Cinco jogos do Spurs para assistir na quarentena

Se você ainda acha que o coronavírus é só uma gripe, está na hora de se informar melhor. Trata-se de uma pandemia que avança pelo mundo e que já matou pelo menos sete pessoas e infectou mais de 620 no Brasil, com casos confirmados em 22 estados e no Distrito Federal. A doença é mais perigosa para idosos, mas há relatos de vítimas de todas as idades. Contra uma ameaça deste porte, todos têm de fazer sua parte.

A sua é ficar em casa o máximo possível, reduzir o contato social e higienizar as mãos sempre que tocar em objetos compartilhados. A NBA também resolveu ajudar, disponibilizando o League Pass e graça por trinta dias para ajudar quem iniciou a quarentena. Por meio do serviço, é possível assistir a todas as partidas das temporadas 2018/2019 e 2019/2020, além de uma série de jogos clássicos.

O Spurs Brasil também resolveu colaborar e separou cinco jogos do San Antonio Spurs que você pode assistir para ajudar a passar o tempo durante a quarentena. Aproveite o serviço, se cuide e cuide dos seus!

20/04/1985 – Spurs 113 @ 111 Nuggets

George Gervin é um dos primeiros ídolos do Spurs (Reproduçãp/expressnews.com)

O fã mais recente do Spurs certamente tem na ponta da língua quatro ídolos históricos da franquia: David Robinson, Tim Duncan, Tony Parker e Manu Ginobili. Que tal, então, saber como jogava um dos mais subestimados arremessadores da história da NBA? O alvinegro terminou a temporada 1984/1985 na sétima colocação da Conferência Oeste. Na primeira rodada dos playoffs, que à época tinha formado melhor de cinco, enfrentou o vice-líder Denver Nuggets. Depois de uma acachapante derrota por 141 a 111 fora de casa, o time texano contou com seu astro para empatar a série. Mesmo no Colorado, George Gervin anotou incríveis 41 pontos, seis rebotes e três assistências, convertendo 16 dos 25 arremessos de quadra que tentou, e comandou a vitória por 113 a 111. Infelizmente, porém, o Spurs perdeu dois dos três jogos que tinha pela frente e acabou eliminado.

04/01/2019 – Spurs 125 x 107 Raptors

DeRozan ajudou o Spurs no reencontro com Kawhi (Reprodução/twitter.com/spurs)

O torcedor mais rancoroso pode querer rever o Spurs vencendo Kawhi Leonard no primeiro reencontro com o ala. Em janeiro do ano passado, o alvinegro recebeu o Toronto Raptors, que havia trocado pelo astro antes do início da temporada, e conseguiu uma convincente vitória por 125 a 107. Se não bastasse, DeMar DeRozan, envolvido na transação, registrou um triplo-duplo com 21 pontos, 14 rebotes e 11 assistências. LaMarcus Aldridge colaborou com 23 pontos e cinco assistências, e Derrick White, além de marcar muito bem o ex-colega, registrou 19 pontos e quatro assistências.

18/04/2019 – Spurs 118 x 108 Nuggets

White mostrou todo o seu potencial (Reprodução/nba.com/spurs)

Antes do início da última temporada, existia grande expectativa ao redor da possível primeira campanha de Dejounte Murray como principal armador do Spurs. Porém, uma grave lesão o tirou de todo o campeonato e abriu espaço para uma agradável surpresa: Derrick White. O camisa #4 assumiu a titularidade, se tornou o melhor defensor de perímetro do elenco e ainda ganhou destaque ofensivamente. Graças a ele, o alvinegro chegou até a sonhar com uma vitória sobre o Denver Nuggets na primeira rodada dos playoffs. Na terceira partida da série, disputada no AT&T Center, o jogador deixou a quadra com 36 pontos, cinco assistências, cinco rebotes e três roubadas de bola em uma atuação histórica.

03/12/2019 – Spurs 135 x 133 Rockets

Walker mostrou a que veio contra o Rockets (Foto: Reprodução/Instagram/Spurs)

Uma vitória no clássico depois de duas prorrogações com direito a ajuda da arbitragem, que não validou de maneira bizarra uma clara enterrada de James Harden. Isso já seria o bastante para o torcedor do Spurs voltar a assistir à partida, mas ainda teve mais. Com 18 pontos no quarto período, Lonnie Walker ajudou o alvinegro a conseguir uma improvável virada, já que a equipe perdia por 102 a 89 quando ele pisou em quadra, e ao fim da partida registrou 28 pontos, quatro rebotes e três roubadas de bola. Uma amostra do que pode fazer o ala-armador, que talvez seja o jogador de maior potencial de todo o elenco.

11/02/2020 – Spurs 114 @ 106 Thunder

Murray se destacou contra o Thunder (Reprodução/nba.com/spurs)

O Spurs fez uma das piores Rodeo Road Trips da história na atual temporada, mas contou com uma empolgante atuação de uma das suas jovens promessas para arrancar uma rara vitória na estrada. Já consolidado como um dos melhores defensores do elenco, Dejounte Murray mostrou potencial ofensivo ao registrar 25 pontos, nove rebotes e três assistências em triunfo sobre o Oklahoma City Thunder. Para que o alvinegro sonhe com um futuro melhor, o armador precisa encontrar um modo de produzir ofensivamente com consistência.

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é editor assistente do UOL Esporte. Cobriu o basquete olímpico na Olimpíada de 2016 pelo LANCE!. Trabalhou também para Basketeria e mob36.

Publicado em 20/03/2020, em Artigos. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.