Arquivo do autor:Sergio Neto

Spurs (8-14) vs Rockets (13-7) – Deixa o menino jogar

135×133

Depois de perder para o Detroit Pistons, o San Antonio Spurs recebeu o Houston Rockets na noite dessa terça-feira (3) e, após das longas prorrogações, venceu os rivais texanos por 135 a 133 em noite histórica para Lonnie Walker. Confira, a seguir, os destaques do confronto.

Loonie Walker IV e sua bola decisiva (Foto: Reprodução/San Antonio Instagram)

Dramático

Foram necessárias duas prorrogações, mas o Spurs venceu o Rockets em um jogo bastante significativo para o alvinegro, que pretende dar a volta por cima depois do lamentável mês de novembro. A reação começou quando James Harden, astro do rival, teve uma enterrada ignorada pela arbitragem depois que a bola entrou e saiu da cesta em jogada muito bizarra. Naquela altura, restava pouco menos de oito minutos para o fim do último quarto, e os visitantes lideravam por 102 a 89. Esse foi o lance simbólico da virada de chave na partida.

A partir deste ponto, Loonie Walker começou a escrever a história. O calouro liderou a equipe alvinegra em busca de uma reação que recuperou dez pontos de desvantagem, marcando seu recorde de pontos na carreira e convertido bolas de três pontos importantíssimas que levaram o jogo para a primeira prorrogação. Foram 18 pontos somente no último período, sendo oito consecutivos que decretaram o empate no tempo regulamentar.

No segundo tempo extra, Harden anotou seis pontos, incluindo uma bola aproveitando lance livre desperdiçado por Clint Capela, abrindo 131 a 128 no placar. Bryn Forbes empatou com uma bola de três pontos, e os times passaram a trocar lances livres. DeMar DeRozan, após causar a ejeção do Barba ao sofrer falta de ataque, teve aproveitamento de 3-4 dos lances livres nos últimos 30 segundos.

A força do grupo

O Spurs não contou com LaMarcus Aldridge, contundido, pelo segundo jogo consecutivo, mas mostrou independência da presença do ala-pivô. O time respondeu com um bom esforço coletivo para vencer o Rockets quatro dias depois de derrotar o Los Angeles Clippers também no AT&T Center.

“Este é um time que achamos que temos, nós apenas precisamos jogar assim constantemente e não não temos feito isso. Mas, por sorte, nós estamos começando a descobrir como fazer isso”, disse o técnico Gregg Popovich, após a partida.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Loonie Walker IV – 28 pontos, 4 rebotes e 3 roubos de bola

Bryn Fobres – 25 pontos e 4 assistências

DeMar DeRozan – 23 pontos, 9 assistências e 5 rebotes

Rudy Gay – 14 pontos e 5 rebotes

Derrick White – 12 pontos e 3 assistências

Houston Rockets

James Harden – 50 pontos, 9 rebotes, 6 assistências e 4 roubos de bola

Clint Capela – 22 pontos e 21 rebotes

Russell Westbrook – 19 pontos, 10 assistências e 10 rebotes

Austin Rivers – 19 pontos e 4 rebotes

Spurs (7-14) vs Rockets (13-6) – Temporada Regular

San Antonio Spurs vs Houston Rockets – Temporada Regular

Data: 03/12/2019

Horário: 22h30 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Onde assistir: NBA League Pass

Depois de perder para o Detroit Pistons, o San Antonio Spurs volta a entrar em quadra nesta terça-feira (3) para receber o Houston Rockets no AT&T Center. Esta é a primeira vez que os rivais texanos se enfrentam na temporada – que são previstos quatro encontros ao todo. Há quem acredite que a crise que assolou o time alvinegro em novembro está para passar, e encarar James Harden e companhia pode ser um bom teste para testar esse “poder de reação”.

PG – Derrick White

SG – Bryn Forbes

SF – DeMar DeRozan

PF – Rudy Gay

C – LaMarcus Aldridge

Fique de Olho – LaMarcus Aldridge ainda está listado como “questionável” para a partida contra o Rockets. Porém, caso entre em quadra, o ala-pivô tem boas chances de se destacar, já que todo o foco do time adversário está no jogo de perímetro. Clint Capela, que poderia ser um eventual rival no garrafão, também não está confirmado para o duelo.

PG – Russell Westbrook

SGJames Harden

SF – Ben McLemore

PF – PJ Tucker

C – Tyson Chandler

Fique de Olho – Contra o Pistons, o Spurs sofreu com as bolas de três do adversário. Foram 15 arremessos de longa distância convertidos pelo time de Detroit. Levando isso em consideração, nem é preciso dizer que existe um certo jogador barbudo do Rockets que merece atenção especial. Na última vez em que esteve em quadra, James Harden anotou nada menos que 60 pontos e oito assistências, liquidando o Atlanta Hawks.

Spurs (6-12) vs Lakers (15-2) – Vítima de LeBron

104×114

Depois de romper um longa sequência de oito derrotas consecutivas ao vencer o New York Knicks, o San Antonio Spurs recebeu o Los Angeles Lakers na noite dessa segunda-feira (25) e acabou sendo derrotado pelos visitantes por 114 a 104, com mais uma ótima atuação de LeBron James. Confira, a seguir, os destaques do duelo.

Aldridge só não pontuou mais que LeBron James (Reprodução/twitter.com/spurs)

All Hail the King

O Spurs bem que se esforçou para segurar LeBron James no último quarto. DeMar DeRozan sabia de antemão que a melhor chance dos texanos contra o Lakers era torcer para que o astro errasse suas tentativas. Bom, continue torcendo, pois o camisa 23 até chegou a ouvir gritos de “MVP” no AT&T Center, ginásio onde cansou de ouvir vaias, principalmente quando atuava pelo Miami Heat. O astro dos angelinos terminou a partida com 33 pontos e 13 rebotes, registrando 12 pontos (4-8 FG) e cinco assistências na última parcial. Um verdadeiro carrasco que proclamou o resultado final.

Lei do ex

Gratidão talvez seja a melhor palavra que defina a relação do Spurs com o ala-armador Danny Green. Foram oito temporadas juntos no total, incluindo um título de NBA conquistado justamente sobre LeBron James e o Miami Heat em 2014. Na apresentação dos jogadores, houve grande ovação por parte dos torcedores texanos quando Green foi anunciado. Desde que deixou a equipe, o jogador soma três vitórias e apenas uma derrota quando reviu o alvinegro, com médias de 6,5 pontos e 4,5 rebotes por exibição.

Alternativas

O técnico Gregg Popovich optou por começar a partida com Derrick White no lugar de Dejounte Murray. O camisa #4 já havia tomado conta da posição de armador principal do time quando seu colega perdeu toda a temporada passada por conta de uma séria lesão no joelho. Murray começou os primeiros 12 jogos da franquia, mas foi para o banco em dois jogos desde então enquanto trava uma batalha contra a inconsistência e os turnovers.

White se juntou a Willie Anderson e Alvin Robertson como os únicos jogadores da história da franquia com 800 pontos, 300 rebotes e 300 assistências nos seus primeiros 100 compromissos na carreira com o Spurs.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 30 pontos e 5 rebotes

DeMar DeRozan – 24 pontos, 5 assistências e 4 rebotes

Bryn Forbes – 13 pontos, 5 assistências e 3 rebotes

Derrick White – 11 pontos e 4 assistências

Los Angeles Lakers

LeBron James – 33 pontos, 14 assistências e 3 rebotes

Anthony Davis – 19 pontos, 12 rebotes e 6 assistências

Kentavious Caldwell-Pope – 14 pontos

Rajon Rondo – 13 pontos, 5 rebotes e 3 assistências

Spurs (5-10) @ Wizards (4-8) – O tank é real?

132×138

Depois de perder para o Dallas Mavericks, o San Antonio Spurs foi até a capital dos Estados Unidos, onde enfrentou, na noite dessa quarta-feira (20), o Washington Wizards. Os comandados de Gregg Popovich sofreram um novo revés, desta vez por 138 a 132, e estenderam sua marca negativa para nove derrotas nos últimos dez compromissos. Confira, a seguir, os destaques da noite.

DeRozan marcou 30 pontos pelo segundo jogo seguido (Reprodução/twitter.com/spurs)

Recorde negativo

Se tem alguém que fez história no Spurs, este alguém é Gregg Popovich. Mas, acostumado a quebrar marcas, o lendário treinador às vezes também tem seus recordes negativos. Por culpa dele ou não, fato é que a equipe texana está há sete jogos sem vencer sob o comando do Pop, maior sequência desde ele assumiu o cargo na temporada 1996/1997. Na ocasião, David Robinson havia se machucado, e o então dirigente se tornou técnico com aproximadamente um quarto da temporada pela frente. Para os torcedores que gostam de ver o lado bom das coisas, no Draft seguinte a franquia selecionou um tal de Tim Duncan…

O fantasma

Quem acompanha o Spurs há algum tempo já percebeu que existe um apagão que acontece quando o time volta dos vestiários (e esse que vos escreve sempre dá a “sorte” de pegar jogos assim) . Desta vez, a punição veio com nome e sobrenome: Bradley Beal, assim como foi previsto no pré-jogo.

O ala-armador foi um verdadeiro carrasco. No último quarto, enfrentou pouca resistência defensiva por parte dos texanos. Mas o castigo mesmo veio logo na volta do intervalo. O ala-armador converteu seus nove arremessos de quadra e fez 21 dos seus 33 pontos somente na terceira parcial. O Spurs chegou a liderar por dez pontos antes do vilão marcar nove em uma corrida de 22 a 3 com cerca de cinco minutos e meio restando no período, o que colocou o Wizards na frente por 94 a 85.

O lado positivo

Pois bem, não é que é possível ver uma luz de esperança no meio de tanta derrota? DeMar DeRozan, por exemplo, anotou pelo menos 30 pontos pelo segundo jogo seguido. Além disso, oito jogadores texanos passaram dos duplos dígitos de pontuação, o que mostra um certo empenho ofensivo da equipe – ainda que seja  justo dizer que o Wizards não é uma maravilha na defesa. Patty Mills teve seu primeiro compromisso como titular e acertou seus seis primeiros chutes de quadra, mas acabou errando os quatro seguintes e terminou a partida com 16 pontos.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

DeMar DeRozan – 31 pontos, 5 assistências e 4 rebotes

Bryn Forbes – 19 pontos, 7 assistências e 4 rebotes

Rudy Gay – 18 pontos, 5 rebotes e 3 assistências

Patty Mills – 16 pontos e 6 assistências

Dejounte Murray – 15 pontos, 5 rebotes e 3 roubos de bola

LaMarcus Aldridge – 12 pontos, 10 rebotes e 5 assistências

Washington Wizards

Bradley Beal – 33 pontos, 4 assistências e 4 rebotes

Ish Smith – 21 pontos, 4 assistências e 4 rebotes

Davis Bertans – 21 pontos, 5 rebotes e 4 assistências

Rui Hachimura – 15 pontos e 7 rebotes

Moritz Wagner – 13 pontos, 6 rebotes e 3 assistências

Spurs (5-9) @ Wizards (3-8) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ Washington Wizards – Temporada Regular

Data: 20/11/2019

Horário: 21h (Horário de Brasília)

Local: Capital One Arena

Onde assistir: NBA League Pass

Depois de perder para o Dallas Mavericks e somar sua sexta derrota consecutiva, registrando sua maior sequência negativa desde 2001, o San Antonio Spurs viaja até a capital dos Estados Unidos onde enfrenta o frágil Washington Wizards na noite desta quarta-feira (20). A partida é uma boa oportunidade para os comandados de Gregg Popovich reverterem uma péssima marca de oito derrotas nos últimos nove jogos, depois de bom começo de temporada com sequência de quatro vitórias – uma delas sobre o próprio Wizards – e apenas um revés.

Confrontos na temporada (1-0)

26/10/2019 – Spurs 124 vs 122 Wizards

No segundo compromisso do Spurs na temporada, a equipe passou por um sufoco, mas conseguiu a vitória graças a uma bola decisiva de DeMar DeRozan nos instantes finais. LaMarcus Aldridge foi o grande destaque da noite com 27 pontos, nove rebotes e três assistências, enquanto o camisa #10 contribuiu com 26 pontos, quatro rebotes e três assistências.

PG – Dejounte Murray

SG – Bryn Forbes

SFDeMar DeRozan

PF – Trey Lyles

C – LaMarcus Aldridge

Fique de Olho – DeMar DeRozan respondeu aos boatos de uma possível troca para o Orlando Magic como os torcedores mais esperam: jogando bola. Contra o Dallas Mavericks, o ala-armador alcançou se recorde na temporada com 36 pontos, além de oito rebotes e quatro assistências. Na temporada, sua pontuação média é de 21 pontos por exibição.

PG – Isaiah Thomas

SGBradley Beal

SF – Try Brown Jr

PF – Rui Hachimura

C – Thomas Bryant

Fique de Olho – Bradley Beal carrega o fraco time do Wizards nas costas, e quem discordar disso está errado. O ala-armador tem incríveis médias de 30,1 pontos e 6,9 rebotes por exibição nesta temporada, tendo anotado 44 pontos em dois compromissos recente. Ele já passou a marca dos 30 pontos seis vezes nesta campanha, além de contribuir muito ofensivamente com a criação de jogadas e distribuindo assistências.