Arquivo da categoria: Rumores

Gay declina opção e se torna agente livre, diz jornalista

Segundo reportagem de Chris Haynes, jornalista da ESPN americana, Rudy Gay decidiu não exercer sua opção de renovação com o San Antonio Spurs para 2018/2019. Com isso, o ala se torna agente livre irrestrito e pode negociar com qualquer franquia a partir de dia 1º.

Gay se tornará agente livre dia 1º (Reprodução/clutchpoints.com)

Gay tinha opção de renovar unilateralmente com o Spurs para a próxima temporada para receber US$ 8.826.300,00 no período. A recusa, no entanto, não necessariamente significa que o ala vai deixar a franquia texana, já que ele pode negociar um novo contrato com o alvinegro.

Ala de 31 anos de idade, Gay acaba de concluir sua primeira temporada pelo Spurs. Na campanha, apresentou médias de 11,5 pontos e 5,1 rebotes em 21,6 minutos por exibição.

Anúncios

Lauvergne deve deixar o Spurs, diz jornal

De acordo com reportagem do jornal americano San Antonio Express-News, Joffrey Lauvergne deve deixar o San Antonio Spurs. O pivô francês planeja voltar a atuar no basquete europeu.

Lauvergne em ação pelo Spurs (Reprodução/eurohoops.net)

Lauvergne tem a opção unilateral de renovar contrato com o Spurs para a temporada 2018/2019 para ganhar US$ $1.656.092,00 no período. O jogador deve abrir mão deste direito, já que acredita que pode conseguir propostas mais lucrativas de clubes da Europa.

Assim, Lauvergne pode se transformar na segunda baixa no elenco para a próxima temporada. Segundo relatos da imprensa americana, Kawhi Leonard também deseja deixar o Spurs.

Na última temporada, sua primeira com a camisa do Spurs, Lauivergne disputou 55 jogos pela equipe texana, apresentando médias de 4,1 pontos e 3,1 rebotes em 9,7 minutos por exibição.

Kawhi Leonard teria pedido para ser trocado

Por Pedro Vinícius

A paciência de Kawhi Leonard com o San Antonio Spurs aparentemente acabou. Depois de decepcionante temporada em que o ala fez apenas nove jogos em meio ao tratamento de uma lesão no quadríceps da perna direita, o jogador, segundo reportagem da ESPN americana, pretende solicitar para a franquia texana uma troca. O camisa #2 gostaria de ser enviado para uma equipe da região da Califórnia, preferencialmente o Los Angeles Lakers.

Leonard deve estar de saída (Thearon W. Henderson/Getty Images)

O jogador, obtido por meio de troca com o Indiana Pacers em 2011, em negocio que envolveu George Hill, teve números formidáveis nas últimas duas temporadas. Seus 23,4 pontos e 6,3 rebotes por exibição, com 50% de aproveitamento nos arremessos de quadra e 41% nas bolas de três pontos, ajudaram a colocar os Spurs nos playoffs em dois anos seguidos. Além disso, o ala foi eleito o melhor defensor da liga em 2014/2015 e 2015/2016.

O repórter Chris Haynes, da ESPN, publicou que “o ala estaria insatisfeito pela forma como a franquia lidou com sua lesão”. Consolidando essa informação, o jornalista Adrian Wojnarowski informou que Los Angeles Lakers e Boston Celtics estariam dispostos a negociar pela estrela.

Mas porque Leonard aparentemente decidiu sair dos Spurs? Porque o jogador que foi considerado o futuro da franquia desistiu do plano e deseja uma troca?

A recuperação após a lesão foi um verdadeiro desastre. A franquia de San Antonio e o grupo de apoio de Leonard não cooperaram entre si, e a única coisa que aconteceu foi uma prolongação do período em que Leonard ficou afastado das quadras durante a temporada.

Matéria publicada pela ESPN deu indícios que explicavam o problema. Leonard nunca foi um jogador da mídia, sempre esteve quieto e cooperando para o bem da franquia. Porém, nesse caso o seu entorno apareceu para debater com o Spurs formas de recuperar o atleta.

A franquia nunca recebeu de bom grado palpites externos, e os métodos emplacados por Gregg Popovich e sua comissão sempre foram suficientemente satisfatórios. Com tal ação, o Spurs, em palavras proferidas por seu técnico, era uma organização impotente e frustrada, aguardando que o principal jogador da franquia e seu estafe dissessem o que viria pela frente.

Apesar da questão ter sido tratada internamente, algumas declarações ajudam a entender o que acontece nos bastidores. Segundo relatos da imprensa americana, houve reunião de jogadores em que Tony Parker, Manu Ginobili, Danny Green e Rudy Gay participaram para entender o que passava na cabeça de Leonard. Em declaração pública, o armador francês afirmou que sua lesão foi “100 vezes pior” do que a do camisa #2, deixando vazar certa insatisfação com o astro.

Popovich sempre saía em defesa do ala publicamente, mas também fazia declarações contra o grupo de Leonard, como em dezembro. “Vocês vão ter que perguntar para o grupo dele”, disse o técnico, quando questionado sobre quando o ala voltaria a jogar. Mesmo assim, sempre existiu entre os torcedores a esperança de que o treinador pudesse resolver a questão.

No início dessa semana, foi noticiado que Popovich e Leonard estavam tentando marcar uma reunião para aparar as arestas e tentar ajustar o relacionamento. No entanto, antes que o encontro pudesse acontecer, surgiu a informação de que o ala deseja deixar o Spurs.

Vaivém: Veja quem chega, quem sai e rumores envolvendo o Spurs

Pop e Leonard tentam agendar reunião, diz jornal

De acordo com reportagem do jornal americano San Antonio Express-News, Gregg Popovich e Kawhi Leonard tentam agendar uma reunião para os próximos dias. O ala do San Antonio Spurs disputou apenas nove jogos na última temporada enquanto se recuperava de lesão do quadríceps da perna direita, e um suposto problema de relacionamento teria adiado seu retorno.

Kawhi e Pop conversam durante jogo do Spurs (Foto: Getty Images)

Segundo o periódico, o Spurs tenta acertar a casa antes do Draft e pretende começar por Leonard. Assim, a reunião do técnico com o ala pode acontecer ainda nesta semana. No cenário mais otimista possível, o jogador deixa o encontro decidido a renovar contrato com a franquia.

Ainda de acordo com o Express-News, fontes ligadas a Leonard dizem que o ala está “96 ou 97%” recuperado de sua lesão e que estará totalmente apto a jogar basquete em setembro, quando deve ocorrer a reapresentação do Spurs. O jogador tem mais um ano de contrato com a franquia, além de ter a opção de renová-lo unilateralmente para a temporada 2019/2020.

A reunião deve marcar o início de um movimentado verão para Pop. Segundo o jornal americano The New York Times, o técnico do Spurs também vai tentar agendar reunião com LeBron James, que pode deixar seu contrato com o Cleveland Cavaliers e se tornar agente livre.

Leonard tem problemas de relacionamento, diz TV

De acordo com reportagem publicada pela ESPN americana, comissão técnica e diretoria do San Antonio Spurs e o astro Kawhi Leonard têm problemas de relacionamento oriundos do processo de reabilitação do jogador e das medidas de precaução tomadas pela franquia texana. O ala ocupa-se atualmente afastado das quadras por tempo indeterminado.

Kawhi Leonard em ação contra o Knicks (Reprodução/nba.com/spurs)

O ala sofreu uma lesão no tendão do quadríceps da perna direita e, em um primeiro momento, foi afastado da fase de preparação antes da atyal campanha. Porém, o processo de reabilitação foi demorado, e o jogador perdeu grande parte do começo da temporada 2017/2018. Após atuar por nove partidas com minutos restringidos, Leonard voltou a sentir incômodos e foi mandado de volta a San Antonio para se tratar. O afastamento foi por tempo indeterminado.

A reportagem afirma que o processo de reabilitação causou problemas entre os envolvidos e causou um afastamento por parte do jogador. Segundo a matéria, são múltiplas fontes e relatos que descreveram a relação com a franquia como desconexa e distante.

A notícia surpreende, pois é sabido que o Spurs, desde a chegada de Gregg Popovich, costuma ter bom relacionamento com os jogadores, e tudo parecia normal com Leonard.

O General Manager da franquia, RC Buford, negou os problemas em declaração oficial: “Não há problemas entre a diretoria do Spurs e Kawhi Leonard. Desde o começo todos trabalham juntos para encontrar a melhor solução para a lesão”, afirmou o dirigente.

Leonard atuou em nove partidas na temporada, com médias de 16,2 pontos, 4,7 rebotes e 2,3 assistências em apenas 23,3 minutos por exibição devido a restrição imposta pela franquia.