Spurs (44-25) @ Mavericks (44-27) – Temporada regular

San Antonio Spurs @  Dallas Mavericks – Temporada Regular

Data: 24/03/2015

Horário: 21h00 (Horário de Brasília)

Local: American Airlines Center

Na TV: Space

Cotação no Apostas Online: Spurs 1,60 (favorito) @ Mavericks 2,35

O San Antonio Spurs vem embalado por três importantes vitórias seguidas, e agora pode comprovar de vez a boa fase em um duelo cheio de rivalidade. Se já não bastasse as duas equipes que duelam nesta terça-feira serem tradicionais rivais do Texas, ambas brigam por uma melhor posição nos playoffs. A fase do Dallas Mavericks já foi melhor ao longo da temporada. O time perdeu posições na tabela e vem de duas derrotas consecutivas. Por isso, certamente vem cheio de vontade de acabar com esse momento ruim.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

Confrontos na temporada (1-1)

28/10/2014 – Spurs 101 x 100 Mavs

No seu primeiro jogo do campeonato e na cerimônia de entrega dos anéis pelo título da última temporada, o Spurs venceu uma partida apertada diante dos seus grandes rivais texanos. Com o alvinegro cheio de desfalques no banco, coube aos velhos protagonistas tomarem conta do jogo. Destaque para Tony Parker, cestinha do atual campeão com 23 pontos.

20/12/2014 – Spurs 93 @ 99 Mavs

Na estreia de Rajon Rondo, que vinha de troca com o Boston Celtics, vitória para o time de Dallas, que teve a vida facilitada pelos desfalques do rival. Nada menos do que sete jogadores do alvinegro não atuaram – cinco deles titulares. Mesmo assim, o Spurs deu ao Mavs um bom duelo, decidido nos momentos finais, com ótima atuação de Monta Ellis, que somou 38 pontos.

PG – Tony Parker

SG – Danny Green

SF – Kawhi Leonard

PF – Tim Duncan

C – Tiago Splitter

Fique de Olho - Líder da liga em roubos de bola e com média de 20 pontos por exibição nos últimos 11 jogos, Kawhi Leonard é, atualmente, o jogador mais importante do Spurs. Contra o Mavs, suas atribuições não serão apenas ofensivas, já que o adversário tem em Chandler Parsons e Monta Ellis dois excelentes pontuadores no seu quinteto titular, e o ala do alvinegro terá que impor sua defesa sobre o perímetro da equipe de Dallas.

PG – Rajon Rondo

SG – Monta Ellis

SF – Chandler Parsons

PF – Dirk Nowitzki

C – Tyson Chandler

Fique de Olho – Desde que chegou ao Mavs em dezembro, Rajon Rondo está longe de ser uma afirmação. O talento do armador é inegável, mas ele ainda não conseguiu “encaixar” seu jogo com a camisa da equipe de Dallas. Em casa e diante dos rivais, essa é uma grande oportunidade para o jogador cair nas graças da torcida.

Spurs (44-25) @ Hawks (53-17) – Criador e criatura

 114×95

Quando San Antonio Spurs e Atlanta Hawks se enfrentaram pela primeira vez na temporada, com vitória texana, era cedo demais. O adversário nem sequer era a grande surpresa da temporada, e o trabalho de Mike Budenholzer, ex-assistente de Gregg Popovich no alvinegro, ainda não era elogiado e comparado ao plano tático do atual campeão da NBA. No encontro entre as equipes, neste domingo (22), no entanto, tudo isso já estava na mesa. E o criador mostrou ser superior à criatura e venceu por 114 a 95, mesmo jogando fora de casa, em triunfo que garantiu ao time de Tim Duncan um bom espaço na vaga por melhores vagas na Conferência Oeste. Vamos, a seguir, aos destaques do confronto:

Tiago Splitter foi o destaque da partida (Reprodução/nba.com/spurs)

Espelho, espelho meu…

As equipes realmente jogam de maneira parecida: armadores que sabem pontuar, alas que sabem defender, muito jogo dentro do garrafão… Mas, bem, apesar de serem parecidas, não são iguais. O Spurs, por exemplo, tem mais profundidade em seu banco. E foi dele que veio Boris Diaw, autor de 17 pontos (8-10 FG) e um dos grandes nomes do triunfo do time de San Antonio, que ainda contou com um inspiradíssimo Kawhi Leonard para chegar à vitória. Mais do que isso, Popovich mostrou facilidade para ler uma tática que se assemelha à sua. Leu tão bem que anulou o Hawks do começo ao fim, chegando à vitória tranquila.

Duncan e sua costumeira eficiência (Reprodução/nba.com/spurs)

Um cestinha diferente

Com bom jogo dentro da zona pintada, o Spurs viu o pivô brasileiro Tiago Splitter brilhar e ser imprescindível para a vitória. Ele foi autor de nada menos do que 23 pontos, fundamentais para a larga vantagem construída no confronto. Mais do que isso, mostrou uma mira afiada e converteu dez dos 14 arremessos que tentou – o número, aliás, mostra uma estratégia diferente de Popovich, que acionou o camisa #22 muito mais do que o usual durante a partida.

Desenho perfeito

Com dois times que jogam o basquete coletivo acima de qualquer coisa, foi ótimo ver o desenho tático imposto por ambos os times. Como já dito, o do Spurs se sobressaiu e, por isso, a vitória veio. Prova disso foi a perfeição na armação de jogadas de ataque, fator que levou a equipe de San Antonio a uma impressionante marca de 53,8% dos arremessos convertidos. Com uma mira tão afiada, é difícil lidar.

Cada dia mais máximo

A discussão sobre a possibilidade de Kawhi Leonard levar o contrato máximo parece cada vez mais fácil de ser resolvida. Sim, ele merece. Contra o Hawks, foi extremamente bem nos dois lados da quadra e, mais uma vez, saiu com números altos e significativos. Foram 20 pontos, dez rebotes, sete assistências e quatro roubos de bola. Atuação fenomenal.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tiago Splitter – 23 pontos e 8 rebotes

Kawhi Leonard – 20 pontos, 10 rebotes, 7 assistências e 4 roubos de bola

Boris Diaw – 17 pontos

Atlanta Hawks

Paul Millsap – 22 pontos e 7 rebotes

Spurs (43-25) @ Hawks (53-16) – Temporada regular

San Antonio Spurs @ Atlanta Hawks – Temporada Regular

Data: 22/03/2015

Horário: 16h00 (Horário de Brasília)

Local: Phillips Arena

Na TV: SporTV

Cotação no Apostas Online: Spurs 2,05 @ Hawks 1,78 (favorito)

Vindo de boa sequência de vitórias – sendo a última delas sobre o Boston Celtics -, o San Antonio Spurs viaja agora até a Georgia para enfrentar uma das melhores equipes da temporada. Com receita muito parecida com a do time texano, o Altanta Hawks é líder da Conferência Leste e um dos times que apresenta o basquete mais efetivo da temporada até então. Apesar da dureza da partida, o adversário segue sem Kyle Korver, um de seus melhores jogadores. A vitória é essencial na caça às primeiras colocações do Oeste.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

Confrontos na temporada (1-0)

5/11/2014 – Spurs 94 x 92 Hawks

Era apenas o terceiro jogo dos times na temporada, e o Hawks estava longe de apresentar o basquete atual. Com preguiça, o Spurs bateu um rival que, naquele momento, parecia ser só mais um. No fim das contas, boa vitória sobre um candidato ao título. Melhor para o alvinegro, que teve atuação inspirada de Tim Duncan – 17 pontos e 13 rebotes – para vencer.

PG – Tony Parker

SG – Danny Green

SF – Kawhi Leonard

PF – Tim Duncan

C – Tiago Splitter

Fique de Olho - Bem nos últimos jogos, Tony Parker tem sido um termômetro do Spurs: quando ele vai bem, a equipe toda vai; quando vai mal, porém, dificilmente a vitória vem. Diante de um time que marca bem e tem um garrafão forte, o armador é peça essencial.

PG – Jeff Teague

SG – Kent Bazemore

SF – DeMarre Carroll

PF – Paul Millsap

C – Al Horford

Fique de Olho – Se há algo em que o Hawks se parece com o Spurs é na divisão de tarefas. Sem astros que pontuam desesperadamente, o time conta com o ótimo Paul Millsap como destaque. Ótimo dos dois lados da quadra, é completo e complica a vida dos rivais.

Spurs (43-25) vs Celtics (30-38) – Susto e vitória

101×89

O San Antonio Spurs deu um susto em sua torcida, mas venceu o Boston Celtics por 101 a 89, na noite desta sexta-feira (20), em jogo disputado no AT&T Center. No quarto período, a equipe texana chegou perto de desperdiçar uma grande vantagem no placar construída ao longo da partida antes de confirmar seu triunfo. Vamos, a seguir, aos destaques do confronto:

Kawhi Leonard foi o destaque do Spurs (Reprodução/nba.com/spurs)

Que susto!

Dominando a partida desde o começo, especialmente graças às boas atuações dos seus titulares, o Spurs chegou a abrir 25 pontos de vantagem sobre o Celtics em determinados momentos do primeiro e do último períodos. Porém, no último quarto, já com os reservas em quadra, a equipe texana chegou a ceder uma corrida de 16 a 0 para o adversário, que se empolgou, gostou do jogo cortou a diferença para sete pontos: 91 a 84. Diante da ameaça iminente, Gregg Popovich teve de colocar a “tropa de choque” para confirmar o triunfo.

Tiago Splitter teve ótima exibição (Reprodução/nba.com/spurs)

Os titulares

Cinco jogadores do Spurs chegaram aos dígitos duplos. Foram os cinco titulares: Kawhi Leonard (22 pontos, sete rebotes e três roubadas de bola), Tiago Splitter (18 pontos, seis rebotes, três assistências e duas roubadas de bola), Tony Parker (15 pontos e sete assistências), Danny Green (dez pontos, oito rebotes, quatro assistências, duas roubadas de bola e dois tocos) e Tim Duncan (dez pontos, seis rebotes, três assistências e duas roubadas de bola).

Golpe baixo

Restando nove minutos para o fim da partida, o armador titular do Boston Celtics, Marcus Smart, protagonizou uma cena lamentável. O jovem novato, de apenas 21 anos de idade, acertou um soco bem nos “países baixos” de Matt Bonner, que havia estabelecido um corta-luz para contê-lo. O golpe foi tão desleal que o ala-pivô do Spurs teve de ser acalmado por seus colegas e por Pop para que uma confusão generalizada não se instaurasse em quadra.

O jogador da equipe de Boston, obviamente, foi excluído da partida pelos juízes.

Boa corrida

Com a vitória, a sétima seguida do Spurs sobre o Celtics, a equipe texana acumula dez triunfos nos últimos doze jogos. A corrida colocou de vez o alvinegro na briga por uma melhor colocação na Conferência Oeste: o time texano passou mais uma vez o rival Dallas Mavericks, assumiu a sexta colocação e está a apenas um jogo do Los Angeles Clippers, quinto.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Kawhi Leonard – 22 pontos, 7 rebotes e 3 roubos de bola

Tiago Splitter – 18 pontos, 6 rebotes, 3 assistências e 2 roubos de bola

Tony Parker – 15 pontos e 7 assistências

Danny Green – 10 pontos, 8 rebotes, 4 assistências, 2 roubos de bola e 2 tocos

Tim Duncan – 10 pontos, 6 rebotes, 3 assistências e 2 roubos de bola

Boston Celtics

Evan Turner – 17 pontos e 4 assistências

Avery Bradley – 16 pontos, 3 rebotes e 2 roubos de bola

Jae Crowder – 14 pontos e 6 rebotes

Marcus Smart – 10 pontos e 4 assistências

Brandon Bass – 10 pontos e 4 rebotes

Spurs (42-25) vs Celtics (30-37) – Temporada Regular

San Antonio Spurs vs Boston Celtics – Temporada Regular

Data: 20/03/2015

Horário: 21h30 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Na TV: ESPN

Cotação no Apostas Online: Spurs 1,22 (favorito) vs Celtics 4,35

Como definir a atual fase do San Antonio Spurs? A equipe texana perdeu apenas duas de suas últimas dez partidas, ambas na prorrogação: uma para o forte Cleveland Cavaliers e a outra, acredite ou não, para o New York Knicks, time de pior campanha na temporada. Agora, em meio à gangorra de emoções que tem imposto aos seus torcedores, o alvinegro recebe o Boston Celtics, que triunfou em sete dos seus últimos dez compromissos, assumiu a oitava colocação na Conferência Leste e entrou de vez na briga por uma vaga nos playoffs. Manu Ginobili e Aron Baynes, machucados, devem ser desfalques para os mandantes, enquanto os visitantes têm Isaiah Thomas e Jared Sullinger, também lesionados, como baixas.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

Confrontos na temporada (1-0)

30/11/2014 – Spurs 111 @ 89 Celtics

Na volta de Gregg Popovich, afastado por dois jogos após procedimento médico de pequenas proporções, o Spurs contou com boa atuação de Danny Green, que deixou a quadra com 18 pontos, seis rebotes, três assistências e três roubos de bola, para vencer o Celtics.

PG – Tony Parker

SG – Danny Green

SF – Kawhi Leonard

PF – Tim Duncan/Boris Diaw

C – Tiago Splitter

Fique de Olho - Se Tony Parker e Tiago Splitter aparentemente conseguiram voltar à boa forma, Boris Diaw ainda tem sofrido para repetir com consistência as atuações de alto nível que teve no campeonato passado. Porém, no último compromisso do time, a vitória sobre o Milwaukee Bucks, o ala-pivô se destacou ao anotar 18 pontos, seis rebotes e cinco assistências. Sinal de retorno? Na temporada, o camisa #33 tem médias de 8,1 pontos, 4,2 rebotes e 2,9 assistências em 24,2 minutos por exibição.

PG – Marcus Smart

SG – Avery Bradley

SF – Evan Turner

PF – Brandon Bass

C – Tyler Zeller

Fique de Olho - Depois de ser apontado como grande promessa e de ter um início de carreira relativamente decepcionante com a camisa do Philadelphia 76ers, Evan Turner parece ter encontrado seu nicho defendendo as cores do Celtics. Na temporada, o ala tem médias de 8,9 pontos, cinco assistências e 4,9 rebotes em 26,7 minutos por exibição.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 52 outros seguidores