Arquivo do autor:Lucas Pastore

Spurs (11-12) vs Blazers (13-10) – Alívio

 131×118

Vindo de derrotas pesadas para Minnesota Timberwolves e Houston Rockets, o San Antonio Spurs recebeu o Portland TrailBlazers nesse domingo (2) precisando se recuperar. Mesmo enfrentando uma pedreira, a equipe texana deu conta do recado e venceu o oponente pelo placar de 131 a 118. Vamos, a seguir, aos destaques do confronto.

DeRozan comandou a vitória do Spurs (Reprodução/twitter.com/spurs)

Comando dos astros

Como tinha que ser, o Spurs ganhou graças a grandes exibições de DeMar DeRozan e LaMarcus Aldridge, seus dois principais jogadores. O ala-armador deixou a quadra com 36 pontos, oito rebotes, seis assistências e duas roubadas de bola, enquanto o ala-pivô registrou 29 pontos, oito rebotes e três assistências, precisando de somente 15 arremessos para chegar aos números. Quando a dupla consegue apresentar esse nível de atuação de maneira conjunta, a equipe de San Antonio tem chances de vitória consideravelmente maiores.

Poder de fogo

O Spurs começou a partida com uma mudança no quinteto inicial. Davis Bertans iniciou a partida e, na nova função, anotou dez pontos, convertendo dois dos três tiros de três pontos que tentou. Assim, o time titular do Spurs cerca DeRozan e Aldridge com três arremessadores. Bryn Forbes registrou sete pontos e três rebotes, acertando uma das duas bolas de três que arriscou, e Rudy Gay, surpreendentemente eficiente no fundamento, conseguiu 18 pontos, três rebotes e três assistências, com quatro arremessos de quatro certos em quatro tentados.

Dante Cunningham, por sua vez, foi para o banco e jogou só 11 minutos, mesmo com a rotação encurtada graças ao desfalque de Marco Belinelli, que não jogou por conta de uma lesão no pescoço. Por isso, fica a pergunta: em um elenco com possibilidades medíocres para a defesa, será que não seria o caso de apostar tudo no ataque? Contra o Blazers, o Spurs acertou 11 dos 15 arremessos de três que tentou, conseguindo 70% de aproveitamento pela primeira vez desde 2006. Tomou 118 pontos, mas fez 131. Pode ser um caminho interessante.

Há esperança?

O Spurs, que começou o domingo na penúltima posição na Conferência Oeste, ultrapassou Utah Jazz e Minnesota Timberwolves com a vitória sobre o Blazers. A equipe texana segue um jogo atrás do Dallas Mavericks, oitavo colocado, e precisa engrenar uma reação o mais rapidamente possível para não se distanciar da zona de classificação para os playoffs.

Destaques da partida 

San Antonio Spurs

DeMar DeRozan – 36 pontos, 8 rebotes, 6 assistências e 2 roubos de bola

LaMarcus Aldridge – 29 pontos, 8 rebotes e 3 assistências

Rudy Gay – 18 pontos, 3 rebotes e 3 assistências

Patty Mills – 15 pontos e 6 assistências

Derrick White – 10 pontos, 6 assistências e 5 rebotes

Davis Bertans – 10 pontos

Portland TrailBlazers

Damian Lillard – 37 pontos, 10 assistências e 2 roubos de bola

CJ McCollum – 24 pontos e 3 assistências

Al-Farouq Aminu – 20 pontos e 9 rebotes

Jusuf Nurkic – 16 pontos, 8 rebotes, 5 assistências e 2 roubos de bola

Anúncios

Spurs (10-12) vs Blazers (13-9) – Temporada Regular

San Antonio Spurs vs Portland TrailBlazers – Temporada regular

Data: 02/12/2018

Horário: 22h00 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Onde assistir: Sportv e NBA League Pass

Vindo de duas derrotas esmagadoras – para o Minnesota Timberwolves e para o Houston Rockets -, o San Antonio Spurs, penúltimo colocado na Conferência Oeste, recebe o Portland TrailBlazers para tentar a recuperação. A equipe texana tem Dejounte Murray e Pau Gasol como desfalques e Marco Belinelli e Lonnie Walker como dúvidas – o segundo já está em condições de jogo, mas pode passar um tempo no Austin Spurs antes de ser integrado ao elenco. Os visitantes, por sua vez, ainda não sabe se poderão contar com Evan Turner.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

Série na temporada (0-1)

20/10/2018 – Spurs 108 @ 121 Blazers

No começo da temporada, o Spurs sofreu sua primeira derrota da campanha em visita ao Blazers. DeMar DeRozan, com 28 pontos e nove assistências, se destacou na ocasião.

PG – Bryn Forbes

SG – DeMar DeRozan

SF – Rudy Gay

PF – Dante Cunningham

C – LaMarcus Aldridge

Fique de Olho – Dante Cunningham tem começado a maioria dos jogos do Spurs como titular. Porém, como o Blazers não tem grandes pontuadores nas posições 3 e 4, o especialista em defesa pode perder espaço na rotação para a partida. Até aqui, na temporada, o ala do time de San Antonio tem médias de 4,5 pontos e 4,7 rebotes em 22,5 minutos por exibição.

PG – Damian Lillard

SG – CJ McCollum

SF – Mo Markless

PF – Al-Farouq Aminu

C – Jusuf Nurkic

Fique de Olho – A possível ausência de Evan Turner aumenta a importância de Al-Farouq Aminu na rotação do Blazers. Até aqui, na temporada, o ala tem médias de 8,5 pontos e 7,9 rebotes em 29,3 minutos por exibição e deve ser o responsável por marcar DeRozan.

Spurs (10-12) x Rockets (10-11) – Penúltimo

 105×136

Nessa sexta-feira (30), o San Antonio Spurs recebeu o Houston Rockets e perdeu para o rival por 136 a 105. Com isso, a equipe texana caiu para a penúltima posição na Conferência Oeste, algo incomum para os torcedores que acompanham a franquia. O alvinegro segue sem se encontrar na defesa e acumula recordes negativos. Vamos, a seguir, aos destaques da partida.

Harden e companhia acabaram com o Spurs (Reprodução/twitter.com/HoustonRockets)

Historicamente ruim

A derrota por 31 pontos de diferença foi a segunda maior da história do Spurs no AT&T Center. Com o resultado, a equipe de San Antonio está dois jogos abaixo dos 50% de aproveitamento pela primeira vez desde novembro de 2009, quando venceu somente quatro dos dez primeiros jogos da temporada. Ao menos, o time está a apenas um jogo do Minnesota Timberwolves, que está na oitava colocação e fecha a zona de classificação para os playoffs.

Cadê a defesa?

O Spurs sofreu 135 pontos pela quarta vez na temporada, pior marca da liga. Nos 22 anos em que Gregg Popovich treinou o time, isso só havia acontecido duas vezes. Além disso, a equipe permitiu que o Rockets marcasse 70 pontos no primeiro tempo e 40 no terceiro quarto, suas piores marcas nesta campanha. Foi a primeira derrota do time em 2018/2019 quando LaMarcus Aldridge atinge a segunda dezena de pontos – ele anotou 20 pontos e seis rebotes.

Dupla de armação

Entre as poucas notícias boas para o Spurs estão as exibições de sua dupla de armação. DeMar DeRozan anotou 18 pontos, cinco assistências e duas roubadas de bola e se tornou o primeiro jogador da história da franquia a pontuar em dígitos duplos nos primeiros 22 jogos de uma temporada desde que David Robinson o fez como novato. Além disso, Bryn Forbes, que fez dez pontos, chegou à 50ª bola de três convertida em 2018/2019, início de campanha que só foi superado por Manu Ginobili, Richard Jefferson e Roger Mason Jr. em San Antonio.

Enquanto isso, em Austin

Recuperado de lesão, Lonnie Walker fez o primeiro jogo profissional da sua carreira. O ala-armador foi titular do Austin Spurs na derrota por 125 a 122 para o Agua Caliente Clippers of Ontario e anotou 14 pontos, duas assistências e dois rebotes em 19 minutos.

Destaques da partida 

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 20 pontos, 6 rebotes e 2 tocos

DeMar DeRozan – 18 pontos, 5 assistências e 2 roubos de bola

Derrick White – 11 pontos, 9 assistências e 5 rebotes

Bryn Forbes – 10 pontos

Marco Belinelli – 10 pontos

Houston Rockets

Clint Capela – 27 pontos, 12 rebotes e 4 tocos

Eric Gordon – 26 pontos e 3 rebotes

James Harden – 23 pontos, 10 assistências e 7 rebotes

Chris Paul – 14 pontos, 10 assistências e 5 rebotes

Gerand Green – 11 pontos, 3 rebotes, 3 assistências e 2 roubos de bola

Spurs (10-11) x Rockets (9-11) – Temporada regular

San Antonio Spurs vs Houston Rockets – Temporada regular

Data: 30/11/2018

Horário: 23h00 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Onde assistir: ESPN e NBA League Pass

Vindo de constrangedora derrota para o Minnesota Timberwolves, o San Antonio Spurs recebe o Houston Rockets em clássico texano de duas equipes que precisam urgentemente vencer se não quiserem se distanciar da zona de classificação para os playoffs. O alvinegro segue sem os machucados Dejounte Murray, fora da temporada, e Pau Gasol, fora até pelo menos o dia 15 de janeiro. A boa notícia é que Lonnie Walker já está em condições de jogo e volta a disputar uma partida oficial também nesta sexta-feira, quando o Austin Spurs recebe o Agua Caliente Clippers em confronto válido pela G-League. Os visitantes, por sua vez, têm Brandon Knight, Carmelo Anthony e Nenê como baixas e Chris Paul, Gerand Green e Qi Zhou como dúvidas.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

Série na temporada (1-0)

10/11/2018 – Spurs 96 x 89 Rockets

No primeiro clássico da temporada, também disputado no AT&T Center, o Spurs levou a melhor sobre o Rockets. LaMarcus Aldridge anotou 27 pontos e dez rebotes e se destacou na ocasião.

PG – Bryn Forbes

SG – DeMar DeRozan

SF – Rudy Gay

PF – Dante Cunningham

C – LaMarcus Aldridge

Fique de Olho – Aproveitando-se de temporada que começou sem Dejounte Murray, Derrick White e Lonnie Walker, Bryn Forbes assumiu a condição de titular e vem surpreendendo, registrando média de 12,6 pontos por exibição e convertendo 45% de suas bolas de três pontos. White já voltou e virou reserva, e o camisa #11 agora tenta “sobreviver” ao retorno de Walker.

PG – Eric Gordon

SG – James Harden

SF – James Ennis III

PF – PJ Tucker

C – Clint Capela

Fique de Olho – Com o afastamento de Carmelo Anthony, PJ Tucker, provável responsável por marcar DeMar DeRozan, ganhou ainda mais importância na rotação do Rockets. Até aqui, na temporada, o ala tem médias de oito pontos e 6,1 rebotes em 36,1 minutos por exibição.

Spurs contrata Ben Moore, diz site

De acordo com reportagem de Shams Charania, jornalista do site americano The Athletic, Ben Moore assinou contrato two-way com o San Antonio Spurs. O ala de 23 anos de idade e 2,03m de altura começou a temporada no Indiana Pacers, que o dispensou no dia 3 de novembro.

Ben Moore reforça o Spurs (Thearon W. Henderson/Getty Images)

Moore foi formado no basquete universitário americano, onde jogou por quatro anos. Na temporada 2016/2017, sua última na NCAA, apresentou médias de 11,4 pontos e 7,8 rebotes em 32,3 minutos por exibição, convertendo 56% de seus arremessos de quadra, 20% de suas bolas de três pontos e 62,5% de seus lances livres defendendo as cores do time de SMU.

Depois de não ser escolhido no Draft de 2017, Moore fechou com o Fort Wayne Mad Ants, franquia da G-League filiada ao Pacers. Pelo time, apresentou médias de 11,8 pontos e 6,4 rebotes em 27,9 minutos por exibição na temporada 2017/2018, convertendo 55,5% de seus arremessos de quadra, 35,2% de suas bolas de três e 81,2% de seus lances livres.

Em janeiro, Moore assinou contrato two-way com o Pacers. Antes do fim da temporada, disputou duas partidas, registrando apenas um rebote em 9,2 minutos no total. Depois, o ala assinou vínculo profissional com a franquia de Indiana para 2018/2019, mas acabou dispensado.

Antes de fechar contrato com o alvinegro de San Antonio, Moore ainda disputou quatro partidas pelo Mad Ants na temporada 2018/2019 da G-League, registrando, em média, 20 pontos e 6,8 rebotes em 25 minutos por exibição, convertendo 73,2% de seus arremessos de quadra, 28,6% de suas bolas de três pontos e 78,3% de seus lances livres a serviço da equipe.

Contratos two-way são um misto entre uma franquia da NBA e sua afiliada da G-League. Com isso, Moore vai se revezar entre o time de San Antonio e o Austin Spurs durante a temporada. Com o ala, o alvinegro agora tem 17 jogadores, o máximo permitido pela liga profissional americana de basquete, e precisará dispensar alguém se quiser buscar outro reforço.