Arquivo do autor:augustoedr

Ettore Messina deixa o Spurs rumo ao Milan

Principal assistente de Gregg Popovich nos últimos anos, Ettore Messina está de saída do San Antonio Spurs. O italiano deixa a franquia e volta para a sua terra natal após assinar contrato com o Milano para se tornar treinador e diretor de basquete do clube.

Messina está de saída do Spurs (Reprodução/eurohoops.net)

O alvinegro texano confirmou a baixa e agradeceu ao profissional pelos serviços prestados.

Messina voltará a treinar na Itália, país em que trabalhou como treinador entre 1989 e 2005. O europeu estava na franquia texana desde 2014 na função de assistente de Pop. A notícia foi dada em primeira mão por Shams Charania, jornalista do site americano The Athletic.

Antes, o Spurs viu Ime Udoka, outro assistente técnico de Pop nos últimos anos deixar a franquia para se juntar ao Sixers e trabalhar sob o comando de Brett Brown. Com isso, Becky Hammon pode ser a principal figura de apoio ao treinador do Spurs.

Anúncios

Spurs (3) vs Nuggets (4) – Parte da jornada é o fim

86×90

Após empatar a série em casa com vitória na sexta partida e ir para Colorado para um decisivo jogo 7, o San Antonio Spurs voltou para quadra na noite desse sábado (27), mas infelizmente não deu. A equipe da casa venceu o alvinegro pelo placar de 90 a 86, mandando-o para as férias mais cedo. Vamos, a seguir, aos destaques da despedida da equipe texana.

D5Nrp7QU0AAy-eX

Mesmo cotrando a diferença, o Spurs não conseguiu vencer (Reprodução/Mile High Sports)

Começo atrapalhado, resultado desastroso

O Spurs terminou o primeiro quarto com apenas 13 pontos e foi completamente dominado pela defesa do Nuggets. As trocas surtiram efeito, e DeMar DeRozan e LaMarcus Aldridge não conseguiam bons arremessos. Resultado: tentativas contestadas e baixo aproveitamento. Essa foi a toada de todo o jogo, e o desempenho abaixo do esperado nos 12 minutos iniciais fez com que o alvinegro tivesse que buscar o resultado mais tarde, mas não deu.

Demorando a engrenar

DeRozan e Aldridge combinaram para 27 pontos, Rudy Gay trouxe 21 do banco, e Bryn Forbes foi uma surpresa positiva com 19. Porém, não foi o bastante. Marco Belinelli zerou, e Patty Mills fez apenas cinco pontos. O banco foi mal, e faltou perna para os titulares no fim.

Sobre DeMar DeRozan

Não caia no que é dito por aí sobre DeRozan, está bem? Ele foi nosso melhor jogador durante toda a série. Com mais de 24 pontos por jogo, liderou a equipe em assistências e chamou muito bem a responsabilidade para si, especialmente quando Aldridge estava mal.

E o que fica?

O que fica é que a temporada foi positiva. Mesmo com um time desacreditado, o sétimo colocado da Conferência Oeste enfretou de igual para igual o vice-líder. O Spurs pode voltar mais forte para a próxima temporada com um bom trabalho nesta offseason. Aguardemos. E a todos vocês que acompanharam nossa franquia, seja pelo blog, pela televisão ou pelas rede sociais, fica o nosso muito obrigado. Em 2019/2020 nosso time volta, e estaremos juntos!

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Rudy Gay – 21 pontos e 8 rebotes

DeMar DeRozan –  19 pontos, 8 rebotes e 6 assistências

Bryn Forbes – 19 pontos e 6 rebotes

LaMarcus Aldridge – 16 pontos, 11 rebotes e 4 assistências

Denver Nuggets

Jamal Murray – 23 pontos, 5 rebotes e 4 assistências

Nikola Jokic – 21 pontos, 15 rebotes e 10 assistências

Gary Harris – 11 pontos, 5 rebotes e 3 assistências

Spurs (48-34) x Mavericks (33-49) – Obrigado, Dirk

105×94

O San Antonio Spurs voltou para o Texas nessa quarta-feira (10) para sua última partida em casa na temporada regular. O jogo contra o Dallas Mavericks foi o último de Dirk Nowitzki, agora aposentado. Foram muitas homenagens, e dentro de quadra os mandantes venceram sem dificuldades pelo placar de 105 a 94. Vamos, a seguir, aos destaques do confronto.

LaMáquina ataca novamente

LaMarcus Aldridge encerrou os trabalhos na temporada regular com outro double-double. Foram 34 pontos e 16 rebotes contra o Mavs, e o camisa #12 ainda contribuiu com boa parte das jogadas ofensivas do time. O ala-pivô chega forte para mais uma disputa de playoffs.

Dupla de armação

Bryn Forbes e Derrick White são pontos notáveis nesse Spurs de 2018/2019. Os dois combinaram para 24 pontos contra o rival texano, sendo 10 do Forbes e 14 do White. O segundo teve uma temporada de ascensão e terminou muito bem, obrigado. O arremessador teve altos e baixos, mas encerra a campanha com moral e pode ajudar a equipe nos playoffs.

Obrigado, Dirk!

Contra o Spurs, o ala-pivô alemão Dirk Nowitzki fez seu último jogo de NBA na carreira. Apesar de se tratar de um rival histórico, fez um vídeo homenagem para ele, o que o deixou visivelmente emocionado. O astro marcou uma geração, ao lado de Manu Ginobili e Dwyane Wade, que também se despediu da liga profissional americana nessa quarta-feira.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 36 pontos e 16 rebotes

DeMar DeRozan – 19 pontos, 5 rebotes, 4 assistências e 3 roubos de bola

Derrick White – 14 pontos, 6 rebotes e 3 assistências

Bryn Forbes – 10 pontos e 4 rebotes

Dallas Mavericks

Dirk Nowitzki – 20 pontos e 10 rebotes

Courtney Lee – 14 pontos e 3 rebotes

Justin Jackson – 14 pontos

Devin Harris – 12 pontos, 4 assistências e 2 tocos

J. Brunson – 11 pontos, 10 assistências e 3 rebotes

Spurs (43-31) x Celtics (43-31) – LaMáquina

115×96

Vindo de duas derrotas seguidas, o San Antonio Spurs se recuperou nesse domingo (24) ao vencer fora de casa o Boston Celtics por 115 a 96. LaMarcus Aldridge esteve em noite mágica e fez 48 pontos, recorde da sua carreira como visitante. Vamos aos destaques do confronto.

D2hSrfXW0AAlRQO

LaMarcus Aldridge liderou o Spurs pra cima de Boston (Reprodução/Spurs.com)

LaMarcus Aldridge imparável

17 pontos apenas nos nove primeiros minutos da partida. Que Aldridge definitivamente estava pegando fogo, isso ninguém tinha dúvida. Foram 48 pontos ao fim do jogo. Gordon Hayward, Aron Baynes… os principais defensores do Celtics tentaram parar o ala-pivô texano, mas ninguém conseguiu. Com isso, ele teve sua maior marca em um jogo fora de casa na carreira.

Mais playmaker do que nunca

Se o Aldridge ficou responsável por pontuar, a DeMar DeRozan coube distribuir assistências. Foram 11 ao todo e mais um double-double na conta. Ele ainda contribuiu com 16 pontos e foi fundamental para a boa porcentagem de aproveitamento nos arremessos de quadra do Spurs.

Patty Mills em sintonia

É outra temporada para Mills, e todos sabemos disso. Contra o Celtics, o armador veio do banco para fazer 12 pontos e ainda distribuir quatro assistências. Davis Bertans e Rudy Gay também entraram relativamente bem e ajudaram com 16 pontos – nove do letão e sete do americano.

Tá tudo bem em Boston?

Sei que o foco aqui é o Spurs, mas a partida teve grandes problemas por parte do Celtics. Com pouco esforço, a preguiça parecia tomar conta do time de Boston. Toda vez que eles ameaçaram encostar, o alvinegro ia lá e abria novamente, o que fez com que a partida fosse bem tranquila.

Destaques da partida 

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 48 pontos, 13 rebotes, 6 assistências

DeMar DeRozan – 16 pontos e 11 assistências

Patty Mills – 12 pontos e 4 assistências

Boston Celtics

Marcus Smart – 14 pontos e 4 rebotes

Gordon Hayward – 13 pontos, 10 rebotes e 3 assistências

Marcus Morris – 13 pontos e 6 rebotes

Kyrie Irving – 11 pontos, 12 assistências e 2 roubos de bola

Daniel Theis – 11 pontos e 7 rebotes

Spurs (42-30) vs Heat (35-36) – Ela veio

105×110

Após conquistar a nona vitória seguida e vindo de 11 triunfos consecutivos no AT&T Center, o San Antonio Spurs voltou a perder em casa nessa quarta-feira (20), para o Miami Heat de Dwayne Wade, que faz sua última temporada, por 110 a 105. Vamos ao resumo da partida.

D2JtT2rW0AAZUSV

Bellineli foi um dos destaques do banco do Spurs com 17 pontos. (Reprodução/Spurs.com)

Começo preguiçoso

O Spurs teve um início de jogo não muito bom, principalmente pecando muito na seleção de arremessos quesito que faz com que o time esteja atualmente na zona de playoffs. Com isso, o Heat conseguiu abrir 18 pontos de vantagem em determinado momento do terceiro quarto.

Poder de reação

O Spurs encurtou a vantagem de 18 pontos para apenas três na reta final do último quarto, vencendo os dois últimos período. Mas não foi suficiente, e a derrota veio. O destaque dessa reação foi o banco do Spurs. Patty Mills e Marco Belinelli combinaram para 34 pontos, marcando 17 cada, e Rudy Gay, que geralmente comanda essa segunda unidade, deixou a quadra com 15 pontos, nove rebotes e sete assistências, flertando com o triplo-duplo.

O bom, o mau e o próximo

A parte boa da atuação do Spurs foi banco contribuindo para o time texano, mantendo um ponto forte que faz parte da história recente da franquia. A parte ruim de ter desperdiçado a vitória em casa é que os dois próximos adversários são complicados, Houston Rockets e Bostons Celtics. Além disso, o retrospecto do alvinegro fora de casa não é bom nesta campanha. Agora, faltam apenas dez compromissos para a equipe de San Antonio antes do fim da temporada regular.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 17 pontos e 9 rebotes

Patty Mills – 17 pontos e 6 assistências

Marco Belinelli – 17 pontos

DeMar DeRozan – 16 pontos, 15 rebotes e 6 assistências

Rudy Gay – 15 pontos, 9 rebotes e 7 assistências

Miami Heat

Goran Dragic – 22 pontos

Dion Waiters – 18 pontos, 5 rebotes e 4 assistências

Josh Richardson – 15 pontos, 5 rebotes e 4 assistências

James Johnson – 13 pontos, 5 rebotes e 4 assistências

Dwayne Wade – 11 pontos e 2 rebotes