Arquivo do autor:Victor Moraes

Sean Marks é o novo gerente-geral do Brooklyn Nets

Dia 18 de fevereiro é a data limite para trocas nesta temporada da NBA, mas a notícia que chega para os torcedores do San Antonio Spurs não envolve nenhum jogador da equipe sendo negociado. Sean Marks, que até então ocupava o posto de assistente do gerente geral do alvinegro, R.C. Buford, foi seduzido por uma proposta do Brooklyn Nets e assinou um contrato de quatro anos para ocupar o cargo de seu ex-chefe na franquia de Nova York.

Marks passou pelo Spurs como jogador, assistente e executivo (Chris Birck/NBAE via Getty Images)

Marks assume o posto deixado em janeiro por Billy King e tem pela frente o enorme desafio de reconstruir uma equipe que fracassou em seu plano de brigar pelo titulo e agora amarga uma das piores campanhas da temporada. Para piorar, a franquia tem comprometida diversas escolhas de Draft futuras, incluindo a de primeira rodada de 2016, que foi enviada para o Boston Celtics, fruto da troca que mandou Kevin Garnett e Paul Pierce para o Nets.

Como jogador, Sean Marks entrou para a história da NBA ao se tornar o primeiro nascido na Nova Zelândia a atuar na liga. Iniciou sua caminha em 1998 no Toronto Raptors, passando por Miami Heat, San Antonio Spurs – onde foi campeão na temporada 2004/2005 – Phoenix Suns, New Orleans Hornets e Portland TrailBlazers, time no qual se aposentou em 2011. Ao longo de 11 temporadas na liga norte-americana, teve pouco destaque, chegando a um total de 230 jogos, com médias de 2,8 pontos e 2,2 rebotes, em 9,9 minutos por partida.

Depois de se aposentar, voltou ao Spurs em 2012 como diretor de operações e gerente geral do Austin Toros (atual Austin Spurs), equipe da Liga de Desenvolvimento filiada ao alvinegro. No ano seguinte, passou a ser assistente de Gregg Popovich. No cargo, fez parte da comissão técnica campeã da NBA em 2014. No início da temporada seguinte, voltou a assumir cargo na direção da franquia, se tornando assistente do gerente geral R.C. Buford.

Spurs (43-8) vs Lakers (11-42) – Adeus, Kobe!

106×102 

Pela última vez em sua carreira como jogador, Kobe Bryant visitou o AT&T Center. Em meio às homenagens ao astro, o San Antonio Spurs sofreu mais que o esperado para bater em seu ginásio o Los Angeles Lakers por 106 a 102, nesse sábado (6). Vamos aos destaques.

Adeus à lenda

Ao longo de duas décadas, Kobe Bryant foi mais odiado do que amado em San Antonio, fruto da enorme rivalidade entre Spurs e Lakers, que durante muitos anos dominaram a Conferência Oeste e travaram duelos decisivos em temporadas regulares e, principalmente, nos playoffs. Mas, neste sábado, a implicância com o camisa #24 deu lugar à reverência.

Antes mesmo do início da partida desse sábado, a equipe texana preparou uma homenagem ao ala no telão do AT&T Center, com direito a depoimentos de Manu Ginobili, Tim Duncan, Tony Parker e Gregg Popovich (Assista no vídeo acima). A torcida aplaudiu e ovacionou o eterno rival – cena que, aliás, vem se repetindo nos ginásios ao redor da NBA.

Pela última vez… (Reprodução/nba.com/spurs)

Dentro de quadra

Mas dentro das quatro linhas ficou bastante evidente os motivos de Kobe pendurar os tênis. Aos 37 anos, o corpo já não responde como antes, e a pontaria já não é mais a mesma. Apesar de terminar o confronto com 25 pontos, sendo o cestinha do time visitante, o astro precisou de 28 arremessos para chegar a tal marca, convertendo somente nove, um aproveitamento de quadra de 32%. Sem conseguir atacar a cesta como nos tempos áureos, o camisa #24 insiste demais nas bolas de três pontos, que nunca foram o ponto mais forte do seu jogo. Contra o Spurs, foram 14 tentativas e somente quatro conversões, 28% de acerto.

Protagonista

Sem Tim Duncan – que deve ficar fora da equipe pelo menos até a parada para o All-Star Game – David West tem assumido a vaga titular, mas é LaMarcus Aldridge quem tem se aproveitado do espaço a mais que tem recebido em quadra. Com seus 26 pontos e nove rebotes, foi o motor ofensivo da equipe.

Grande reforço da última offseason, o ala-pivô parece mais confortável e adaptado ao time e voltou a apresentar o nível que demonstrou por anos no Portland TrailBlazers. Se no começo da temporada o aproveitamento nos arremessos deixava a desejar, nos últimos cinco jogos Aldridge registrou índice de acerto de 60,3% e média de 23,8 pontos. Considerando toda a temporada, os números são de 50,1% e 16,7 pontos por confronto.

Desfalque e ajustes

Outro que desfalca o time é Manu Ginobili, que depois de passar por uma cirurgia nos testículos ficará afastado por, ao menos, quatro semanas. Com isso, Jonathon Simmons viu seu tempo de quadra crescer. Dos 14,1 minutos por duelo que sustenta na temporada, saltou para 24 contra o Lakers. Mas quem parece que recebeu carta branca para assumir os arremessos que antes saíam das mãos do argentino foi Patty Mills, quem em apenas 22 minutos jogados chutou 15 vezes, sendo 11 de longa distância. O desempenho, no entanto, foi aquém do desejado, com apenas cinco acertos no geral e três de trás do arco.

Até logo, AT&T Center

O confronto com o Lakers foi o último em casa antes do Spurs embarcar para a Rodeo Road Trip, a sequência de partidas que a equipe todos os anos disputa enquanto o seu ginásio, o AT&T Center, é ocupado por um tradicional rodeio. E a equipe, com certeza, sentirá saudades de casa, já que ainda não sabe o que é perder como mandante nesta temporada, tendo vencido todos os 28 jogos que disputou em seus domínios.

Neste ano, a viagem começa no dia 9, contra o Miami Heat, e segue com visitas a Orlando Magic, dia 10, Los Angeles Clippers, dia 18, Los Angeles Lakers, dia 19, Phoenix Suns, dia 21, Sacramento Kings, dia 24, Utah Jazz, dia 25, e é encerrada contra o Houston Rockets, dia 27.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 26 pontos e 9 rebotes

Kawhi Leonard – 20 pontos e 13 rebotes

Tony Parker – 14 pontos e 4 assistências

Los Angeles Lakers

Kobe Bryant – 25 pontos e 4 assistências

Jordan Clarkson – 21 pontos, 6 rebotes e 4 assistências

Julius Randle – 15 pontos e 17 rebotes

Spurs (42-8) vs Lakers (11-41) – Temporada Regular

San Antonio Spurs vs Los Angeles Lakers – Temporada Regular

Data: 06/02/2016

Horário: 23h30 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Cotação no Apostas Online: Spurs 1,04 (favorito) vs Lakers 11,79

Com um dos elencos mais fracos de sua história, o Los Angeles Lakers não tem muito o que comemorar na temporada. Sem brigar por absolutamente nada, o time viu este campeonato se tornar uma “turnê de despedida” para Kobe Bryant, que já anunciou sua aposentadoria ao término da temporada. Para a equipe texana, apesar das baixas de Manu Ginobili e Tim Duncan, qualquer coisa que não seja uma vitória tranquila seria uma grande zebra.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

Confrontos na temporada (2-0)

11/12/2015 – Spurs 109 x 87 Lakers

Contando com 24 pontos, 11 rebotes e três assistências de LaMarcus Aldridge, o Spurs não teve dificuldades para superar o Lakers no AT&T Center.

22/01/2016 – Spurs 108 x 95 Lakers

Kobe Bryant celebrava dez anos de sua lendária partida de 81 pontos, mas o Spurs frustrou o astro ao vencer o Lakers na Califórnia. Como no primeiro duelo da temporada, o triunfo veio facilmente. Manu Ginobili, com 20 pontos, e Kawhi Leonard, com 18, se destacaram.

Jonathon Simmons

PG – Tony Parker

SG – Danny Green/Jonathon Simmons

SF – Kawhi Leonard

PF – LaMarcus Aldridge

C – David West

Fique de olho – Com Manu Ginobili fora de combate por pelo menos quatro semanas após passar por uma cirurgia nos testículos na última quinta-feira, Jonathon Simmons deve ver seu tempo de quadra crescer neste período. Aos 26 anos de idade e em sua primeira temporada na NBA, o ala foi o último a garantir um lugar no elenco para a temporada 2015/2016, mas ganhou a confiança de Gregg Popovich e passou a regularmente participar da rotação. Registra médias de 5,9 pontos e 1,5 rebote em 13,8 minutos por exibição em 36 jogos.

Kobe Bryant

PG – Jordan Clarkson

SG – Louis Williams

SF – Kobe Bryant

PF – Julius Randle

C – Roy Hibbert

Fique de olho – Pela última vez, Kobe Bryant pisará, como jogador, em San Antonio. Acompanhar o último jogo de um dos maiores astros da história, por si só, já traria razões suficientes para ficar de olho no camisa 24. Mas além disso, o astro, de 37 anos, vive seu melhor momento na temporada, tendo embalado três partidas consecutivas anotando acima de 20 pontos (23, 38 e 27, respectivamente). E demorou, mas o ala-armador parece, finalmente, ter acertado a pontaria, já que nestas três partidas sustentou respeitáveis aproveitamentos de 44% nos arremessos de quadra e 50% nas bolas de três pontos, ante baixíssimos 35,5% e 27,6%, respectivamente, no geral da temporada.

Spurs (33-6) @ Nets (10-28) – Em banho maria

106×79https://i0.wp.com/content.sportslogos.net/logos/6/3786/thumbs/hsuff5m3dgiv20kovde422r1f.gif 

O San Antonio Spurs chegou à sua oitava vitória consecutiva ao bater, nesta segunda-feira, o Brooklyn Nets, fora de casa. Em um confronto sem grandes desafios levado em “banho maria” pelo time texano, a defesa mostrou sua força, o banco de reservas deu conta do recado e foi apenas questão de tempo para confirmar o triunfo. Vamos aos destaques.

Photos: Spurs at Nets

Em 13 minutos, Boban brilhou e fez a festa do público (Reprodução/nba.com/spurs)

Força do banco

Entre os titulares do Spurs, apenas Kawhi Leonard atuou por 30 minutos, cravando a marca. Todos os demais jogaram por menos tempo. Com o resultado garantido já no terceiro quarto, Gregg Popovich aproveitou para dar tempo de quadra para todos, acionando oito reservas. Sete deles pontuaram, sendo Matt Bonner a única exceção.

Comparativamente, o banco de reservas texano contribuiu com 50 dos 106 pontos da equipe, enquanto os suplentes dos Nets foram responsáveis por apenas 26.

Photos: Spurs at Nets

Aldridge foi o cestinha da noite (Reprodução/nba.com/spurs)

Assim que se faz

Cada dia melhor adaptado ao Spurs, LaMarcus Aldridge parece estar se encontrando dentro de quadra. Sem um grande marcador para atrapalhá-lo, o ala-pivô teve uma de suas melhores atuações com a camisa preto e prata. Ele converteu 12 de 17 arremessos tentados e ainda no terceiro período já havia alcançado o duplo-duplo. Encerrou a partida com 25 pontos e 11 rebotes.

Tamanho é documento

O jeito de se mover dentro de quadra é desengonçado, mas a cada oportunidade de atuar dada pelo técnico Gregg Popovich, o pivô Boban Marjanovic apresenta suas armas e mostra que não está na NBA por acaso. O gigante sérvio ficou em quadra por 13 minutos, registrando 13 pontos, além de pegar três rebotes, distribuir uma assistência e bloquear dois arremessos.

Do alto de seus 2,21m, o camisa #40 deitou e rolou para cima do garrafão do time nova-iorquino, abusando de seu tamanho para receber passes por cima dos defensores rivais. Atraiu, também, marcação dupla em ocasiões em que foi colocado de costas para a cesta, fazendo a bola rodar ao encontrar companheiros livres. Do outro lado, pela sua altura acima da média, se torna um obstáculo natural aos adversários que tentam o arremesso à sua frente, além de usar bem o corpo na proteção dos rebotes.

Que venha o Pistons

Sem tempo para descanso, o Spurs volta à quadra já nesta terça-feira, quando visita o Detroit Pistons. Portanto, a saída do Barclays Center será direta para o embarque rumo à Motown. Assim, cada minuto de descanso dado nesta segunda aos titulares pode fazer a diferença.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 25 pontos e 11 rebotes

Kawhi Leonard – 17 pontos e 8 rebotes

Boban Marjanovic – 13 pontos

Brooklyn Nets

Brook Lopez – 18 pontos e 5 rebotes

Joe Johnson – 16 pontos

Thomas Robinson – 10 pontos

Spurs (32-6) @ Nets (10-27) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ Brooklyn Nets – Temporada Regular

Data: 11/01/2016

Horário: 22h30 (Horário de Brasília)

Local: Barclays Center

Cotação no Apostas Online: Spurs 1,05 (favorito) @ Nets 10,49

Em sua pior temporada desde a saída de New Jersey, o Brooklyn Nets vive um verdadeiro turbilhão. Na madrugada desta segunda-feira, o então técnico Lionel Hollins foi demitido, e a equipe será dirigida pelo interino Tony Brown na partida contra o San Antonio Spurs. Já do lado texano, que faz o melhor início de campeonato da sua história, Gregg Popovich não tem problemas para escalar a equipe, com todos os jogadores a disposição. Não será estranho, porém, se o treinador optar por poupar titulares diante de um rival notavelmente frágil.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

Confrontos na temporada (1-0)

30/10/2015 – Spurs 102 vs 75 Nets

Depois de um primeiro tempo para esquecer, o Spurs fez uma segunda metade de partida praticamente perfeita, revertendo o placar negativo e terminando o jogo com ampla vantagem.

Tim Duncan

PG – Tony Parker

SG – Danny Green

SF – Kawhi Leonard

PF – LaMarcus Aldridge

C – Tim Duncan

Fique de olho – Aos 39 anos de idade, Tim Duncan vai, aos poucos, saindo de cena. Na temporada, suas médias de minutos (26,0) e de arremessos tentados (7,3) são, de longe, as menores de sua carreira. The Big Fundamental se ajustou ao posto de coadjuvante, mas segue dando enorme contribuição ao grupo, desempenhando o papel de âncora defensiva no garrafão. Em 2015/2016, suas médias são de 9,1 pontos, 7,9 rebotes e 1,3 tocos por jogo.

https://i0.wp.com/content.sportslogos.net/logos/6/3786/thumbs/hsuff5m3dgiv20kovde422r1f.gifBrook Lopez

PG – Shane Larkin

SG – Markel Brown

SF – Joe Johnson

PF – Thaddeus Young

C – Brook Lopez

Fique de olho – Um dos pouco motivos para a torcida dos Nets sorrir na temporada é o fato de Brook Lopez estar saudável. O pivô é um dos melhores da posição no ataque e tem mostrado alguma evolução na defesa, em especial nos rebotes, área na qual sempre foi bastante criticado. Na temporada, suas médias são de 19,8 pontos e 8,6 ressaltos por partida.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 76 outros seguidores