Arquivo do autor:Lucas Santos

Spurs (8-8) vs Pelicans (10-7) – Decepção

sanantoniospurs126×140Resultado de imagem para New Orleans Pelicans

Depois de conquistar a vitória sobre o Golden State Warriors em casa, o San Antonio Spurs deu resumo a seu back-to-back e enfrentou o New Orleans Pelicans fora de casa. Com a intenção de iniciar uma sequência positiva, os alvinegros saíram derrotados pelo placar de 140 a 126, nessa segunda-feira (19), em partida frustrante. Veja, a seguir, os destaques da partida.

Photos from Monday's game versus the New Orleans Pelicans in New Orleans.

Spurs mais uma vez saiu derrotado fora de casa (Reprodução/nba.com/Spurs)

48 minutos

O Spurs entrou em quadra embalado após bater a forte equipe do Warriors na noite anterior e, inicialmente, parecia destinado a mais uma vitória, com uma atuação impecável dos dois lados da quadra e uma vantagem rapidamente construída ao longo do primeiro período do jogo com o Pelicans. No segundo quarto, os alvinegros seguiam em vantagem, mas na reta final foram superados pelo adversário. A partir daí, os texanos começaram a ser dominados, e o basquete apresentado mudou completamente. Assim, mais uma derrota foi adicionada à lista.

Cunningham fez grande jogo (Reprodução/nba.com/spurs)

A lei do ex (quase) não falha

Dante Cunningham entrou em quadra contribuindo de todo jeito possível, com bolas recuperadas, rebotes disputados, marcação ou até nos arremessos de três pontos. O ala do Spurs, que defendeu o Pelicans de 2014 a 2018 antes de ser trocado para o Brooklyn Nets, parecia simplesmente não cometer erros. A lei do ex estava perto de se concretizar, mas a excelente atuação do camisa #33 ficou restrita ao começo da partida e, no decorrer do jogo, suas contribuições diminuíram enquanto o time ficava para trás no placar.

Ainda inconstante

LaMarcus Aldridge mais uma vez teve uma atuação abaixo da média, registrando somente sete pontos e dez rebotes em 30 minutos, e novamente contribuiu para a falta de poderio ofensivo da equipe. Apesar de boa partida contra o Warriors, o ala-pivô ainda não se encontrou na temporada. O camisa #12 é essencial para os planos alvinegros, e, com a má sequência vivida pelo jogador, o time alvinegro acaba prejudicado.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

DeMar DeRozan – 21 pontos, 6 rebotes e 5 assistências

Bryn Forbes – 20 pontos

Dante Cunningham – 19 pontos, 7 rebotes e 3 assistências

Rudy Gay – 17 pontos e 6 rebotes

New Orleans Pelicans

Anthony Davis – 29 pontos e 9 rebotes

E’Twaun Moore – 24 pontos

Julius Randle – 21 pontos, 14 rebotes e 10 assistências

Jrue Holiday – 21 pontos e 9 assistências

Spurs (7-7) vs Clippers (9-5) – Saudade de casa

sanantoniospurs111×116Resultado de imagem para los angeles clippers

Depois de sofrer revés para o Phoenix Suns, o San Antonio Spurs continuou sua sequência fora de casa e enfrentou o Los Angeles Clippers na Califórnia nessa quinta-feira (15%. Os texanos correram atrás o jogo inteiro, mas no fim não conseguiram a vitória e pioraram ainda mais o seu retrospecto como visitante no ano. Vamos, a seguir, aos destaques do confronto.

Fora de casa, Spurs não conseguiu bater o Clippers (Reprodução/nba.com/twitter)

Atrás do resultado

Logo no começo, o Spurs ficou atrás no placar. A partir daí, os texanos jogaram buscando alcançar os angelinos e, em dado momento, até chegaram à liderança. Porém, o alvinegro não conseguiu se manter na frente, e no fim da partida, após desperdício de bola decisivo de DeMar DeRozan, o time de San Antonio sofreu mais um revés, o terceiro consecutivo.

Sumido

LaMarcus Aldridge não foi bem na partida contra o Suns, disputada na véspera da derrota para o Clippers. O time esperava uma resposta do ala-pivô, mas mais uma vez ele decepcionou. Com uma partida fraca ofensivamente, com aproveitamento ruim e sem conseguir ir para a linha do lance livre até o último quarto, o camisa #12 não contribuiu muito. Defensivamente, apesar de conseguir pegar muitos rebotes, o astro pareceu totalmente perdido, não soube se posicionar nos pick and rolls adversários e muitas vezes não esteve no aro para conter infiltrações.

Na pior hora

DeRozan jogou bem de novo. O camisa #10 foi o cestinha da equipe e conseguiu cestas importantes, que mantiveram o time no jogo. Porém, no fim da partida, o astro foi quem desperdiçou a última posse relevante do Spurs, acabando de vez com as expectativas da vitória.

Sequência difícil

O Spurs não está bem fora de casa e encontra-se em uma sequência difícil. Com a série de três partidas na estrada encerrada, os texanos voltam para casa para receber o Golden State Warriors e depois disso já voltam a viajar para encarar pedreiras como New Orleans Pelicans, Indiana Pacers e Milwaukee Bucks. O mês de novembro vai ser um dos piores da história recente do alvinegro, e um recorde negativo ao fim do período não é uma possibilidade distante.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

DeMar DeRozan – 34 pontos, 6 rebotes e 5 assistências

Rudy Gay – 19 pontos e 6 rebotes

Bryn Forbes – 17 pontos

Patty Mills – 12 pontos, 5 assistências e 4 rebotes

Los Angeles Clippers

Lou Williams – 23 pontos

Tobias Harris – 18 pontos, 8 rebotes e 5 assistências

Danilo Gallinari – 19 pontos

Montrezl Harrell – 14 pontos, 6 rebotes e 5 assistências

Spurs (7-6) @ Clippers (8-5) – Temporada Regular

San Antonio Spurs vs Los Angeles Clippers – Temporada Regular

Data: 16/11/2018

Horário: 01h30 (Horário de Brasília)

Local: Staples Center

Onde assistir: NBA League Pass

Após perder para o Phoenix Suns fora de casa, o San Antonio Spurs se prepara para encerrar um back-to-back longe de seus domínios e enfrentar o Los Angeles Clippers.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

Imagem relacionada

PG – Derrick White

SG – Bryn Forbes

SF – DeMar DeRozan

PF – Dante Cunningham

C – LaMarcus Aldridge

Fique de Olho – DeMar DeRozan causou uma boa impressão nos primeiros jogos com a nova equipe. Apesar do começo difícil, o ala-armador segue com suas boas atuações e, com o time em má fase, deve aumentar o nível de apresentação. Até aqui, as médias do camisa #10 com a camisa do Spurs são de 24,9 pontos e 6,4 assistências em 36,7 minutos por partida.

Imagem relacionadaResultado de imagem para Tobias Harris ESPN

PG – Patrick Beverley

SG – Shai Gilgeous-Alexander

SF – Danilo Gallinari

PF – Tobias Harris

C – Marcin Gortat

Fique de Olho – Tobias Harris é um dos melhores alas da liga e, desde sua chegada ao Clippers, é um dos principais nomes da franquia. Deve causar problemas a defesa do Spurs. Até aqui, o jogador acumula médias de 20,4 pontos e 8,8 rebotes por partida na temporada.

Spurs (6-4) vs Heat (5-5) – Noite Difícil

sanantoniospurs88×95Imagem relacionada

Após ser derrotado pelo Orlando Magic, o San Antonio Spurs enfrentou o Miami Heat, também da Flórida, e não conseguiu mudar o resultado, perdendo para o Miami Heat por 95 a 88, nessa quarta-feira (8), com um roteiro parecido. Veja, a seguir, os detalhes do confronto.

Photos from Wednesday's game versus the Miami Heat

Patty Mills foi um dos destaques do Spurs na derrota (Reprodução/NBA.com/Spurs)

Começo devagar

A equipe de San Antonio entrou em quadra com uma atuação apática e logo no início da partida já estava em situação complicada. Com cinco tocos de Hassan Whiteside, o Heat liderava por 15 a 4 quando Gregg Popovich resolveu trocar todo o quinteto, acionando a segunda unidade. Foi, então, que o Spurs teve um pequeno lampejo, mas não o suficiente para tirar a diferença aberta pelos mandantes. Outro momento bom só foi surgir no último período, quando já era tarde.

Fagulha

Photos from Wednesday's game versus the Miami Heat

Forbes teve bons momentos  (Reprodução/NBA.com/Spurs)

Patty Mills foi um dos responsáveis por manter o Spurs no jogo em diversos momentos e surpreendeu em uma função que geralmente não precisa exercer. Com 11 pontos seguidos no primeiro quarto, impediu que a partida fosse um atropelo ainda maior. Infelizmente, o australiano teve sua melhor atuação da temporada em uma ocasião que será lembrada negativamente.

Sem Resposta

Hassan Whiteside abusou da defesa do Spurs. O pivô conseguiu desequilibrar o jogo de maneira totalmente inesperada. Quando os texanos atacavam, ele estava sempre embaixo do aro realizando uma proteção excelente, como mostra seu número de tocos. No ataque, o camisa 21 dominou o garrafão alvinegro, e ninguém foi capaz de neutralizá-lo durante o jogo.

Promissor

Enfim recuperado de lesão, Derrick White não viu tanta ação quanto era esperado, mas sua estréia na temporada trouxe sinais promissores.

No ataque, o armador se mostrou paciente e disposto a encontrar sempre um bom arremesso para os companheiros, apesar de ter mostrado uma tendência a infiltrar sempre para passar, sem buscar a cesta. Na marcação, o camisa #4 está sofrendo uma certa pressão. É esperado que o seu retorno transforme a defesa do time, o que não irá ocorrer, apesar de suas contribuições terem sido certamente positivas. Resta esperar para ver como o segundanista irá se portar nessa temporada, na qual terá uma função mais importante.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Patty Mills – 20 pontos

Davis Bertans – 19 pontos

DeMar DeRozan – 18 pontos, 14 rebotes e 8 assistências

Bryn Forbes – 12 pontos

Miami Heat

Hassan Whiteside – 29 pontos, 20 rebotes e 9 tocos

Wayne Ellington – 20 pontos

Josh Richardson – 14 pontos, 5 assistências e 5 rebotes

Spurs (2-2) vs Pacers (3-2) – Atuação Apática

sanantoniospurs96×116ind1

O San Antonio Spurs retornou aos seus domínios na noite dessa quarta-feira (25) para enfrentar o Indiana Pacers. A partida, que ocorreu após os alvinegros vencerem o Los Angeles Lakers na Califórnia após emocionante prorrogação, foi um triunfo fácil para os visitantes e resultou na primeira derrota dos texanos em casa. Veja, a seguir, os destaques do confronto:

Photos from Wednesday's game versus the Indiana Pacers in San Antonio.

DeRozan foi o cestinha da equipe na derrota (Reprodução/nba.com/Spurs)

Defesa

O Spurs entrou em quadra embalado por conta de sua primeira vitória fora de casa na temporada, e buscava, em seus domínios, continuar com os resultados positivos. Porém, a defesa dos texanos se mostrou muito fraca para o excelente ataque do Pacers, que além de bem executado e planejado, contou com a mão quente de seus jogadores, que tiveram 52,9% de aproveitamento nos arremessos de quadra, contra 40,2% dos mandantes. Gregg Popovich viu a equipe sofrer com a falta de comunicação e química no lado defensivo da quadra, coisas normais para um elenco ainda tão novo, mas, em certos momentos, a falta de dedicação dos atletas foi o diferencial, algo inadmissível para o técnico, que certamente irá corrigir esses erros.

Azar

Photos from Wednesday's game versus the Indiana Pacers in San Antonio.

DeRozan mais uma vez foi protagonista (Reprodução/nba.com/Spurs)

Os jogadores do Spurs não tiveram uma boa partida. No geral, todos deixaram a desejar, e, no ataque, a equipe viu um aproveitamento pífio nos arremessos impedir uma possível virada. Foi uma noite ruim no ataque por conta do azar, e na próxima partida o time deve ter uma atuação melhor no setor.

Ajustes

Depois do verão mais movimentado da história da franquia, com muitas contratações e saídas, o Spurs se encontra incapaz de colocar um quinteto em quadra com 100 minutos de experiência junto. Com a falta de conhecimento e entrosamento entre os jogadores, é normal que ocorram noites inconstantes e frustrantes, mas, com apenas quatro jogos realizados, ainda não é tempo para decisões precipitadas. Popovich ainda é um dos melhores técnicos da história do basquete e só precisa de tempo para encontrar a solução para a equipe, à medida em que todos estão se conhecendo.

Paciência

A defesa tem sido, sem dúvidas, a principal preocupação da comissão técnica do Spurs. A temporada ainda está no começo e, apesar de levar um tempo, a marcação do time tem potencial para ser consertado. Na entrevista pós-jogo, Gregg Popovich afirmou que a equipe está “tendo um desafio defensivo”, mas afirmou que irá focar no problema nos treinos e mostrou confiança no elenco, que descreveu como “um grupo disposto a aprender”.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

DeMar DeRozan – 18 pontos e 4 assistências

LaMarcus Aldridge – 15 pontos e 13 rebotes

Bryn Forbes – 15 pontos

Rudy Gay – 11 pontos e 10 rebotes

Indiana Pacers

Victor Oladipo – 21 pontos, 9 assistências e 5 rebotes

Tyreke Evans – 19 pontos e 5 assistências

Domantas Sabonis – 16 pontos e 10 rebotes