Arquivos do Blog

Spurs (0) vs. Suns (3) – Semifinal de conferência

San Antonio Spurs vs. Phoenix Suns – Semifinal de conferência

Data: 09/05/2010

Horário: 21:00 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Situação do Jogo

O San Antonio Spurs vem para essa partida em uma situação complicada na série contra o Phoenix Suns. Agora é win or go home. Cada partida pode ser a última da equipe texana na temporada. Nenhum time até hoje na NBA virou uma série perdendo por 3 a 0. O Suns mostrou ter aprendido com as derrotas anteriores e os papéis se inverteram. A equipe do Arizona vem marcando muito bem, enquanto o San Antonio não consegue segurá-los, principalmente os armadores. O banco de Phoenix também vem sendo um grande diferencial, enquanto os coadjuvantes do Spurs não vêm tendo uma boa participação nessa série. O armador francês Tony Parker sentiu forte dores nas costas, ombro e cotovelo após uma queda durante o Jogo 3, mas após passar por mais exames, mesmo sentindo algumas dores, está confirmado para logo mais, e no time titular. O Phoenix pode contar com o retorno do pivô Robin Lopez, que ainda não esteve presente em nenhuma partida nos playoffs.

Série nos playoffs (0-3)

03/05/2010 – San Antonio Spurs 102 @ 111 Phoenix Suns

O trio Duncan-Parker-Ginobili teve boa atuação, mas não foi suficiente para vencer o Suns fora de casa no jogo 1 da série. A defesa não conseguiu parar Steve Nash e os arremessos de Jason Richardson castigaram o time texano, que ainda chegou a apertar o jogo no último quarto, mas saiu derrotado.

05/05/2010 – San Antonio Spurs 102 @ 110 Phoenix Suns

Spurs e Suns fizeram o jogo 2 da série e, embora o placar final tenha sido muito parecido, o que vimos foi uma partida com trajetória bem diferente da primeira. Dessa vez foram os texanos que lideraram durante quase todo o tempo e perderam a vantagem apenas nos momentos finais.

07/05/2010 – San Antonio Spurs 96 vs. 110 Phoenix Suns

Depois de liderar o placar por toda partida, o Spurs acabou sendo derrotado pelos Suns, que fez 39 pontos no último quarto, sendo 23 do esloveno Goran Dragic.
.

PG – Tony Parker/George Hill

SG – Manu Ginobili

SF – Richard Jefferson

PF – Tim Duncan

C – Antonio McDyess

Fique de Olho – O jovem armador ainda não conseguiu repetir suas boas atuações que teve na série contra o Dallas Mavericks, e mais do que nunca o time texano precisa de suas ajuda. Nesta série contra o Phoenix, Hill tem médias de 10,3 pontos, 29,6% nos arremessos de quadra e 20% nos arremessos de três pontos.
.

Phoenix Suns

PG – Steve Nash/Goran Dragic

SG – Jason Richardson

SF – Grant Hill

PF – Amar’e Stoudemire

C – Jarron Collins

Fique de Olho – O armador esloveno aproveitou a dificuldade da defesa do Spurs em marcar os armadores e fez a partida de sua carreira. No jogo 3, ele anotou 23 de seus 26 pontos na partida no último quarto e pode ajudar muito o Suns fechar a série nesta noite.

Spurs (0) vs. Suns (3) – Um desastre

96X110

O San Antonio Spurs esteve a frente do placar por toda a partida, mas o Phoenix Suns, comandado por um iluminado Goran Dragic, conseguiu uma virada arrasadora e deixou o Spurs a uma derrota de ser eliminado, panorama que nenhum time na história conseguiu reverter.

Agora complicou... (Foto por Ronald Martinez/Getty Images)

Como era esperado, o técnico Gregg Popovich resolveu colocar Tony Parker de volta ao time titular, no lugar de George Hill, e manteve o restante dos titulares. O Spurs começou forte no ataque, com Antonio McDyess anotando os seis primeiros pontos do time, e segurou o ímpeto do Suns, que teve seu desempenho nos arremessos abaixo dos 40%, mesmo tendo Jason Richardson anotado 11 pontos. Matt Bonner saiu do banco e acertou duas cestas de três seguidas. Com 52,6% nos arremessos de quadra, o San Antonio fechou a frente o primeiro quarto com 28 a 19.

Foi impossível para o San Antonio parar o esloveno (Foto por Ronald Martinez/Getty Images)

O banco de reservas do Spurs vinha fazendo boa partida, ajudando a manter a liderança, mas o time errava muitos lances livres. O Suns começou a reagir  no segundo período, diminuindo a distância no placar, mas o San Antonio continuava com a liderança. A equipe texana chegou ao intervalo vencendo por 50 a 44.

Retornando à partida, o argentino Manu Ginobili entrou logo querendo manter a dianteira na partida, anotando oito pontos nos cinco minutos iniciais dos dez que fez no terceiro quarto. Depois da metade do período, o Phoenix começou a mostrar a que veio, com Steve Nash anotando dez pontos. O Spurs caiu de produção e foi para o tempo derradeiro vencendo por apenas um ponto; 72 a 71.

No último quarto, os dois times iniciaram com parte de seus reservas em quadra,;foi quando o Suns começou a dominar o jogo. Comandados pelo esloveno Goran Dragic e pelo brasileiro Leandro Barbosa, ambos selecionados pelo Spurs no Draft e depois trocados com o Suns, o Phoenix passou a frente no placar pela primeira vez na partida e já conseguiu uma vantagem acima dos dois dígitos. Dragic simplesmente acabou com o jogo, anotando 23 dos seus 26 pontos na partida no quarto período. O Suns acertou 71,4% (15 de 21) de seus arremessos de quadra no quarto final e derrotou mais uma vez o Spurs na série, com o placar de 96 a 110.

Veja os melhores momentos do jogo

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Manu Ginobili – 27 pontos, cinco assistências, três roubos de bola e 58,8% (10-17) nos arremessos de quadra

Tim Duncan – 15 pontos, 13 rebotes e três bloqueios

Antonio McDyess – 12 pontos e dez rebotes

Matt Bonner – 11 pontos

Tony Parker – Dez pontos e cinco assistências

Phoenix Suns

Goran Dragic – 26 pontos, 76,9% (10-13) nos arremessos de quadra e 100% (5-5) nos arremessos de três pontos em 17 minutos

Jason Richardson – 21 pontos e 71,4% (5-7) nos arremessos de três pontos

Grant Hill – 18 pontos e 63,6% (7-11) nos arremessos de quadra

Steve Nash – 16 pontos, oito rebotes e seis assistências

Leandro Barbosa – 13 pontos