Arquivo do autor:Bruno Lorscheiter Alves

Spurs (49-26) @ Magic (22-53) – Playoffs, aqui vamos nós

 103×91

Boa atuação, quinta vitória seguida e vaga garantida aos playoffs pela 18ª temporada consecutiva. Todos estes feitos o San Antonio Spurs realizou na noite desta quarta-feira (º), diante do Orlando Magic, em partida disputada nos domínios do adversário. O triunfo deixa a equipe texana apenas uma vitória atrás do Los Angeles Clippers, atualmente quinto colocado na Conferência Oeste. Confira aqui os principais destaques deste confronto.

Tim Duncan e Nikola Vucevic mostrando que não existe vida fácil embaixo da cesta (Reprodução/nba.com/spurs)

Calendário apertado

A partida contra o Orlando Magic foi a segunda em apenas dois dias – o Spurs havia vencido na terça-feira o Miami Heat – o que fez com que o técnico Gregg Popovich decidisse diminuir o tempo de quadra dos seus principais jogadores, dando mais oportunidades a atletas que contribuem vindo do banco. Prova disso é que os nomes que estiveram durante mais minutos em quadra foram Cory Joseph (26) e Marco Belinelli (30), ambos reservas.

Toda a classe de Aron Baynes (Reprodução/nba.com/spurs)

Noite de Baynes

O grandalhão australiano Aron Baynes, que mostrou sinais de bom desenvolvimento na atual temporada, foi o grande destaque do Spurs no jogo, contribuindo principalmente no ataque, onde seu bom posicionamento e explosão física resultaram em 18 pontos e cinco rebotes. Popovich testou algumas vezes o jogador como pivô titular na vaga de Tiago Splitter no campeonato e, com os playoffs se aproximando, os dois devem travar um duelo interessante por esta vaga.

Playoffs é com ele mesmo

A atual temporada é a 18ª que Tim Duncan disputa pela NBA. Todas as 18 defendendo as cores da equipe de San Antonio. Provavelmente, em sua temporada de novato, alguns leitores do Spurs Brasil nem sequer eram nascidos. E desde que chegou à liga, The Big Fundamental nunca ficou de fora dos playoffs. Dados simplesmente incríveis do lendário ala-pivô.

Fique de olho

O Orlando Magic não tem mais o que fazer na atual temporada, já que não tem mais chances de classificar-se para os playoffs. Mas a equipe é cheio de talento jovem, que tem sido testado nesta reta final e dado bons resultados. Elfrid Payton, Tobias Harris, Nikola Vucevic e Victor Oladipo já deram mostras de serem atletas de qualidade, e o “vovô” dessa turma é o pivô montenegrino, que tem apenas 24 anos de idade. Olho neles nas próximas temporadas.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Aron Baynes – 18 pontos e 5 rebotes

Manu Ginobili – 13 pontos e 3 assistências

Marco Belinelli – 12 pontos e 4 rebotes

Boris Diaw – 11 pontos, 4 rebotes e 4 assistências

Orlando Magic

Victor Oladipo – 24 pontos, 7 assistências e 6 rebotes

Nikola Vucevic – 16 pontos e 11 rebotes

Tobias Harris – 18 pontos e 7 rebotes

Elfrid Payton – 14 pontos, 7 rebotes e 7 assitências

Spurs (48-26) vs Magic (22-52) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ Orlando Magic – Temporada regular

Data: 01/04/2015

Horário: 20h00 (Horário de Brasília)

Local: Anway Center

Cotação no Apostas Online: Spurs 1,20 (favorito) @ Magic 4,64

Embalado por quatro vitórias seguidas, a última na terça-feira, sobre o Miami Heat, adversário das últimas finais, o San Antonio Spurs joga mais uma partida na Flórida, enfrentando agora a frágil equipe do Orlando Magic, que já não tem mais chances de se classificar para os playoffs. Apesar da fraca campanha, o adversário está recheado de jovens promessas e tem talento, além de já ter sido treinado por Jacque Vaughn, pupilo do técnico Gregg Popovich – foi seu assistente técnico no alvinegro durante pouco mais de dois anos.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

Confrontos na temporada (1-0)

04/02/2015 – Spurs 110 x Magic 103

Jogando em casa e sem poder contar com Tiago Splitter, o Spurs sofreu para causar a décima derrota seguida para o Magic. Quem tomou conta da partida e do garrafão foi o veterano Tim Duncan, que travou duelo interessante com Nikola Vucevic (25 pontos e 13 rebotes), e saiu de quadra como o cestinha da partida com 26 pontos, além de coletar dez rebotes.

PG – Tony Parker

SG – Danny Green

SF – Kawhi Leonard

PF – Tim Duncan

C – Tiago Splitter

Fique de Olho: Atrapalhado por lesões, Tiago Splitter teve um início de temporada nada promissor e chegou a ver seus minutos na rotação ameaçados pelo desenvolvimento técnico de Aron Baynes. Já recuperado, o brasileiro retomou seu espaço e tem sido fundamental na melhora coletiva do Spurs, com sua visão de jogo acima da média e sua boa defesa embaixo da cesta. Diante do Magic, vai ter como desafio o duelo com o excelente Nikola Vucevic.

PG – Elfrid Payton

SG – Victor Oladipo

SF – Tobias Harris

PF – Andrew Nicholson

C – Nikola Vucevic

Fique de Olho: O novato Elfrid Payton vem surpreendendo desde a segunda metade da temporada. Ele já conseguiu anotar dois triple-doubles em partidas consecutivas, feito que nenhum calouro havia conseguido desde Anthony Mason em 1997. Suas médias nas últimas dez partidas são de 14,7 pontos, 8,7 assistências e 6,4 rebotes. Em uma temporada ruim, o armador é boa notícia para os torcedores do Magic.

Spurs (45-26) vs Thunder (41-31) – Lavada

 130×91

Apenas um dia depois de uma derrota difícil de digerir para o rival Dallas Mavericks, o Spurs aplicou, na noite desta quarta-feira (25), em sua casa, uma vitória de lavar a alma sobre o Oklahoma City Thunder, ficando no sexto lugar na Conferência Oeste com 45 vitórias e 26 derrotas. Confira, a seguir, os detalhes do amplo triunfo do alvinegro texano.

Belíssima atuação coletiva do San Antonio Spurs (Reprodução/nba.com/spurs)

Ataque inspirado

No final do terceiro quarto, o Spurs já havia alcançado a impressionante marca de 100 pontos. Durante a partida, se pôde assistir ao ataque engrenado em seu mais alto nível, como vimos por vezes na última temporada vitoriosa. Prova disso é o excelente aproveitamento nos arremessos – incríveis 58% dos tiros de quadra e 62% nos de três, que quase sempre eram tentados após excelente movimentação coletiva encontrar um colega livre. Até Tim Duncan acertou uma bola de longa distância! Sem dúvidas, a melhor exibição do time no campeonato.

Tony Parker em ação (Reprodução/nba.com/spurs)

Jogo coletivo

Nada de individualidades. Para o jogo do Spurs fluir, todos precisam contribuir. Foi isto que vimos na vitória desta quarta, com sete jogadores fazendo dez ou mais pontos. Sem contar que o brasileiro Tiago Splitter esteve a um ponto apenas de atingir os dígitos duplos, contribuindo com nove pontos e quatro rebotes.

Pararam a fera

Russell Westbrook bem que tentou, mas não era a noite do seu time. O candidato a MVP esteve muito abaixo do seu normal, contribuindo com “apenas” 16 pontos – tem média de 27,3 na temporada – e convertendo somente 31% dos arremessos que tentou. Além disso, foram quatro desperdícios de bola em uma atuação não tão inspirada do craque adversário.

Parker em forma

Como já percebemos durante toda a temporada, para o Spurs estar em sua melhor forma, o astro francês Tony Parker também precisa estar em alto nível.

Depois de atuação fraca contra o Mavs, o armador voltou com a pontaria afiada e fome de bola, e comandou sua equipe com 21 pontos – foi o cestinha da partida – e seis assistências.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Tony Parker – 21 pontos e 6 assistências

Boris Diaw – 19 pontos e 6 rebotes

Tim Duncan – 16 pontos e 6 rebotes

Kawhi Leonard – 14 pontos, 5 rebotes e 5 assistências

Patty Mills – 11 pontos e 3 assistências

Jeff Ayres  -10 pontos e 8 rebotes

Oklahoma City Thunder

Enes Kanter – 16 pontos e 10 rebotes

Russell Westbrook – 16 pontos, 7 assistências e 4 rebotes

Dion Waiters – 14 pontos e 2 rebotes

Spurs (44-26) vs Thunder (41-30) – Temporada Regular

San Antonio Spurs vs Oklahoma City Thunder – Temporada regular

Data: 25/03/2014

Horário: 22h30 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Cotação no Apostas Online: Spurs 1,29 (favorito) vs Thunder 3,61

Vindo de derrota para o Dallas Mavericks, o San Antonio Spurs recebe, um dia depois, o Oklahoma City Thunder em outro duelo importante da Conferência Oeste. As duas fortes equipes, que já fizeram bons duelos nos playoffs ao longos dos últimos campeonatos, agora lutam por uma classificação melhor para a pós-temporada.

Confrontos na temporada (0-1)

25/12/2014 – Spurs 106 x Thunder 114

No Natal, o Spurs não presenteou seus torcedores com uma boa atuação e, em casa, perdeu para o Thunder. As equipes estavam sem seus alas titulares, Kawhi Leonard e Kevin Durant. Quem tomou conta da partida foi Russell Westbrook, com 34 pontos e 11 assistências.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

PG – Tony Parker

SG – Danny Green

SF – Kawhi Leonard

PF – Tim Duncan

C – Tiago Splitter

Fique de Olho: Tony Parker, que teve um começo de temporada devagar, começou a engrenar nas últimas partidas, embora venha de má exibição contra o Dallas Mavericks. Diante do Thunder, travará um duelo com o craque Russell Westbrook, candidato a MVP e muito mais físico que o armador francês, que deve incomodar o camisa #9 do alvinegro.

PG – Russell Westbrook

SG – Dion Waiters

SF – Kyle Singler

PF – Enes Kanter

C – Steven Adams

Fique de Olho: Russell Westbrook é o destaque óbvio da equipe de Oklahoma. Com os desfalques de Kevin Durant e Serge Ibaka, o explosivo armador assumiu a responsabilidade e vem carregando a equipe nas costas ao longo dos últimos compromissos.

Spurs (44-26) @ Mavericks (45-27) – Superados pelos rivais

 94×101

Num duelo texano repleto de rivalidade, o San Antonio Spurs caiu diante do Dallas Mavericks, na noite desta terça-feira (24). A partida, disputada na casa dos rivais, foi o terceiro confronto entre as equipes na temporada, e a segunda vitória do adversários nestes compromissos. Na sexta-feira (27), o alvinegro terá a oportunidade de vingança, já que encara novamente o oponente, mas agora em seus domínios. Confira aqui todos os destaques do jogo.

Tiago Splitter não repetiu as boas atuações dos últimos jogos (Reprodução/nba.com/spurs)

Legião estrangeira

Um dos fortes da equipe de San Antonio, atual campeã da NBA, sempre foi a legião de estrangeiros que o elenco possui. Contra o Mavs, entretanto, os gringos foram mal, e os únicos dois atletas que se destacaram na pontuação são, surpreendentemente, norte-americanos. Kawhi Leonard e Danny Green, com 19 e 17 pontos, respectivamente, foram os poucos jogadores do time alvinegro que atingiram os dígitos duplos em pontuação.

Carrasco

Kawhi foi bem, mas faltou ajuda (Reprodução/nba.com/spurs)

Monta Ellis já é um bom jogador, isto todos sabemos. Mas desde a volta das equipes da parada para o All-Star Game, o ala-armador teve uma queda de produção muito grande, arremessando muito e acertando pouco. Na última partida que havia também terminado com vitória do Mavs, Ellis saiu de quadra com 38 pontos. Nesta terça, o feito foi repetido, e o jogador anotou exatos 38 pontos novamente. A facilidade com que penetrou no garrafão texano é motivo de preocupação para os próximos jogos do time de San Antonio.

Primeiro quarto arrasador. E só

A equipe de San Antonio teve um início empolgante, impondo o seu jogo e terminando o primeiro quarto vencendo por 29 a 17, sem cometer nenhum turnover. Mas a boa atuação terminou por aí. Ao intervalo, a vantagem já havia diminuído para três pontos, e o Mavericks conseguiu virar a partida na segunda metade e dominá-la com facilidade.

Kawhi “bate carteira”

Apesar da derrota, vale mencionar os quatro roubos de bola de Kawhi Leonard, que lidera a liga no quesito, com média de 2,3 por jogo. Desde o início da carreira, o ala já demonstrou ser um defensor de elite, mas seu desenvolvimento neste aspecto tem empolgado.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Kawhi Leonard -19 pontos, 9 rebotes e 4 roubos de bola

Danny Green- 17 pontos e 4 rebotes

Tim Duncan – 6 pontos, 7 rebotes e 2 tocos

Dallas Mavericks

Monta Ellis – 38 pontos e 5 assistências

Dirk Nowitzki – 15 pontos e 13 rebotes

Chandler Parsos – 15 pontos, 6 rebotes e 4 assistências

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 61 outros seguidores