Arquivo do autor:Vinicius Nordi Esperança

Spurs (1) vs Warriors (3) – Vintage Manu

103×90

Nesse domingo (22), o San Antonio Spurs recebeu o Golden State Warriors na possível partida derradeira da série, já que uma derrota significaria a desclassificação dos playoffs. No entanto, o alvinegro atuou com garra e venceu o jogo por 103 a 90. Vamos aos destaques do jogo.

Ginobili foi decisivo (Reprodução/nba.com/spurs)

Manu Vintage

40 anos. Essa é a idade de Manu Ginobili. O argentino por vezes não faz grandes partidas, mas é incansável. Dessa vez, o camisa #20 teve uma atuação de gala, principalmente no último quarto, e levou o Spurs a uma improvável vitória sobre o Warriors. Anotando dez dos seus 16 pontos no período final, segurou a reação comandada por Kevin Durant e mostrou que, por menor que seja a chance, os texanos irão lutar até o fim pela classificação. Além da partida mágica, o ala-armador ainda conquistou dois recordes: junto com Tony Parker, forma a dupla com maior número de vitórias nos playoffs na história da NBA com 132, ultrapassando o dueto formada pelo próprio francês com Tim Duncan. O sul-americano também tornou-se o terceiro jogador com maior número de arremessos de três pontos convertidos em jogos de pós-temporada, atrás apenas de LeBron James, segundo, e Ray Allen, líder da estatística.

Aldridge se destacou (Reprodução/nba.com.spurs)

Pontos positivos

Durante o jogo, o Spurs imprimiu defesa sufocante, acertando, na maioria das vezes, as trocas e contestando grande parte dos arremessos dos adversários, principalmente os  de Klay Thompson, limitando a apenas 33,3% de aproveitamento nos arremessos do perímetro contra os 65% que havia conquistado nos primeiros três jogos da série. Além disso, algumas bolas de três que não estavam caindo começaram a cair a favor de alvinegro. Dejounte Murray acertou três de quatro tentativas, Manu Ginobili três de cinco, Danny Green duas de cinco, Patty Mills três de sete, Pau Gasol uma em uma e LaMarcus Aldridge todas as suas três tentativas, o que resultou em 53,8% de aproveitamento. O número é algo inimaginável para um time que, nas três primeiras partidas, totalizou somente 20 acertos em 83 tentativas.

Outro destaque foi Aldridge, que novamente anotou mais de 22 pontos, matou bolas cruciais, e ajudou a segurar a diferença na frente. O ala-pivô foi outra vez cestinha do time, registrando 22 pontos e dez rebotes.

Por fim, o novo titular Rudy Gay vem mostrando toda intensidade defensiva e ofensiva que o time tanto necessita, brigando por todas as bolas possíveis enquanto esteve em quadra.

Precisa melhorar

Os rebotes foram um destaque negativo a parte. O Warriors não conseguiu aproveitar suas segunda chances, mas conseguiu 24 rebotes ofensivos, contra 27 defensivos do Spurs. Se os Dubs tivessem aproveitado melhor essas oportunidades, provavelmente teriam vencido.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 22 pontos e 10 rebotes

Manu Ginobili – 16 pontos e 5 assistências

Rudy Gay – 14 pontos e 7 rebotes

Dejounte Murray – 12 pontos

Kyle Anderson – 10 pontos

Golden State Warriors

Kevin Durant – 34 pontos e 13 rebotes

Klay Thompson – 12 pontos

Draymond Green – 9 pontos, 18 rebotes e 9 assistências

Anúncios

Spurs (0) vs Warriors (3) – Primeira rodada dos Playoffs

San Antonio Spurs vs Golden State Warriors – Temporada Regular

Data: 22/04/2018

Horário: 16h30 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Onde assistir: ESPN, NBA League Pass

No quarto jogo da série, válido pela primeira rodada dos playoffs, o San Antonio Spurs tenta manter-se vivo para, quem sabe, conseguir improvável virada sobre o Golden State Warriors.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

Confrontos na série (0-2)

14/04/2018 – Spurs 92 @ 113 Warriors

Em duelo com enorme diferença de talento, o Spurs sentiu a falta de seu principal jogador e, com o elenco limitado, saiu derrotado na partida de abertura da série.

16/04/2018 – Spurs 101 @ 116 Warriors

O Spurs visitou o Warriors no segundo jogo da série. Apesar de bom desempenho de LaMarcus Aldridge, os texanos perderam e voltaram para casa com duas derrotas em duas partidas.

19/04/2018 – Spurs 97 vs 110 Warriors

Em clima de luto devido ao falecimento da esposa de Gregg Popovich, o San Antonio Spurs jogou bem novamente. Comandado por Ettore Messina, o time conseguiu manter-se na partida até o fim do primeiro tempo, mas sucumbiu no terceiro quarto diante da força dos adversários.

PG – Dejounte Murray

SG Patty Mills

SF – Danny Green

PF – Rudy Gay

C – LaMarcus Aldridge

Fique de Olho – Com médias de 12,7 pontos e 5,7 rebotes por exibição na pós-temporada, Rudy Gay vem sendo um fio de esperança em uma tentativa de vitória dos texanos. Apresentando intensidade ofensiva e defensiva, vem ajudando a equipe a manter-se firme durante, pelo menos, o primeiro tempo das ultimas partidas contra o Warriors.

PG – Andre Iguodala

SG – Klay Thompson

SF – Kevin Durant

PF – Draymond Green

C – JaVale McGee

Fique de Olho Com impressionantes 65% de acertos nas bolas de três, Klay Thompson vem sendo, talvez, o principal responsável por fazer o Warriors deslanchar nos terceiros quartos. Com a ausência de Stephen Curry, o ala-armador vem tendo a oportunidade de arremessar mais, sustentando 25,7 pontos por jogo nessa primeira rodada de playoffs.

Spurs (46-34) vs Blazers (48-32) – Quase lá

116×105

Nesse sábado (7), o San Antonio Spurs recebeu o Portland Trail Blazers e saiu vitorioso pelo adversário pelo placar de 116 a 105. Vamos, a seguir, aos destaques do jogo.

Ginobili mostrou velhos hábitos (Reprodução/nba.com/spurs)

Encaminhando

Aos trancos, barrancos e crises, o Spurs praticamente garantiu sua vaga para os playoffs. A equipe texana precisa de apenas uma vitória para carimbar a vaga. Mesmo enfrentando problemas extra-quadra, Gregg Popovich realizou mais uma de suas mágicas: montou uma equipe competitiva, conseguiu recuperar LaMarcus Aldridge e posicionou Dejounte Murray como uma ótima aposta no futuro para tentar, quem sabe, beliscar uma semifinal da Conferência Oeste, torcendo para a volta de Kawhi Leonard, grande astro da franquia. Mesmo com o título fora de cogitação, a experiência vem sendo importante tanto para o jovem armador quanto para os demais atletas, que puderam ser expostos às mais diversas dificuldades da campanha.

Gay vem entrando no ritmo (Reprodução/nba.com/spurs)

Fica!

Por favor, Manu Ginobili, fique! O argentino, novamente, foi um dos destaque da equipe. Mesmo com 40 anos e minutos limitados, o camisa #20 conseguiu 17 pontos em 19 minutos, não errando nenhum de seus sete arremessos de quadra – três deles para três pontos. O futuro Hall da Fama talvez tenha sido o segundo jogador que mais se destacou pelo time ao longo desta temporada, atrás somente de LaMarcus Aldridge.

Quarto decisivo

Geralmente sofrendo no último quarto das partidas, o Spurs se superou e conseguiu carimbar a vitória nesse período. Contando com 73,3% de acerto nos arremessos no período derradeiro, o alvinegro se manteve na partida e conquistaram o triunfo. Caso a equipe consiga se segurar, durante os playoffs, bem na reta final dos jogos, terá boas chances de passar pelo adversário (possivelmente, o próprio Blazers).

Destaques da partida

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 28 pontos, 8 rebotes e 4 roubos de bola

Dejounte Murray – 17 pontos, 5 rebotes e 4 assistências

Manu Ginobili – 17 pontos e 3 rebotes

Rudy Gay – 16 pontos, 4 rebotes e 3 assistências

Portland Trail Blazers

Damian Lillard – 33 pontos, 3 rebotes e 5 assistências

Evan Turner – 18 pontos e 4 assistências

Cj McCollum – 17 pontos

Jusuf Nurkic – 12 pontos e 12 rebotes

Spurs (45-34) vs Blazers (48-31) – Temporada regular

San Antonio Spurs vs Portland Trail Blazers – Temporada Regular

Data: 07/04/2018

Horário: 22h00 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Onde assistir: NBA League Pass

Buscando a classificação para os playoffs, o San Antonio Spurs recebe o Portland Trail Blazers neste sábado, no AT&T Center. A equipe texana vem de duas derrotas seguidas e tenta se recuperar a tempo para conseguir passar para próxima fase.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

Confrontos na temporada (1-1)

20/12/2017 – Spurs 93 x 91 Blazers

Mesmo sem contar com Tony Parker e Kawhi Leonard, o Spurs contou com grandes atuações de Pau Gasol e LaMArcus Aldridge para garantir a vitória apertada.

07/01/2018 – Spurs 110 x 111 Blazers

Apesar de ótimas atuações de LaMarcus Aldridge e Manu Ginobili, o Spurs foi derrotado pelo Blazers. Tony Parker, Kawhi Leonard, Danny Green e Rudy Gay, lesionados, não jogaram.

PG – Dejounte Murray

SG Patty Mills

SF – Danny Green

PF – Kyle Anderson

C – LaMarcus Aldridge

Fique de Olho – Dejounte Murray mantém lampejos de ótimas atuações e algumas outras não tão boas. Entretanto, vem se mostrando de grande destaque na marcação. Contra o Blazers, terá a grande missão de defender a equipe contra o astro Damian Lillard.

PG – Damian Lillard

SG – CJ McCollum

SF – Evan Turner

PF – Al-Farouq Aminu

C – Jusuf Nukic

Fique de Olho Um dos grandes destaques da NBA atualmente e talvez o melhor armador da liga, Damian Lillard vem levando sua equipe para a terceira posição da Conferencia Oeste, transformando-a em uma das equipes que mais evoluíram nos últimos anos.

Spurs (43-41) @ Bucks (39-34) – Até o último segundo

103×106

Nesse domingo (25), o San Antonio Spurs visitou o Milwaukee Bucks e acabou derrotado pelo adversário pelo placar de 103 a 106. Vamos, a seguir, aos destaques do jogo.

Aldridge se destacou mais uma vez (Reprodução/nba.com/spurs)

Jogaço

Se os torcedores do Spurs terminaram a partida lamentando a derrota, ao menos assistiram a grande duelo. Alternando dominância no confronto, as duas equipes foram até os últimos segundos para decidir o placar. A vitória para os donos da casa veio após arremesso forçado da linha dos três pontos não convertido pelos texanos. No lance em questão, o armador Dejounte Murray foi bloqueado em sua tentativa, causando a ira do técnico Gregg Popovich.

Murray errou a última bola (Reprodução/nba.com/spurs)

Atletecismo

Atuando contra uma equipe muito atlética, os jogadores do Spurs sofreram com a correria adversária. Os veteranos Manu Ginobili e Patty Mills, que se haviam acabado de se destacar na vitória sobre o Utah Jazz, sentiram dificuldade durante a partida, principalmente por não terem a intensidade que o Bucks demanda. Esse fato pode ser mostrado pelo fato de o terem conseguido seis tocos, contra apenas dois do alvinegro.

Contando

Com oito partidas a serem jogadas e mantendo duas partidas e meia de vantagem sobre o Denver Nuggets, nono colado da Conferência Oeste e primeiro fora da zona dos playoffs, o Spurs já começa a fazer a contagem de vitórias necessárias para se classificar. Os próximos adversários são Washington Wizards, Oklahoma City Thunder, Houston Rockets, Los Angeles Clippers, Los Angeles Lakers, Portland TrailBlazers, Sacramento Kings e New Orleans Pelicans.

Dentre esses oponentes, Thunder, Pelicans, Clippers e Blazers seriam vitórias interessantes para o Spurs, uma vez que todos estao no bolo que vai da terceira posição à nona do Oeste. Triunfos nesses jogos podem fazer com que os comandados de Gregg Popovich alcancem até mesmo o terceiro lugar, garantindo mando de quadra na primeira rodada dos playoffs.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 37 pontos e 7 rebotes

Pau Gasol – 22 pontos e 13 rebotes

Danny Green – 13 pontos e 6 rebotes

Dejounte Murray – 10 pontos e 9 rebotes

Rudy Gay – 10 pontos e 7 rebotes

Milwaukee Bucks

Giannis Antetokounmpo – 25 pontos e 10 rebotes

Eric Bledsoe – 23 pontos

Khris Middleton – 19 pontos e 7 rebotes

John Henson – 10 pontos e 6 rebotes