Arquivos do Blog

Spurs (19-3) vs. Hawks (15-9) – A força do conjunto

108X92https://i1.wp.com/l.yimg.com/a/i/us/sp/v/nba/teams/20080123/80x60/atl.gif

Jogando em casa, o San Antonio Spurs contou com a força de seu conjunto para bater o Atlanta Hawks, que atuou sem Joe Johnson. Pelo lado texano, todos os titulares e reserva George Hill alcançaram dígitos duplos na pontuação, o que foi determinante para a arrancada no último período, que decidiu a partida.

Manu Ginobili foi um dos cestinhas do Spurs, com 18 pontos (AP Photo)

Gregg Popovich manteve o quinteto inicial que vem utilizando durante toda essa temporada. Tony Parker, Manu Ginobili, Richard Jefferson, Tim Duncan e DeJuan Blair começaram a partida contra o Hawks, e tiveram alguns problemas para controlar o jogo.

Parece que Jefferson andou treinando nas férias... (AP Photo)

Mesmo sem o ala/armador Joe Johnson, o time de Atlanta não facilitou para para os donos da casa. Com Al Horford conseguindo pontuar dentro do garrafão, e com Jamal Crawford inspirado vindo do banco, os visitantes se mantiveram ponto a ponto na briga pela liderança do placar durante todo o primeiro quarto e grande parte do segundo período.

Os texanos conseguiram abrir pequena vantagem apenas nos minutos finais do primeiro tempo graças ao momento inspirado de DeJuan Blair, e foram para o intervalo vencendo por 53 a 48.

No terceiro quarto, o Atlanta Hawks voltou a enconstar. Errando muitos lances livres, o Spurs não conseguiu abrir vantagem e foi para o último período com apenas dois pontos de frente, 71 a 69.

No último e decisivo período, a partida parecia que ia complicar para os donos da casa. Com uma cesta de Damien Wilkens e outra de Maurice Evans, os visitantes passaram à frente no marcador. Foi então que brilhou a estrela do argentino Manu Ginobili. Ele anotou cinco pontos conecutivos e recolocou o Spurs em vantagem.

A partir daí os texanos sobraram em quadra. DeJuan Blair, Richard Jefferson e George Hill tomaram conta do jogo e a diferença foi aumentando cada vez mais. Com a vitória por 37 a 23 no quarto período, o San Antonio Spurs assegurou a 19ª vitória em 22 jogos e consolidou a liderança da NBA.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Manu Ginobili – 18 pontos e três rebotes

Richard Jefferson – 18 pontos (5-6 3pts) e quatro rebotes

Tony Parker – 17 pontos e seis assistências

DeJuan Blair – 16 pontos, 12 rebotes e quatro roubos de bola

George Hill – 16 pontos (3-4 3pts)

Tim Duncan – 12 pontos

Atlanta Hawks

Jamal Crawford – 23 pontos e cinco assistências

Al Horford – 19 pontos e nove rebotes

Marvin Williams – 15 pontos e sete rebotes

Josh Smith – 15 pontos e cinco assistências

Anúncios

Spurs (18-3) vs. Hawks (15-8) – Temporada Regular

San Antonio Spurs vs. Atlanta Hawks – Temporada Regular

Data: 10/12/2010

Horário: 23:30 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Situação do Jogo

Batendo todos os recordes de início de temporada da franquia, o San Antonio Spurs tem mais um jogo em casa para tentar aumentar a marca e assegurar a liderança da NBA. Na cola do time de San Antonio está o rival Dallas Mavericks, que tem uma derrota a mais no campeonato, então um resultado ruim hoje poderia resultar na perda da liderança da liga.

PG – Tony Parker

SG – Manu Ginobili

SF – Richard Jefferson

PF – Tim Duncan

C – DeJuan Blair

Fique de Olho – Este será um bom jogo para o Tony Parker mostrar sua força. No duelo contra Mike Bibby, o francês de San Antonio tem tudo para levar vantagem na velocidade, abrindo espaço para suas infiltrações e também para achar companheiros livres para arremessos de longe.

https://i1.wp.com/l.yimg.com/a/i/us/sp/v/nba/teams/20080123/80x60/atl.gif

PG – Mike Bibby

SG – Marvin Williams/Jamal Crawford

SF – Josh Smith

PF – Al Horford

C – Jason Collins

Fique de Olho – Sem o principal jogador da equipe, o ala/armador Joe Johnson, a responsabilidade de pontuar no perímetro recai sobre Jamal Crawford. O jogador, eleito o melhor reserva da última temporada, é sempre perigoso nos tiros de três pontos e também nas infiltrações.

Spurs (2-0) @ Hawks (0-2) – Summer League

89X84

O San Antonio Spurs venceu sua segunda partida na Summer League derrotando o Atlanta Hawks. A equipe texana conseguiu a vitória após um bom primeiro tempo, sendo o ala Alonzo Gee o grande destaque do time.

Gee fez mais uma boa partida (Foto por Laura Rauch/AP)

O Spurs iniciou o jogo com Curtis Jerrells, Gary Neal, Gee, James Gist e Darryl Watkins. Os dois times começaram devagar, mas logo o Spurs conseguiu uma bela dianteira com uma sequência de 16 a 4, cehgando a vencer por 12 pontos de diferença. Mas o Hawks cosneguiu encostar ao final do primeiro quarto e fechou-o em 23 a 16. No segundo período, Gee e Gist assumiram o ataque do San Antonio, anotando juntos 20 pontos. O Hawks tentava reagir, mas esbarrava em seus próprios erros. Com isso, o Spurs fechou o primeiro tempo em 52 a 36.

No retorno do intervalo, o Atlanta chegou a perder por uma diferença de 23 pontos, mas, com 19 pontos de Jordan Crawford e Jeff Teague cortaram a diferença para nove e fecharam o terceiro quarto em 71 a 62. No último período, o Hawks conseguiu passar a frente; contudo, o Spurs conseguiu novamente a dianteira e venceu a partida por 89 a 84.

DeJuan Blair não participou da partida novamente, pois continuou sentindo dores na panturrilha direita. Garret Temple, mesmo com a ressonância negativa, também não jogou. O ala-pivô James Gist lesionou o pulso durante o jogo. O Spurs volta à quadra hoje, contra o Los Angeles Lakers.

Veja os melhores momentos da partida

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Alonzo Gee – 24 pontos, oito rebotes, quatro roubos de bola e cinco erros de ataque

Curtis Jerrells – 20 pontos e quatro roubos de bola

Gary Neal – 16 pontos

James Gist – Dez pontos e cinco rebotes

Atlanta Hawks

Jordan Crawford – 20 pontos e três roubos de bola

Jeff Teague – 15 pontos e nove erros de ataque

Trey Gilder – 15 pontos

Randolph Morris – 11 pontos

Spurs (1-0) @ Hawks (0-1) – Summer League

San Antonio Spurs @ Atlanta Hawks – Summer League de Las Vegas

Data: 14/07/2010

Horário: 19:30 (Horário de Brasília)

Local: Thomas & Mack

Situação do Jogo

O San Antonio Spurs continua os testes na Summer League em Las Vegas enfrentando  o Atlanta Hawks. A equipe texana venceu o primeiro confronto no torneio contra o Minnesota Timberwolves e aproveitou a tarde de ontem para treinar contra a seleção da Coréia do Sul. O Spurs pode ter duas baixas essa noite: o armador Garret Temple, que torceu o tornozelo esquerdo na primeira partida, e o pivô DeJuan Blair, com dores na panturrilha direita.

PG – Curtis Jerrells

SG – Garrett Temple

SF – Alonzo Gee

PF – James Gist

C – DeJuan Blair

Fique de Olho – Gee vem buscando seu espaço na NBA e pode carimbar sua grande chance nessa temporada. Na anterior, o ala fez onze partidas pelo Washington Wizards, com médias de 7.4 pontos e três rebotes. No jogo anterior, anotou 12 pontos e oito rebotes.

PG – Jeff Teague

SG – Jordan Crawford

SF – Trey Gilder

PF – Alade Aminu

C – Randolph Morris

Fique de Olho – Décima nona escolha do draft em 2009, o armador Jeff Teague  fez uma temporada de estreia discreta, com médias de  3.2 pontos e 1.7 assistências. Jogador de potencial, será um bom teste para Curtis Jerrells marcá-lo.

Spurs (26-18) vs. Hawks (29-15) – 27 rebotes para Tim Duncan!

San Antonio Spurs105X90

Parece brincadeira, mas, perto de completar 34 anos, o ala-pivô Tim Duncan deixou a quadra na vitória contra o Atlanta Hawks com 21 pontos, 27 rebotes (sua melhor marca da carreira) e seis assistências. Foi uma verdadeira partida de MVP para o nosso principal jogador.

Soberano, Duncan bateu recorde de rebotes na carreira (AP Photo/Eric Gay)

Contudo, como nem tudo na vida é feito de flores, o armador Tony Parker deixou o duelo no terceiro quarto após torcer o tornozelo. Um raio-X feito ainda no ginásio deu negativo (o que é bom!), mas, pelo que vi, me parece que o francês deverá perder alguns jogos. O problema, aliás, vem em boa hora, já que Parker vinha jogando machucado com fortes dores na planta do pé. Assim, ele poderá se cuidar numa tacada só.

Vamos ao jogo…

Manu mostrou porque merece ficar em S.A. (AP Photo/Eric Gay)

Nem mesmo o mais otimista torcedor do San Antonio Spurs poderia acreditar em tanta facilidade. No pré-jogo, previ uma partida difícil, com ligeira vantagem para o atleticismo do Atlanta Hawks. Quando o embate começou, o que pude observar foi um time ofensivo e com defesa forte, bem diferente do que vinha acontecendo.

San Antonio chegou a ter uma vantagem folgada de 28 pontos. No intervalo, o marcador apontava 66 a 44 para os texanos.

Na volta do descanso, contudo, o bom e velho branco voltou a assombrar a equipe. Aos poucos, o Hawks foi tirando a vantagem, que chegou a oito pontos ao final do terceiro período.

Comandados por um George Hill inspirado e por um Tim Duncan em noite de MVP, os texanos voltaram a abrir vantagem no quarto derradeiro e fecharam a partida por 105 a 90, encerrando assim uma sequência negativa de três derrotas no AT&T Center.

George Hill também se destacou (AP Photo/Eric Gay)

Destaco ainda as noites inspiradas de Antonio McDyess e Manu Ginobili. Dyess finalmente justificou o investimento feito nele. Foram 17 pontos (melhor marca da temporada) e quatro rebotes. O argentino também foi bem e espantou os rumores de que estaria sendo envolvido em uma possível troca com o pivô Amare Stoudemire, do Phoenix Suns. Manu fez 14 pontos e distribuiu seis assistências.

Para tentar dar sequência ao bom triunfo desta quarta-feira, San Antonio tem dois jogos difíceis antes de encarar a estrada na anual Rodeo Trip. Na sexta, o time recebe o embalado Memphis Grizzlies, que hoje venceu o Detroit Pistons. No domingo, a parada é ainda mais dura: contra o Denver Nuggets, do excelente armador Chauncey Billups, do cestinha Carmelo Anthony e do brasileiro Nenê Hilário.

O Hawks, por sua vez, também encara dois jogos complicados na sequência. Na sexta-feira, a equipe recebe o Boston Celtics. Na sequência, sábado, é a vez de pegar a estrada para enfrentar o Orlando Magic.

Veja os melhores momentos da partida

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Tim Duncan – 21 pontos, 27 rebotes e seis assistências (11-11 FT)

Antonio McDyess – 17 pontos e quatro rebotes

George Hill – 16 pontos e quatro rebotes

Manu Ginobili – 14 pontos e seis assistências

Atlanta Hawks

Joe Johnson – 31 pontos e quatro rebotes

Jamal Crawford – 25 pontos

Josh Smith – 14 pontos, 16 rebotes e sete assistências