Arquivos do Blog

Spurs (46-9) @ Nets (17-38) – Temporada Regular

Robson Kobayashi

San Antonio Spurs @ New Jersey Nets – Temporada Regular

Data: 14/02/2011

Horário: 22:00 (Horário de Brasília)

Local: Prudential Center

O líder da NBA vai até New Jersey enfrentar a jovem equipe dos Nets, que precisará suar a camisa se quiser conquistar uma vaga nos playoffs. O brasileiro Tiago Splitter, com um problema na coxa, mais uma vez ficará de fora da partida. O pivô só deverá retornar na quinta-feira, quando o Spurs mede forças com o Chicago Bulls.

San Antonio Spurs

PG – Tony Parker

SG – Manu Ginóbili/George Hill

SF – Richard Jefferson

PF – Tim Duncan

C – DeJuan Blair

Fique de olho – Pela primeira vez na temporada, os titulares foram alterados e o argentino voltou para o banco de reservas, posto no qual já foi consagrado como melhor sexto homem na temporada 2007/2008.

PG – Devin Harris

SG – Anthony Morrow

SF – Derrick Favors

PF – Travis Outlaw

C – Brook Lopez

Fique de olho – O pivô dá muito trabalho para as defesas adversárias. Ele tem médias de 19,6 pontos e 2,2 rebotes ofensivos na temporada.

Spurs (45-9) @ Wizards (14-38) – Atropelou!

118X94https://i1.wp.com/l.yimg.com/a/i/us/sp/v/nba/teams/20080123/80x60/was.gif

Sem dar a mínima chance para o Washington Wizards, o San Antonio Spurs se recuperou em grande estilo da derrota contra o Philadelphia 76ers e superou, com facilidade, o time da capital norte-americana, por 118 a 94.

O basquete é mesmo algo fascinante (AP Photo)

Pela primeira vez na temporada, o técnico Gregg Popovich mudou o quinteto inicial da equipe, promovendo George Hill ao time titular e colocando Manu Ginobili no banco de reservas. O restante da equipe foi a mesma, com Tony Parker, Richard Jefferson, Tim Duncan e DeJuan Blair.

Parker deitou e rolou enquanto esteve em quadra (Ned Dishman/NBAE via Getty Images)

Com o incômodo da derrota na noite anterior para o Sixers ainda bem vivo na cabeça dos jogadores, o Spurs evitou dar sopa para o azar e foi arrasador desde o início. Anotando 37 pontos contra apenas 18 do adversário, o primeiro quarto foi uma prévia do que seria a partida.

Já no segundo período o duelo estava decidido. O Spurs abriu 30 pontos de vantagem e nem mesmo o Washington Wizards parecia querer buscar uma reviravolta. O placar de 72 a 45 no intervalo fez com que o restante da partida fosse mera formalidade.

Com oportunidade de ter um “treino de luxo”, o técnico Gregg Popovich aproveitou para poupar seus principais jogadores e dar um pouco mais de rodagem a quem costuma jogar menos tempo. Parker ficou em quadra apenas 19 minutos, Duncan 12 e Manu Ginobili somente oito.

A diferença final no placar de 24 pontos ainda ficou barato para o time de Washington. O San Antonio Spurs chegou a ter mais de 40 pontos de vantagem ainda no terceiro quarto, e alcançou a contagem centenária quando ainda restavam mais de dois minutos para o final do período.

Nos últimos dez minutos, com a vitória já mais do que assegurada e apenas os reservas em quadra, o Spurs permitiu que o Wizards diminuisse a diferença, mas isso sequer foi suficiente para empolgar a torcida no Verizon Center.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 18 pontos e oito assitências

George Hill – 18 pontos e três assitências

Gary Neal – 16 pontos, quatro rebotes e quatro assistências

Richard Jefferson – 14 pontos

DeJuan Blair – 13 pontos e 12 rebotes

Matt Bonner – 12 pontos

Washington Wizards

Andray Blatche – 16 pontos e nove rebotes

Cartier Martin – 16 pontos

JaVale McGee – 14 pontos

Spurs (44-8) @ 76ers (24-28) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ Philadelphia 76ers – Temporada Regular

Data: 11/02/2011

Horário: 22:00 (Horário de Brasília)

Local: Wells Fargo Center

No dia do aniversário do Spurs Brasil, o San Antonio Spurs continua sua viagem pela conferência Leste enfrentando o Philadelphia 76ers. O Spurs tem vida difícil quando joga no Wells Fargo Center, tendo vencido apenas duas vezes nas dez últimas visitas ao ginásio. O pivô brasileiro Tiago Splitter está fora da partida com um problema na coxa esquerda, e Gary Neal é dúvida. O 76ers está num momento bem melhor do que no primeiro confronto entre as duas equipes, tendo vencido sete dos últimos dez jogos.

Confrontos na Temporada (1-0)

13/11/2010 – Spurs 116 vs. 93 76ers

Comandado por Tony Parker, com 24 pontos e sete assistências, o Spurs bateu o 76ers com muita facilidade dentro de casa.

Foto em nba.com

San Antonio Spurs

PG – Tony Parker/George Hill

SG – Manu Ginobili

SF – Richard Jefferson

PF Tim Duncan

C – DeJuan Blair

Fique de Olho Hill assumiu um novo papel no início da temporada, se tornando o sexto-homem do time no lugar de Ginobili. Ele é o cestinha entre os reservas, com média de 11.2 pontos.

Foto em nba.com

PG – Jrue Holiday

SG – Jodie Meeks

SF – Andre Iguodala

PF – Elton Brand

C – Spencer Hawes

Fique de OlhoO experiente ala-pivô mostra que ainda pode ser o protagonista em uma equipe da NBA, sendo o cestinha do time na temporada. Mas, no primeiro encontro entre Brand e o Spurs, ele ficou devendo: apenas oito pontos.

Após massacre sobre o Thunder, defesa vira pauta em San Antonio

Kevin Durant e Jeff Green sentiram o poder do melhor time da temporada

O San Antonio Spurs começou 2011 com o pé direito. Contra o Oklahoma City Thunder, os comandados de Gregg Popovich impuseram uma defesa que fez lembrar a saudosa época de Bruce Bowen, e saíram de quadra com uma elástica vitória por 101 a 74. Após o combate, o assunto entre todos foi um só: defense!

“Espero que esse seja um indicador de que estamos melhorando, porque o que fizemos contra o Thunder foi expressivo”, avaliou o técnico Gregg Popovich. “Acho que executamos um grande trabalho em defendê-los e isso nos deu a oportunidade de vencer”, completou o treinador.

Para o argentino Manu Ginobili, a chave para o triunfo foi a intensidade da equipe. “Fizemos uma excelente partida, muito intensa. Estou muito feliz com a maneira como temos jogado. Tentaremos manter esse ritmo”, afirmou.

Tim Duncan, que se destacou no duelo de ontem ao marcar 21 pontos em 27 minutos, fez uma análise mais sóbria e evitou supervalorizar a defesa texana. “Entramos em quadra com foco e um plano de jogo: apenas executamos o que foi pedido”, explicou.

Para o ala-pivô, o empenho do setor defensivo será fundamental nos próximos jogos: New York Knicks, Boston Celtics e Indiana Pacers – todos fora de casa. Sobre o time de Mike D’Antoni, Duncan acredita que o Spurs terá que controlar o ritmo da partida se quiser vencer. “Eles querem correr a quadra toda e marcar pontos. Teremos que controlar isso”, opinou.

Quem também analisou os próximos embates foi o armador George Hill. “A defesa será fundamental contra New York, Boston e Indiana”, disse. “Se nossa meta for ganhar o campeonato é isso que temos que fazer. Sei que muitos atletas podem marcar pontos, mas temos que defender bem para triunfar”, finalizou.

Após novo show, Neal volta a receber elogios

Quando San Antonio mais precisou ele estava lá. Confiante, o novato Gary Neal anotou 21 pontos na vitória sobre o Dallas Mavericks por 99 a 93. Foi a terceira vez que ele chegou à casa dos 20 pontos nas últimas seis partidas – o que vem impressionando todos ao redor da liga.

“Quando precisamos ele foi lá e converteu os arremessos”, disse o armador George Hill. “Estávamos o buscando em quadra e ele acertou os tiros de longa distância”, completou. “Gary vem sendo importante para nós vindo do banco de reservas e jogando duro”, explicou o técnico Gregg Popovich.

O ala-pivô Tim Duncan, líder da equipe, foi mais profundo em sua análise. “Ele é um chutador frio”, avaliou. “Gary está mostrando que merece estar onde está e tem feito muitas jogadas importantes para nós”, pontuou.

Aos 26 anos, Neal está apenas no começo de sua jornada pela NBA. Em sua primeira temporada, ele acumula médias de 8.5 pontos e 2.6 rebotes em exatos 18 minutos por noite.