Spurs (24-33) vs Mavericks (36-23) – Retorno amargo

103×109

Depois de perder para o Oklahoma City Thunder, o San Antonio Spurs finalmente voltou ao AT&T Center com o fim da Rodeo Road Trip deste ano. Porém, mesmo diante da sua torcida, os alvinegros foram superados pela terceira vez na temporada pelo Dallas Mavericks, novamente por um placar apertado, que nessa quarta-feira (26) foi de apenas seis pontos de diferença. Confira, a seguir, os destaques do duelo:

Spurs perdeu a terceira seguida para o rival na temporada (Foto: Reprodução/twitter.com/dallasmavs)

Chance desperdiçada

O Spurs teve talvez a melhor chance do jogo. O duelo foi para o último quarto com o Mavericks vencendo por 88 a 69, mas o time visitante simplesmente teve um apagão no início da última parcial. A equipe de Dallas fez apenas um ponto nos primeiros seis minutos da etapa em questão, ameaçando seu recorde negativo de dois pontos marcados em um quarto em 1997. Uma bola de três pontos de Trey Lyles com 6:16 para o fim colocou o alvinegro à frente com 90 a 89, na primeira liderança da equipe mandante desde o primeiro minuto.

Mas as oportunidades de segurar o resultado correram pelos dedos. O Mavericks aplicou uma sequência de 18 a 7 nos quatro minutos seguintes e recuperou o controle do embate, impondo assim ao Spurs a sétima derrota nos últimos nove jogos. Luka Doncic e Kristaps Porzingis combinaram para 11 pontos, cinco assistências e dois rebotes nos seis minutos finais.

Mão torta

O Spurs teve aproveitamento de 29% dos arremessos de quadra no primeiro quarto e terminou três pontos abaixo de seu pior placar nas etapas de abertura desta temporada. O Mavericks levou a melhor nesse quesito e faturou a primeira parcial por 36 a 20. O resultado finai quebra o jejum que durava desde 29 de janeiro de 2017, a última vitória do time de Dallas em San Antonio.

Deixa o menino jogar

Depois de jogar limitados minutos no começo da temporada, Loonie Walker IV fez sua quarta partida como titular. Ele começou o duelo marcando Doncic, que se limitou a fazer apenas nove pontos no primeiro quarto.

“Ele está ganhando minutos e descobrindo as coisas. Ele está entendendo mais e mais o que precisa ser feito, sendo mais sólido mais do que tudo nas duas extremidades da quadra. Isso leva tempo, mas ele está na cola de um sr. Doncic esta noite. Todas essas são ótimas lições para ele”, elogiou Gregg Popovich.

Walker começou a partida no lugar de LaMarcus Aldridge, que não foi a combate devido a dores no ombro direito.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

DeMar DeRozan – 27 pontos, 9 assistências e 8 rebotes

Marco Belinelli – 14 pontos e 8 rebotes

Loonie Walker IV – 12 pontos, 3 rebotes e 3 tocos

Dallas Mavericks

Kristaps Porzingis – 28 pontos, 12 rebotes e 3 tocos

Luka Doncic – 26 pontos, 14 assistências e 10 rebotes

Tim Hardaway Jr. – 17 pontos

Dorian Finney-Smith – 14 pontos e 4 rebotes

Sobre Sergio Neto

Jornalista esportivo desde 2012, ano em que passou a integrar a equipe do Spurs Brasil. Tem passagens por ESPN, Band e Estadão Esportes. Fanático por basquete desde criança e pelo San Antonio Spurs desde a era das "Torres Gêmeas". Ex-redator de NBA no The Playoffs (theplayoffs.com.br/nba).

Publicado em 27/02/2020, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.