Arquivo do autor:cassiocutulli

Spurs (15-8) @ Thunder (10-12) – Gosto de quero mais

87×90okc

No primeiro jogo de um back-to-back, o San Antonio Spurs visitou o Oklahoma City Thunder e, mesmo muito desfalcado, por pouco não saiu com a vitória. Sem LaMarcus Aldridge, Tony Parker, Rudy Gay e Manu Ginobili, além de Kawhi Leonard, que sequer estreou na temporada, o alvinegro atuou de forma consistente e soube impor grande dificuldade ao time de casa, que novamente quase deixou escapar uma liderança de dois dígitos, mas acabou vencendo pelo placar de 90 a 76. Vamos, a seguir, aos destaques do confronto.

Murray

Murray foi um dos destaques (Mark D. Smith-USA TODAY Sports)

Consistência de sempre

Quem olhou o quinteto inicial do Spurs e as peças que estavam à disposição no banco de reservas logo imaginou uma vitória tranquila do Thunder. Porém, mais um engano pra quem julga o alvinegro apenas pela capa. Gregg Popovich segue armando o time de forma incrível, tirando muito de nomes vistos somente como razoáveis, transformando a equipe como um todo em uma grande engrenagem que funciona extraindo o máximo de cada jogador, focando nas suas maiores virtudes. Exemplo disso é Kyle Anderson, – que se lesionou no confronto e fará muita falta – que vem fazendo sua melhor temporada na carreira, colaborando tanto na defesa  como no ataque. O ala possui muitas limitações, mas elas são mascaradas pelo sistema do técnico, expondo muito mais suas habilidades, tanto no passe como na finalização de jogadas.

A defesa foi o ponto forte do Spurs (Reprodução/nba.com/thunder)

Futuro promissor

Taxado de time dos “velhinhos”, o time de San Antonio tem muito a comemorar neste início de temporada. A contribuição de jogadores já provados na liga e até em final de carreira, como Manu Ginobili, Pau Gasol, LaMarcus Aldridge, Tony Parker e Rudy Gay, é o que faz o time estar entre os primeiros colocados da Conferência Oeste. Contudo, é visível a reconstrução sendo feito da maneira Spurs de ser. Jovens como Davis Bertans (16 pontos), Dejounte Murray  (17) e Bryn Forbes (cinco) vêm ganhando minutos, mesclando assim com os veteranos e obtendo uma soma de força física, vontade, técnica e experiência, tornando assim a “passagem do bastão” muito mais fácil e promissora, mesmo que não hajam grandes nomes nas escolhas de Draft.

Defesa e tranquilidade

No duelo desse domingo, o Spurs passou praticamente todo tempo atrás no marcador, mas soube controlar muito bem a partida, assim como as estrelas do adversário.

O Big Three e o time do Thunder ainda não encaixaram (e não sabemos se irá encaixar), é verdade, mas o alvinegro por enquanto pode ficar tranquilo com um possível futuro confronto nos playoffs. O OKC ainda não encontrou uma maneira de castigar a equipe texana, mesmo sem sua grande estrela, que ainda está lesionada. Russell Westbrook comandou o time, obteve outro triple-double, com 22 pontos, dez rebotes e dez assistências, chegando ao sétimo na temporada. Porém, tanto Paul George como Carmelo Anthony, tiveram atuações discretíssimas, não chegando a dígitos duplos em pontuação (oito e nove, respectivamente).

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Dejounte Murray – 17 pontos, 11 rebotes e 5 assistências e 3 roubos de bola

Davis Bertans – 16 pontos e 4 rebotes

Joffrey Lauvergne – 12 pontos e 6 rebotes

Oklahoma City Thunder

Russell Westbrook – 22 pontos, 10 rebotes e 10 assistências

Steven Adams – 19 pontos e 10 rebotes

Anúncios

Spurs (15-7) @ Thunder (9-12) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ Oklahoma City Thunder – Temporada Regular

Data: 03/12/2017

Horário: 22h00 (Horário de Brasília)

Local: Chesapeake Energy Arena

Onde assistir: SporTV e NBA League Pass

Cotação no Apostas Online: Spurs 3,71 @ Thunder 1,28 (favorito)

Após vencer o Memphis Grizzlies duas vezes seguidas, o San Antonio Spurs viaja para enfrentar o Oklahoma City Thunder, que vem de vitória em casa sobre o Minnesota Timberwolves. O problema dessa vez, é que a equipe texana – que já estava sem Kawhi Leonard e Derrick White, machucados – não terá LaMarcus Aldridge e Tony Parker, poupados, e nem com Rudy Gay, que sente dores no calcanhar. O time mandante, por sua vez, vai com força total.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

Confrontos na temporada (1-0)

17/11/2017 – Spurs 104 x 101 Thunder

Em mais uma grande atuação de LaMarcus Aldridge, o Spurs venceu o seu primeiro duelo contra o Thunder, em jogo em que o alvinegro chegou a estar perdendo por 23 pontos. Danny Green, Pau Gasol e Kyle Anderson também foram de grande importância na partida.

slomo

PG – Patty Mills

SG – Danny Green

SF – Kyle Anderson

PF – Davis Bertans

C – Pau Gasol

Fique de Olho – Kyle Anderson vem fazendo sua melhor temporada na NBA, agora tendo mais minutos, muito devido ao fato de Leonard estar lesionado. O Slo-Mo vem correspondendo e sendo uma importante peça para o time. No confronto deste domingo, com tantos atletas lesionados pelo lado texano, provavelmente veremos mais uma ótima exibição do garoto, que está com médias de nove pontos, 6,1 rebotes e três assistências.em quase 28 minutos por jogo.

okcwest

PG – Russell Westbrook

SG – Andre Roberson

SF – Paul George

PF – Carmelo Anthony

C – Steven Adams

Fique de Olho – Com tantos desfalques pelo lado do Spurs, o Thunder provavelmente terá um confronto fácil. Sendo assim, grandes chances de Russell Westbrook ter mais uma exibição de gala e talvez até outro triple double. O atual MVP apresenta médias de 22 pontos, 9,7 assistências e 9,1 rebotes em 35,4 minutos por jogo na temporada.

Spurs (6-4) x Suns (4-6) – Pop eterno!

112×95phx

Na noite desse domingo (5), o San Antonio Spurs atuou novamente em seus domínios, recebendo o Phoenix Suns, e superou o adversário pelo placar de 112 a 95 após um primeiro tempo preguiçoso na defesa. O que prevaleceu pelo segundo jogo consecutivo foi o coletivo – os jogadores vindos do banco de reservas da equipe texana fizeram a diferença, juntamente com a forte marcação no segundo tempo. Vamos, a seguir, aos destaques do triunfo, que colocou Gregg Popovich em sexto lugar entre os técnicos mais vitoriosos da história da NBA.

O coletivo vem sendo o diferencial (Reprodução/nba.com/spurs)

Banco forte

Na vitória sobre o Charlotte Hornets, o banco texano foi o diferencial do duelo – obteve 64 pontos -, principalmente com as grandes atuações de Rudy Gay e Bryn Forbes. Quem pensou que essa enorme contribuição não viria novamente tão cedo se enganou. Contra o Suns, a segunda unidade somou com 53 pontos, atingindo um recorde jamais feito pelo Spurs. Foi a primeira vez na história que o time de San Antonio venceu duas partidas em sequência e quatro jogadores que não começaram em quadra anotaram dez ou mais pontos em ambos os triunfos. O mais incrível é perceber que desses atletas que vêm atuando de forma consistente, a maioria deles chegou neste ano ou acaba de começar sua carreira na NBA. Ponto para Gregg Popovich!

Green melhorou para a temporada (Reprodução/nba.com/spurs)

Subindo no ranking!

Que Gregg Popovich é sinônimo de vitória e consistência todo mundo sabe, mas fica cada vez mais evidente o quão bom ele é e o tanto que faz pelo basquete a cada dia. Com a vitória de ontem sobre o Suns, o técnico texano chegou à (espetacular) marca de 1.156 triunfos na carreira, ultrapassando nada mais nada menos que Phil Jackson, detentor de 11 títulos e considerado por muitos o maior técnico da história. Ao que tudo indica, Pop irá passar também George Karl (1.175) e se aproximar de Pat Riley (1.210) já nesta temporada. O técnico que detém o maior número de vitórias na carreira é Don Nelson, com 1.335.

Voltando aos trilhos

Com mais uma vitória, o Spurs vai acertando aos poucos o time com a calma necessária até o retorno de Kawhi Leonard e Tony Parker, para aí sim estar com todo o elenco à disposição, com as novas peças entrosadas e adaptadas. Com isso, a equipe tentar bater de frente com as potências da NBA.

Confiança e adaptação

Patty Mills está voltando a ser mais confiável nos arremessos, Rudy Gay segue colaborando bastante com a segunda unidade, dando uma nova dinâmica e ajudando a implementar o small-ball, assim como o desenvolvimento de Bryn Forbes, que segue ganhando minutos e correspondendo. O mesmo ocorre com LaMarcus Aldridge, que sem alarde vai fazendo bela campanha até o momento, sendo responsável por carregar o time enquanto Leonard não volta.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 21 pontos e 9 rebotes

Patty Mills – 17 pontos, 4 rebotes e 4 assistências

Danny Green – 14 pontos

Dejounte Murray – 13 pontos e 6 rebotes

Rudy Gay – 12 pontos e 5 rebotes

Bryn Forbes – 12 pontos

Phoenix Suns

T.J. Warren – 17 pontos e 5 rebotes

Troy Daniels – 14 pontos

Josh Jackson – 12 pontos e 4 rebotes

Alex Len – 12 pontos e 3 rebotes

Tyson Chandler – 7 pontos e 14 rebotes

Spurs (5-4) x Suns (4-5) – Temporada Regular

San Antonio Spurs x Phoenix Suns – Temporada Regular

Data: 05/11/2017

Horário: 22h00 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Onde assistir: NBA League Pass

Após superar a má fase ao vencer o Charlotte Hornets no retorno ao AT&T Center, o San Antonio Spurs atua de novo em casa e recebe o Phoenix Suns, que vem em ascensão após começar a temporada com três derrotas e demitir seu técnico. Para o duelo, Kawhi Leonard, Tony Parker e Joffrey Lauvergne continuam sem atuar pelos texanos. Já por parte dos visitantes, Eric Bledsoe segue com seu empasse sobre ser trocado ou não, Brandon Knight está fora da temporada e Alan Williams e Davon Reed ainda se recuperam de lesões. T.J. Warren é dúvida.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

mills

PG – Patty Mills

SG – Danny Green

SF – Kyle Anderson

PF – LaMarcus Aldridge

C – Pau Gasol

Fique de Olho – Depois de ter atuações pífias nas primeiras partidas da temporada, Patty Mills se redimiu um pouco na vitória sobre o Hornets, quando obteve 17 pontos, quatro assistências e algumas bolas de três nos minutos finais que deram ao Spurs a tranquilidade necessária para assegurar a vitória. O duelo deste domingo será um bom teste para ver se ele realmente superou a má fase ou se o último duelo que esteve fora da curva.

booker

phx

PG – Mike James

SG – Devin Booker

SF – T.J. Warren

PF – Marquese Chriss

C – Tyson Chandler

Fique de Olho – Devin Booker vem tendo outra temporada de brilhar os olhos, sendo um dos jogadores mais divertidos de assistir. Sua última atuação não foi diferente, terminando com 34 pontos em 33 minutos na derrota para o New York Knicks. Suas médias na temporada são de 23,4 pontos, 5,2 rebotes e quatro assistências em 33 minutos por jogo.

Spurs (2-1) vs Nuggets (3-1) – Dando gosto de ver

122×100den1

Nesse domingo (8), o San Antonio Spurs fez seu terceiro jogo pela pré-temporada e saiu vencedor no duelo contra o Denver Nuggets, até então invicto nesta fase de preparação. Em seu segundo compromisso em casa casa, o alvinegro foi superior durante todo confronto e, com ótima atuação coletiva, venceu pelo placar de 122 a 100. Vamos aos destaques da partida.

Spurs Media Day

Spurs atuou novamente em casa (Reprodução/nba.com/spurs)

Vitória do conjunto

Em mais um duelo marcado pelas ausências de Kawhi Leonard e Tony Parker e com Patty Mills, Pau Gasol e Kyle Anderson poupados, o Spurs contou com boa atuação do conjunto, que apesar de estar apenas em fase de testes, mostra um elenco bastante profundo e com diversas possibilidades de variações, dando a Gregg Popovich um leque de opções durante os confrontos. No total, foram 31 assistências, e cinco jogadores com dez ou mais pontos.

Spurs Media Day

Aldridge parece estar voltando à antiga forma (Reprodução/nba.com/spurs)

Novas peças

Popovich está fazendo testes, está querendo conhecer um pouco mais dos atletas que possui no plantel, e até o momento o feedback é muito positivo. Como na partida desse domingo foram cinco jogadores já conhecidos da torcida que não atuaram, o técnico do time texano teve a oportunidade de deixar os recém-chegados participarem por mais tempo. Rudy Gay está se adaptando aos poucos e possui potencial de sobra, Joffrey Lauvergne vem demonstrando que pode cavar alguns minutos na rotação, compreendendo a filosofia do Spurs, assim como Matt Costello, que vem sendo uma grata surpresa. Já Bryn Forbes, Davis Bertans e Dejounte Murray, que não são novatos, mas ainda estão no início de suas promissoras carreiras, também estão correspondendo, com ênfase para o primeiro, que contribuiu com 20 pontos em apenas 17 minutos, acertando quatro dos seus cinco arremessos de três.

Arremessos de longa distância

Por falar em arremessos de longa distância, está bem claro que para essa temporada que se aproxima, o time de San Antonio está bastante focado em entrar nessa brincadeira dos três pontos. Na partida desse domingo, choveram bolas do perímetro: foram 16 acertos em 28 tentativas, o que representa 57% de aproveitamento. Um ponto interessante desse novo Spurs é que basicamente todas peças adicionadas ao time conseguem e estão se adequando para arriscar bolas de longe. Dessa maneira, o espaçamento da quadra se torna um ponto importante para a forma que Popovich vai conduzir a rotação e que, com uma maior movimentação de bola, irá facilitar bastante os ataques, criando mais situações com jogadores livres.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 21 pontos, 8 rebotes e 6 assistências.

Bryn Forbes – 20 pontos

Rudy Gay – 11 pontos e 3 rebotes

Danny Green – 11 pontos e 2 tocos

Davis Bertans – 10 pontos, 3 rebotes e 3 roubos de bola

Denver Nuggets

Nikola Jokic – 19 pontos, 7 rebotes e 4 assistências

Will Barton – 16 pontos e 3 roubos de bola

Gary Harris – 15 pontos

Paul Millsap – 13 pontos, 7 rebotes, 3 assistências e 2 roubos de bola