ano, Bertans atuou pouco. Antes de se transferir para a Eslovênia, disputou cinco partidas pelo BK Baron, da Letônia, pela liga local, e acumulou médias de 13 pontos, cinco rebotes com aproveitamento de 44,4% nos tiros de três pontos. Na liga eslovena, disputou 15 partidas, ficando em quadra 10,1 minutos por jogo, com médias de quatro pontos, 1,2 rebotes e 42,3% nos arremessos de três.

Na Liga Adriática, competição disputada por países da ex-Iugoslávia, foram sete jogos, com tempo de quadra de 8,9 minutos em média. Seus números foram 4,1 pontos, 1,3 rebotes e 57,1% de aproveitamento nos tiros de longa distância.