Arquivo do autor:Leonardo Sacco

Ginobili anuncia que volta para mais uma temporada

A notícia que esperávamos chegou: Manu Ginobili continuará defendendo as cores do San Antonio Spurs por pelo menos mais uma temporada. O jogador fez o anúncio por meio de seu Twitter oficial. Os valores do contrato ainda não foram divulgados.

Ginobili vai jogar ao menos mais um ano (Reprodução/nba.com/spurs)

Muito se especulou sobre uma possível aposentadoria de Ginobili. Aos 37 anos de idade, o ala-armador argentino já não exibe o mesmo físico de antigamente, mas resolveu continuar – talvez levado pelas recentes movimentações do Spurs na offseason.

No anúncio, o jogador ainda aproveitou para brincar com o companheiro Tim Duncan, que também acertou para ficar. Manu usou em seu post uma hashtag dizendo que o motivo de sua volta é que Timmy não aguentaria de saudades caso ele se aposentasse.

O ala-armador vai para sua 14ª temporada na NBA, todas defendendo as cores do Spurs. São nada menos do que quatro títulos eduas participações em All-Star Games pelo alvinegro. Na última temporada, a serviço da equipe de San Antonio, apresentou médias de 10,5 pontos, 4,2 assistências e três rebotes em 22,7 minutos por exibição na fase de classificação e oito pontos, 4,6 assistências e 3,4 rebotes em 18,7 minutos por partida nos playoffs.

Clique aqui e confira as movimentações do Spurs na offseason

LaMarcus Aldridge é do Spurs

A novela acabou com final feliz para o San Antonio Spurs. O ala-pivô LaMarcus Aldridge decidiu seu destino e jogará na franquia texana a partir da próxima temporada. A confirmação vem do colunista Adrian Wojnarowski, do Yahoo! Sports. Nos últimos dias, o jogador se reuniu com uma comissão do alvinegro formada, entre outros, por Gregg Popovich, Tim Duncan, Ettore Messina e Becky Hammon. A informação foi confirmada pelo jogador.

Aldridge em ação contra o Spurs (Reprodução/nba.com/spurs)

O experiente ala-pivô terá no Spurs seu segundo time na NBA. Aldridge jogava desde o início de sua carreira no Portland TrailBlazers, equipe que deixa como agente livre. O contrato, que só poderá ser assinado a partir o próximo dia 9 de julho, terá duração de quatro anos e renderá US$ 80 milhões, o máximo que o jogador poderia receber dos rexanos.

A chegada de Aldridge só foi possível graças à saída do brasileiro Tiago Splitter, que foi trocado para o Atlanta Hawks para abrir espaço salarial. O novo jogador do Spurs tem nove anos de NBA de bagagem, tendo disputado quatro All-Star Games e cinco edições dos playoffs. Na última temporada, apresentou médias de 23,4 pontos (46,6% FG, 35,2% 3 PT, 84,5% FT) e 10,2 rebotes em 35,4 minutos por exibição na fase de classificação e 21,8 pontos (33,0% FG, 27,3% 3 PT, 88,9% FT) e 11,2 rebotes em 41,7 minutos por partida nos playoffs.

Clique aqui e confira as movimentações do Spurs na offseason

Spurs (2) vs Clippers (1) – 39 anos, vitória e festa

100×73

Não deu para o Los Angeles Clippers. No primeiro jogo entre a equipe da Califórnia e o San Antonio Spurs no Texas nesta pós-temporada, os comandados de Gregg Popovich deram um show e massacraram o adversário, vencendo pelo placar de 100 a 73 e assumindo a liderança da série, disputada em melhor de sete jogos e válida pela primeira rodada dos playoffs da Conferência Oeste. Vamos ao que de melhor aconteceu na partida.

Aniversariante Tim Duncan fez a festa (Reprodução/nba.com/spurs)

39? Parece 29!

O jogo ocorreu na sexta-feira, mas aqui no Brasil terminou no sábado, então vale. O mito-ala-pivô Tim Duncan completa 39 anos de idade nesta data. Quase quatro décadas nas costas e ainda é âncora defensiva de um time que atropela adversários e se coloca sempre entre os favoritos. Na vitória sobre o Clippers, foram apenas quatro pontos, mas colaboração essencial com quatro assistências, além de ótimo posicionamento defensivo que rendeu sete rebotes e três tocos. Vida longa ao histórico craque da franquia de San Antonio!

Leonard se destacou de novo (Reprodução/nba.com/spurs)

39? O futuro já está aí!

Se Duncan está mais perto de sua aposentadoria a cada jogo que passa, o Spurs já sabe quem irá carregar o bastão. Foram 32 pontos (13-18 FG), três roubos de bola e dois bloqueios, além de quatro rebotes. Com você, o futuro. Com vocês, o atual MVP das Finais e Jogador de Defesa do Ano. Com vocês, Kawhi Leonard. Mais uma vez, o ala mostrou toda sua versatilidade ao variar a defesa em diversos adversários, além de assumir papel decisivo no ataque diante de uma atuação ofensiva abaixo da média do resto da equipe. O futuro, amigos, já chegou.

39? Não, só 12 mesmo. Preocupante…

Duncan foi ótimo na defesa, mas foi pouco acionado no ataque, com apenas seis arremessos tentados. Ok, trata-se da estratégia para não esbarrar em DeAndre Jordan, como ocorreu no primeiro jogo. Mas preocupa o fato de Tony Parker e Manu Ginobili terem somado somente oito pontos na partida desta sexta.

O francês foi bem mal, com 11 arremessos tentados e apenas três convertidos ao longo da partida contra o Clippers. Já o argentino atuou pouco tempo e fez apenas dois pontos no confronto, mas colaborou bem com seis rebotes, seis assistências e dois tocos. De qualquer modo, as estrelas – principalmente o armador – precisam entrar mais no jogo.

39? Queremos só 3, vai…

Com a vitória, o Spurs assume a liderança na série, abrindo 2 a 1 sobre os californianos. Fator ótimo, já que o Clippers terá que se jogar ao ataque para recuperar o mando de quadra roubado pelo alvinegro em Los Angeles. Se mantiver a intensidade defensiva da terceira partida, o time texano fecha a série facilmente. Com outra vitória, será só focar no próximo adversário, basicamente. E tem cheiro de foguete decolando rumo a San Antonio…

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Kawhi Leonard – 32 pontos, 4 rebotes, 3 roubos de bola e 2 bloqueios

Boris Diaw – 15 pontos

Danny Green – 11 pontos

Los Angeles Clippers

Blake Griffin – 14 pontos, 10 rebotes e 5 assistências

Clippers (1) @ Spurs (1) – Primeira fase dos playoffs

San Antonio Spurs vs Los Angeles Clippers – Primeira fase dos playoffs

Data: 24/04/2015

Horário: 22h30 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Na TV: ESPN

Cotação no Apostas Online: Clippers 2,62 @ Spurs 1,49 (favorito)

Após roubar o mando de quadra com vitória na segunda partida da série, o San Antonio Spurs recebe o Los Angeles Clippers no AT&T Center nesta sexta-feira. Embalados pelo triunfo na prorrogação, os texanos buscam confirmar o roubo e abrir vantagem em busca da classificação para as semifinais da Conferência Oeste. Tony Parker, ainda sentindo um incômodo no tendão de aquiles, está confirmado na equipe. Também sofrendo com lesões, o brasileiro Tiago Splitter deve ter mais minutos do que nos dois jogos anteriores.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

Confrontos na série (1-1)

19/04/2015 – Spurs 92 @ 107 Clippers

Com grande atuação de seus astros, o Clippers não tomou conhecimento dos atuais campeões da NBA e impôs uma dolorosa derrota na primeira partida da série.

22/04/2015 – Spurs 111 @ 107 Clippers

Contando com atuação espetacular do veterano Tim Duncan, o Spurs conseguiu levar o jogo à prorrogação e venceu, empatando a série e roubando o mando de quadra do Clippers.

PG – Tony Parker

SG – Danny Green

SF – Kawhi Leonard

PF – Tim Duncan

C – Tiago Splitter

Fique de Olho  Eleito o melhor defensor da temporada na NBA, Kawhi Leonard está ainda mais motivado para ajudar o Spurs a parar Chris Paul e Blake Griffin. Quando o brasileiro Tiago Splitter estiver em quadra, o ala deve ficar responsável pela marcação do armador dos Clippers. Sem o pivô, o camisa #2 será responsável por fechar o garrafão e evitar uma atuação como a do segundo jogo, quando o ala-pivô adversário anotou um triplo duplo.

PG – Chris Paul

SG – J.J. Redick

SF – Matt Barnes

PF – Blake Griffin

C – DeAndre Jordan

Fique de Olho – Apesar de ter anotado um triplo-duplo na segunda partida, Blake Griffin entrará em quadra motivado a se redimir pelo turnover cometido na última jogada do tempo regulamentar, que forçou a prorrogação e custou a vitória aos Clippers. Para o Spurs, será fundamental diminuir a produção do ala-pivô no garrafão e limitá-lo aos arremessos de média distância que, apesar de eficientes, são mais complicados do que bandejas e enterradas.

Spurs (51-26) vs Warriors (63-14) – Aqui é San Antonio!

107×92

O San Antonio Spurs recebeu no AT&T Center o Golden State Warriors, melhor time da temporada regular, e mostrou estar de vez na luta pelo título ao desbancar um dos favoritos ao troféu com um ótimo 107 a 92. A partida, que aconteceu no último domingo (5), serviu para o alvinegro mostrar de vez aos adversários que, após período recheado de lesões, voltou com força para brigar forte por mais um anel. Vamos ao que de melhor aconteceu na partida.

O coelhinho-coiote foi bem generoso nessa Páscoa (Foto por Darren Abate/AP Photo)

Defensor do ano? KaWHY not?

Kawhi Leonard foi novamente o melhor em quadra pelo Spurs. Nos momentos em que defendeu o armador Stephen Curry, reduziu o adversário, peça-chave no esquema do Warriors. Não por acaso, terminou com impressionantes sete roubos de bola. A partida do ala foi tão empolgante que muitos especialistas já o consideram candidato sério ao prêmio de melhor defensor do ano. Apesar do “oba oba”, o camisa #2, autor de 26 pontos, corre por fora.

Enquanto você lê este resumo, Leonard roubou mais uma bola (Foto por Darren Abate/AP Photo)

Respeitem o velhinho!

Tim Duncan novamente mostrou ser um dos jogadores mais fenomenais da história do basquete. Nos poucos minutos que esteve em quadra – foram apenas 24 -, o experiente ala de força mostrou todo seu repertório ofensivo diante de uma das melhores defesas da NBA e, quando marcou, parou o melhor ataque da liga. Nada mal para alguém que muita gente, dia após dia, insiste em dizer que está acabando?

Força para os playoffs

A vitória diante do Warriors significa bem mais do que a 51ª na temporada regular. Significa também a confirmação da guinada do Spurs rumo às primeiras colocações da Conferência Oeste, tentando encontrar mais tranquilidade na primeira rodada com mando de quadra e evitando confronto com os fortes Memphis Grizzlies e Houston Rockets logo de cara.

Aula de basquete

Que o Warriors é o melhor time da temporada não restam dúvidas. A questão é que o Spurs foi o ÚNICO até o momento que bateu a equipe de Golden State por duas vezes – sendo uma delas fora de casa. Para isso, jogou um basquete disciplinado e que limitou as principais características do adversário. Gregg Popovich está afiado para a pós-temporada…

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Kawhi Leonard – 26 pontos, 7 roubos de bola, 5 rebotes e 3 assistências

Tim Duncan – 19 pontos e 7 rebotes

Golden State Warriors

Stephen Curry – 24 pontos

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 61 outros seguidores