Spurs (17-23) x Hawks (10-32) – Sem palavras

120×121

Acredite se quiser: o San Antonio Spurs foi varrido pelo Atlanta Hawks na temporada. Nessa sexta-feira (17), o alvinegro recebeu a equipe da Georgia e perdeu para o adversário por 121 a 120, sofrendo a segunda derrota seguida para o oponente. Vamos, a seguir, aos destaques do confronto.

Aldridge foi o cestinha do Spurs (Reprodução/nba.com/spurs)

Inexplicável

O Spurs venceu o terceiro período por 41 a 21, ficando a apenas um ponto do seu melhor quarto na temporada. O alvinegro chegou a imprimir uma corrida de 22 a 3 na parcial, na qual manteve o Hawks zerado por mais de três minutos. A sequência incluiu momentos empolgantes, como um toco de Derrick White que terminou em infiltração e bandeja de DeMar DeRozan e ainda foi seguido por um arremesso de três convertido por Patty Mills. Quando o time texano abriu 94 a 79, parecia que a partida estava definida.

Mas o Hawks foi reagindo aos poucos. Os visitantes entraram no último período perdendo por 11 pontos de diferença e cortaram para quatro após corrida de 13 a 3. As coisas se complicaram ainda mais quando LaMarcus Aldridge cometeu sua sexta falta com pouco mais de um minuto pela frente. Naquela altura, o alvinegro vencia por 120 a 116. A virada se completou com arremesso de três pontos convertido por Kevin Huerter a seis segundos do fim. DeRozan ainda tentou uma última infiltração, mas não teve sucesso no floater.

Fim da freguesia

O Hawks não vencia o Spurs no Texas desde o dia 15 fevereiro de 1997. Seis jogadores do time de Atlanta nem sequer eram nascidos naquela data. Vince Carter, que vai se aposentar ao fim da temporada, até brincou sobre o tema após fazer o provável último jogo da sua carreira no AT&T Center.

“É engraçado. Quando você joga contra um time contra o Spurs, é muito difícil vencer aqui. Mas acho que nosso time era tão jovem que não tinha ideia disso. Então, foi uma vantagem nossa”, declarou o ala-armador, segundo reportagem da emissora americana ESPN. O veterano foi homenageado pela franquia texana com um vídeo mostrado no telão do ginásio.

Reputação ameaçada

Entre a temporada 1998/1999 e a 2018/2019, o Spurs ficou somente 65 dias com recorde abaixo dos 50%. Neste campeonato, já são 66. Com dificuldades, o alvinegro se encontra dois jogos atrás do Memphis Grizzlies, oitavo colocado na Conferência Oeste. Uma ameaça considerável ao legado de Gregg Popovich, que está em sua possível última temporada como treinador do time texano.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 30 pontos e 5 rebotes

DeMar DeRozan – 25 pontos, 9 assistências, 9 rebotes e 2 roubos de bola

Patty Mills – 15 pontos

Dejounte Murray – 13 pontos, 12 rebotes, 5 assistências e 3 roubos de bola

Trey Lyles – 10 rebotes e 2 tocos

Atlanta Hawks

Trae Young – 31 pontos, 9 assistências e 5 rebotes

Cam Reddish – 22 pontos, 5 rebotes, 4 assistências e 4 roubos de bola

John Collins – 18 pontos e 10 rebotes

Kevin Huerter – 18 pontos e 2 tocos

Vince Carter – 14 pontos e 3 rebotes

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é editor assistente do UOL Esporte. Cobriu o basquete olímpico na Olimpíada de 2016 pelo LANCE!. Trabalhou também para Basketeria e mob36.

Publicado em 18/01/2020, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s