Arquivo do autor:Lucas Pastore

Spurs (35-22) @ Warriors (43-13) – Derrota esperada

105×122

Nesse sábado, (10), o San Antonio Spurs visitou o Golden State Warriors e acabou derrotado pelo adversário pelo placar de 122 a 105. Apesar de se tratar de um revés esperado, pelas ausências de Tony Parker, Dejounte Murray, Kawhi Leonard e Rudy Gay e pela qualidade do adversário, a atuação do alvinegro no começo do jogo empolgou seus torcedores, o que tornou o resultado decepcionante. Vamos, a seguir, aos destaques do confronto.

Ginobili foi bem saindo do banco (Reprodução/nba.com/spurs)

Banho de água fria

O Spurs começou muito bem a partida, superando a ausência de dois titulares, e terminou o primeiro quarto vencendo o Warriors por dez pontos de diferença mesmo jogando na casa do adversário. No entanto, no segundo e no terceiro períodos, o time californiano mostrou porque é considerado o melhor da NBA. A equipe da casa venceu as parciais por 31 a 18 e 33 a 20, respectivamente, demolindo a vantagem do alvinegro e abrindo sua própria.

Aldridge foi bem de novo (Reprodução/nba.com/spurs)

Briga por minutos

Quem mais aproveitou a lacuna deixada pelos lesionados nesse sábado foi Kyle Anderson. O ala, que jogou como titular no lugar de Leonard, anotou com 20 pontos, seis rebotes, quatro assistências, três roubadas de bola e dois tocos em 30 minutos e foi quem mais tempo jogou pelo Spurs. Com ele em quadra, o alvinegro fez dois pontos a mais do que levou, melhor marca de todo o time. LaMarcus Aldridge, com 20 pontos, cinco rebotes, quatro assistências e dois tocos, e Manu Ginobili, com 13 pontos e seis assistências vindo do banco, também se destacaram.

Rir para não chorar I

Sem Murray e Parker, Gregg Popovich lançou Patty Mills como titular pela segunda vez em dois jogos contra o Warriors. O australiano anotou sete pontos em 18 minutos e protagonizou momento engraçado. Depois de fazer duas faltas rapidamente, o jogador foi abordado por Popovich durante tempo técnico.

O treinador então chamou seus assistentes Ettore Messina, Ime Udoka e James Borrego, permitindo que votasse quem confiava no armador para continuar em quadra. Todos responderam afirmativamente, e o camisa #8 voltou para a partida.

Rir para não chorar II

Filho de Steve Kerr, Nick Kerr é funcionário da comissão técnica do Spurs. Pop brincou sobre o tema após o jogo, dizendo que tomou o celular do subordinado para que ele não desse dicas ao seu pai. O técnico do Warriors, que foi comandado pelo treinador em sua passagem pela franquia texana, respondeu dizendo que seu filho não é espião nem trabalha para a Rússia.

Destaques da partida 

San Antonio Spurs

Kyle Anderson – 20 pontos, 6 rebotes, 4 assistências, 3 roubos de bola e 2 tocos

LaMarcus Aldridge – 20 pontos, 5 rebotes, 4 assistências e 2 tocos

Manu Ginobili – 13 pontos e 6 assistências

Derrick White – 11 pontos e 7 rebotes

Davis Bertans – 10 pontos, 5 rebotes e 4 assistências

Golden State Warriors

Klay Thompson – 25 pontos e 3 rebotes

Draymond Green – 17 pontos, 11 assistências e 8 rebotes

Stephen Curry – 17 pontos, 8 assistências, 4 rebotes e 2 roubos de bola

David West – 13 pontos e 4 rebotes

Zaza Pachulia – 12 pontos e 3 rebotes

Kevin Durant – 10 pontos, 6 rebotes, 6 assistências e 2 tocos

Anúncios

Spurs (35-21) @ Warriors (42-13) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ Golden State Warriors – Temporada Regular

Data: 10/02/2018

Horário: 23h30 (Horário de Brasília)

Local: Oracle Arena

Onde assistir: ESPN e NBA League Pass

Após começar a edição de 2018 da Rodeo Road Trip com vitória sobre o Phoenix Suns e de passar pela data limite para trocas sem nenhuma transação, o San Antonio Spurs visita ninguém menos que o Golden State Warriors, equipe de melhor campanha na temporada. A equipe texana terá quatro desfalques importantes para a partida: Tony Parker, Dejounte Murray e Kawhi Leonard, fora ao menos até dia 12, e Rudy Gay, fora ao menos até dia 23. Já os mandantes, que venceram apenas dois de seus últimos cinco jogos, têm Jordan Bell como baixa.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

Confrontos na temporada (0-1)

03/11/2017 – Spurs 92 x 112 Warriors

Sem Tony Parker, Kawhi Leonard e Joffrey Lauvergne, o Spurs não foi páreo para o Warriors e acabou derrotado em casa. LaMarcus Aldridge, com 24 pontos e dez rebotes, se destacou.

PG – Patty Mills

SG – Danny Green

SF – Kyle Anderson

PF – Davis Bertans

C – LaMarcus Aldridge

Fique de Olho – Pela segunda vez seguida, Patty Mills deve começar jogando contra o Warriors. Na temporada, o australiano tem médias de 9,7 pontos e 2,6 assistências em 23,9 minutos por exibição. Considerando apenas as dez vezes em que fez parte do quinteto inicial, estes números sobem para 10,1 pontos e 3,9 assistências em 28,4 minutos por partida.

PG – Stephen Curry

SG – Klay Thompson

SF – Kevin Durant

PF – Draymond Green/David West

C – Zaza Pachulia

Fique de Olho – Protagonista de decepcionante passagem pelo Spurs na temporada 2015/2016, David West voltou a ser relevante no Warriors. Nas últimas semanas, com a lesão de Jordan Bell, sua importância aumentou. Até aqui, nesta campanha, o ala-pivô do time californiano tem médias de sete pontos e 3,4 rebotes em 13,5 minutos por exibição.

Spurs (34-21) x Jazz (24-28) – Derrota preocupante

111×120

Na noite desse sábado (3), o San Antonio Spurs recebeu o Utah Jazz no AT&T Center, no seu último compromisso antes do início da Rodeo Road Trip desta temporada, e perdeu para o adversário pelo placar de 120 a 111. Com isso, a equipe texana acumulou duas derrotas consecutivas em casa antes de cair na estrada. Vamos, a seguir, aos destaques do confronto.

Time titular não começou bem (Reprodução/nba.com/spurs)

Problemas na largada

Dejounte Murray fez história e se tornou o primeiro jogador desde Kawhi Leonard a anotar quinhentos pontos e trezentos rebotes em seus primeiros cem jogos com o Spurs. LaMarcus Aldridge, por sua vez, passou dos trinta pontos pela décima vez na temporada depois de ter conseguido fazê-lo apenas cinco vezes em seus primeiros dois anos pela franquia. Mesmo assim, a equipe texana teve problemas ofensivamente no primeiro quarto, repetindo o panorama das últimas partidas. Depois, foi difícil correr atrás do sólido time do Jazz para tentar a virada.

Aldridge até fez sua parte (Reprodução/nba.com/spurs)

Nova escalação?

Mesmo jogando contra Derrick Favors e Rudy Robert, que formam dupla mais tradicional de pivôs, o Spurs começou o jogo com Davis Bertans na posição quatro, movendo Aldridge para a cinco e relegando Pau Gasol à função de reserva. A equipe teve saldo positivo de um ponto nos 19 minutos em que o letão esteve em quadra, e o jogador foi o único titular a não ficar no vermelho na estatística. A boa atuação dos homens de garrafão pode fazer com que essa formação seja mais utilizada enquanto Kawhi Leonard e Rudy Gay não voltam.

Problemas na rotação?

Com os desfalques, a consequente utilização de Kyle Anderson no quinteto inicial e a opção técnica de escalar Dejounte Murray como armador titular, a segunda equipe do Spurs acaba ficando baixa demais. Contra o Jazz, além de Gasol, Manu Ginobili, Tony Parker, Patty Mills e Bryn Forbes foram os reservas mais utilizados. Talvez Gregg Popovich deva pensar em equilibrar a altura de suas duas unidades.

Cai na estrada!

Após a derrota, o Spurs cai na estrada para a Rodeo Road Trip, série anual de jogos disputados fora de casa enquanto o AT&T Center recebe um rodeio. A de 2018 será uma das mais difíceis da história recente: a equipe texana visita Phoenix Suns, Golden State Warriors, Utah Jazz, Denver Nuggets duas vezes e Cleveland Cavaliers antes de voltar ao seu ginásio para receber o New Orleans Pelicans dia 28 de fevereiro. Fica a expectativa pelos retornos de Leonard e Gay no período – segundo relatório médico oficial da franquia, o primeiro está fora ao menos até dia oito, enquanto o segundo será desfalque do alvinegro ao menos até dia 23.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 31 pontos, 5 rebotes, 3 assistências, 3 roubos de bola e 2 tocos

Manu Ginobili – 13 pontos e 3 assistências

Tony Parker – 11 pontos, 9 assistências e 3 rebotes

Patty Mills – 11 pontos

Dejounte Murray – 10 pontos e 5 rebotes

Utah Jazz

Ricky Rubio – 34 pontos, 9 assistências e 3 rebotes

Royce O’Neale – 18 pontos, 5 rebotes, 5 assistências e 3 roubos de bola

Derrick Favors – 14 pontos e 6 rebotes

Raulzinho – 12 pontos e 3 assistências

Rudy Gobert – 11 pontos, 10 rebotes, 3 assistências e 3 tocos

Joe Ingles – 10 pontos e 3 assistências

Spurs (34-20) x Jazz (23-28) – Temporada Regular

San Antonio Spurs x Utah Jazz – Temporada Regular

Data: 04/02/2018

Horário: 00h00 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Onde assistir: SporTV e NBA League Pass

Em seu último compromisso em casa antes da Rodeo Road Trip, o San Antonio Spurs recebe o Utah Jazz em jogo que será transmitido pelo SporTV. A equipe texana continua sem Kawhi Leonard e Rudy Gay, machucados, e ainda tem Brandon Paul como dúvida. Os visitantes, por sua vez, não poderão contar com Dante Exum, Rodney Rood e Thabo Sefolosha, lesionados.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

Confrontos na temporada (0-1)

22/12/2017 – Spurs 89 @ 100 Jazz

No primeiro duelo da temporada, disputado em Utah, o Spurs perdeu para o Jazz na segunda noite de um back-to-back. Bryn Forbes, com 12 pontos e cinco assistências, se destacou.

PG – Dejounte Murray

SG – Danny Green

SF – Kyle Anderson

PF – LaMarcus Aldridge/Davis Bertans

C – Pau Gasol

Fique de Olho – Enquanto Kawhi Leonard e Rudy Gay não voltam, Davis Bertans tenta aproveitar os minutos que ganha para provar que merece estar na rotação do Spurs. Até aqui, na temporada, o letão tem médias de seis pontos e 2,1 rebotes em 14,3 minutos por exibição.

PG – Ricky Rubio/Raulzinho

SG – Donovan Mitchell

SF – Joe Ingles

PF – Derrick Favors

C – Rudy Gobert

Fique de Olho – Como de costume nos últimos anos, Raulzinho aproveita a lesão de Dante Exum para ganhar espaço na rotação do Utah Jazz. Até aqui, na temporada, o armador brasileiro tem médias de 4,8 pontos e 1,7 assistências em 12,4 minutos por exibição.

Spurs (32-18) @ Grizzlies (17-30) – Recado para Kawhi

108×85

Se o rumor de que Kawhi Leonard deseja deixar o San Antonio Spurs por achar que não há talento o bastante ao redor dele é verdade, o jogo dessa quarta-feira (24) serviu como um recado para o ala. Isso porque a equipe texana visitou o Memphis Grizzlies e venceu o adversário pelo placar de 108 a 85 mesmo sem poder contar com Manu Ginobili, Kawhi Leonard, Rudy Gay e LaMarcus Aldridge, que talvez sejam os quatro melhores jogadores do time alvinegro nesta temporada. Vamos, a seguir, aos destaques do confronto.

Gasol ficou perto do triplo-duplo (Reprodução/nba.com/spurs)

Força do elenco

Mesmo sem poder contar com quatro de seus melhores jogadores – ou, talvez, seus quatro melhores jogadores – o Spurs conseguiu vencer o Grizzlies por mais de vinte pontos de diferença na casa do adversário. Dos 11 atletas que representaram a equipe texana na partida, nada menos do que oito chegaram aos dígitos duplos. Patty Mills anotou 15 pontos, contra 14 de Bryn Forbes, Danny Green e Pau Gasol, 12 de Tony Parker, 11 de Dejounte Murray e Davis Bertans e dez de Joffrey Lauvergne. Não está bom de talento para você, Kawhi?

Mills foi cestinha do Spurs (Reprodução/nba.com/spurs)

Coadjuvantes

Além dos jogadores já citados, mais três atletas representaram o Spurs na partida contra o Grizzlies. Kyle Anderson começou o jogo como titular ao lado de Murray, Green, Bertans e Gasol e deixou a quadra com cinco pontos, quatro roubadas de bola, três rebotes e dois tocos. Para completar, Brandon Paul e Darrun Hilliard vieram do banco de reservas e jogaram dois minutos cada: o primeiro registrou um rebote, enquanto o segundo contribuiu com dois pontos.

Veterano importante

Pela primeira vez na temporada, Tony Parker jogou duas partidas em duas noites consecutivas, mostrando que finalmente está 100% depois de passar meses no estaleiro se recuperando de grave lesão. No quarto período, quando o Grizzlies chegou a cortar a diferença para dígitos simples, o veterano armador francês, que agora começa as partidas no banco de reservas, fez importante cesta para conter a reação do adversário.

Freguesia em família

Pau Gasol deixou a quadra com 14 pontos, 15 rebotes e nove assistências em 33 minutos, ficando apenas a um passe para cesta do triplo-duplo. Em sua carreira, em 27 confrontos contra o irmão Marc, que defende o Grizzlies, o pivô do Spurs soma 17 vitórias e dez derrotas.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Patty Mills – 15 pontos e 2 roubos de bola

Pau Gasol – 14 pontos, 15 rebotes e 9 assistências

Danny Green – 14 pontos, 8 rebotes, 3 assistências e 2 tocos

Bryn Forbes – 14 pontos e 2 roubos de bola

Tony Parker – 12 pontos e 4 assistências

Dejounte Murray – 11 pontos, 7 assistências e 4 rebotes

Davis Bertans – 11 pontos, 4 rebotes e 3 assistências

Joffrey Lauvergne – 10 pontos e 8 rebotes

Memphis Grizzlies

Marc Gasol – 18 pontos e 7 rebotes

Deyonta Davis – 12 pontos e 5 rebotes

Dillon Brooks – 10 pontos e 7 rebotes