Arquivo diário: 19/11/2020

Spurs seleciona Vassell e Jones no Draft

O San Antonio Spurs viveu um dia movimentado nessa quarta-feira (18). A franquia texana selecionou Devin Vassell e Tre Jones no Draft e exerceu opções contratuais para transformar Jakob Poeltl, Quinndary Weatherspoon e Drew Eubanks em agentes livres restritos.

vassell_800_201117

Devin Vassell, novo jogador do Spurs (repridy

Vassel foi selecionado pelo Spurs na 11ª escolha do Draft. Ala-armador de 20 anos de idade e 2,01m de altura, o jogador acaba de concluir sua segunda temporada no basquete universitário americano, na qual obteve médias de 12,7 pontos (49% FG, 41,5% 3 PT, 73,8% FT) e 5,1 rebotes em 28,8 minutos por exibição por Florida State. Foi eleito para o segundo time ideal de sua conferência na campanha.

De acordo com Mike Schmitz, analista da ESPN americana, Vassel tem como pontos fortes as ferramentas físicas, mesmo não estando entre os prospectos mais atléticos do Draft, e o potencial para ser um tradicional ala 3-and-D na NBA, convertendo bolas de longa distância mesmo com uma mecânica pouco convencional e marcando armadores adversários em certos momentos. Além disso, tem algum potencial como criador de arremessos e apresentou melhora no controle de bola. Sua principal deficiência seria o entendimento do jogo, dos dois lados da quadra.

Na escolha 41, o Spurs selecionou Tre Jones. Armador de 20 anos de idade e 1,91m de altura, o jogador acaba de concluir sua segunda temporada no basquete universitário, na qual apresentou médias de 16,2 pontos (42,3% FG, 36,1% 3 PT, 77,1% FT), 6,4 assistências e 4,2 rebotes em 35,4 minutos por exibição por Duke. Foi eleito o melhor jogador e o melhor defensor da conferência na campanha.

Para Jonathan Givony, analista da ESPN americana, Jones caiu até a escolha 41 por causa da quantidade de bons armadores da classe e por conta das dúvidas em relação à sua consistência como arremessador – ele saltou de 26,2% para 36,1% de aproveitamento nas bolas de 3 em suas duas temporadas no basquete universitário. Mas sua capacidade de criar jogadas e sua defesa o colocam como candidato a ter uma carreira na NBA.

Além disso, de acordo com Bobby Marks, jornalista da ESPN americana, o Spurs exerceu opções contratuais para transformar Poeltl, Weatherspoon e Eubanks em agentes livres restritos. Assim, eles podem negociar livremente com quaisquer franquias, mas o alvinegro tem o direito de cobrir propostas se quiser mantê-los.