Arquivo do autor:Sonia Cury

Spurs (43-32) vs Hornets (35-39) – Derrota na prorrogação

sas1116×125Charlotte_Hornets

Na terça-feira (26), o San Antonio Spurs foi até o Spectrum Center enfrentar o Charlotte Hornets e acabou derrotado por 125 a 116 após prorrogação. Confira os destaques da partida.

sashor1

Ninguém conseguiu conter Kemba Walker (Reprodução/nba.com/spurs)

Banco de reservas

Um dos maiores problemas de do Spurs no início da partida foi a parte ofensiva, que parecia um pouco lenta. LaMarcus Aldridge e DeMar DeRozan não atacavam com agressividade o adversário, o que possibilitou ao Hornets uma proteção maior do aro e um aumento da efetividade dos contra ataques. Quando a equipe caiu de produtividade, felizmente, Bryn Forbes e Marco Belinelli conseguiram segurar as pontas e fizeram o alvinegro se manter na partida, voltando a pressionar o adversário e a chegar mais vezes na cesta.

Os reservas que entraram no jogo trabalharam melhor a bola, sabendo como posicionar a defesa para lidar com as investidas do Hornets, que sempre contava com Kemba Walker nas principais jogadas. Como resposta, no segundo quarto, DeRozan pareceu despertar e marcou pontos importantes, ajudando o Spurs a terminar o período com 36 pontos.

Ilusão

Depois do intervalo, o alvinegro texano entrou ligado no terceiro quarto, com jogadas rápidas e aumentando o marcador praticamente toda vez que chegava na cesta. Parecia que as coisas estavam se encaminhando para um jogo mais tranquilo e sem tanta correria como na primeira parte, e o Spurs chegou a abrir dez pontos de vantagem. Porém, em um certo momento, Kemba Walker pareceu entrar de vez na partida e, com a ajuda de Dwayne Bacon, manteve o Hornets vivo no jogo. Walker – que terminou sendo o cestinha da partida com 38 pontos – liderou o time de Charlotte dentro de quadra e desestabilizou a defesa texana em diversos momentos.

No último quarto, quando tudo se encaminhava para uma vitória dos mandantes, DeRozan voltou a converter seus arremessos, e a disputa voltou a ficar apertada. Ambas as equipes perderam grandes chances de vencer o jogo, mas o último quarto acabou 106 a 106.

No tempo complementar, Kemba Walker foi o grande nome. Ele, sozinho, marcou 11 dos 19 pontos que sua equipe fez sobre o Spurs, que respondeu com apenas. O time de San Antonio não conseguiu encontrar um meio de parar o armador, que converteu praticamente todos os arremessos que tentou. Ao fim do confronto, vitória do Hornets por 125 a 116.

Alguns pontos

Na última parte do confronto, o Spurs pareceu um pouco sem estratégia. Grande parte das jogadas do time de San Antonio consistiam em obter a posse de bola e já passar para Aldridge resolver o lance. Por mais que ele seja o cara de confiança do alvinegro texano, já é meio que carta marcada para os oponentes. Então, muitas vezes, vale mais explorar as possibilidades do que simplesmente torcer para que o jogador mais visado pelas defesas adversárias decida.

Belinelli fez ótimo jogo, marcando 17 pontos e acertando quatro de suas sete bolas de três.

DeRozan vacilou em alguns momentos importantes, o que irritou alguns torcedores. Porém, ele foi o principal jogador do alvinegro na partida, marcando 30 pontos em 40 minutos. O ala-armador foi o terceiro jogador que ficou mais tempo em quadra na partida, ficando apenas atrás de Kemba Walker (42 minutos) e LaMarcus Aldridge (43 minutos).

Destaque negativo vai para o armador Derrick White, que durante os 29 minutos que ficou em quadra errou todas as suas dez tentativas de arremesso de quadra.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

DeMar DeRozan – 30 pontos, 8 rebotes e 4 assistências

LaMarcus Aldridge – 20 pontos e 15 rebotes

Marco Belinelli – 17 pontos e 19 rebotes

Rudy Gay – 16 pontos e 9 rebotes

Bryn Forbes – 16 pontos

Charlotte Hornets

Kemba Walker – 38 pontos, 11 assistências e 9 rebotes

Dwayne Bacon – 24 pontos e 6 rebotes

Frank Kaminsky – 15 pontos e 19 rebotes

Miles Bridges – 10 pontos e 5 rebotes

Willy Hernangomez – 10 pontos e 4 rebotes

Anúncios

Spurs (43-31) @ Hornets (34-39) – Temporada Regular

San Antonio Spurs x Charlotte Hornets – Temporada Regular

Data: 26/03/2019

Horário: 20h00 (Horário de Brasília)

Local: Spectrum Center

Onde assistir: NBA League Pass

Depois de vencer o Boston Celtics, o San Antonio enfrenta o Charlotte Hornets no Spectrum Center. O time da Carolina do Norte vem de uma vitória eletrizante sobre o Toronto Raptors, na qual Jeremy Lamb converteu um arremesso de três no último lance da partida.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

Confrontos na temporada (0-1)

14/01/2019 – Spurs 93 x 108 Hornets

Em confronto marcado pelo retorno de Tony Parker ao AT&T Center, o Spurs não foi páreo para o Hornets e acabou derrotado. LaMarcus Aldridge fez 28 pontos e se destacou na ocasião.

ALDRIDGE

PG – Derrick White

SG – Bryn Forbes

SF – DeMar DeRozan

PF – LaMarcus Aldridge

C – Jakob Poeltl

Fique de Olho – LaMarcus Aldridge é sem dúvidas o principal jogador do Spurs na temporada. No último compromisso da equipe alvinegra, contra o Celtics, ele fez a sua segunda melhor pontuação na campanha ao marcar 48 pontos em 31 arremessos de quadra.

Charlotte_Hornetskemba walker

PG – Kemba Walker

SG – Dwayne Bacon

SF – Miles Bridges

PF – Marvin Williams

C – Bismack Biyombo

Fique de Olho – Principal jogador do Hornets, Kemba Walker lidera a equipe em pontos, assistências e roubadas de bola na temporada. O armador tem médias de 25 pontos e 5.8 assistências por jogo e pode dar trabalho para Derrick White e a defesa do Spurs.

Spurs (19-16) vs Nuggets (21-11) – Troca de passes

sas1111×103denver_nuggets

Nessa quarta-feira (26), o San Antonio Spurs recebeu o Denver Nuggets e seguiu com o bom desempenho em casa. Em noite inspirada, DeMar DeRozan e LaMarcus Aldridge brilharam e foram as principais peças da vitória texana por 111 a 103. Confira os destaques da partida.

Denver Nuggets v San Antonio Spurs

Rotatividade da bola foi a chave da vitória (Reprodução/nba.com/spurs)

Comandando o placar

No primeiro período, o Spurs estava fazendo jus à fama de mandante difícil de ser batido –  oito das últimas dez vitórias da equipe foram no AT&T Center. Com LaMarcus Aldridge sendo a principal arma de ataque, apoiado por Davis Bertans e Marco Belinelli, e com o sistema defensivo segurando os adversários, o alvinegro venceu o primeiro quarto por 34 a 26.

Já no segundo quarto, o Nuggets pareceu fazer uma leitura melhor do jogo do time alvinegro, apertando na marcação, o que gerou turnovers e cestas perdidas do Spurs. Isso possibilitou aos visitantes a liderança do placar, e a equipe de Denver venceu este quarto por 27 a 21. Em um determinado momento, durante uma jogada, DeRozan pisou no pé de um dos jogadores do Nuggets e sentiu um desconforto, mas ele conseguiu permanecer na partida.

Depois do intervalo, a defesa do Spurs voltou a funcionar, mas ainda faltava velocidade no ataque. O pivô sérvio Nikola Jokic, uma das principais armas ofensivas do adversário, foi bem marcado, mas isso abriu espaço para outros jogadores do Nuggets tentarem marcar seus pontos. O mesmo aconteceu do outro lado, com a defesa do time Denver marcando as principais peças do alvinegro, mas deixando espaço para outros chegarem na cesta. Ambas as equipes encerraram o quarto tendo marcado exatamente o mesmo número de pontos, 22.

No último período, as coisas voltaram aos eixos, com Popovich mexendo em algumas peças e deixando o time mais baixo, colocando alas e armadores ao redor do pivô Jakob Poeltl, o que fez com que a bola fluísse de maneira mais rápida no perímetro, abrindo a defesa adversária. Assim, o Spurs conseguiu fazer 14 pontos seguidos, sem possibilitar qualquer chance para o Nuggets revidar. O técnico Michael Malone pareceu desistir e tirou seus titulares de quadra, colocando os reservas nos três minutos finais. No fim, vitória texana por 111 a 103.

Altos e baixos

DeMar DeRozan foi o cestinha da partida, marcando 30 pontos. LaMarcus Aldridge veio logo em seguida, com 27 pontos, com aproveitamento de 68% nos seus arremessos de quadra.

Marco Belinelli e Bryn Forbes foram peças importantes na sequência de pontos que o Spurs fez em cima do Nuggets, até porque eles protagonizaram cestas seguidas nessa disparada.

Rudy Gay e Patty Mills não tiveram uma boa noite. Felizmente, Belinelli e Bertans estavam inspirados e conseguiram segurar as pontas em suas respectivas posições.

Oito dos dez jogadores do Spurs que atuaram registraram ao menos duas assistências.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

DeMar DeRozan – 30 pontos, 7 rebotes e 5 assistências

LaMarcus Aldridge – 27 pontos e 4 rebotes

Bryn Forbes – 15 pontos, 4 assistências e 4 rebotes

Marco Belinelli – 12 pontos e 5 assistências

Denver Nuggets

Juan Hernangomez – 27 pontos e 13 rebotes

Malik Beasley – 22 pontos e 7 rebotes

Monte Morris – 15 pontos e 4 rebotes

Torrey Craig – 10 pontos e 8 rebotes

Spurs (18-16) vs Nuggets (21-10) – Temporada Regular

San Antonio Spurs x Denver Nuggets – Temporada Regular

Data: 26/12/2018

Horário: 23h30 (Horário de Verão)

Local: AT&T Center

Onde assistir: NBA League Pass

Vindo de derrota diante do Houston Rockets, o San Antonio Spurs recebe o Denver Nuggets para tentar a recuperação. O alvinegro não poderá contar com Dejounte Murray e Pau Gasol. Já os visitantes têm como desfalques Isaiah Thomas, Paul Millsap, Gary Harris e Will Barton.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

i

PG – Derrick White

SG – Bryn Forbes

SF – DeMar DeRozan

PF – Rudy Gay

C – LaMarcus Aldridge

Fique de Olho – Um dos principais jogadores do Spurs na temporada, DeMar DeRozan, nas últimas dez partidas do time, apresentou médias de 20,9 pontos e sete assistências por exibição.

denver_nuggetsjamal

PG – Jamal Murray

SG – Torrey Craig

SF – Juan Hernangomez

PF – Mason Plumlee

C – Nikola Jokic

Fique de Olho – Jamal Murray é uma das principais peças do Denver Nuggets. Nas últimas dez partidas da equipe, o jogador ficou com médias de 17,9 pontos e 5,5 assistências por exibição.

Spurs (9-10) @ Bucks (14-5) – Efeito Antetokounmpo

SBresumo

129×135Milwaukee_Bucks_logo15

Nesse sábado (24), o San Antonio Spurs foi até Winsconsin para enfrentar o Milwaukee Bucks. Mesmo lutando muito ao longo da partida e liderando em grande parte dela, o alvinegro vacilou no período final, perdendo por 135 a 129. Confira, a seguir, os destaques da partida.

San Antonio Spurs v Milwaukee Bucks

O jogo foi cheio de reviravoltas (Reprodução/nba.com/spurs)

Contando com o banco

O Spurs entrou empolgado, vindo de uma boa vitória em cima do Indiana Pacers, e foi com esse espírito que a equipe iniciou seu duelo contra o Bucks. Porém, os mandantes estavam agressivos, já que, ao contrário da equipe de San Antonio, vinham de para contra o Phoenix Suns. Os titulares do alvinegro logo entraram no ritmo que o adversário queria, fazendo com que Popovich tivesse que ir buscar opções no seu banco de reservas antes do previsto.

Não deu para segurar a vantagem (Reprodução/nba.com/spurs)

Os reservas atenderam às expectativas do técnico, com Davis Bertans tendo, provavelmente, a sua melhor atuação na temporada, conseguindo fazer 11 pontos para a equipe. Derrick White e Jakob Poeltl trabalharam bem no pick and roll, assim como Patty Mills e Marco Belinelli aproveitaram os espaços que tiveram para ajudar a aumentar a diferença no placar. Com uma boa rotatividade de bola, o Spurs voltou ao jogo.

Reviravolta

Depois de dois primeiros quartos bem intensos, ambas as equipes sentiram o cansaço e diminuíram a velocidade na volta dos vestiários. Parecia que mesmo assim as coisas estavam bem para o alvinegro, que passou a ditar o ritmo da partida no terceiro período, obtendo espaços para jogar com mais tranquilidade.

Porém, o técnico do Milwaukee também mexeu em sua equipe, que recobrou a agressividade do começo da partida, com Giannis Antetokounmpo forte no ataque, enquanto os armadores Eric Bledsoe e Malcolm Brogdon marcavam os jogadores mais baixos do Spurs.

Mesmo com Rudy Gay tendo sido dominante em alguns momentos, com os texanos conseguindo obter dois dígitos de vantagem no placar, Antetokounmpo, em noite inspirada – com 34 pontos, 18 rebotes e oito assistências – ajudou a manter o Bucks ativo e persistente.

Apesar do bom trabalho de DeMar DeRozan – que protagonizou uma das melhores enterradas da partida – e Bryn Forbes no último quarto, o Bucks estava com uma unidade mais sólida, não perdendo nenhuma oportunidade que aparecia. Assim, sofreram faltas em nove de suas dez posses de bola nos minutos finais, o que culminou na derrota do Spurs na casa do adversário.

Altos e baixos

Todos os jogadores das posições 1 e 2 do Spurs, com exceção de Derrick White, atingiram dígitos duplos na partida contra o Bucks. DeRozan, teve uma grande atuação, sendo o cestinha da partida juntamente com Antetokounmpo já que ambos fizeram 34 pontos.

Embora até tenha feito um bom trabalho defensivo, LaMarcus Aldridge ficou um pouco apagado na partida por não ter conseguido uma grande atuação ofensiva mais uma vez nesta temporada. O ala Dante Cunningham, por sua vez, ficou com a tarefa de marcar de Giannis Antetokounmpo, em diversos momentos no um contra um, o que claramente não funcionou, já que o adversário conseguiu dominar e chegar à cesta em praticamente todas as suas jogadas.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

DeMar DeRozan – 34 pontos e 7 assistências

Bryn Forbes – 18 pontos

Davis Bertans – 17 pontos e 6 rebotes

LaMarcus Aldridge – 15 pontos, 3 rebotes e 3 assistências

Marco Belinelli – 12 pontos e 3 assistências

Rudy Gay – 10 pontos, 4 rebotes e 4 assistências

Milwaukee Bucks

Giannis Antetokounmpo – 34 pontos, 18 rebotes, 8 assistências e 2 tocos

Malcolm Brogdon – 23 pontos, 3 assistências e 3 rebotes

Khris Middleton – 21 pontos e 4 rebotes

Eric Bledsoe – 20 pontos e 10 assistências

Sterling Brown – 11 pontos