Arquivo do autor:Lucas Pastore

Spurs (0) @ Warriors (0) – Primeira rodada dos playoffs

San Antonio Spurs @ Golden State Warriors – Temporada Regular

Data: 14/04/2018

Horário: 16h00 (Horário de Brasília)

Local: Oracle Arena

Onde assistir: ESPN e NBA League Pass

Cotação no Apostas Online: Spurs 4,00 @ Warriors 1,28 (favorito)

Depois de terminar a temporada na sétima colocação da Conferência Oeste, o San Antonio Spurs estreia nos playoffs contra o Golden State Warriors, atual campeão da NBA e vice-líder da classificação. A equipe texana continua sem Kawhi Leonard, que se recupera de lesão. Os mandantes, por sua vez, não terão Stephen Curry e Patrick McCaw, machucados.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

 

PG – Dejounte Murray

SG – Patty Mills

SF – Danny Green

PF – Kyle Anderson

C – LaMarcus Aldridge

Fique de Olho – Se o Warriors confirmar o favoritismo e eliminar o Spurs, uma das únicas notícias boas para a torcida do alvinegro texano na temporada terá sido a possibilidade de acelerar o desenvolvimento de Dejounte Murray. Contra o time de Golden State, o jovem armador deve começar o jogo com a responsabilidade de comandar o ataque e marcar Klay Thompson, perseguindo-o em meio a corta-luzes. Na temporada, o camisa #5 do time de San Antonio teve médias de 8,1 pontos e 5,7 rebotes em 21,5 minutos por partida. Contando apenas os três duelos que fez contra os atuais campeões, esses números se transformam em nove pontos, 6,3 rebotes e 4,3 assistências em 26,3 minutos por exibição.

PG – Quin Cook

SG – Klay Thompson

SF – Kevin Durant

PF – Draymond Green

C – Zaza Pachulia

Fique de Olho – As lesões de Curry e McCaw viraram uma oportunidade para Cook começar como titular os primeiros playoffs de sua carreira. O armador terminou a temporada com médias de 9,5 pontos e 2,7 assistências em 22,4 minutos por exibição. Jogou duas vezes contra o Spurs, sustentando 11 pontos, três assistências e três rebotes em 29,5 minutos por partida.

Anúncios

Pop chama Kawhi para ciclo olímpico dos Estados Unidos

Nesta sexta-feira (6), a USA Basketball, entidade que gere o basquete americano, anunciou lista com 35 pré-convocados por Gregg Popovich para a seleção para o ciclo olímpico que se encerrará nos Jogos de 2020. Em sua estreia como comandante da equipe nacional, o treinador do San Antonio Spurs incluiu Kawhi Leonard, ala da franquia texana, na relação.

Kawhi Leonard em ação pela seleção americana (Reprodução/usab.com)

Leonard participou de nove dos 79 jogos que o Spurs fez na temporada 2017/2018, apresentando médias de 16,2 pontos, 4,7 rebotes e duas roubadas de bola em 23,3 minutos por exibição. De acordo com relatos da imprensa americana especializada em NBA, um dos problemas do ala, que começou a campanha se recuperando de lesão no quadríceps da perna direita, é a suposta relação ruim sua e de seu estafe com a franquia de San Antonio.

Campeã olímpica em 2016, a seleção americana começou o ciclo com uma equipe formada majoritariamente por jogadores da D-League, vencendo a Copa América de 2017 e seus quatro primeiros compromisso nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2019. Na offseason, os jogadores da NBA podem estrear contra o México, dia 28 de junho, e Cuba, dia 1º de julho.

Segundo o comunicado emitido pela USA Basketball, espera-se que a seleção americana seja formada com base nestes 35 jogadores na Copa do Mundo de 2019 e na Olimpíada de 2020.

CONFIRA OS PRÉ-CONVOCADOS POR POP:

Armadores
Chris Paul (Houston Rockets)
Damian Lillard (Portland TrailBlazers)
Isaiah Thomas (Los Angeles Lakers)
John Wall (Washington Wizards)
Kemba Walker (Charlotte Hornets)
Kyle Lowry (Toronto Raptors)
Kyrie Irving (Boston Celtics)
Mike Conley (Memphis Grizzlies)
Russell Westbrook (Oklahoma City Thunder)
Stephen Curry (Golden State Warriors)

Alas-armadores
Bradley Beal (Washington Wizards)
CJ McCollum (Portland TrailBlazers)
DeMar DeRozan (Toronto Raptors)
Devin Booker (Phoenix Suns)
Eric Gordon (Houston Rockets)
Klay Thompson (Golden State Warriors)
Victor Oladipo (Indiana Pacers)

Alas
Gordon Hayward (Boston Celtics)
Harrison Barnes (Dallas Mavericks)
James Harden (Houston Rockets)
Jimmy Butler (Minnesota Timberwolves)
Kawhi Leonard (San Antonio Spurs)
Kevin Durant (Golden State Warriors)
Khris Middleton (Milwaukee Bucks)
LeBron James (Cleveland Cavaliers)
Paul George (Oklahoma City Thunder)

Alas-pivôs
Anthony Davis (New Orleans Pelicans)
Blake Griffin (Detroit Pistons)
Draymond Green (Golden State Warriors)
Kevin Love (Cleveland Cavaliers)
Tobias Harris (Los Angeles Clippers)

Pivôs
Andre Drummond (Detroit Pistons)
DeAndre Jordan (Los Angeles Clippers)
DeMarcus Cousins (New Orleans Pelicans)
Myles Turner (Indiana Pacers)

Spurs (45-34) @ Lakers (34-44) – Derrota frustrante

112×122

Nessa quarta-feira (4), o San Antonio Spurs visitou o Los Angeles Lakers e perdeu para o adversário pelo placar de 122 a 112 após prorrogação. Com o resultado, a equipe texana foi varrida pelo time angelino na temporada e se complicou na briga por mando de quadra na primeira rodada dos playoffs. Vamos, a seguir, aos destaques do confronto.

Murray conseguiu bons números (Reprodução/nba.com/spurs)

Panorama preocupante

Um dos mais promissores técnicos da NBA, Luke Walton pode ter mostrado para o resto da liga um jeito fácil de vencer o Spurs. Após LaMarcus Aldridge marcar 26 pontos nos três primeiros quartos da partida, o treinador mandou seus comandados dobrarem a marcação sobre o ala-pivô, forçando-o a se livrar da bola para procurar arremessadores livres. O resto do elenco não ajudou, e o astro marcou apenas mais dois pontos somando o quarto período e a prorrogação, deixando a quadra com 28 pontos, nove rebotes e quatro assistências em 44 minutos.

Parker ainda não decolou (Reprodução/nba.com/spurs)

Sem resposta

Outro truque de Walton para expor as vulnerabilidades do Spurs foi acelerar o ritmo e apostar no contra-ataque. Sem poder contar com Lonzo Ball, seu principal organizador, e Brandon Ingram, bom pontuador no mano a mano, o Lakers correu com a bola e fez 21 pontos em contra-golpes, contra apenas nove do alvinegro. No primeiro quarto, a diferença no fundamento foi ainda maior: 11 a dois para os angelinos.

Pesadelo angelino

Com o resultado, o Lakers chegou à terceira vitória nos três confrontos que fez com o Spurs na temporada e conseguiu a primeira varrida sobre o time texano desde a temporada 1997/1998. A derrota na prorrogação veio um dia depois de o alvinegro desperdiçar chance de triunfar e perder para o Los Angeles Clippers no mesmo ginásio. Definitivamente, um pesadelo angelino.

E agora?

Com o resultado, o Spurs aparece na quinta colocação da Conferência Oeste, apenas meio jogo atrás do Utah Jazz, quarto colocado. Por outro lado, o alvinegro está só uma partida e meia à frente do Denver Nuggets, que está em nono. Para se classificar para os playoffs sem depender dos adversários, o alvinegro precisa vencer ao menos dois dos seus três compromissos finais.

Destaques da partida 

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 28 pontos, 9 rebotes e 4 assistências

Dejounte Murray – 23 pontos, 10 rebotes, 6 assistências e 2 roubos de bola

Rudy Gay – 14 pontos e 5 rebotes

Pau Gasol – 11 pontos, 12 rebotes e 3 assistências

Los Angeles Lakers

Kyle Kuzma – 30 pontos e 5 rebotes

Kentavious Caldwell-Pope – 21 pontos, 6 rebotes e 6 assistências

Channing Frye – 19 pontos e 4 rebotes

Julius Randle – 12 pontos, 5 assistências e 4 rebotes

Tyler Ennis – 10 pontos e 7 assistências

Spurs (45-33) @ Lakers (33-44) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ Los Angeles Lakers – Temporada Regular

Data: 04/04/2018

Horário: 23h30 (Horário de Brasília)

Local: Staples Center

Onde assistir: NBA League Pass

Cotação no Apostas Online: Spurs 1,35 (favorito ) @ Lakers 3,20

Um dia após perder para o Los Angeles Clippers, o San Antonio Spurs, quinto colocado na Conferência Oeste, visita o Los Angeles Lakers no mesmo ginásio para tentar se manter na briga por mando de quadra na primeira rodada dos playoffs. Ainda sem Kawhi Leonard, o alvinegro não terá Manu Ginobili, poupado por se tratar de um back-to-back. Já os angelinos têm Isaiah Thomas e Luol Deng como baixas e Lonzo Ball e Brandon Ingram como dúvidas.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

Confrontos na temporada (0-2)

12/01/2018 – Spurs 83 @ 91 Lakers

Depois de dois dias de descanso, o Spurs viajou até a California e perdeu para os Lakers. Em partida marcada por inúmeros erros dos texanos, o time da casa venceu e levou a melhor.

03/03/2018 – Spurs 112 x 116 Lakers

Em sua pior fase na temporada, o Spurs perdeu para o Lakers mesmo jogando no AT&T Center. Pau Gasol, com 19 pontos, dez rebotes, oito rebotes e três tocos, se destacou.

PG – Dejounte Murray/Tony Parker

SG – Patty Mills

SF – Danny Green

PF – Kyle Anderson

C – LaMarcus Aldridge

Fique de Olho – Sem Manu Ginobili, Tony Parker deve ganhar protagonismo no comando da segunda unidade. Na temporada, o francês tem médias de oito pontos e 3,7 assistências em 19,7 minutos por exibição. Contando apenas os jogos em que o camisa #9 sai do banco de reservas, esses números caem para 7,9 pontos e 3,5 assistências em 18,3 minutos por partida.

PG – Alex Caruso

SG – Kentavious Caldwell-Pope

SF – Kyle Kuzma

PF – Julius Randle

C – Brook Lopez

Fique de Olho – Em alta nas últimas semanas, Julius Randle tenta provar que merece ficar no Lakers na próxima temporada. Até aqui, em 2017/2018, o ala-pivô da franquia de Los Angeles tem médias de 16,2 pontos e 8,1 rebotes em 27 minutos por exibição.

Spurs (44-32) x Thunder (44-32) – Vitória gigante

103×99

Nessa quinta-feira (29), o San Antonio Spurs recebeu o Oklahoma City Thunder e venceu o adversário pelo placar de 103 a 99. O triunfo foi importantíssimo, já que a equipe texana ultrapassou o oponente nos critérios de desempate e assumiu a quarta colocação na equilibradíssima Conferência Oeste. Vamos, a seguir, aos destaques do confronto.

Mills fez 14 pontos (Reprodução/nba.com/spurs)

Ajuda importante

Como sempre, LaMarcus Aldridge foi destaque do Spurs ao anotar 25 pontos, 11 rebotes e dois tocos em 34 minutos. No entanto, limitado pelo problema no joelho esquerdo, o ala-pivô caiu após o intervalo – fez 19 pontos no primeiro tempo e acertou apenas um arremesso de quadra no segundo. Ao menos, se tratou de lance decisivo: restando 53 segundos, o astro bateu Steven Adams no drible e enterrou para abrir importante vantagem de três pontos para o alvinegro. Para guiar o time à vitória, o camisa #12 precisou da ajuda do elenco de apoio.

Histórico

Manu Ginobili deixou a quadra com dez pontos, três rebotes e duas roubadas de bola em 15 minutos. Com isso, se tornou o maior ladrão de bolas da história do Spurs com 1.389. O astro deixou para trás o ex-pivô David Robinson, outro ídolo da franquia de San Antonio, que acumulou 1.388 durante sua carreira. Além do ala-armador argentino, mais três jogadores ajudaram Aldridge com dígitos duplos contra o Thunder: Patty Mills, que registrou 14 pontos, Danny Green, que anotou 11 pontos e quatro rebotes, e Kyle Anderson, que contribuiu com dez pontos e duas roubadas de bola.

Do outro lado

Em determinado momento do jogo, o Thunder aproveitou os minutos de descanso de Aldridge, que estava no banco de reservas para conseguir uma corrida de 13 a 2, abrindo 74 a 68 no placar na metade do terceiro quarto.

Para virar, o Spurs usou a defesa no quarto quarto, restringindo o Thunder a 18 pontos na parcial, com somente 27% de aproveitamento nos arremessos de quadra.

Rotação mutante

Mais uma vez, Gregg Popovich mudou a rotação do Spurs. Mesmo contra um time que usa o móvel Carmelo Anthony na posição 4, o técnico promoveu o retorno de Pau Gasol ao time titular ao lado de Dejounte Murray, Patty Mills, Kyle Anderson e LaMarcus Aldridge. Com isso, Danny Green foi para o banco, e a necessidade de se ter um jogador de garrafão na reserva fez com que Davis Bertans voltasse a ganhar minutos no lugar de Bryn Forbes, que não teve minutos na partida em questão. Tony Parker, Manu Ginobili e Rudy Gay completaram a segunda unidade.

Destaques da partida 

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 25 pontos, 11 rebotes e 2 tocos

Patty Mills – 14 pontos

Danny Green – 11 pontos e 4 rebotes

Manu Ginobili – 10 pontos, 3 rebotes e 2 roubos de bola

Kyle Anderson – 10 pontos e 2 roubos de bola

Oklahoma City Thunder

Paul George – 26 pontos, 7 rebotes, 6 assistências e 4 roubos de bola

Russell Westbrook – 19 pontos, 11 rebotes, 5 assistências e 3 roubos de bola

Corey Brewer – 14 pontos, 3 assistências e 2 roubos de bola

Steven Adams – 10 pontos e 13 rebotes

Raymond Felton – 10 pontos e 3 rebotes