Arquivo da categoria: Resumo de Jogos

Spurs (17-21) @ Raptors (25-14) – Sem palavras

120×121

Acredite se quiser: o San Antonio Spurs foi varrido pelo Atlanta Hawks na temporada. Nessa sexta-feira (17), o alvinegro recebeu a equipe da Georgia e perdeu para o adversário por 121 a 120, sofrendo a segunda derrota seguida para o oponente. Vamos, a seguir, aos destaques do confronto.

Aldridge foi o cestinha do Spurs (Reprodução/nba.com/spurs)

Inexplicável

O Spurs venceu o terceiro período por 41 a 21, ficando a apenas um ponto do seu melhor quarto na temporada. O alvinegro chegou a imprimir uma corrida de 22 a 3 na parcial, na qual manteve o Hawks zerado por mais de três minutos. A sequência incluiu momentos empolgantes, como um toco de Derrick White que terminou em infiltração e bandeja de DeMar DeRozan e ainda foi seguido por um arremesso de três convertido por Patty Mills. Quando o time texano abriu 94 a 79, parecia que a partida estava definida.

Mas o Hawks foi reagindo aos poucos. Os visitantes entraram no último período perdendo por 11 pontos de diferença, mas cortaram para quatro após imprimirem uma corrida de 110 a 106. As coisas se complicaram ainda mais quando LaMarcus Aldridge cometeu sua sexta falta restando pouco mais de um minuto para o fim. Naquela altura, o alvinegro vencia por 120 a 116. A virada se completou com arremesso de três pontos convertido por Kevin Huerter a seis segundos do fim. DeRozan ainda tentou uma última infiltração, mas não teve sucesso no floater.

Fim da freguesia

O Hawks não vencia o Spurs no Texas desde o dia 15 fevereiro de 1997. Seis jogadores do time de Atlanta nem sequer eram nascidos naquela data. Vince Carter, que vai se aposentar ao fim da temporada, até brincou sobre o tema após fazer o provável último jogo da sua carreira no AT&T Center. “É engraçado. Quando você joga contra um time contra o Spurs, é muito difícil vencer aqui. Mas acho que nosso time era tão jovem que não tinha ideia disso. Então, foi uma vantagem nossa”, declarou o ala-armador, segundo reportagem da emissora americana ESPN. O veterano foi homenageado pela franquia texana com um vídeo mostrado no telão do ginásio.

Reputação ameaçada

Entre a temporada 1998/1999 e a 2018/2019, o Spurs ficou somente 65 dias com recorde abaixo dos 50%. Neste campeonato, já são 66. Com dificuldades, o alvinegro já se encontra dois jogos atrás do Memphis Grizzlies, oitavo colocado na Conferência Oeste. Uma ameaça considerável ao legado de Gregg Popovich, que está em sua possível última temporada como treinador do Spurs.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 30 pontos e 5 rebotes

DeMar DeRozan – 25 pontos, 9 assistências, 9 rebotes e 2 roubos de bola

Patty Mills – 15 pontos

Dejounte Murray – 13 pontos, 12 rebotes, 5 assistências e 3 roubos de bola

Trey Lyles – 10 rebotes e 2 tocos

Atlanta Hawks

Trae Young – 31 pontos, 9 assistências e 5 rebotes

Cam Reddish – 22 pontos, 5 rebotes, 4 assistências e 4 roubos de bola

John Collins – 18 pontos e 10 rebotes

Kevin Huerter – 18 pontos e 2 tocos

Vince Carter – 14 pontos e 3 rebotes

Spurs (17-22) @ Heat (28-12) – O poder da casa

100×106

Foi apertado, mas o San Antonio Spurs acabou sendo derrotado pelo Miami Heat na noite dessa quarta-feira (15) por 106 a 100, em partida disputada na Flórida. Depois de uma virada memorável sobre o Toronto Raptors, os comandados de Gregg Popovich não conseguiram frear o melhor mandante da NBA, que contou com noite história de Kendrick Nunn. Confira, a seguir, os destaques do confronto.

Atuação de Aldridge não foi o bastante (Foto: Reprodução/twitter.com/spurs)

Doce lar

Não é a toa que o Heat é o melhor mandante da NBA. Ao bater o Spurs, a franquia da Flórida ampliou para 18 vitórias e apenas uma derrota seu recorde na temporada diante da sua torcida. Na AmericanAirlines Arena, a equipe cresce de rendimento individualmente e coletivamente, e isso pode ser visto ao levar-se em conta que o time está a apenas um triunfo de alcançar o mesmo número que registrou em toda a temporada anterior.

Kendrick Nunn foi o cara do jogo. O novato recebeu, pela segunda vez, o troféu de Calouro da Semana da Conferência Leste. Com 33 pontos, teve desempenho quase impecável nos arremessos de quadra, convertendo 13 dos 18 que tentou. Outro destaque foi, Bam Adebayo, cortado da seleção dos Estados Unidos por Gregg Popovich antes do início do campeonato.

“Agora que você vê ele durante a temporada, eu tenho chacoalhado minha cabeça várias vezes”, brincou Po técnico do Spurs. O pivô terminou a partida com double-double de 14 pontos e 13 rebotes.

Afobação

Faltou certa paciência para o Spurs sagrar-se vencedor em Miami. O time da casa, desde o início, tomou as rédeas do jogo, mas o alvinegro não deixou em nenhum momento o Heat decolar no placar. A equipe texana chegou a assumir a liderança em algumas ocasiões, e a partida foi para o intervalo empatada.

Porém, o queSpurs pecou mesmo foi a afobação. As jogadas quase sempre estavam mortas depois do primeiro pick-and-roll. A maioria delas com LaMarcus Aldridge aberto no perímetro. Isso permitiu que o Heat abrisse alguns pontos confortáveis à frente. O Spurs errou 11 de seus primeiros 12 arremessos de quadra no último quarto, perdendoo a liderança neste momento.

Sinal de alerta ligado!

Esta é a primeira temporada desde 1996/1997 em que o Spurs vai ter um recorde negativo no jogo que marca a metade da campanha. O alvinegro havia vencido 11 dos primeiros 41 jogos que fez no campeonato em questão, na última edição dos playoffs que aconteceram sem a equipe texana. Será que a pós-temporada está ameaçada pela primeira vez em duas décadas?

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

DeMar DeRozan – 30 pontos, 7 assistências e 5 rebotes

Patty Mills – 21 pontos

LaMarcus Aldridge – 12 pontos e 5 rebotes

Bryn Forbes – 11 pontos

Derrick White – 11 pontos

Miami Heat

Kendrick Nunn – 33 pontos, 4 assistências e 3 rebotes

Goran Dragic – 17 pontos e 5 assistências

Bam Adebayo – 14 pontos, 13 rebotes e 7 assistências

Jimmy Butler – 12 pontos, 4 assistências e 3 rebotes

Duncan Robinson – 11 pontos e 6 rebotes

Spurs (17-21) @ Raptors (25-14) – Viradaça

105×104

Com uma grande virada, o San Antonio Spurs conseguiu um de seus resultados mais empolgantes na temporada. Nesse domingo (12), a equipe texana visitou o Toronto Raptors e contou com uma corrida impressionante no quarto período para vencer o time canadense por 105 a 104. Vamos, a seguir, aos destaques do confronto.

Aldridge fez 11 pontos contra o Raptors (Reprodução/nba.com/spurs)

Haja gás

Quando o Spurs entrou no quarto período perdendo por 82 a 69, parecia que o jogo tinha acabado. Restando pouco mais de dez minutos para o fim, uma cesta de três pontos de Matt Thomas fez o Raptors abrir 87 a 73. Porém, o alvinegro respondeu com uma impressionante corrida de 17 a 0, virando a partida. Em seguida, DeMar DeRozan acertou dois lances livres seguidos, e o time texano assumiu o controle.

Haja coração

A virada não sepultou o Raptors, que brigou até o fim. Restando 2:37, a equipe da casa perdia por 100 a 91, mas empatou a partida com três cestas de três pontos seguidas. Um lance livre convertido por Pascal Siakam virou o jogo, mas Marco Belinelli respondeu com uma cesta de longa distância e colocou o Spurs na frente de novo.

O Raptors pediu tempo e desenhou uma jogada, mas Siakam errou a bola que empataria a partida. A equipe da casa parou o cronômetro rapidamente com falta em DeRozan, que converteu seus dois arremessos de bonificação e abriu 105 a 101. Kyle Lowry respondeu com uma cesta de três pontos, dando esperanças ao time de Toronto. Os mandantes então mandaram LaMarcus Aldridge para a linha de lances livres, e o ala-pivô não conseguiu converter suas tentativas. Mas era tarde demais para a franquia de Toronto, que viu Siakam errar no lance final.

Volta por cima

Na temporada passada, DeRozan jogou como visitante em Toronto pela primeira vez e entregou nas mãos de Kawhi Leonard a bola decisiva que deu a vitória ao Raptors sobre o Spurs. Nesse sábado, o festejado ala-pivô reagiu após errar seus três primeiros lances livres e deixou a quadra com 25 pontos, oito rebotes, quatro assistências e duas roubadas de bola. A atuação foi a cereja do bolo para o camisa #10 ser eleito o jogador da semana na Conferência Oeste, sustentando médias de 29,3 pontos, 6,5 rebotes e seis assistências em 34,8 minutos por exibição no período.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

DeMar DeRozan – 25 pontos, 8 rebotes, 4 assistências e 2 roubos de bola

Rudy Gay – 15 pontos e 3 assistências

Derrick White – 13 pontos, 4 assistências, 4 rebotes e 3 tocos

LaMarcus Aldridge – 11 pontos, 4 rebotes e 4 assistências

Dejounte Murray – 10 pontos, 7 rebotes e 4 assistências

Jakob Poeltl – 4 pontos, 10 rebotes e 2 tocos

Toronto Raptors

Serge Ibaka – 21 pontos e 14 assistências

Norman Powell – 20 pontos, 4 assistências e 3 rebotes

Kyle Lowry – 16 pontos, 15 assistências, 3 rebotes e 2 roubos de bola

Pascal Siakam – 15 pontos, 5 rebotes e 4 assistências

Spurs (16-21) @ Grizzlies (17-22) – Ultrapassado

121×134

O San Antonio Spurs está fora da zona de classificação para os playoffs. Nessa sexta-feira (10), a equipe texana visitou o Memphis Grizzlies e foi derrotada por 134 a 121, perdendo a oitava colocação da Conferência Oeste para o adversário. Vamos, a seguir, aos destaques do jogo.

DeRozan se destacou de novo (Reprodução/nba.com/spurs)

Decepção

O Spurs vinha de vitórias consecutivas sobre o Milwaukee Bucks e sobre o Boston Celtics, potências da Conferência Leste. Além disso, havia atropelado o Grizzlies na última visita a Memphis, estabelecendo números ofensivos históricos. Nessa sexta-feira, tinha chance de abrir vantagem sobre o adversário na briga por uma vaga nos playoffs. Porém, não foi páreo para uma equipe quente, que chegou ao seu melhor momento na temporada ao conseguir o quarto triunfo seguido.

Se salvou

Apesar da derrota, DeMar DeRozan manteve a grande fase. O camisa #10 deixou a quadra com 36 pontos em 38 minutos, igualando seu recorde pessoal na temporada, e ainda flertou com o triplo-duplo ao registrar nove assistências e nove rebotes. Foi a oitava vez seguida que o ala-armador foi o cestinha da equipe texana, e a décima que ele superou a marca de 20 pontos. A atuação rendeu elogios de Gregg Popovich ao fim da partida.

Faltou fôlego

DeRozan foi especialmente importante no terceiro quarto, quando marcou 18 pontos e colocou o Spurs, que chegou a estar perdendo por 15, apenas dois pontos atrás do Grizzlies. O time da casa vencia por 116 a 113 restando pouco mais de seis minutos para o fim da partida. Foi quando Ja Morant e Dillon Brooks comandaram uma corrida que praticamente definiu o jogo.

Nova arma

Com impressionantes 45,5% de aproveitamento nas bolas de três pontos no campeonato, LaMarcus Aldridge continua a revolucionar seu jogo. O ala-pivô converteu ao menos um arremesso do tipo nas últimas nove partidas e acertou 40 na temporada, o que já significa um recorde pessoal.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

DeMar DeRozan – 36 pontos, 9 assistências e 9 rebotes

LaMarcus Aldridge – 21 pontos, 9 rebotes e 3 assistências

Bryn Forbes – 21 pontos

Rudy Gay – 13 pontos e 5 rebotes

Memphis Grizzlies

Jaren Jackson Jr. – 24 pontos e 3 rebotes

Ja Morant – 22 pontos, 14 assistências, 7 rebotes e 2 roubos de bola

Dillon Brooks – 22 pontos, 6 assistências, 4 rebotes e 2 tocos

Jonas Valanciunas – 21 pontos, 9 rebotes e 3 assistências

De’Anthony Melton – 13 pontos, 6 assistências e 4 rebotes

Brandon Clarke – 10 pontos, 9 rebotes, 4 assistências e 2 tocos

Spurs (16-20) @ Celtics (25-10) – Para dar moral

129×114

Após vencer o Milwaukee Bucks em casa, o San Antonio Spurs visitou o Boston Celtics na noite dessa quarta-feira (8) e derrotou os adversários em pleno TD Graden por 129 a 114. O duelo ficou marcado por confusões no terceiro quarto e pelas boas exibições de DeMar DeRozan e de Loonie Walker IV. Confira, a seguir, os destaques da partida.

DeRozan foi o grande destaque da noite com 30 pontos (Foto: Reprodução/nba.com/spurs)

Teve de tudo

Vindo de vitória expressiva sobre o Bucks, o Spurs visitou um Celtics que tinha como trunfo o retorno de Kemba Walker, que perdeu os últimos três jogos de sua equipe. Porém, apesar de enfrentar o reforço de peso, o time visitante não se sentiu intimidado e marcou 22 dos primeiros 25 pontos do jogo, impondo a maior desvantagem dos mandantes em toda a temporada.

No terceiro quarto, quando o Spurs costuma voltar à quadra em marcha lenta, o Celtics cortou a diferença para apenas sete pontos (76 a 69). Foi então que aconteceu um lance envolvendo Kemba Walker e LaMarcus Aldridge, na qual o ala-pivô derrubou o adversário em um corta-luz, mas nada foi marcado pela arbitragem. Revoltado, o armador de Boston reclamou ferozmente com a arbitragem e acabou ejetado da partida após duas faltas técnicas consecutivas. Foi sua primeira expulsão em nove anos na liga.

Como se não bastasse a confusão, um torcedor ainda atirou um copo de cerveja que passou a centímetros do banco de reservas do Spurs. O jogo demorou ainda mais para recomeçar, já que a quadra precisou de limpeza, que ajudou a esfriar a reação dos mandantes após a expulsão de Walker. O culpado pelo ato de vandalismo, que deixou Gregg Popovich visivelmente perturbado, foi detido.

“Eu disse a Pop depois do jogo que sentia muito por essa experiência negativa que ele teve. Eu espero que essa pessoa nunca mais entre em uma arena da NBA”, disse Brad Stevens, técnico do Celtics.

De volta ao normal

A confusão, citada anteriormente, interrompeu uma corrida de 20 a 7 do Celtics, que tirou a maioria dos 20 pontos de déficit. Aldridge fez dois dos três lances livres da falta técnica, e depois Derrick White foi derrubado e converteu seus dois chutes de bonificação, colocando o alvinegro à frente por 80 a 69. Depois, o time texano aplicou 11 pontos seguidos na debilitada equipe mandante, que não conseguiu mais derrubar a diferença.

Amuleto

Loonie Walker IV foi, mais uma vez, um dos destaques positivos do time texano. O segundanista terminou a partida com 19 pontos, sendo dez destes marcados no último quarto. Com ajuda do ala-armador, o Spurs venceu nove dos 15 jogos que fez desde o começo de dezembro, depois de somar apenas sete triunfos nos primeiros 21 compromissos da temporada. O alvinegro evitou o que seria a primeira varrida em temporada regular do Celtics desde 2011.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

DeMar DeRozan – 30 pontos, 6 rebotes e 4 assistências

Loonie Walker IV – 19 pontos e 3 rebotes

Bryn Forbes – 15 pontos, 6 assistências e 4 rebotes

Derrick White – 15 pontos e 3 rebotes

LaMarcus Aldridge – 13 pontos, 6 rebotes e 4 assistências

Dejounte Murray – 10 pontos, 7 rebotes e 4 assistências

Boston Celtics

Gordon Hayward – 18 pontos, 3 rebotes e 3 assistências

Jaylen Brown – 16 pontos e 3 rebotes

Daniel Theis – 15 pontos e 5 rebotes

Jayson Tatum – 14 pontos, 6 rebotes e 3 assistências

Marcus Smart – 12 pontos e 5 assistências