Arquivo do autor:Sergio Neto

Spurs (23-17) @ Pistons (17-20) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ Detroit Pistons – Temporada Regular

Data: 07/01/2019

Horário: 22h (Horário de Brasília)

Local: Little Caesars Arena

Onde assistir: NBA League Pass

Depois de vencer o Memphis Grizzlies nesse sábado, o San Antonio Spurs viaja nesta segunda-feira (7) para o Michigan, onde enfrenta o Detroit Pistons. A partida contra o adversário da final de 2005 marca o 41º compromisso da equipe na temporada atual, exatamente a metade do caminho percorrido. Será um bom ponto de comparação para saber como o campeonato tem sido para os texanos e onde eles querem chegar. Os comandados de Gregg Popovich entram em quadra com uma sequência de quatro triunfos seguidos, na sexta colocação da Conferência Oeste. Durante esse período, LaMarcus Aldridge possui média de 27,8 pontos por exibição.

PGDerrick White

SG – Bryn Forbes

SF – DeMar DeRozan

PF – Rudy Gay

C – LaMarcus Aldridge

Fique de Olho – Derrick White é considerado por muitos a grata surpresa do Spurs na temporada. E não é pra menos, já que o jogador tem tido ótimas atuações e servido de combustível do time em diversas ocasiões. Contra o Grizzlies, o armador foi o cestinha da equipe com 19 pontos. Foi a primeira vez que ele liderou a equipe em uma partida.

PG – Reggie Jackson

SG – Bruce Brown

SF – Reggie Bullock

PFBlake Griffin

C – Andre Drummond

Fique de Olho – O Detroit Pistons está na contramão do ascendente Spurs no momento. A equipe venceu somente cinco dos 18 jogos que realizou desde o dia 1º de dezembro, e o último compromisso terminou em uma dura derrota para o Utah Jazz, em casa. Para surpreender o alvinegro de San Antonio, os mandantes contam com seu forte garrafão, que conta com Blake Griffin. Na última partida, o ala-pivô registrou 34 pontos, dez rebotes e cinco assistências.

Anúncios

Spurs (22-17) vs Raptors (28-12) – A lei do ex

 

125×107

Após bater o Boston Celtics no último dia de 2018, o San Antonio Spurs começou o ano com o pé direito em uma das partidas mais esperadas pelos torcedores. O alvinegro recebeu o Toronto Raptors, de Danny Green e Kawhi Leonard, nessa quinta-feira (3) e não tomou conhecimento dos adversários, vencendo por 125 a 107. Vamos aos destaques do duelo.

DeRozan fez história e anotou seu primeiro triple-double na carreira (Reprodução/twitter.com/spurs)

Sem respiro

A noite começou com uma homenagem da franquia texana a Danny Green e Kawhi Leonard. O telão do ginásio exibiu um vídeo com lances e outros momentos do jogadores vestindo a camisa do Spurs. A torcida presente no AT&T Center aplaudiu o tributo, mas mudou de ideia na apresentação dos jogadores do Raptors. O ala-armador foi ovacionado, mas quando locutor anunciou o nome do ala logo em seguida, os aplausos deram lugar a fortes vaias, o que foi uma breve introdução de como o camisa #2 seria tratado em sua antiga casa até o estouro final.

Se fora das quatro linhas a torcida demonstrou um sentimento de rancor, dentro de quadra o reencontro com Leonard se tornou incentivo. Desde cedo, o time de San Antonio tomou liderança no placar, e foram raros os momentos em que a equipe permitiu uma reação dos visitantes, com momentos ruins sendo logo freados por pedidos de tempo de Gregg Popovich. A defesa foi descrita por muitos comentaristas como sufocante do início ao fim. O primeiro tempo acabou com 26 pontos de vantagem para o Spurs, que, ainda não satisfeito com a larga vantagem, abriu o terceiro quarto com uma sequência de 12 a 0, abrindo 79 a 51 no marcador. Deste ponto até o fim do jogo, não houveram grandes ameaças vindo dos canadenses, que encerraram uma sequência de três vitórias seguidas e tiveram Kyle Lowry como baixa de novo.

DeMar DeRozan faz história

Como o título do texto indica, de um lado ou de outro haveria a lei do ex. Para sorte do Spurs, a “regra” esteve a favor dos texanos. Ou melhor, sorte não. Graças a DeMar DeRozan. O ala-armador se empolgou com o desafio de rever sua ex-equipe, que resolveu enviá-lo em troca de Leonard, e colocou isso em quadra. Assim, terminou a partida com seu primeiro triple-double da carreira, além de ser também o primeiro da franquia a conseguir o geito no AT&T Center desde Tim Duncan em 2003. A décima assistência, o que sacramentou a marca, foi para um arremesso de LaMarcus Aldridge, que converteu a bola e comemorou efusivamente com o companheiro.

“Você tem que prosperar em momentos como esse. Você tem que amar para jogar nesse tipo de atmosfera, seja em casa ou fora dela. Isso meio que te alimenta, meio que faz você continuar. Isso é o que tornou tudo tão divertido, disse DeRozan, após a partida.

Papel de pai

Logo após as homenagens do início de jogo, Danny Green correu para o banco do Spurs e abraçou Gregg Popovich, em um claro sinal de gratidão por todos os anos que ele passou San Antonio. De fato, o ala-armador ainda poderia estar ali se não fosse a novela do pedido de saída de Leonard, que acabou envolvendo-o na troca com o Raptors.

Já com Leonard foi diferente. Vaiado durante todo o tempo que esteve no AT&T Center, o candidato a MVP da temporada se mostrou incomodado com a reação da torcida. “A mídia faz uma grande ideia para agitar a mente das pessoas e influenciá-las a pensar de uma determinada maneira. Então, eu já sabia como seria a maneira como a mídia era”, afirmou o ala.

Contudo, ao fim do jogo, Leonard se direcionou a Popovich e o abraçou, mostrando claramente que o eventual desentendimento entre os dois já está no passado. “Eu me senti mal com isso”, disse o técnico, se referindo às vaias e aos gritos de “traidor” que o camisa 2 ouviu durante toda a partida. “Kawhi é um cara de alta personalidade. Nós todos tomamos decisões em nossas vidas sobre o que vamos fazer com o nosso futuro, e ele tem o mesmo direito que qualquer um de nós. Então, eu me senti mal, honestamente”, completou.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 23 pontos e 5 assistências

DeMar DeRozan – 21 pontos, 14 rebotes, 11 assistências e 2 roubos de bola

Bryn Forbes – 20 pontos, 3 assistências e 3 rebotes

Derrick White – 19 pontos e 4 assistências

Rudy Gay – 13 pontos, 7 rebotes e 3 assistências

Patty Mills – 12 pontos

Toronto Raptors

Kawhi Leonard – 21 pontos, 5 assistências e 2 roubos de bola

Delon Wright – 15 pontos e 4 rebotes

Serge Ibaka – 14 pontos e 6 rebotes

Norman Powell – 14 pontos, 3 rebotes e 2 roubos de bola

Greg Monroe – 12 pontos e 6 rebotes

Fred VanVleet – 12 pontos e 5 rebotes

Pascal Siakam – 10 pontos, 7 assistências e 6 rebotes

Spurs (21-17) vs Raptors (28-11) – Temporada Regular

San Antonio Spurs vs Toronto Raptors – Temporada Regular

Data: 03/01/2019

Horário: 23h (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Onde assistir: NBA League Pass

Cotação no Apostas Online: Spurs 1,83 (favorito) x Raptors 2,07

O tão esperado dia para o torcedor do San Antonio Spurs que acompanhou a novela da última temporada chegou: o reencontro com Kawhi Leonard. E não poderia ser em momento melhor! O time de Gregg Popovich joga seu melhor basquete na temporada, que rendeu dez vitórias nos últimos 13 jogos, depois de um início bem abaixo das expectativas com oito rostos novos no elenco. Do outro lado, o Toronto Raptors é vice-colocado da Conferência Leste, atrás apenas do Milwaukee Bucks, e tem no ala a sua referência na campanha até aqui. E que fase vive o camisa #2, que tem seu nome ventilado nas conversas a MVP. Não é para menos: contra o Utah Jazz, último compromisso da equipe, o ex-jogador do alvinegro anotou 45 pontos, recorde pessoal.

PG – Derrick White

SG – Bryn Forbes

SFDeMar DeRozan

PF – LaMarcus Aldridge

C – Jakob Poeltl

Fique de Olho – Se de um lado o torcedor texano terá seus olhos voltados para Kawhi Leonard, o canadense está ansioso para ver como DeMar DeRozan irá se comportar contra sua antiga equipe, a quem se declarou bastante identificado antes de lamentar a troca na época em ela que aconteceu. Página virada, vida nova, e o ala-armador tem conseguido jogar bem sob o comando de Gregg Popovich. Assim, deve ajudar bastante com pontos e assistências.

PG – Fred VanVleet

SG – Danny Green

SFKawhi Leonard

PF – Pascal Siakam

C – Serge Ibaka

Fique de Olho – “É, será divertido”, disse Leonard, a um repórter, após o jogo contra o Utah Jazz, demonstrando clara animação por reencontrar o Spurs. O ala está voando na temporada, tendo marcado seu recorde na carreira no último compromisso. Se depender dele, o duelo vai ser pra lá de interessante. Resta saber como a torcida o receberá no AT&T Center.

Spurs (16-15) vs 76ers (20-12) – Decolagem autorizada

 

123×96

O San Antonio Spurs começa a construir sua identidade na temporada 2018/2019 da NBA em busca de uma vaga nos playoffs. Os comandados de Gregg Popovich fecharam em 5-1 a série de seis partidas que fizeram no AT&T Center com vitória sobre o Philadelphia 76ers pelo placar de 123 a 96, na noite dessa segunda-feira (26). Este foi o quinto compromisso seguido em que os texanos seguram os rivais a menos de 100 pontos. Veja, a seguir, os destaques da noite.

Rudy Gay vem em ótimo fase pelo Spurs (Reprodução/San Antonio Spurs Twitter)

Aprovados pelo chefe

“Eu acho que estamos começando a nos entender mais do que qualquer coisa. Defensivamente, nós estamos um pouco mais intensos. Eu estou satisfeito com o progresso, mas ainda temos um longo caminho pela frente”, disse Popovich, após o jogo, elogiando o coletivo do Spurs.

De fato, diferente das últimas duas décadas sob o comando de Popovich, o time de San Antonio desta vez vai ter de suar para garantir a vaga entre os oito primeiros da Conferência Oeste. A equipe atualmente ocupa a 11ª colocação com 16 vitória e 15 derrotas. O primeiro time na zona de classificação para a pós-temporada é o Memphis Grizzlies, com 16 vitórias e 14 derrotas.

Aqui não!

Ponto positivo dos cinco triunfos nos últimos seis jogos do Spurs foi a defesa. Mais uma vez, pelo quinto compromisso seguido, a equipe manteve o adversário abaixo dos 100 pontos. O 76ers converteu apenas 41% de seus arremessos de quadra e somente 30% dos chutes de três pontos. Esta foi a terceira derrota da franquia da Filadélfia em quatro jogos longe de casa.

“Defensivamente, eles nos colocaram em situações complicadas para executar nosso ataque. Eu tive uma noite horrorosa nos arremessos, Jimmy (Butler) também teve. Eles nos deixaram desconfortáveis”, afirmou Joel Embiid, que teve duelo particular com LaMarcus Aldridge.

Lição aprendida

Um sinal de alerta estava ligado em San Antonio. Afinal, a equipe perdeu para o Chicago Bulls no jogo anterior após liderar por 21 pontos. Contra o 76ers, a história se repetiu, e o Spurs abriu bastante 29 de frente no terceiro quarto. Porém, desta vez, o elenco não precisou ouvir esporro de Gregg Popovich para demonstrar que aprendeu a lição e administrou o resultado até o fim.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Rudy Gay – 21 pontos, 6 rebotes e 3 assistências

LaMarcus Aldridge – 20 pontos e 10 rebotes

DeMar DeRozan – 20 pontos, 7 assistências e 6 rebotes

Davis Bertans – 16 pontos, 6 rebotes e 3 assistências

Philadelphia 76ers

Ben Simmons – 16 pontos, 6 assistências e 6 rebotes

JJ Redick – 16 pontos e 3 rebotes

Joel Embiid – 13 pontos, 11 rebotes e 5 assistências

Mike Muscala – 11 pontos e 3 assistências

*Texto publicado pelo mesmo autor no site The Playoffs.

Spurs (15-15) vs 76ers (20-11) – Temporada Regular

San Antonio Spurs vs Philadelphia 76ers – Temporada Regular

Data: 17/12/2018

Horário: 23h30 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Onde assistir: NBA League Pass

Após perder para o Chicago Bulls, o San Antonio Spurs entra em quadra nesta segunda-feira para enfrentar o Philadelphia 76ers. Depois de engatar boa sequência de vitórias, os comandados de Gregg Popovich abusaram dos erros no último jogo, contra uma das equipes de piores campanhas na liga, deixando escapar uma vantagem de nada menos do que 21 pontos no terceiro quarto. O alvinegro ainda não enfrentou o time da Pensilvânia na temporada.

PG – Derrick White

SG – Bryn Forbes

SF – DeMar DeRozan

PF – Rudy Gay

CLaMarcus Aldridge

Fique de Olho – Apesar da derrota para o Bulls, quando os próprios integrantes da equipe de San Antonio não entenderam o que aconteceu, LaMarcus Aldridge teve um belo desempenho, anotando 29 pontos e 12 rebotes. O ala-pivô terá vida difícil contra Joel Embiid, mas pode usar da experiência e do seu jogo fora do garrafão para levar vantagem sobre o oponente.

PG – Ben Simmons

SG – JJ Redick

SF – Jimmy Butler

PF – Wilson Chandler

CJoel Embiid

Fique de Olho – Joel Embiid tem sido um dos pilares da nova fase do Philadelphia 76ers e um dos principais jogadores da equipe na temporada. O pivô atlético é um dos mais dominantes na posição em toda a liga e promete dar trabalho aos jogadores altos do Spurs.