Arquivo do autor:Sergio Neto

Spurs (29-38) vs Nuggets (45-23) – Azedou

126×132

Depois de sofrer uma dura derrota para o Philadelphia 76ers, o San Antonio Spurs tropeçou novamente na tarde desta quarta-feira (5). Os comandados de Gregg Popovich sofreram novo revés na bolha da NBA, desta vez para o Denver Nuggets, por 132 a 126. Confira, a seguir, os destaques do duelo.

Rudy Gay saiu do banco para ser o cestinha da equipe (Foto: Reprodução/twitter.com/spurs)

Vai e vem

O jogo desta quarta-feira teve lideranças curtas e longas para ambos os lados. Ainda no segundo quarto, o Nuggets chegou a disparar com 12 pontos de frente, mas o time texano correu atrás com uma boa sequência, que contou com quatro bolas de três pontos, e a partida foi para o intervalo com o alvinegro vencendo por 65 a 62

O início do terceiro quarto também foi bom para o Spurs, que chegou a ampliar para nove pontos sua vantagem, mas, assim como foi a reação alvinegra no primeiro tempo, o time de Denver correu atrás e conseguiu cortar a diferença. Com chutes precisos e calibrados, a equipe do Colorado aplicou sequência de 13 a 4 para voltar à frente no marcador por 110 a 101 com apenas 5:42 para o fim.

Os bancários

Um ponto positivo do Spurs no jogo foram os reservas, que fizeram nada menos do que 70 pontos combinados. Enquanto isso, os suplentes do Nuggets ficaram com a soma de 43. Rudy Gay – que está em brilhante fase na bolha – foi o maior pontuador com 24 pontos, seguido por Keldon Johnson com 20, Patty Mills com 14 e Drew Eubanks com 12. Apenas o jovem Quinndary Weatherspoon, que jogou somente nove minutos, não pontuou.

Problemas sérios

Todo adversário que enfrente o Spurs já sabe o caminho ideal para desestabilizar os texanos: o garrafão. Com o Sixers foi assim, com Joel Embiid sendo abastecido de bolas debaixo da cesta, e o Nuggets repetiu a estratégia com Nikola Jokic, que terminou o jogo com 25 pontos e 11 assistências. Além do pivô sérvio, o time do Colorado ainda contou com mais uma brilhante atuação de Michael Porter Jr, que anotou pelo menos 30 pontos pelo segundo jogo seguido. Ele converteu as três primeiras bolas de três pontos que tentou e foi responsável por dez dos 16 primeiros pontos da equipe no Jogo. Além disso, conquistou 15 rebotes.

Como se não bastasse a falta de defesa no garrafão, o ataque também deixa a desejar no setor. Jakob Poeltl foi anotar seus dois primeiros – e únicos – pontos no jogo restando 8:49 para o estouro final.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Rudy Gay – 24 pontos, 4 rebotes e 4 assistências

Derrick White – 23 pontos, 7 assistências e 3 rebotes

Keldon Johnson – 20 pontos e 6 rebotes

DeMar DeRozan – 18 pontos, 8 assistências e 5 rebotes

Patty Mills – 14 pontos, 3 rebotes e 3 assistências

Drew Eubanks – 12 pontos e 5 rebotes

Denver Nuggets

Michael Porter Jr. – 30 pontos e 15 rebotes

Nikola Jokic – 25 pontos, 11 assistências e 4 rebotes

Jerami Grant – 22 pontos

Monte Morris – 19 pontos e 4 assistências

P.J. Dozier – 12 pontos, 8 assistências e 5 rebotes

Publicidade

Spurs (29-37) vs Nuggets (44-23) – Temporada Regular

San Antonio Spurs vs Denver Nuggets – Temporada Regular

Data: 05/08/2020

Horário: 17h (Horário de Brasília)

Local: ESPN Wide World of Sports ComplexHouse

Onde assistir: NBA League Pass

Depois de uma dolorosa derrota para o Philadelphia 76ers, o San Antonio Spurs volta a entrar em quadra na tarde desta quarta-feira (5) em importante partida contra um adversário perigoso: o Denver Nuggets. Na terceira colocação da Conferência Oeste, o time do Colorado vem de uma desgastante partida contra o Oklahoma City Thunder, vencida apenas no tempo extra. A equipe texana quer corrigir os erros cometidos na primeira derrota na bolha da NBA em Orlando, e a altura dos jogadores adversários pode favorecer as jogadas de fora do garrafão e dos três pontos.

Confrontos na Temporada (0-1)

10/02/2020 – Spurs 120 @ 127 Denver

No primeiro encontro entre as equipes na temporada, o Spurs voou até o Colorado e acabou sendo derrotado pelo Nuggets por sete pontos. Jamal Murray foi o destaque dos mandantes com 26 pontos e seis assistências, enquanto LaMarcus Aldridge foi o cestinha da partida com 33 pontos, seis rebotes e cinco assistências.

PG – Dejounte Murray

SG – Derrick White

SF – Lonnie Walker IV/Keldon Johnson

PF – DeMar DeRozan

C – Jakob Poeltl

Fique de Olho – O calouro Keldon Johnson fez sua melhor partida na temporada contra o Philadelphia 76ers, em duelo em que a equipe texana ficou por boa parte do jogo correndo atrás no placar. O ala foi elogiado pelo técnico Gregg Popovich por sua determinação nos dois lados da quadra, além de ter aproveitamento quase perfeito da linha de lances livres. Pode ser interessante vê-lo ganhar mais tempo de quadra contra o Nuggets.

PG – Monte Morris

SG – Torrey Craig

SFMichael Porter Jr.

PF – Paul Millsap

C – Nikola Jokic

Fique de Olho – Além do triple-double de Nikola Jokic contra OKC, Michael Porter Jr também chamou atenção. O ala anotou seu recorde na carreira com 37 pontos em sua apenas terceira partida como titular, tendo convertido 12 dos seus 16 arremessos tentados, além de conquistar 12 rebotes. Seu recorde anterior era de 25 pontos. Com as atenções voltadas ao pivô sérvio, o jovem pode causar estragos.

Spurs (29-37) @ 76ers (40-27) – Vacilo

130×132

Foi por pouco (muito pouco), mas o San Antonio Spurs acabou derrotado na noite desta segunda-feira (3) pelo Philadelphia 76ers por 132 a 130, com direito a fim emocionante. Com isso, os texanos conhecem sua primeira derrota na bolha da NBA em Orlando e se complicam um pouco mais em busca de uma vaga para os playoffs da Conferência Oeste. Confira, a seguir, os destaques do confronto.

DeRozan brilhou pelo Spurs, mas não foi o bastante (Foto: Reprodução/twitter.com/spurs)

O fantasma de 2013

Spurs e Sixers entraram em quadra com motivações distintas: os texanos queriam manter a boa fase desde que a NBA retomou as atividades na bolha em Orlando, e a equipe da Pensilvânia queria apagar a derrota para o Indiana Pacers, que consagrou os 53 pontos de T.J. Warren e, consequentemente, ofuscou os 41 pontos e 21 rebotes de Joel Embiid. É claro que um dos rivais ia sair com o objetivo alcançado, enquanto o outro amargaria o tropeço.

A partida foi de qualidade, e os fãs de basquete devem ter se sentido satisfeitos com o desempenho das equipes. O torcedor do Spurs, infelizmente, foi dormir com a cabeça quente. O time de San Antonio começou bem, trocando cestas com o adversário. No segundo quarto, assumiu a liderança pela última vez por um longo período. A vantagem para o 76ers chegou a ser de 14 pontos. Só quando a partida estava em seus minutos finais os comandados de Gregg Popovich reassumiram a ponta e colocaram lenha na fogueira.

Porém, em decisão que muitos podem ver como falta de experiência, Dejounte Murray pôs tudo a perder. Além de ter perdido bola importante no ataque, o armador do Spurs acabou sendo o antagonista daquele que seria o lance do jogo. Com pouco mais de dez segundos restantes, o alvinegro vencia por dois pontos, quando Shake Milton tocou a bola para Al Horford na cabeça do garrafão após cobrança do lateral. O ala-pivô segurou a bola e procurou Joel Embiid, que até então foi o ponto forte do Sixers no jogo. Porém, o camisa 5 do time de San Antonio ficou no meio do caminho entre ajudar a marcar o pivô e voltar a defender o armador.

Com isso, Horford achou seu companheiro completamente livre na linha dos três pontos. Milton converteu a bola longa, colocou seu time à frente restando apenas 7,2 segundos e destruiu o Spurs psicologicamente (para efeitos de comparação, se lembre de Ray Allen, em 2013). O alvinegro não conseguiu se reerguer com tão pouco tempo no relógio.

Pontos positivos

Apesar da dolorosa derrota, há pontos positivos a se tirar dos comandados de Gregg Popovich. DeMar DeRozan, por exemplo, foi o destaque da equipe. Ele foi o cestinha do jogo, tendo marcado 13 de seus 30 pontos no último quarto. Além dele, Rudy Gay chegou ao seu recorde na temporada, com 24 pontos, e Derrick White, que converteu bolas de três precisas em momentos cruciais, mais uma vez chamou atenção com 20 pontos.

Outro destaque foi o calouro Keldon Johnson. Ele anotou 15 pontos, seu recorde na temporada, o que inclui 6-7 dos lances livres. Além disso, o jogador deu uma senhora enterrada na cabeça do brasileiro Raulzinho, digna de pôster.

“Ele é um competidor monstruoso. Aprendendo mais a cada dia. Ele está ganhando confiança nos seus arremessos e está partindo melhor para a cesta. Ele pega rebotes e vai forte na defesa. Ele é um bom jovem jogador”, elogiou Pop.

Fazendo as contas

Com a derrota, o Spurs, com campanha de 2-1 na Flórida e cai para a décima posição do Oeste com 29 vitórias, uma a menos que o Portland Trail Blazers e duas de distância do Memphis Grizzlies. O tropeço tira a possibilidade de o alvinegro ser o primeiro time a conquistar três triunfos seguidos na bolha.

Confira alguns cálculos da briga pelos playoffs:

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

DeMar DeRozan – 30 pontos, 5 rebotes, 3 assistências e 2 tocos

Rudy Gay – 24 pontos e 4 rebotes

Derrick White – 20 pontos e 3 assistências

Keldon Johnson – 15 pontos e 3 rebotes

Dejounte Murray – 13 pontos e 6 rebotes

Philadelphia 76ers

Joel Embiid – 27 pontos, 9 rebotes e 5 assistências

Tobias Harris – 25 pontos, 6 rebotes e 4 assistências

Josh Richardson – 19 pontos

Shake Milton – 16 pontos, 5 rebotes e 3 assistências

Furkan Korkmaz – 12 pontos e 3 rebotes

Spurs (29-36) @ 76ers (39-27) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ Philadelphia 76ers – Temporada Regular

Data: 03/08/2020

Horário: 21h (Horário de Brasília)

Local: ESPN Wide World of Sports ComplexHouse

Onde assistir: SporTV e NBA League Pass

San Antonio Spurs e Philadelphia 76ers vêm em direções opostas, com motivações contrárias, mas prometem um grande jogo. Desde que a bolha da NBA começou no dia 30 de julho,  a equipe alvinegra talvez seja a que mais ganhou esperança na briga por uma vaga nos playoffs. O time de Gregg Popovich estava desacreditado por muitos, já que estava longe da oitava colocação da Conferência Oeste. Acontece que os texanos estão empolgados com duas vitórias seguidas, no retrovisor do Memphis Grizzlies com apenas três triunfos a menos. Do outro lado, o Philadelphia 76ers vem de dura derrota para o Indiana Pacers depois de ter o jogo na mão.

Confrontos na Temporada (0-1)

22/11/2019 – Spurs 104 x 115 Sixers

O primeiro encontro entre as equipes nesta temporada não foi muito agradável.  O Spurs acabou derrotado em casa, chegando à marca de oito tropeços consecutivos. DeMar DeRozan foi o destaque dos texanos com 29 pontos e sete rebotes, enquanto Tobias Harris brilhou do outro lado com 26 pontos, seis rebotes e quatro assistências.

PG – Dejounte Murray

SGDerrick White

SF – Loonie Walker IV

PF – DeMar DeRozan

C – Jakob Poeltl

Fique de Olho – Este que vos escreve é suspeito para falar de Derrick White, mas o menino não faz por menos. Ostentando uma senhora cabeleira, o ala-armador texano foi um dos destaques da equipe nos dois confrontos que o Spurs fez na bolha. Na vitória sobre o Sacramento Kings, anotou 26 pontos, oito rebotes e cinco assistências. No triunfo sobre o Memphis Grizzlies, foi o cestinha do time com 21 pontos, dez rebotes e três assistências. É exagero quando digo que é o meu favorito do atual elenco? Acho que não.

PG – Ben Simmons

SG – Josh Richardson

SF – Shake Milton

PF – Tobias Harris

CJoel Embiid

Fique de Olho – É perfeitamente normal imaginar que Joel Embiid sonhou com TJ Warren após a derrota para o Pacers. Afinal, o pivô teve seus impressionantes 41 pontos e 21 rebotes ofuscados pelos 53 pontos do rival. Contra o Spurs, que não é lá uma potência no garrafão, o camaronês pode causar estragos.

Spurs assina com Tyler Zeller até o fim da temporada

O San Antonio Spurs tem peça nova no elenco. A franquia texana assinou com o agente livre Tyler Zeller até o fim da temporada. As informações foram divulgadas por Adrian Wojnarowski, jornalista da ESPN americana, nesta quarta-feira (24) e confirmada há pouco no Twitter oficial da equipe.

Tyler Zeller (centro) é a nova contratação do Spurs (Foto: Reprodução/Brooklyn Nets Facebook).

Zeller, veterano de seis temporadas na NBA, chega para ocupar uma vaga de pivô no plantel de Gregg Popovich. Ele ainda não atuou em jogos oficiais nesta temporada. O atleta de 30 anos estava com a equipe de treinos do Denver Nuggets, mas acabou dispensado no último mês de outubro. Ele foi a 12ª escolha geral do Draft de 2012 e vestirá o número 40 em San Antonio.

Sua médias como jogador da liga norte-americana são de 7 pontos e 4,4 rebotes por jogo. Sua chegada condiz com a série de lesões que o Spurs sofreu e tem influência direta com a ausência de LaMarcus Aldridge, que passou por uma cirurgia no ombro em abril. Tirando o camisa 12, hoje o elenco conta com os seguintes jogadores de garrafão: Drew Eubanks, Chimezie Metu, Jakob Poeltl e Luka Samanic.