Arquivo do autor:Sonia Cury

Spurs (0) vs Warriors (3) – Faltou fôlego

SBresumo

97×110warriors

Na noite dessa quinta-feira (19), o San Antonio Spurs recebeu o Golden State Warriors para o terceiro jogo da série da primeira rodada dos playoffs em um clima de luto devido à morte de Erin Popovich, esposa do técnico Gregg Popovich. Sob o comando do assistente Ettore Messina, o Spurs perdeu para os visitantes por 110 a 97. Confira os destaques da partida.

Golden State Warriors v San Antonio Spurs - Game Three

Não deu pra vencer em casa (Reprodução/nba.com/spurs)

Energia

Popovich pediu para que não houvesse o tradicional minuto de silêncio e nenhuma homenagem pública em relação à morte de sua esposa. Ele não queria que o jogo fosse sobre ele, mas, sim, que a equipe focasse em fazer o seu melhor. Entrando com determinação no jogo, o time texano demonstrou muita garra, especialmente na primeira parte do confronto. O ataque estava agressivo, e o time chegou a liderar o placar em diversos momentos.

Golden State Warriors v San Antonio Spurs - Game Three

Mills apareceu no jogo (Reprodução/nba.com/spurs)

Mas é preciso ter fôlego e, depois do intervalo, o Warriors queimou todas as suas energias com ataques rápidos e certeiros. Deste modo, ficou difícil para o Spurs acompanhar o ritmo. Kevin Durant fez como Klay Thompson no jogo 2 da série e tomou à frente de sua equipe. Cortando, passando e driblando qualquer jogador adversário que entrasse em seu caminho, terminou como o maior pontuador da partida ao marcar 26 pontos. Uma outra coisa a ser destacada é que entre as 33 bolas de três convertidas ao longo do jogo, o alvinegro foi responsável por apenas sete.

Sem espaço para Aldridge

Durante a partida, o alvinegro sofreu para levar a bola até seu principal jogador, já que o Warriors colocou sua atenção defensiva em cima de LaMarcus Aldridge. Poucas foram as chances que o camisa #12 teve de efetuar uma jogada para a cesta. Isso acabou limitando muito as jogadas do time de San Antonio, que não conseguia criar oportunidades para finalizar.

E quando o ala-pivô abria um espaço para converter seus arremessos, logo, isso se perdia graças à rápida reação ofensiva dos visitantes, que respondiam marcando muito mais pontos do que o Spurs conseguia fazer. Mesmo assim, o Aldridge terminou o jogo como o principal jogador da equipe texana, fazendo um duplo-duplo com 18 pontos e dez rebotes.

Altos e baixos

Querido por muitos fãs da franquia devido ao seu carisma, Patty Mills teve boa atuação ofensiva, sendo o terceiro maior pontuador do Spurs no jogo com 14 pontos. Mesmo que tenha tropeçado diversas vezes ao longo da temporada e seu jogo não seja o mais bonito de se ver, o armador australiano vem conseguindo incendiar partidas em alguns momentos da série contra o Warriors, fazendo o time adquirir um pouco mais de pique para continuar tentando.

Tony Parker, por sua vez, veio do banco e também jogou bem, marcando 16 pontos e mostrando sede de jogo. Infelizmente, quando o armador francês entrou inspirado, ninguém acompanhou seu ritmo, fazendo com que ele não tivesse grandes oportunidades de chegar mais à cesta.

Já Rudy Gay não teve muita sorte. Essa, talvez, seja a melhor forma de definir a noite de um jogador que tentou muito ajudar a sua equipe, só que suas bolas simplesmente não caíam. Ele fez um trabalho consistente contra o Warriors, mas falhou em algumas chances que poderiam ter mudado o rumo do jogo. Principalmente quando sua defesa em cima de Kevin Durant caiu um pouco de rendimento. Mesmo assim, ele converteu 11 pontos e pegou seis rebotes.

Por fim, o jovem Kyle Anderson desapareceu. Em temporada na qual ele teve muitos pontos altos, o camisa #1 vem encontrando dificuldades para enfrentar a equipe de Oakland, passando completamente despercebido na série com seus sete pontos que foram marcados ao longo de três jogos. Menção honrosa para Danny Green e Davis Bertans, que também andam apagados.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 18 pontos e 10 rebotes

Tony Parker – 16 pontos

Patty Mills – 14 pontos

Rudy Gay – 11 pontos e 6 rebotes

Golden State Warriors

Kevin Durant – 23 pontos, 9 rebotes e 6 assistências

Klay Thompson – 19 pontos

Shaun Livingston – 16 pontos

Quinn Cook – 12 pontos

Draymond Green – 10 pontos, 7 assistências e 6 rebotes

Andre Iguodala – 10 pontos

Anúncios

Spurs (0) vs Warriors (2) – Primeira rodada dos Playoffs

SBprejogo

San Antonio Spurs vs Golden State Warriors – Primeira rodada dos Playoffs

Data: 19/04/2018

Horário: 22h30 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Onde assistir: ESPN e NBA League Pass

Depois de ser derrotado nos dois primeiros jogos da série na casa do adversário, o San Antonio Spurs finalmente vai poder enfrentar o Golden State Warriors diante de seu torcedor no AT&T Center para tentar garantir sua primeira vitória na série. O alvinegro não poderá contar com o treinador Gregg Popovich devido ao falecimento de sua esposa, Erin Popovich, que morreu nessa quarta-feira. O motivo não foi informado, mas sabe-se que ela já vinha batalhando contra alguns problemas de saúde. De acordo com o jornalista Jeff McDonald, do jornal San Antonio Express-News, que o assistente técnico Ettore Messina irá assumir a equipe. A única coisa que o comandante pediu aos seus jogadores durante sua ausência é que não se preocupem com ele e que tentem focar somente no basquete enquanto ele cuida da sua família.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

Confrontos na série (0-2)

14/04/2018 – Spurs 92 @ 113 Warriors

Em duelo com enorme diferença de talento, o Spurs sentiu a falta de seu principal jogador e, com o elenco limitado, saiu derrotado na partida de abertura da série.

16/04/2018 – Spurs 101 @ 116 Warriors

O Spurs visitou o Warriors no segundo jogo da série. Apesar de bom desempenho de LaMarcus Aldridge, os texanos perderam e voltaram para casa com duas derrotas em duas partidas.

aldridge

PG – Dejounte Murray

SG – Patty Mills

SF – Danny Green

PF – Kyle Anderson

C – LaMarcus Aldridge

Fique de Olho – Na última partida entre Spurs e Warriors, LaMarcus Aldridge teve uma atuação fantástica, com 32 pontos e 12 rebotes, sendo o maior pontuador da partida e liderando a equipe texana dentro de quadra como aconteceu durante a temporada. Agora, jogando em casa, é esperado que o ala-pivô mantenha o ritmo para levar o time à sua primeira vitória na série.

warriors

PG – Andre Iguodala

SG – Klay Thompson

SF – Kevin Durant

PF – Draymond Green

C – JaVale McGee

Fique de Olho – Kevin Durant segue sendo um dos principais pilares do Warriors com a ausência de Stephen Curry. No último jogo, foi o maior pontuador do time. Juntamente com Klay Thompson, o ala é um dos jogadores que mais dá trabalho para a defesa texana.

Spurs (47-35) vs Pelicans (48-34) – Sem reação

SBresumo

98×122pelicans

O San Antonio Spurs fez seu último jogo na temporada regular contra o New Orleans Pelicans, fora de casa, nessa quarta-feira (11). Com excelente atuação de Anthony Davis, que já veio com tudo desde a primeira parte da partida, o alvinegro não conseguiu reagir e acabou derrotado pelo adversário pelo placar de 122 a 98. Confira, a seguir, os destaques do confronto.

Manu até tentou iniciar uma reação, mas não deu (Reprodução/nba.com/spurs)

Desvantagem

O Spurs começou pontuando, partindo para a cesta e tentando efetuar algumas jogadas, mas a parceria de Anthony Davis com Nikola Mirotic foi mais eficiente e abriu vantagem de 10 a 4. As coisas esquentaram após o monocelha atingir Dejounte Murray em uma jogada e não receber falta por isso, o que deixou Gregg Popovich maluco com a arbitragem e culminou em uma falta técnica para o treinador. O alvinegro aumentou seu volume de jogo depois disso, com Rudy Gay e Tony Parker trazendo contribuições sólidas. O primeiro quarto terminou com a vantagem de apenas um ponto dos mandantes, que naquela altura venciam por 27 a 26.

Bryn Forbes fez um jogo inconstante (Reprodução/nba.com/spurs)

No segundo quarto, Manu Ginobili entrou com tudo no jogo ao fazer uma cesta de três pontos, dando indícios de que o Spurs seria dominante. Porém, não foi o que aconteceu. O Pelicans cresceu ainda mais em cima da rotação da equipe texana por meio das jogadas de Jrue Holiday, que furou a defesa do time alvinegro diversas vezes. Kyle Anderson apertou a marcação e voltou a por o time nos trilhos, com a diferença entre as equipes voltando a ser de apenas um ponto. Mesmo assim, os mandantes não caíram e continuaram pressionando a defesa dos texanos, girando a bola e se infiltrando no perímetro. Faltas bobas e jogadas precipitadas fizeram com que os visitantes decaíssem e fossem para o intervalo perdendo por 18 pontos de vantagem.

No terceiro quarto, o Spurs começou lento, e o Pelicans ampliou a vantagem. A primeira reação veio com tiros de três pontos de Anderson e Danny Green. Em seguida, Bryn Forbes também apareceu. Entretanto, a defesa seguia sem conseguir segurar o principais jogadores da equipe adversária.

Por isso, todas as vezes em que o alvinegro emplacava uma sequência de pontos, logo perdia toda a reação construída. No último quarto, Popovich resolveu colocar seus reservas em quadra, já que a vantagem dos mandantes era grande, em uma formação com Dejounte Murray, Bryn Forbes, Brandon Paul, Davis Bertans e Joffrey Lauvergne.

Mesmo com o jogo na mão, o técnico do Pelicans manteve seu principal jogador, Anthony Davis, em quadra até quase o fim da partida, retirando-o quando restavam apenas quatro minutos. Assim, a equipe da casa garantiu a vitória sobre o Spurs por 122 a 98.

Dor de cabeça

O Pelicans tem sido um problema para o Spurs faz tempo. Sua maneira rápida de trocar passes e furar a defesa texana ao longo dos jogos desta temporada prova o quanto um trabalho de equipe faz a diferença. No duelo de quarta-feira (11), Rajon Rondo e Jrue Holiday complementavam com perfeição a solidez de Anthony Davis e Nikola Mirotic. Vale a pena destacar que Holiday, Davis e Mirotic foram os maiores pontuadores da partida com 23, 22 e 21 pontos, respectivamente. Além disso, Rondo, Mirotic e Davis obtiveram duplo-duplos.

No lado texano, os principais jogadores foram Aldridge, Parker e Murray que marcaram 11 pontos, seguidos de Kyle Anderson, Bryn Forbes e Brandon Paul, que fizeram dez. Destaque para a entrada de Manu no segundo quarto, que, mesmo não marcando muitos pontos, contribuiu para a reação da equipe em alguns momentos do confronto, bem como Danny Green.

Agora é playoffs!

O Spurs cometeu muitos turnovers e teve dificuldades para segurar o Pelicans no perímetro. Talvez a cabeça já estivesse nos playoffs, já que a vaga estava assegurada desde a vitória sobre o Sacramento Kings. Mesmo assim, a derrota serve como uma análise dos setores que precisam ser fortalecidos, já que o ritmo intenso da pós-temporada não deixa margem para erros bobos.

O lado bom é que os playoffs representam uma chance de começar de novo e, mesmo com uma temporada incomum para o Spurs, mais uma vez Gregg Popovich conseguiu deixar a sua equipe entre os melhores da Conferência Oeste. O sentimento é diferente, e a torcida já passa a depositar a sua confiança na experiência da equipe e na ascensão dos jovens talentos.

Seja como for, o Spurs termina a temporada com 47 vitórias e 35 derrotas, na sétima posição do Oeste, e enfrenta o Golden State Warriors, segundo, na primeira rodada dos playoffs.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Dejounte Murray – 11 pontos e 6 rebotes

LaMarcus Aldridge – 11 pontos e 5 rebotes

Tony Parker – 11 pontos

Kyle Anderson – 10 pontos

Brandon Paul – 10 pontos

Bryn Forbes – 10 pontos

New Orleans Pelicans

Jrue Holiday – 23 pontos e 7 assistências

Anthony Davis – 22 pontos e 15 rebotes

Nikola Mirotic – 21 pontos e 15 rebotes

Rajon Rondo – 19 pontos e 14 assistências

Spurs (43-32) vs Wizards (41-33) – Queda na capital

SBresumo

106×116LOGO WIZARDS

Nessa terça-feira (27), o San Antonio Spurs visitou o Washington Wizards e acabou derrotado por 116 a 106. Em partida em que o banco dos mandantes brilhou, LaMarcus Aldridge se machucou e o alvinegro levou a pior. Confira, a seguir, os destaques do confronto.

San Antonio Spurs v Washington Wizards

Aldridge saiu no segundo quarto (Reprodução/nba.com/spurs)

Joelho

LaMarcus Aldridge estava fazendo um grande jogo antes de ter que abandonar a partida no segundo quarto. O atleta – que em 17 minutos havia anotado 13 pontos, quatro rebotes e duas assistências – sentiu um desconforto em seu joelho esquerdo e pediu para sair, não retornando após ser atendido no banco e levado para o vestiário. Nesta quarta-feira (28), o ala-pivô fez uma ressonância magnética, e foi confirmada uma lesão no local. A boa notícia é que o problema não é sério. Por enquanto, o jogador é dúvida para a partida contra o Oklahoma City Thunder.

Murray não brilhou (Reprodução/nba.com/spurs)

Perda de ritmo

Na primeira parte da partida, o Spurs teve muitas oportunidades de controlar o jogo, marcando pontos e fazendo bons passess, sempre batendo de igual para igual com o Wizards. Depois de vencer o primeiro quarto, a equipe texana cometeu alguns erros no segundo, perdendo lances livres e jogadas próximas da cesta. Além disso, os reservas dos mandantes entraram inspirados, fazendo grandes jogadas e aumentando o ritmo, que ficou ainda mais veloz sem Aldridge.

Kyle Anderson não fez uma boa partida. Mesmo auxiliando a equipe de San Antonio, em diversos momentos o jogador encontrou dificuldades para fazer jogadas ofensivas e foi limitado pela defesa adversária, o que fez com que o Spurs não conseguisse responder às investidas do Wizards à altura. As coisas só foram entrar nos trilhos a partir do último quarto, quando a equipe encontrou um ponto de equilíbrio, e o ala agiu como um armador de destaque, distribuindo boas bolas para seus companheiros de equipe pontuarem.

Espaço no perímetro

Popovich variou bastante a formação da equipe após o intervalo, o que possibilitou um pouco mais de espaço para Bryn Forbes e Davis Bertans. Pau Gasol não estava tendo muitas oportunidades no ataque devido à marcação forte de Marcin Gortat, que limitou suas ações.

Rudy Gay por muitas vezes ao longo da temporada foi o cara que ajudou a dar volume de jogo da equipe texana, sempre saindo do banco e sendo aquele que acrescenta muito à defesa e auxilia em bons contra-ataques. Entretanto, o camisa #24 não vem conseguindo manter o mesmo ritmo do começo do ano. É esperado que ele se reencontre em quadra, pois é fundamental para o esquema tático do Spurs, ainda mais com os playoffs chegando.

Defensivamente, o alvinrgro pecou atrasando nas rotações no perímetro, o que facilitou para o Wizards poder concretizar as suas jogadas perto da cesta, como foi o caso de Markieff Morris, que soube aproveitar os buracos defensivos do alvinegro para chegar ao aro e marcar pontos. O ala-pivô que foi o maior pontuador de seu time e não errou nenhum arremesso.

Fator LMA

Após a derrota para o Wizards, Manu Ginobili comentou sobre LaMarcus Aldridge e o quão impactante seria para o desempenho da equipe se o camisa #12 se ausentasse do time.

“Considerando o modo em como ele vem jogando e o nosso recente sucesso nesses jogos, nós chegamos em um ponto em que se o LaMarcus pega uma tosse ou um resfriado, estamos em apuros. É muito difícil pontuar sem ele e nós temos jogos difíceis contra equipes que precisamos vencer. Nós realmente precisamos dele”, disse o ala-armador argentino, ídolo da franquia.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 13 pontos e 4 rebotes

Bryn Forbes – 12 pontos e 6 assistências

Patty Mills – 11 pontos e 6 assistências

Pau Gasol – 10 pontos e 6 rebotes

Washington Wizards

Markieff Morris – 15 pontos

Otto Porter Jr. – 14 pontos e 3 assistências

Jodie Meeks – 13 pontos

Kelly Oubre Jr. – 12 pontos, 9 rebotes e 4 assistências

Marcin Gortat – 12 pontos e 8 rebotes

Ramon Sessions – 12 pontos e 6 assistências

Mike Scott – 11 pontos, 7 rebotes e 4 assistências

Spurs (43-31) vs Wizards (40-33) – Temporada Regular

SBprejogo

San Antonio Spurs vs Washington Wizards – Temporada Regular

Data: 27/03/2018

Horário: 20h00 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Onde assistir: NBA League Pass

O San Antonio Spurs vai até a capital dos Estados Unidos para enfrentar o Washington Wizards. Ambos os times vem de derrotas – o alvinegro para o Bucks, e os donos da casa para o Knicks. Além disso, as duas equipes estão na sexta colocação de suas respectivas conferências e, como apenas os oito primeiros vão para os playoffs, cada vitória conquistada é mais um passo rumo à confirmação da vaga para a fase eliminatória. No lado texano, Kawhi Leonard segue fora. Já os mandantes não contam com o armador John Wall, que lesionou o joelho.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

Confrontos na temporada (1-0)

21/03/2018 – Spurs 98 vs 90 Wizards

Foi necessário um balde de água fria, mas a chance de o torcedor do Spurs ver seu time de fora dos playoffs diminuiu. A equipe texana recebeu o Wizards e venceu os adversários.

aldridge

PG – Dejounte Murray

SG – Patty Mills

SF – Danny Green

PF – Kyle Anderson

C – LaMarcus Aldridge

Fique de OlhoMelhor jogador da semana na Conferência Oeste, Aldridge teve médias de 34,8 pontos e 9,3 rebotes por jogo no período, convertendo 59,6% nos arremessos de quadra e 86% nos lances livres. No último duelo com o Wizards, o ala-pivô marcou 27 pontos.

LOGO WIZARDSBradley Beal

PG – Tomas Satoransky

SG – Bradley Beal

SF – Otto Porter Jr.

PF – Markieff Morris

C – Marcin Gortat

Fique de Olho – Apesar de ter se mostrado insatisfeito após a derrota do Wizards para o Knicks, Beal tem sido o jogador mais consistente de sua equipe. Nos últimos dez jogos do time, ele tem médias de 21,3 pontos e 5,4 assistências por exibição, convertendo 47.7% de seus arremessos. Na última vez que enfrentou o Spurs, o ala-armador marcou 21 pontos.