Arquivo do autor:Sergio Neto

Spurs (1) @ Nuggets (1) – Tudo igual

                  105×114

Depois de vencer a primeira partida da série fora de casa, o San Antonio Spurs não conseguiu repetir o resultado positivo e acabou sendo derrotado pelo Denver Nuggets por 114 a 105 na noite desta terça-feira (16). A série válida pela primeira rodada dos playoffs da Conferência Oeste se muda para o AT&T Center, no Texas, onde os comandados do técnico Gregg Popovich não perderam para os rivais do Colorado durante a temporada regular. Confira, a seguir, os destaques do duelo:

LaMarcus Aldridge bem que tentou, mas não conseguiu parar o garrafão do Nuggets (Foto: Reprodução/NBA Twitter)

Tava na mão

É perfeitamente possível dizer que o San Antonio Spurs deixou escapar uma grande oportunidade de abrir 2 a 0 na série, sendo os dois duelos realizados fora de casa. A equipe texana chegou a abrir 19 pontos (78 a 59) de frente quando o Denver Nuggets começou a reagir no fim do terceiro quarto. É claro, ninguém poderia imaginar que o armador Jamal Murray fosse renascer das cinzas e liderar uma sequência de 55 a 27.

“Nós desistimos de 38 pontos (39, na verdade) no último quarto. Fim da história”, declarou o técnico Gregg Popovich, deixando bem clara sua insatisfação pela vitória escapada.

Fênix

Após o término do Jogo 1, Jamal Murray deixou os vestiários do Pepsi Center, subiu as escadas que dão acesso à quadra e treinou arremesso por quase um hora. Até o último quarto do Jogo 2, parece que o treinamento não tinha surtido efeito. Mas surtiu. Após fazer 0-8 nos arremessos de quadra nos três primeiros períodos, o jovem armador voltou para a última parcial disposto a mudar a história do jogo. Murray anotou nada menos que 21 de seus 24 pontos na noite na etapa derradeira. “Todos me disseram para continuar tentando. Todos eles acreditaram em mim”, explicou o camisa 27 de Denver.

Assim fica difícil

Não é justo colocar a derrota na conta dos coadjuvantes, ainda mais depois da recuperação histórica do time de Denver. Mas também não é correto deixar de falar da baixa produção deles. Titulares, Jakob Poeltl e Bryn Forbes anotaram apenas cinco pontos, enquanto que o maior cestinha entre os reservas foi Marco Belinelli, com oito. No garrafão, por exemplo, Aldridge ainda conseguiu ter bom rendimento mesmo tendo que lidar com Nikola Jokic e Paul Millsap. Para os próximos dois jogos no AT&T Center, será fundamental tem melhor contribuição de todos.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

DeMar DeRozan – 31 pontos (11-19 FG) e sete rebotes

LaMarcus Aldridge – 24 pontos, oito rebotes e três assistências

Derrick White – 17 pontos (7-11 FG) e quatro rebotes

Denver Nuggets

Jamal Murray – 24 pontos e quatro assistências

Gary Harris – 23 pontos (10-16 FG) e cinco rebotes

Nikola Jokic – 21 pontos, 13 rebotes e oito assistências

Paul Millsap – 20 pontos (7-10 FG) e sete rebotes

Anúncios

Spurs (1) @ Nuggets (0) – Primeira fase dos playoffs

San Antonio Spurs @ Denver Nuggets – Primeira fase dos playoffs

Data: 16/04/2019

Horário: 22h (Horário de Brasília)

Local: Pepsi Center

Onde assistir: ESPN e NBA League Pass

Após vencer o primeiro jogo na casa do adversário, o San Antonio Spurs faz o segundo duelo contra o Denver Nuggets nesta terça-feira. Após segurar o oponente a só 42% de aproveitamento nos chutes de quadra, o time do Texas terá mais uma vez que achar uma maneira de triunfar no Pepsi Center para levar boa vantagem para as duas partidas em casa.

Confrontos na Série (1-0)

13/04/2019 – Spurs 101 @ 96 Nuggets

No primeiro jogo entre Spurs e Nuggets nnos playoffs, os texanos conquistaram importante vitória fora de casa, o que pode ter bastante impacto nesta série. O técnico Gregg Popovich fez prevalecer a tarimba de 22 pós-temporadas seguidas contra um pouco experiente elenco do Colorado. Os destaque da equipe foram DeMar DeRozan com 18 pontos, 12 rebotes e seis assistências, e Derrick White, com 16 pontos e cinco assistências.

PG – Derrick White

SG – Bryn Forbes

SF – DeMar DeRozan

PF – LaMarcus Aldridge

C – Jakob Poeltl

Fique de Olho – Já dizia o ditado que “time que está ganhando não se mexe”. Indo contra todas as previsões, o técnico Gregg Popovich achou um jeito de derrotar o Nuggets fora de casa logo no primeiro jogo e deve manter a estratégia neste duelo. Os homens do perímetro tiveram uma boa participação, com Derrick White fazendo uma ótima partida. Com Jamal Murray com foco total no jogo 2, este deve ser mais uma vez um duelo interessante.

PG Jamal Murray

SG – Gary Harris

SF – Will Barton

PF – Paul Millsap

C – Nikola Jokic

Fique de Olho – Sem pânico para o jovem armador Jamal Murray, de 22 anos. Em vez de se abater depois de converter apenas oito 23 dos arremessos de quadra tentados no jogo 1, ele voltou à quadra do Pepsi Center a treinou por mais uma hora, aproximadamente, após o término do duelo. Se colocar sua mão na forma, pode causar problemas para os texanos.

Spurs (45-34) @ Nuggets (52-26) – Fora de controle

 

85×113

Um dia depois de vencer o Atlanta Hawks em casa, o San Antonio Spurs viajou até o Colorado nesta quarta-feira (3) para seu último back-to-back da temporada regular. A equipe de Gregg Popovich acabou sendo derrotada pelo Denver Nuggets pelo placar de 113 a 85 em possível cruzamento de primeira rodada dos playoffs. Confira, a seguir, os destaques do duelo.

Bertans saiu do banco para jogar 27 minutos (Foto: NBAE via Getty Images)

Mas já, Pop?

Sessenta e três segundos. Não dá nem para esquentar água para fazer um miojo em um minuto e três segundos. Mas esse tempo foi o suficiente para Gregg Popovich mais do que ferver; explodir. O técnico do Spurs foi mais cedo para os vestiários após suposta falta não marcada de Paul Millsap em LaMarcus Aldridge. O treinador reclamou de forma agressiva diante da decisão e precisou ser contido para não protagonizar cenas lamentáveis. “Vocês terão que perguntar aos árbitros”, limitou-se a declarar, após a partida, quando perguntado sobre o que aconteceu.

Um pouco depois, Popovich se juntou ao técnico adversário, Michael Malone, que concedia entrevista coletiva. O papo entre os treinadores foi tão rápido como a presença do comandante texano em quadra. “Estávamos aqui falando sobre um recorde que foi estabelecido hoje”, disse Malone. “O que aconteceu?”, perguntou Pop. “Alguém foi expulso com 63 segundos”, respondeu o mandante. “É sério? Esta pessoa deve ter batido em alguém. Alguém foi atingido hoje? Alguém foi xingado ou algo assim?”, brincou o visitante, deixando a cena e encerrando o papo.

Coincidência ou não, Kevin Durant também foi expulso após ser punido com a segunda falta técnica no terceiro quarto da noite dessa terça-feira durante um arremesso de três pontos. O motivo: uma suposta falta não marcada pela arbitragem. Causada por quem? Paul Millsap. O astro do Golden State Warriors também foi direcionado aos vestiários, mas pelo menos viu sua equipe fechar a noite com a vitória. O mesmo não pode ser dito de Popovich.

Superioridade

Só de olhar o placar já dá para perceber que o Nuggets fez prevalecer o mando de quadra. A equipe de Denver construiu firmemente a liderança contra o Spurs antes de esvaziar o banco de reservas com cerca de cinco minutos restantes. Com a expulsão de Pop, Ettore Messina assumiu o comando do time. Não por sua culpa, a equipe San Antonio não ficou à frente do placar em nenhum momento. O banco do alvinegro teve chance de mostrar serviço, e Loonie Walker IV fez 16 pontos em 16 minutos. Além dele, Davis Bertans fez 11 pontos em 27 minutos.

Reforço na área

O Spurs anunciou nesta quinta-feira a contratação de Donatas Motiejunas, ala-pivô de 2,13m e 28 anos que estava no Shandong Golden Stars, da China. Pela equipe, na temporada 2018/2019, apresentou médias de 27,3 pontos, 14 rebotes e 4,2 assistências por exibição. O letão, anteriormente, atuou cinco temporadas na NBA, defendendo Houston Rockets e New Orleans Pelicans. Devido à política da equipe, os termos do acordo não foram divulgados.

https://platform.twitter.com/widgets.js

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 16 pontos, 6 rebotes e 3 tocos

Loonie Walker IV – 16 pontos

DeMar DeRozan – 11 pontos e 3 assistências

Davis Bertans – 11 pontos e 3 roubos de bola

Denver Nuggets

Nikola Jokic – 20 pontos, 11 rebotes e 9 assistências

Malik Beasley – 19 pontos

Monte Morris – 19 pontos, 3 rebotes e 3 assistências

Jamal Murray – 14 pontos, 11 assistências e 6 rebotes

Gary Harris – 11 pontos e 4 rebotes

Will Barton – 11 pontos

Spurs (45-33) @ Nuggets (51-26) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ Denver Nuggets – Temporada regular

Data: 03/04/2019

Horário: 22h00 (Horário de Brasília)

Local: Pepsi Center

Onde assistir: ESPN e NBA League Pass

Após bater o Atlanta Hawks em casa, o San Antonio Spurs volta à quadra no dia seguinte para visitar o Denver Nuggets. O duelo tem importância especial por ser a prévia de possível confronto na primeira rodada dos playoffs da Conferência Oeste, uma vez que o time texano está na sétima posição, e o do Colorado ocupa a vice-liderança, só atrás do Golden State Warriors. As equipes se enfrentaram três vezes na temporada, e o mando de quadra sempre prevaleceu. Os mandantes, assim como o alvinegro, estiveram em ação nessa terça-feira.

Confrontos na Temporada (2-1)

26/12/2018 – Spurs 111 vs 103 Nuggets

No primeiro confronto da temporada, disputado no AT&T Center, o Spurs venceu o Nuggets em grande exibição dos seus dois astros. DeMar DeRozan registrou 30 pontos, sete rebotes e cinco assistências, e LaMarcus Aldridge anotou 27 pontos e quatro rebotes.

29/12/2018 – Spurs 99 @ 102 Nuggets

Poucos dias depois do primeiro duelo, o Spurs visitou o Nuggets e lutou até o fim, mas acabou derrotado pelo então líder da Conferência Oeste. LaMarcus Aldridge se destacou de novo pelo alvinegro, dessa vez com 24 pontos, sete rebotes e três assistências

04/03/2019 – Spurs 104 vs 103 Nuggets

Foi suado, mas o Spurs conseguiu vencer o Nuggets no AT&T Center na terceira vez em que as equipes se encontraram na temporada. O duelo, assim como a atual posição das equipes, marcou uma possível prévia da primeira rodada de playoffs. O destaque na ocasião foi DeMar DeRozan, que deixou a quadra com 24 pontos, sete assistências, seis rebotes e três roubadas de bola, enquanto LaMarcus Aldridge contribuiu com 22 pontos e nove rebotes.

PG – Derrick White

SG – Bryn Forbes

SF – DeMar DeRozan

PF – Rudy Gay

CLaMarcus Aldridge

Fique de Olho – Se Nikola Jokic é o destaque do Denver Nuggets, LaMarcus Aldridge pode ter mais uma atuação interessante contra o adversário. Nos três confrontos entre os dois times na temporada, anotou ao menos 22 pontos contra o sérvio. O duelo pode ainda ser um termômetro antes do playoffs, já a primeira rodada pode reservar justamente o oponente desta quarta-feira.

PG – Jamal Murray

SG – Gary Harris

SF – Will Barton

PF – Paul Millsap

CNikola Jokic

Fique de Olho – Nikola Jokic é uma das referências do Nuggets. O pivô é completo: pontua, conquistas rebotes e distribui assistências. Mas, no último jogo, contra o Golden State Warriors, deu azar e permitiu que DeMarcus Cousins tivesse sua melhor atuação na temporada. Em casa, contra Aldridge, que não é essencialmente um pivô 5, pode se destacar.

Spurs (44-32) vs Cavaliers (19-57) – Manu para sempre

 

116×110

Após perder para o Charlotte Hornets, o San Antonio Spurs entrou em quadra nesta quinta-feira (28) em um dia histórico para a franquia. O alvinegro suou para vencer o Cleveland Cavaliers por 116 a 110, mas a ocasião ficou marcada mesmo pela aposentadoria do número 20, utilizado por Manu Ginobili por 16 temporadas. Confira, a seguir, os destaque do confronto.

Ginobili é o nono jogador com número imortalizado pela franquia (Reprodução/twitter.com/Spurs)

O jogo

A noite era texana com uma pitada argentina pela celebração a Ginobili. Porém, o Cavaliers foi até o AT&T Center disposto a jogar água no chopp da festividade e quase surpreendeu os donos da casa. A partida foi acirrada do começo ao fim, com o Spurs anotando somente 17 pontos no segundo quarto, mas recuperando-se no terceiro, no qual fez 40.

Como não poderia deixar de ser dramático, o Spurs só conquistou a vitória nos instantes finais, literalmente. Restando apenas 13,5 segundos no relógio, DeMar DeRozan achou Patty Mills na zona morta, e o australiano, no melhor estilo Ginobili de decidir, converteu o chute de três pontos que deu vantagem de 114 a 110 para o time. Rudy Gay selou a vitória suada com um rebote ofensivo restando três segundos para o fim e, após sofrer falta, converteu os dois lances livres.

Nostalgia

É impossível falar de Manu Ginobili sem citar em algum momento Tim Duncan e Tony Parker. Juntos, os três formaram o trio com maior número de vitórias da história da NBA. De quebra, são amigos pessoais fora das quadras. Ao converteu a bola de três pontos, Mills comemorou com DeRozan enquanto o Cavaliers pedia tempo. Das arquibancadas, Manu, Tony e Tim se levantaram e se juntaram ao AT&T Center aplaudir a cesta que praticamente assegurou a vitória.

Dificilmente proposital, a cesta de Mills fez lembrar os diversos jogos em que Manu foi decisivo – o chamado clutch – no fim, fosse em momentos com a bola nas mãos ou até sem ela. Quem não lembra daquele toco sensacional sobre James Harden? Outro fato curioso a se apontar: o desempenho do banco foi bastante importante para a vitória. É sempre bom lembrar que o camisa #20 foi eleito, em 2008, o melhor sexto-homem da liga. Coincidências quase poéticas.

Da Argentina, para a História

Ginobili se tornou o nono Spur até ter sua camisa aposentada. Anterior a ele, foi Duncan, seu companheiro de big three, que viu o número 21 ser eternizado no teto do AT&T Center. O astro argentino ficou 16 temporadas na NBA, todas elas defendendo a franquia de San Antonio. Uma carreira repleta de lembranças, conquistas e reconhecimento por vários jogadores e técnicos.

“Foi muito bom sentir o clima e a energia no ginásio para algo maior do que o nosso time. É o que estamos reconhecendo esta noite: alguém que sacrificou tanto por essa franquia e entendeu que o quadro geral é muito maior do que ele. Você entende que tem que jogar com paixão, e você tem que jogar com o coração. Você tem que jogar com todo o seu coração na mão, e isso é o que Manu fez tão bem e que o fez tão bom”, disse Mills após a partida.

Cestinha do jogo, DeRozan revelou que tem apenas um arrependimento de ter se juntado ao Spurs nesta temporada: não ter tido a chance de jogar com Ginobili. “Eu queria de ter tido um ano para jogar com ele, mas ser capaz de testemunhar isso é muito legal”, afirmou.

Evidentemente, não foram apenas os jogadores do Spurs que falaram sobre Ginobili. Duncan fez a plateia rir na cerimônia, e o técnico Gregg Popovich afirmou que o time não teria sido campeão se não fosse pelo argentino. Acompanhado pela esposa e filhos, o ex-jogador viu o número 20 ganhar seu lugar ao lado de tantas lendas que passaram pela franquia texana.

A homenagem completa está disponível no Youtube oficial da NBA. Clique aqui para assistir.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

DeMar DeRozan – 25 pontos e 8 assistências

Bryn Forbes – 19 pontos, 6 rebotes, 4 assistências e 3 roubos de bola

Marco Belinelli – 16 pontos

LaMarcus Aldridge – 14 pontos e 3 rebotes

Rudy Gay – 12 pontos e 8 rebotes

Patty Mills – 11 pontos, 4 rebotes e 3 assistências

Cleveland Cavaliers

Collin Sexton – 24 pontos e 3 assistências

Kevin Love – 18 pontos e 8 rebotes

Brandon Knight – 14 pontos

Larry Nance Jr – 13 pontos, 11 rebotes e 4 assistências

David Nwaba – 11 pontos e 3 rebotes

Jordan Clarkson – 10 pontos, 6 rebotes e 3 assistências