Arquivo do autor:Sergio Neto

Spurs (4) @ Grizzlies (2) – Próxima parada: Houston

             103×96

O San Antonio Spurs voou até o estado do Tennessee e encerrou a série com o Memphis Grizzlies pela primeira rodada dos playoffs da Conferência Oeste ao vencer os adversários por 103 a 96 na noite desta quinta-feira (27). Na próxima fase, os comandados de Gregg Popovich terão pela frente o Houston Rockets, rival texano. Confira, a seguir, os destaques do duelo:

Parker foi fundamental para a vitória no jogo 6 (Reprodução/ NBA Twitter)

O jogo

A derradeira partida foi acirrada do começo ao fim. Ora o Grizzlies abria dez pontos, ora o Spurs abria sete ou oito de vantagem. Tony Parker anotou 15 pontos ainda na primeira metade enquanto do outro lado, Mike Conley era quem mais dava trabalho. Logo no início, as duas equipes cometeram bastante turnovers, o que proporcionou pontos adversários.

Houve certo domínio dos Grizzlies antes e pouco depois da volta dos vestiários. No fim do terceiro quarto, com lance de quatro pontos de Manu Ginobili, foi quando o Spurs conseguiu passar à frente mais uma vez. A equipe texana chegou a perder de dez pontos de diferença, mas conseguiu uma sequência de 15 a 0 da segunda metade do terceiro período.

Kawhi Leonard, mesmo com forte marcação, conseguiu achar espaço e construir importantes jogadas individuais, colocando o time no jogo. No último quarto, o Grizzlies ficou na liderança boa parte da parcial, até que o Spurs conseguiu recuperar quando Leonard decidiu colocar a bola debaixo do braço e começou a ditar o ritmo, e assim o time texano abriu uma sequência de 15 a 4, fundamentais para a construção do resultado final.

O que fica de lição

O Spurs venceu o jogo e passou para a próxima fase. Mas, ainda há lições para se tirar mesmo na vitória, e ajustes que deverão ser feitos, como o jogo de garrafão. O ala-pivô LaMarcus Aldridge precisa de uma dupla que o ajude a pontuar na área pintada e brigar pelos rebotes. Popovich testou Dedmon (titular nos jogos 1, 2 e 3) e Lee (titular a partir do jogo 4), além de usar Pau Gasol no decorrer das partidas. Nenhum conseguiu convencer 100%.

Lee é quem foi melhor, e talvez o mais técnico entre eles. No jogo 6, não teve medo de disputar bolas no garrafão contra os adversário. Em se tratando de Gasol, o pivô espanhol já teve dias melhores na liga. No último confronto da série, o atleta zerou e contribuiu apenas com quatro rebotes nos 20 minutos que esteve em quadra.

Ainda que, nos números, o Spurs tenha dado uma lavada sobre o Grizzlies, os rebotes do adversário ficou muito concentrado na dupla de pivôs. Foram 46 rebotes texanos contra 28 de Memphis.

Obrigado, Vince Carter

Respeito mútuo, Parker e Carter se abraçam (Joe Murphy/NBAE via Getty Images)

Jogador mais velho da liga, Vince Carter atuou no jogo 6 como se os 40 anos de idade não importasse. E, de fato, não incomodaram. Até briga com Leonard, Carter arrumou. O ala aguentou a responsabilidade de ser titular e, logo no primeiro quarto, causou bastante estrago à defesa de Gregg Popovich. Ainda não há informações a respeito do futuro de Carter. Mas, é bem possível que esta tenha sido sua partida de despedida das quadras.

Lance livre ganha jogo

E, nesse caso, ganha série de playoff também. É possível dizer que, ao errar o terceiro lance livre após acertar os dois primeiros restando poucos segundos para o fim, Mike Conley decretou a vitória texana. O lance ainda rendeu um contra-ataque rápido e bandeja e mais dois pontos para Tony Parker, que possibilitou vantagem de seis pontos para San Antonio.

Além do destaque negativo para Conley, fica o destaque positivo para Leonard. O ala foi praticamente impecável em toda a série, tendo convertido 9-9 no jogo 1, 19-19 no jogo 2, 4-4 no jogo 3, 8-8 no jogo 4, 7-8 no jogo 5 e 12-13 no jogo 6. Ou seja, foram 59 convertidos em 61 tentativas, aproveitamento de 96,7%.

Próxima parada: Houston

01/05/2017 – San Antonio Spurs vs Houston Rockets, às 22h30
03/05/2017 – San Antonio Spurs vs Houston Rockets, às 22h30
05/05/2017 – San Antonio Spurs @ Houston Rockets, às 22h30
07/05/2017 – San Antonio Spurs @ Houston Rockets, às 21h
09/05/2017 – San Antonio Spurs vs Houston Rockets (se necessário)
11/05/2017 – San Antonio Spurs @ Houston Rockets (se necessário)
14/05/2017 – San Antonio Spurs vs Houston Rockets (se necessário)

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Kawhi Leonard – 29 pontos (12-13 FT), nove rebotes, quatro assistências e três roubos de bola

Tony Parker – 27 pontos (11-14 FG) e quatro assistências

LaMarcus Aldridge – 17 pontos e 12 rebotes

Patty Mills – dez pontos

Memphis Grizzlies

Mike Conley – 26 pontos e cinco assistências

Marc Gasol – 18 pontos, seis assistências e cinco rebotes

Zach Randolph – 13 pontos e 11 rebotes

Vince Carter – 12 pontos e quatro rebotes

James Ennis – 11 pontos e três rebotes

Spurs (3) @ Grizzlies (2) – Primeira rodada dos playoffs

San Antonio Spurs @ Memphis Grizzlies – Primeira rodada dos playoffs

Data: 27/04/2017

Horário: 22h (Horário de Brasília)

Local: FedExForum

Onde assistir: NBA League Pass e ESPN

Após vencer o jogo 5 em casa, o San Antonio Spurs cai na estrada mais uma vez precisando vencer o Memphis Grizzlies no FedExForum nesta quinta-feira (27) para prosseguir para a próxima fase dos playoffs da Conferência Oeste. Para isso, o time texano conta, mais uma vez, com o protagonismo de Kawhi Leonard. O ala tem média de 30,5 pontos nos dois jogos que foram realizados em Memphis. Além disso, Leonard está com aproveitamento de 48,8% dos arremessos de quadra na casa dos adversários, e quase 60% no AT&T Center. O astro perdeu apenas uma de suas 48 tentativas de lances livres na série.

Confrontos na série (3-2)

15/04/2017 – Spurs 111 vs 82 Grizzlies

Na abertura da série, o Grizzlies chegou a assustar, começando bem e abrindo dígitos duplos no primeiro quarto. Mas o Spurs reagiu e contou com grande atuação de Kawhi Leonard, que obteve 32 pontos, cinco assistências, três rebotes e duas roubadas de bola, para vencer.

17/04/2017 – Spurs 96 vs 82 Grizzlies

No segundo confronto entre as equipes, mais uma vez o Spurs se saiu melhor jogando em casa. O Grizzlies chegou a reduzir uma vantagem de 26 pontos para apenas quatro, mas a equipe texana, contando com a experiência de jogadores como Tony Parker, conseguiu restabelecer o controle do jogo. Destaque para Kawhi Leonard, com 37 pontos e 11 rebotes.

20/04/2017 – Spurs 94 @ 105 Grizzlies

Com Zach Randolph de volta ao time titular, o Spurs sofreu no garrafão, Kawhi Leonard e Tony Parker não conseguiram infiltrar como nos primeiros jogos, e o time alvinegro saiu derrotado em partida em que tanto o armador francês quanto Manu Ginobili saíram zerados.

22/04/2017 – Spurs 108 @ 110 Grizzlies

No segundo duelo fora de casa na pós-temporada, o Spurs atuou melhor do que na partida anterior e conseguiu levar o duelo para a prorrogação. Porém, apesar da apresentação monstruosa de Kawhi Leonard, que obteve 43 pontos, oito rebotes, três assistências e seis roubos de bola, o time texano saiu novamente derrotado, resultado que empatou a série.

25/04/2017 – Spurs 116 vs 103 Memphis

Na terceira partida da série jogando em casa, o San Antonio Spurs conseguiu fazer valer o fator casa e conquistou a vantagem na série. Com fundamental jogo coletivo, o time texano teve destaque para Kawhi Leonard com 28 pontos e seis assistências, e Patty Mills com 20 pontos.

PG – Tony Parker

SG – Danny Green/ Manu Ginobili

PF – Kawhi Leonard

SF – LaMarcus Aldridge

C – David Lee

Fique de Olho – I want some nasty!“. Esta frase foi imortalizada por Gregg Popovich durante uma bronca que dava na equipe no jogo 1 pelas finais de Conferência contra o Oklahoma City Thunder em 2012. Na ocasião, Manu Ginobili ficou marcado por dar aquilo que o técnico pediu ao time, ou seja, mais raça. O argentino marcou 11 dos 37 pontos da equipe no último quarto e foi o destaque da noite. Precisando vencer o Grizzlies, Ginobili desencantou no jogo 5 e pode ser exatamente a peça-chave para despachar os adversários fora de casa.

PG – Mike Conley

SG – Vince Carter

SF – James Ennis

PF – Marc Gasol

C – Zach Randolph

Fique de Olho – Pedra no sapato dos Spurs quando o assunto é pós-temporada, o Memphis Grizzlies tem Zach Randolph como um de seus principais fatores que desequilibram o time de Popovich. Z-Bo saiu do banco de reservas para ocupar a função de titular na equipe, o que anda prejudicando o início da partida por parte do Spurs. No último duelo, o pivô fez apenas nove pontos e seis rebotes. Contudo, jogando em casa, a história deve ser bem diferente.

Spurs (2) @ Grizzlies (1) – Noite desfavorável

 

94×105

Após vencer em casa os dois primeiros jogos da série, o San Antonio Spurs viajou até o Tennessee e foi derrotado pelo Memphis Grizzlies nesta quinta-feira (20) por 105 a 94. O técnico adversário, David Fizdale, optou por reintegrar aos titulares o ala-pivô Zach Randolph, fator fundamental para a construção do resultado. Confira, a seguir, os destaques do duelo:

Zach Randolph voltou ao quinteto titular do Grizzlies (Foto: Reprodução/NBA Twitter)

O feitiço, contra o feiticeiro

Decidido a provar o valor do Grizzlies em casa, o técnico David Fizdale fez duas alterações no time titular: tirou Wayne Selden e JaMychal Green e colocou James Ennis e Zach Randolph. A titularidade do ala-pivô foi de vital importância por um simples motivo: com ele em quadra, LaMarcus Aldridge e Dewayne Dedmon foram obrigados a atacar a cesta de longe.

A presença de Z-Bo também dificultou as infiltrações de Kawhi Leonard e Tony Parker. Isso fez com que a equipe tivesse maior controle das cestas do Spurs na defesa, enquanto no ataque Randolph contribuía taticamente com arremessos embaixo do com aro e movimentações que permitiam com que Marc Gasol, por exemplo, arriscasse chutes de longa distância.

Mas, apesar de controlar o jogo ainda no início e não deixar com que o Spurs deslanchasse, o grande triunfo foi mesmo no terceiro quarto, quando a equipe conseguiu abrir boa vantagem, o que obrigou a Gregg Popovich mudar todos os cinco jogadores que estavam em quadra. Não adiantou. O time mandante conseguiu abrir 18 pontos, sendo que, até então, nenhuma das equipes tinha conseguido abrir mais do que seis pontos. A intensa defesa fez com que Kawhi Leornad tivesse atuação abaixo do esperado, com mérito para o empenho do Grizzlies.

Dedmon teve dificuldades (Joe Murphy/NBAE via Getty Images)

Manu histórico

Ao entrar em quadra nesta quinta-feira (20), Manu Ginobili chegou à marca de 200 jogos de playoffs. É a primeira vez na história em que uma escolha de segunda rodada do Draft atinge este número. Em toda a história da NBA, o argentino fica atrás apenas de nomes como Derek Fisher, Tim Duncan, Robert Horry, Kareem Abdul-Jabbar, Kobe Bryant, Shaquille O’Neal, Tony Parker, Scottie Pippen e LeBron James.

No jogo anterior, o armador francês Tony Parker também atingiu números históricos. Ao anotar 15 pontos, o camisa 9 do alvinegro texano se tornou o nono cestinha da história da pós-temporada da NBA, atrás apenas de Michael Jordan, Kareem Abdul-Jabbar, Kobe Bryant, LeBron James, Shaquille O’Neal, Tim Duncan, Karl Malone e Jerry West.

Próximos duelos

Confira abaixo o calendário de confrontos da série entre San Antonio Spurs e Memphis Grizzlies:

15/04/2017 – Spurs 111 vs 82 Grizzlies
17/04/2017 – Spurs 96 vs 82 Grizzlies
20/04/2017 – Spurs 94 @ 105 Grizzlies
22/04/2017 – Spurs @ Grizzlies
25/04/2017 – Spurs vs Grizzlies
27/04/2017 –  Spurs @ Grizzlies (se necessário)
29/04/2017 – Spurs vs Grizzlies (se necessário)

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Kawhi Leonard – 18 pontos, 4 rebotes e 3 assistências

LaMarcus Aldridge – 16 pontos e 11 rebotes

Kyle Anderson – 15 pontos e 3 assistências

Patty Mills – 11 pontos

Memphis Grizzlies

Mike Conley – 24 pontos e 8 assistências

Marc Gasol – 21 pontos, 6 rebotes e 3 assistências

Zach Randolph – 21 pontos e 8 rebotes

James Ennis – 12 pontos

Spurs (2) @ Grizzlies (0) – Primeira rodada dos playoffs

San Antonio Spurs @ Memphis Grizzlies – Primeira rodada dos playoffs

Data: 20/04/2017

Horário: 22h (Horário de Brasília)

Local: FedExForum

Onde assistir: SporTV 2 e NBA League Pass

Após vencer os dois primeiros duelos da série, o San Antonio Spurs cai na estrada e enfrenta o Memphis Grizzlies. O destaque no último encontro veio no pós-jogo, quando o técnico adversário, David Fizdale, deu entrevista coletiva e mostrou-se aborrecido, não poupando palavras para criticar a arbitragem. Resultado: multa de US$ 30.000. Um dos principais tópicos analisados pelo treinador foi a diferença na quantidade de lances livres: o alvinegro acertou 31 de 32, enquanto os visitantes converteram 13 de 15.

Confrontos na série (2-0)

15/04/2017 – Spurs 111 vs 82 Grizzlies

Na abertura da série, o Grizzlies chegou a assustar, começando bem e abrindo dígitos duplos no primeiro quarto. Mas o Spurs reagiu e contou com grande atuação de Kawhi Leonard, que obteve 32 pontos, cinco assistências, três rebotes e duas roubadas de bola, para vencer.

17/04/2017 – Spurs 96 vs 82 Grizzlies

No segundo confronto entre as equipes, mais uma vez o Spurs se saiu melhor jogando em casa. O Grizzlies chegou a reduzir uma vantagem de 26 pontos para apenas quatro, mas a equipe texana, contando com a experiência de jogadores como Tony Parker, conseguiu restabelecer o controle do jogo. Destaque para Kawhi Leonard, com 37 pontos e 11 rebotes.

PG – Tony Parker

SG – Danny Green

SF – Kawhi Leonard

PF – LaMarcus Aldridge

C – Dewayne Demon

Fique de Olho – Tony Parker já viveu dias melhores vestindo a camisa do Spurs. Justas ou não, as críticas que o armador ouviu nesta temporada vieram em grande quantidade. Contudo, é de se respeitar a história do francês, principalmente nos playoffs. No jogo 2, o veterano apareceu no terceiro quarto, quando a equipe mais precisava. Além disso, o astro é,nada menos que o nono maior cestinha da história da pós-temporada da NBA, atrás apenas de Michael Jordan, Kareem Abdul-Jabbar, Kobe Bryant, LeBron James, Shaquille O’Neal, Tim Duncan, Karl Malone e Jerry West. Vale lembrar que o camisa #9 foi o MVP das finais do título de 2007, que foi conquistado sobre o Cleveland Cavaliers.

PG – Mike Conley

SG – Wayne Selden

SF – Vince Carter

PF – JaMychal Green/Zach Randolph

C – Marc Gasol

Fique de Olho – Velho conhecido da torcida texana, Zach Randolph já deu muita dor de cabeça para o Spurs. Nesta temporada, o ala-pivô tem iniciado as partidas no banco, o que faz dele um dos melhores sexto-homem da liga atualmente. Na primeira partida da série, teve atuação apagada. Já no jogo 2, foi mais participativo e chegou a um double-double, com 10 pontos e dez rebotes. Z-Bo é daqueles jogadores que, depois que começa a gostar do jogo e achar seu espaço, é difícil parar, ainda mais com a série se mudando para Memphis.

Spurs (61-21) @ Jazz (51-31) – Que se iniciem os playoffs

 

97×101

O San Antonio Spurs visitou o Utah Jazz em sua última partida pela temporada regular 2016/2017 da NBA e acabou sendo derrotado por 101 a 97, nessa quarta-feira (12), acumulando seu terceiro revés seguido antes dos playoffs. Veja, a seguir, como foi o duelo:

Gasol entrou para a história da NBA contra o Jazz (Melissa Majchrzak/NBAE via Getty Images)

Bem-vindo à história, Pau Gasol

Apesar da terceira derrota consecutiva antes do início dos playoffs, a partida contra o Jazz teve lá seus pontos positivos. Vale destacar os 13 pontos e sete rebotes de Pau Gasol, que começou o confronto do banco de reservas. Com isso, o espanhol de 36 anos chegou à marca de 20.001 pontos na liga, juntando-se a nomes de peso como Kareem Abdul-Jabbar, Kevin Garnett e Tim Duncan como os únicos a chegarem a registrarem pelo menos 20.000 pontos, 10.000 rebotes, 3.500 assistências e 1.500 tocos na NBA.

“É muito significativo. É difícil imaginar ser capaz de chegar a esses números, isso só prova o tipo de jogador que eu sou e o quão duro eu tive que trabalhar para chegar a esse tipo de metas. Estou apenas grato a este momento, grato pelos companheiros de equipe que estiveram ao meu redor e aos meus técnico que me treinaram ao longo dos anos e me permitiram jogar como eu joguei”, afirmou Gasol, após a partida.

Lei do ex

Aldridge foi cestinha da equipe (Melissa Majchrzak/NBAE via Getty Images)

Se você reparar bem no quinteto inicial do Jazz dessa quarta-feira (12), vai encontrar dois nomes bastante familiares: George Hill e Boris Diaw. O primeiro foi envolvido na troca que trouxe ninguém menos que Kawhi Leonard para o elenco do Spurs, sendo enviado para o Indiana Pacers. Por lá, o atleta ficou de 2011 a 2016 até ser contratado pela franquia de Utah. Contra o time de San Antonio, o atleta, que agora atua como armador principal do seu time, foi responsável por 13 pontos e cinco assistências.

Diaw, por sua vez, foi um daqueles casos considerado como um “achado”. O ala-pivô francês estava no Charlotte Bobcats antes de desembarcar no Texas, em 2012, e logo achou seu lugar na equipe e conquistou não só a confiança de Gregg Popovich como o carinho do torcedor do alvinegro. Nas finais de 2014, teve papel fundamental na conquista do último título conquistado pelo alvinegro, chegando a marcar muito bem LeBron James, principal jogador do Miami Heat na época.

O francês ficou no Spurs até 2016. Enfrentou a ex-equipe na noite desta quarta-feira e não esteve muito tempo em quadra. Diaw iniciou como titular e atuou por 15 minutos, anotando somente quatro pontos, uma assistência, um rebotes e uma roubada de bola.

“Isso fez nossos jantares muito menos divertidos.”le era um dos únicos rapazes que bebiam comigo. Eu tentei corromper todos os meus jogadores com vinho, e ele era fácil, era um alvo fácil”, brincou Popovich, quando questionado sobre a saída de Diaw do Spurs.

Turma do terrão

Após três quartos de jogo equilibrado, os dois técnicos optaram por colocar os reservas em quadra na última etapa, poupando os titulares para os playoffs. Pelo Spurs, nomes como Kyle Anderson, Jonathon Simmons, Davis Bertans e Dejounte Murray ganharam alguns minutos.

Anderson foi responsável por oito pontos, dois rebotes e duas assistências em 16 minutos. Simmons contribuiu com apenas dois pontos e dois rebotes em 13 minutos. Bertans esteve em quadra por 12 minutos e fez sete pontos. Por fim, Murray, que acaba de voltar de lesão, atuou um pouco menos – por apenas cinco minutos – e registrou dois pontos.

Vale destacar a atuação de Dewayne Dedmon no jogo dessa quarta. Apesar de estar entre os titulares, o pivô atuou por apenas 14 minutos, e anotou dois pontos e oito rebotes.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 18 pontos, 5 rebotes e 3 roubos de bola

Kawhi Leonard – 14 pontos e 5 rebotes

Tony Parker – 14 pontos (5-8 FG)

Pau Gasol – 13 pontos e 7 rebotes

Utah Jazz

Gordon Hayward – 14 pontos

Rudy Gobert – 13 pontos e 9 rebotes

George Hill – 13 pontos e 5 assistências

Shelvin Mack – 13 pontos e 3 assistências