Arquivo do autor:Sergio Neto

Spurs (17-22) @ Heat (28-12) – O poder da casa

100×106

Foi apertado, mas o San Antonio Spurs acabou sendo derrotado pelo Miami Heat na noite dessa quarta-feira (15) por 106 a 100, em partida disputada na Flórida. Depois de uma virada memorável sobre o Toronto Raptors, os comandados de Gregg Popovich não conseguiram frear o melhor mandante da NBA, que contou com noite história de Kendrick Nunn. Confira, a seguir, os destaques do confronto.

Atuação de Aldridge não foi o bastante (Foto: Reprodução/twitter.com/spurs)

Doce lar

Não é a toa que o Heat é o melhor mandante da NBA. Ao bater o Spurs, a franquia da Flórida ampliou para 18 vitórias e apenas uma derrota seu recorde na temporada diante da sua torcida. Na AmericanAirlines Arena, a equipe cresce de rendimento individualmente e coletivamente, e isso pode ser visto ao levar-se em conta que o time está a apenas um triunfo de alcançar o mesmo número que registrou em toda a temporada anterior.

Kendrick Nunn foi o cara do jogo. O novato recebeu, pela segunda vez, o troféu de Calouro da Semana da Conferência Leste. Com 33 pontos, teve desempenho quase impecável nos arremessos de quadra, convertendo 13 dos 18 que tentou. Outro destaque foi, Bam Adebayo, cortado da seleção dos Estados Unidos por Gregg Popovich antes do início do campeonato.

“Agora que você vê ele durante a temporada, eu tenho chacoalhado minha cabeça várias vezes”, brincou Po técnico do Spurs. O pivô terminou a partida com double-double de 14 pontos e 13 rebotes.

Afobação

Faltou certa paciência para o Spurs sagrar-se vencedor em Miami. O time da casa, desde o início, tomou as rédeas do jogo, mas o alvinegro não deixou em nenhum momento o Heat decolar no placar. A equipe texana chegou a assumir a liderança em algumas ocasiões, e a partida foi para o intervalo empatada.

Porém, o queSpurs pecou mesmo foi a afobação. As jogadas quase sempre estavam mortas depois do primeiro pick-and-roll. A maioria delas com LaMarcus Aldridge aberto no perímetro. Isso permitiu que o Heat abrisse alguns pontos confortáveis à frente. O Spurs errou 11 de seus primeiros 12 arremessos de quadra no último quarto, perdendoo a liderança neste momento.

Sinal de alerta ligado!

Esta é a primeira temporada desde 1996/1997 em que o Spurs vai ter um recorde negativo no jogo que marca a metade da campanha. O alvinegro havia vencido 11 dos primeiros 41 jogos que fez no campeonato em questão, na última edição dos playoffs que aconteceram sem a equipe texana. Será que a pós-temporada está ameaçada pela primeira vez em duas décadas?

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

DeMar DeRozan – 30 pontos, 7 assistências e 5 rebotes

Patty Mills – 21 pontos

LaMarcus Aldridge – 12 pontos e 5 rebotes

Bryn Forbes – 11 pontos

Derrick White – 11 pontos

Miami Heat

Kendrick Nunn – 33 pontos, 4 assistências e 3 rebotes

Goran Dragic – 17 pontos e 5 assistências

Bam Adebayo – 14 pontos, 13 rebotes e 7 assistências

Jimmy Butler – 12 pontos, 4 assistências e 3 rebotes

Duncan Robinson – 11 pontos e 6 rebotes

Spurs (17-21) @ Heat (27-12) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ Miami Heat – Temporada Regular

Data: 15/01/2019

Horário: 21h30 (Horário de Brasília)

Local: AmericanAirlines Arena

Onde assistir: NBA League Pass

Depois de vencer de virada o Toronto Raptors, o San Antonio Spurs entra em quadra na noite desta quarta-feira para enfrentar, fora de casa, ninguém menos que o melhor mandante do campeonato: o Miami Heat, que tem 17 triunfos e apenas um revés na AmericanAirlines Arena. O time da Flórida vem de derrotas consecutivas para Brooklyn Nets e New York Knicks, na primeira vez que isso ocorre na temporada. Por uma ótica mais otimista, o alvinegro venceu três de seus últimos quatro compromissos, elevando o moral do elenco principalmente com a grande virada sobre os atuais campeões da NBA. Um resultado positivo na Flórida pode fazer com que o alvinegro encerre sua série de quatro partidas longe do AT&T Center com 75% de aproveitamento. Esta é a primeira vez que os adversários se enfrentam neste campeonato, e a revanche está prevista para o dia 19.

PG – Dejounte Murray

SG – Bryn Forbes

SFDeMar DeRozan

PF – Trey Lyles

C – LaMarcus Aldridge

Fique de Olho – Nem o mais otimista torcedor texano poderia prever a evolução no jogo de DeMar DeRozan. O ala-armador foi o cestinha do Spurs nos últimos nove compromissos e marcou pelo menos 30 pontos em três destes. Contra o Raptors, o camisa 10 fez valer a famosa “lei do ex” e foi responsável por 25 pontos, oito rebotes e quatro assistências em 35 minutos, convertendo sete dos 12 arremessos de quadra que tentou.

PG – Kendrick Nunn

SG – Jimmy Butler

SF – Duncan Robinson

PF – Meyers Leonard

CBam Adebayo

Fique de Olho – Que Jimmy Butler deve ser o centro das atenções do Spurs, isso ninguém duvida. Mas o Heat pode preparar uma boa surpresa no garrafão. Escolhido na primeira rodada do draft de 2017, Bam Adebayo tem feito sua melhor temporada no seu terceiro ano em Miami. Sua média é de double-double, com 15,8 pontos e 10,4 rebotes, além de 4,5 assistências em 20 minutos dpor exibição. O pivô participou de todos os 39 jogos da equipe na temporada.

Spurs (16-20) @ Celtics (25-10) – Para dar moral

129×114

Após vencer o Milwaukee Bucks em casa, o San Antonio Spurs visitou o Boston Celtics na noite dessa quarta-feira (8) e derrotou os adversários em pleno TD Graden por 129 a 114. O duelo ficou marcado por confusões no terceiro quarto e pelas boas exibições de DeMar DeRozan e de Loonie Walker IV. Confira, a seguir, os destaques da partida.

DeRozan foi o grande destaque da noite com 30 pontos (Foto: Reprodução/nba.com/spurs)

Teve de tudo

Vindo de vitória expressiva sobre o Bucks, o Spurs visitou um Celtics que tinha como trunfo o retorno de Kemba Walker, que perdeu os últimos três jogos de sua equipe. Porém, apesar de enfrentar o reforço de peso, o time visitante não se sentiu intimidado e marcou 22 dos primeiros 25 pontos do jogo, impondo a maior desvantagem dos mandantes em toda a temporada.

No terceiro quarto, quando o Spurs costuma voltar à quadra em marcha lenta, o Celtics cortou a diferença para apenas sete pontos (76 a 69). Foi então que aconteceu um lance envolvendo Kemba Walker e LaMarcus Aldridge, na qual o ala-pivô derrubou o adversário em um corta-luz, mas nada foi marcado pela arbitragem. Revoltado, o armador de Boston reclamou ferozmente com a arbitragem e acabou ejetado da partida após duas faltas técnicas consecutivas. Foi sua primeira expulsão em nove anos na liga.

Como se não bastasse a confusão, um torcedor ainda atirou um copo de cerveja que passou a centímetros do banco de reservas do Spurs. O jogo demorou ainda mais para recomeçar, já que a quadra precisou de limpeza, que ajudou a esfriar a reação dos mandantes após a expulsão de Walker. O culpado pelo ato de vandalismo, que deixou Gregg Popovich visivelmente perturbado, foi detido.

“Eu disse a Pop depois do jogo que sentia muito por essa experiência negativa que ele teve. Eu espero que essa pessoa nunca mais entre em uma arena da NBA”, disse Brad Stevens, técnico do Celtics.

De volta ao normal

A confusão, citada anteriormente, interrompeu uma corrida de 20 a 7 do Celtics, que tirou a maioria dos 20 pontos de déficit. Aldridge fez dois dos três lances livres da falta técnica, e depois Derrick White foi derrubado e converteu seus dois chutes de bonificação, colocando o alvinegro à frente por 80 a 69. Depois, o time texano aplicou 11 pontos seguidos na debilitada equipe mandante, que não conseguiu mais derrubar a diferença.

Amuleto

Loonie Walker IV foi, mais uma vez, um dos destaques positivos do time texano. O segundanista terminou a partida com 19 pontos, sendo dez destes marcados no último quarto. Com ajuda do ala-armador, o Spurs venceu nove dos 15 jogos que fez desde o começo de dezembro, depois de somar apenas sete triunfos nos primeiros 21 compromissos da temporada. O alvinegro evitou o que seria a primeira varrida em temporada regular do Celtics desde 2011.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

DeMar DeRozan – 30 pontos, 6 rebotes e 4 assistências

Loonie Walker IV – 19 pontos e 3 rebotes

Bryn Forbes – 15 pontos, 6 assistências e 4 rebotes

Derrick White – 15 pontos e 3 rebotes

LaMarcus Aldridge – 13 pontos, 6 rebotes e 4 assistências

Dejounte Murray – 10 pontos, 7 rebotes e 4 assistências

Boston Celtics

Gordon Hayward – 18 pontos, 3 rebotes e 3 assistências

Jaylen Brown – 16 pontos e 3 rebotes

Daniel Theis – 15 pontos e 5 rebotes

Jayson Tatum – 14 pontos, 6 rebotes e 3 assistências

Marcus Smart – 12 pontos e 5 assistências

 

Spurs (15-20) vs Bucks (32-6) – Lição aprendida

126×104

Após perder para o Milwaukee Bucks dois dias antes, o San Antonio Spurs voltou para casa na noite desta segunda-feira (6) para receber o mesmo adversário. Desta vez, os comandados de Gregg Popovich mostraram que aprenderam a lição e derrotaram o melhor time de NBA por 126 a 104. Confira, a seguir, os destaques do duelo.

Mills e White comandaram a segunda unidade (Foto: Reprodução/Twitter.com/spurs)

Confia no homem

Conhecido pelo foco nos arremessos de média distância nos últimos anos, o Spurs está começando a compreender porque o técnico Gregg Popovich tem que implorar para que a equipe chute mais dos três pontos. Não à toa, os texanos converteram 19 bolas de longa distância, seu recorde da temporada, para bater o melhor time da NBA por 22 pontos de vantagem.

Em questão de aproveitamento, foram 19 bolas de três certas em 35 tentativas, sendo Patty Mills, com seis, quem mais converteu arremessos do tipo. LaMarcus Aldridge e Rudy Gay combinaram para quatro acertos em cinco tentativas de longa distância. Foi a derrota mais larga que o Bucks sofreu na temporada.

Apenas quatro jogos antes, o Spurs já havia quebrado seu recorde da temporada em bolas de três pontos. Foi na vitória sobre o Detroit Pistons, em que a equipe anotou 18 bolas. Destaque para Aldridge, que converteu 16 dos 23 arremessos do tipo que tentou nas últimas cinco partidas. Ou seja: confiem em Pop.

Completo

Por falar em Popovich, é possível dizer que o veterano comandante está bem satisfeito com o desempenho da sua equipe. Quando perguntado se este foi o jogo mais completo do Spurs na temporada, Pop respondeu afirmativamente.

“Eu acredito que seria difícil argumentar contra isso. O jogo fisicamente foi bom. Começamos o terceiro quarto de maneira um pouco ruim, tentando entender isso, mas pensei que estávamos mais consistentes hoje à noite fisicamente e na nossa execução do plano de jogo, éramos mais consistentes. Foi uma boa noite”, declarou.

Início quente

O Bucks abriu o jogo com três bolas seguidas de três pontos, mas o Spurs conseguiu uma corrida de 13 a 4 para tomar a dianteira do placar. DeMar DeRozan bloqueou uma bandeja de Antetokounmpo nessa sequência. Ao todo, sete jogadores do alvinegro pontuaram na etapa inicial, destacando os nove pontos do camisa #10.

Na parcial seguinte, a franquia texana anotou 38 pontos, seu recorde na temporada neste quarto e a terciera melhor marca em qualquer período. O Spurs acertou 12 dos 20 arremessos de três pontos que tentou antes do intervalo, construindo uma vantagem de 18 pontos e empatando o recorde da franquia com mais bolas de longa distância em uma metade de jogo.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

DeMar DeRozan – 25 pontos e 7 assistências

Patty Mills – 21 pontos

Rudy Gay – 17 pontos e 8 rebotes

LaMarcus Aldridge – 17 pontos, 4 rebotes e 3 assistências

Dejounte Murray – 13 pontos, 9 rebotes e 4 assistências

Milwaukee Bucks

Giannis Antetokounmpo – 24 pontos, 12 rebotes e 3 roubos de bola

Donte DiVincenzo – 16 pontos e 4 rebotes

Khris Middleton – 15 pontos, 5 rebotes e 4 assistências

George Hill – 15 pontos, 4 assistências e 4 rebotes

Wesley Matthews – 12 pontos

Spurs (14-20) vs Bucks (32-5) – Temporada Regular

San Antonio Spurs vs Milwaukee Bucks – Temporada Regular

Data: 06/01/2019

Horário: 22h30 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Onde assistir: NBA League Pass

A última coisa que o San Antonio Spurs precisa neste momento é de dois jogos seguidos contra o melhor time da NBA. Mas este é o desafio dos comandados de Gregg Popovich, que encaram o Milwaukee Bucks pela segunda vez em três dias, deste vez jogando diante da sua torcida. No último sábado, o time texano não contou com Dejounte Murray, fora por problemas pessoais, e acabou derrotado. Na ocasião, o veterano treinador optou por iniciar a partida com Lonnie Walker IV, que marcou oito pontos em sua primeira partida como titular na liga.

Confrontos na temporada (0-1)

04/01/2020 – Spurs 118 @ 127 Bucks

Na primeira vez que as equipes se enfrentaram na temporada, o Spurs não foi capaz de segurar o melhor time da NBA. Os texanos bem que conseguiram conterGiannis Antetokounmpo no primeiro tempo, mas o astro grego voltou com tudo dos vestiários e liderou o Milwaukee Bucks com 32 pontos e oito rebotes. Pelos visitantes, DeMar DeRozan foi responsável por 26 pontos, cinco assistências e quatro rebotes.

PG – Derrick White

SGLoonie Walker IV

SF – DeMar DeRozan

PF – Trey Lyles

C – LaMarcus Aldridge

Fique de Olho – Atuando pela primeira vez como titular, Loonie Walker IV agradou e, ao lado dos seus companheiros que iniciaram o embate, teve saldo positivo de 32,8 pontos a cada 100 posses de bola na partida. O ala-armador terminou a partida com oito pontos, dois rebotes e duas roubads de bola em 26 minutos. Caso Murray esteja impossibilitado de retornar, seria interessante vê-lo mais uma vez em ação.

PG – Eric Bledsoe

SG – Khris Middleton

SF – Wesley Matthews

PFGiannis Antetokounmpo

C – Brook Lopez

Fique de Olho – Melhor jogador do melhor time da temporada e atual MVP da NBA. O destaque do Milwaukee Bucks não poderia ser outro. Parar Giannis Antetokounmpo é quase uma missão impossível, mas o Spurs chegou perto de fazê-lo no último compromisso. No AT&T Center, a história não deverá ser diferente, e o astro grego tem tudo para ser o centro das atenções da defesa texana mais uma vez.