Arquivos do Blog

Spurs manda Daye para o Toros

assinatura SA Br

Daye pouco jogou em San Antonio (NBAE/Getty Images)

O San Antonio Spurs anunciou neste sábado (15) em seu site oficial que enviou o ala-pivô Austin Daye para o Austin Toros, equipe da D-League, a Liga de Desenvolvimento da NBA, filiada à franquia texana. O jogador já estará disponível para o duelo do mesmo dia à noite, diante do Rio Grande Valley Vipers.

Desde que chegou a San Antonio, por meio de troca que enviou Nando De Colo para o Toronto Raptors, Austin Daye não teve muitas oportunidades na rotação do treinador Gregg Popovich. Há quase um mês no Texas, o ala-pivô só esteve presente em quadra em duas oportunidades, e anotou seis pontos nos quatro minutos em que esteve em ação.

Esta será a primeira aparição de Austin Daye no Austin Toros, que ocupa atualmente a última colocação na Divisão Central da D-League.

Baynes e De Colo passam pelo Toros; Thomas fica

Neste domingo (8), o armador Nando De Colo, o ala-pivô Malcolm Thomas e o pivô Aron Baynes foram enviados ao Austin Toros, time da D-League, a liga de desenvolvimento da NBA, filiado ao San Antonio Spurs. Os três nem desfizeram as malas e já entraram em quadra na mesma noite. O resultado acabou sendo positivo para a franquia da capital texana, que venceu a partida contra Rena Bighorns por 116 a 87. Nesta segunda-feira, um dia após o triunfo, o francês e o australiano já foram chamados para se juntar ao elenco da NBA novamente, enquanto o novo reforço do alvinegro deve passar mais algum tempo na cidade.

De Colo teve grande atuação (Reprodução/nba.com/spurs)

Os três reforços da NBA contribuíram com impressionantes 76 pontos. O grande destaque foi De Colo, que mais uma vez mostrou ter um nível superior ao jogado na D-League. Ele foi o cestinha da partida com 32 pontos, e ainda contribuiu com oito rebotes e seis assistências.

O francês não tem recebido muitas oportunidades no Spurs, tendo entrado em seis jogos na temporada e mantido médias de 2,7 pontos, 1,7 assistências e 1,7 rebotes em nove minutos por exibição. O armador já tinha outra aparição no Toros na temporada: no dia 1º de dezembro, na vitória sobre o Delaware 87ers, o jogador anotou 29 pontos, além de oito assistências, oito rebotes e seis roubadas de bola. 

Baynes, por sua vez, fez 23 pontos e coletou sete rebotes. O pivô tem jogado mais que De Colo pelo Spurs, tendo entrado em quadra 11 vezes. Suas médias são de 1,5 pontos e 2,2 rebotes em quase oito minutos por exibição. Em sua aparição anterior pelo Toros, também contra o 87ers, ele contribuiu com 24 pontos, dez rebotes e cinco assistências.

Já Thomas foi recentemente adquirido pelo Spurs. Na D-League, o ala-pivô já é um rosto conhecido. Na temporada, ele havia atuado duas vezes pelo Los Angeles D-Fenders, conseguindo as médias de 33,5 pontos e 15,5 rebotes por jogo, as melhores nos dois fundamentos de toda a liga enquanto estava na franquia angelina. Contra o Bighors, pelo Toros, ele anotou 23 pontos, sete rebotes, três assistências e três tocos.

Austin Toros conquista o título da D-League

Festa em Austin...

O Austin Toros, equipe filiada ao San Antonio Spurs na D-League, liga de desenvolvimento da NBA, conquistou o primeiro título de sua história ao bater, na noite deste sábado (28), o Los Angeles D-Fenders por 122 a 110.

O time da capital texana virou a série (disputada em melhor de três partidas) mesmo após ter perdido o primeiro jogo em casa. Nos dois embates da Califórnia, brilhou a estrela de Justin Dentmon, MVP da NBDL. Dentmon, que chegou a ter uma chance em San Antonio ao longo da temporada regular, marcou 30 pontos no duelo que deu o título ao Toros.

E mais…

Patrick Mills treina duro para ganhar mais espaço

Esse aí caiu como uma luva!

O armador australiano Patrick Mills, destaque das duas últimas partidas do Spurs na temporada, vem treinando duro para ganhar mais chances de mostrar seu potencial.

No sábado à tarde, Mills e o assistente técnico Brett Brown foram os últimos a deixar a quadra. O camisa 8 ficou treinando arremessos após o expediente e foi alvo de brincadeiras por parte de R.C. Buford, General Manager da franquia. “Ei, Patty. Você já pode ir para casa agora. O baile fecha à meia-noite”, brincou Buford.

O bom desempenho do australiano nas partidas contra Phoenix Suns (27 pontos) e Golden State Warriors (34 pontos) renderam elogios do titular da posição, Tony Parker.

“Patty é muito bom e estou feliz por ele”, contou o francês. “Ele foi muito agressivo (nos jogos em que foi titular) e creio que será uma peça muito útil nos playoffs”, concluiu.

Utah Jazz será o adversário do Spurs nos playoffs

O Jazz está no nosso caminho...

Com a vitória de terça-feira (24) sobre o Phoenix Suns, o Utah Jazz assegurou o oitavo lugar da Conferência Oeste e será o oponente do San Antonio Spurs na pós-temporada. Na partida de ontem, o time de Salt Lake City foi liderado pelo ala-pivô Paul Millsap, que anotou 26 pontos e pegou 15 rebotes.

Spurs e Jazz já se enfrentaram quatro vezes nesta temporada. A franquia texana venceu três partidas – duas em casa e uma fora. Quando foram derrotas, os comandados de Gregg Popovich estavam sem Tony Parker, Manu Ginobili e Tim Duncan.

Apesar do bom retrospecto, é bom ficar de olho na linha de frente do Utah Jazz, que conta com ótimos jogadores. Além do já citado Paul Millsap, o técnico Tyrone Corbin pode contar com Al Jefferson, Derrick Favors e Enes Kanter. Olho neles!

E mais…

Toros perde primeiro jogo da final da D-League

O Austin Toros lutou até o fim, mas perdeu a primeira partida da final da D-League para o Los Angeles D-Fenders. O duelo, disputado em Austin, foi o primeiro da melhor de três jogos. A série parte agora para a Califórnia para os dois próximos embates.

O armador Cory Joseph, recrutado pelo San Antonio Spurs no último Draft, teve um desempenho apenas razoável. Grande parte dos seus 15 pontos veio de lances-livres e ele acertou somente três em dez arremessos. Joseph contribuiu ainda com oito assistências.

Parker elege rivais prediletos e Toros vai à final da D-League

Parker X Lakers: uma história de amor!

Se depender do armador Tony Parker, o San Antonio Spurs já tem seu caminho traçado nos playoffs desta temporada. Após o triunfo de segunda-feira (23) sobre o Portland TrailBlazers, o francês elegeu Los Angeles Lakers e Dallas Mavericks como seus adversários favoritos.

“As partidas ficam mais intensas nos playoffs. Você precisa comer e descansar para ser o mais competitivo possível dentro de quadra”, disse o camisa 9. “Eu adoro enfrentar o Lakers. Desde meu primeiro dia em San Antonio, o objetivo sempre foi vencê-los. Também gosto de jogar contra o Mavericks; somos realmente detestados em Dallas”, completou.

E para vocês, caros leitores: quem é seu adversário favorito?

E mais…

Toros disputa final da D-League pela primeira vez em sua história

Número sugestivo...

A temporada da D-League (Liga de Desenvolvimento da NBA) está chegando ao fim. A final terá início nesta terça-feira (24) e o torcedor do Spurs tem bons motivos para acompanhar de perto a disputa. Isso porque uma das equipes envolvidas no embate é o Austin Toros – franquia filiada ao time texano.

Será a primeira final do Toros em sua história. O time contará com peças conhecidas – e importantíssimas – para tentar derrotar o Los Angeles D-Fenders na melhor de três jogos: Cory Joseph e Justin Dentmon.

O jovem Joseph, que é armador, foi recrutado pelo San Antonio Spurs no último Draft, mas, por ser muito cru, acabou sendo enviado para a D-League para ganhar experiência e amadurecer seus fundamentos. Em 14 partidas em Austin, Cory tem médias de 13,8 pontos, 5,1 assistências e 5,1 rebotes por noite.

O outro motivo para vermos essa final, que pode ser acompanha gratuitamente através do Futurecast, é o também armador Justin Dentmon, que recentemente ganhou um contrato de dez dias com o Spurs. Dentmon foi eleito o MVP da NBDL e vem com moral para a disputa derradeira. Na pós-temporada, contudo, ele vem jogando abaixo do esperado, com médias de 14,0 pontos e 3,8 assistências.

MVP! MVP! MVP!