Arquivo da categoria: Notícias

Pau Gasol rescinde contrato com o Spurs

Nesta sexta-feira (01), Adrian Wojnarowski, jornalista da ESPN americana, usou sua conta no Twitter para noticiar que Pau Gasol rescindiu contrato com o San Antônio Spurs.

Pau Gasol sofreu com lesões nessa temporada e pouco atuou. (Reprodução/ESPN.com)

O jogador, que tinha vínculo com a franquia texana até o fim da temporada 2019/2020, recebeu o chamado buyout e não fará mais parte do elenco alvinegro. O pivô espanhol, seis vezes All-Star, quer que sua nova equipe esteja brigando por vaga nos playoffs.

Pau Gasol sofria críticas há algumas temporadas, mesmo com uma campanha boa quando era recém chegado do Chicago Bulls. Após renovar contrato, no entanto, suas exibições não foram muito boas. Neste campeonato, ele até começou bem. Porém, teve uma lesão por stress no pé, e sua minutagem foi bem reduzida. Suas médias desde o início de 2018/2019 têm sido as mais baixas desde que ele entrou na NBA: 4,2 pontos, 4,9 rebotes e 1,9 assistências por exibição.

Ainda segundo Adrian Wojnarowski, o Milwaukee Bucks pretende contratar Gasol.

Anúncios

Com Aldridge, Team LeBron vence o All-Star Game

Nesse domingo (17), o Team LeBron venceu o Team Giannis pelo placar de 178 a 164, em Charlotte, na edição de 2019 do All-Star Game. O ala-pivô LaMarcus Aldridge representou o San Antonio Spurs como reserva da equipe que deixou a quadra com o triunfo.

LaMarcus Aldridge cumprimenta o lendário Bill Russell (Reprodução/twitter.com/spurs)

Aldridge teve atuação discreta e, vindo do banco, registrou dois pontos, quatro rebotes e uma assistência em 11 minutos, acertando um dos dois arremessos de quadra que tentou. O destaque da vitória foi Kevin Durant, que registrou 31 pontos e sete rebotes e foi eleito MVP.

Do outro lado, o destaque foi Giannis Antetokounmpo, capitão da equipe derrotada. O grego deixou a quadra com 38 pontos, 11 rebotes e cinco assistências.

Após a pausa para o All-Star Weekend, o Spurs volta à quadra na sexta-feira, quando visita o Toronto Raptors no retorno de DeMar DeRozan ao Canadá. A equipe ainda enfrenta New York Knicks e Brooklyn Nets na estrada antes do fim da Rodeo Road Trip deste ano.

Austin Spurs visita vítima de incêndio no Flamengo

O Austin Spurs, franquia ligada ao San Antonio Spurs e atual campeã da G-League, liga de desenvolvimento da NBA, está no Rio de Janeiro para a disputa da Copa Intercontinental 2019. Aproveitando a passagem pela Cidade Maravilhosa, alguns jogadores do elenco visitaram, nessa quinta-feira (14), o goleiro Francisco Dyogo, de 15 anos, uma das vítimas do incêndio no Ninho do Urubu, CT do Flamengo, que aconteceu no dia 8 deste mês. O adolescente estava internado há uma semana e teve alta nesta sexta, dia em que começa a competição.

Jogadores do Autin Spurs visitam jovem sobrevivente do incêndio do Ninho do Urubu (Reprodução/Flamengo Twitter)

O Flamengo publicou no Twitter fotos de Dyogo com DeJuan Blair e Josh Huestis, que o presentearam com uma camisa da equipe. O Spurs faz sua estreia na competição contra o Flamengo, nesta sexta, às 21h, na Arena Carioca 1. O jogo será transmitido pelo SporTV3.

 

Além de visitar o garoto, o elenco do Spurs aproveitou a chance para conhecer o Maracanã. A equipe texana assistiu ao jogo entre Flamengo e Fluminense pela semifinal da Taça Guanabara. O perfil oficial da equipe fez uma publicação registrando o momento.

 

 

A Copa Intercontinental 2019 acontece entre dos dias 15 e 17 de fevereiro e conta ainda com, além de Spurs e Flamengo, San Lorenzo, da Argentina, e AEK, da Grécia. O torneio é organizado pela Fiba (Federação Internacional de Basquete) e marca o encontro entre os campeões da G-League, da Champions League da Europa e da Liga das Américas de 2018.

Spurs contrata Ben Moore, diz site

De acordo com reportagem de Shams Charania, jornalista do site americano The Athletic, Ben Moore assinou contrato two-way com o San Antonio Spurs. O ala de 23 anos de idade e 2,03m de altura começou a temporada no Indiana Pacers, que o dispensou no dia 3 de novembro.

Ben Moore reforça o Spurs (Thearon W. Henderson/Getty Images)

Moore foi formado no basquete universitário americano, onde jogou por quatro anos. Na temporada 2016/2017, sua última na NCAA, apresentou médias de 11,4 pontos e 7,8 rebotes em 32,3 minutos por exibição, convertendo 56% de seus arremessos de quadra, 20% de suas bolas de três pontos e 62,5% de seus lances livres defendendo as cores do time de SMU.

Depois de não ser escolhido no Draft de 2017, Moore fechou com o Fort Wayne Mad Ants, franquia da G-League filiada ao Pacers. Pelo time, apresentou médias de 11,8 pontos e 6,4 rebotes em 27,9 minutos por exibição na temporada 2017/2018, convertendo 55,5% de seus arremessos de quadra, 35,2% de suas bolas de três e 81,2% de seus lances livres.

Em janeiro, Moore assinou contrato two-way com o Pacers. Antes do fim da temporada, disputou duas partidas, registrando apenas um rebote em 9,2 minutos no total. Depois, o ala assinou vínculo profissional com a franquia de Indiana para 2018/2019, mas acabou dispensado.

Antes de fechar contrato com o alvinegro de San Antonio, Moore ainda disputou quatro partidas pelo Mad Ants na temporada 2018/2019 da G-League, registrando, em média, 20 pontos e 6,8 rebotes em 25 minutos por exibição, convertendo 73,2% de seus arremessos de quadra, 28,6% de suas bolas de três pontos e 78,3% de seus lances livres a serviço da equipe.

Contratos two-way são um misto entre uma franquia da NBA e sua afiliada da G-League. Com isso, Moore vai se revezar entre o time de San Antonio e o Austin Spurs durante a temporada. Com o ala, o alvinegro agora tem 17 jogadores, o máximo permitido pela liga profissional americana de basquete, e precisará dispensar alguém se quiser buscar outro reforço.

Spurs vai imortalizar camisa de Manu Ginobili

A famosa camisa #20 do San Antonio Spurs será aposentada e pendurada no teto do AT&T Center, ginásio da franquia texana. O manto foi usado por 16 temporadas pelo craque argentino Manu Ginobilli e com ele o ala-armador se sagrou quatro vezes campeão da NBA.

A camisa 20 é oficialmente eterna (Reprodução/San Antonio Express-News)

A carreira de Manu é uma história típica de filme de super herói. Do início difícil no basquete argentino à maturidade alcançada no basquete europeu, à glória da medalha de ouro em Atenas e à formação do Big Three com Tony Parker e Tim Duncan, que encantou a NBA durante anos.

Em San Antonio, o trio ficou cravado na história da NBA com títulos, qualidade técnica e longevidade. Sob o comando de Gregg Popovich, os três começaram a jogar juntos em uma franquia campeã da liga e a transformaram em uma pentacampeã. Eleito melhor reserva da temporada 2007/2008, o argentino realmente fez diferença nas finais de 2013. Em um momento da liga de puro jogo físico, seu talento impulsionou os Spurs na vitória sobre o Miami Heat.

O MVP da Olimpíada de Atenas possui como maiores prêmios individuais o próprio nos jogos Olímpicos, seu maior marco no basquete, além de duas participações no All-Star Game da NBA, o prêmio de melhor reserva e a eleição para a seleção dos melhores novatos da temporada 2002/2003 da liga profissional americana de basquete. Na maior competição do mundo da modalidade, o astro argentino se aposentou com médias de 13,5 pontos, 3,8 assistências e 3,5 rebotes por exibição ao longo das 16 temporadas em que atuou.

O legado de Manu é exaltado pela NBA, tanto que o mesmo é um dos embaixadores da liga e foi um dos principais responsáveis pela abertura do mercado latino para prospecção de jogadores. Sua presença no Hall da Fama do basquete é algo que deve ser concretizado já durante os próximos anos, e sua contribuição para a internalização do campeonato foi gigantesca.