Spurs (15-20) vs Bucks (32-6) – Lição aprendida

126×104

Após perder para o Milwaukee Bucks dois dias antes, o San Antonio Spurs voltou para casa na noite desta segunda-feira (6) para receber o mesmo adversário. Desta vez, os comandados de Gregg Popovich mostraram que aprenderam a lição e derrotaram o melhor time de NBA por 126 a 104. Confira, a seguir, os destaques do duelo.

Mills e White comandaram a segunda unidade (Foto: Reprodução/Twitter.com/spurs)

Confia no homem

Conhecido pelo foco nos arremessos de média distância nos últimos anos, o Spurs está começando a compreender porque o técnico Gregg Popovich tem que implorar para que a equipe chute mais dos três pontos. Não à toa, os texanos converteram 19 bolas de longa distância, seu recorde da temporada, para bater o melhor time da NBA por 22 pontos de vantagem.

Em questão de aproveitamento, foram 19 bolas de três certas em 35 tentativas, sendo Patty Mills, com seis, quem mais converteu arremessos do tipo. LaMarcus Aldridge e Rudy Gay combinaram para quatro acertos em cinco tentativas de longa distância. Foi a derrota mais larga que o Bucks sofreu na temporada.

Apenas quatro jogos antes, o Spurs já havia quebrado seu recorde da temporada em bolas de três pontos. Foi na vitória sobre o Detroit Pistons, em que a equipe anotou 18 bolas. Destaque para Aldridge, que converteu 16 dos 23 arremessos do tipo que tentou nas últimas cinco partidas. Ou seja: confiem em Pop.

Completo

Por falar em Popovich, é possível dizer que o veterano comandante está bem satisfeito com o desempenho da sua equipe. Quando perguntado se este foi o jogo mais completo do Spurs na temporada, Pop respondeu afirmativamente.

“Eu acredito que seria difícil argumentar contra isso. O jogo fisicamente foi bom. Começamos o terceiro quarto de maneira um pouco ruim, tentando entender isso, mas pensei que estávamos mais consistentes hoje à noite fisicamente e na nossa execução do plano de jogo, éramos mais consistentes. Foi uma boa noite”, declarou.

Início quente

O Bucks abriu o jogo com três bolas seguidas de três pontos, mas o Spurs conseguiu uma corrida de 13 a 4 para tomar a dianteira do placar. DeMar DeRozan bloqueou uma bandeja de Antetokounmpo nessa sequência. Ao todo, sete jogadores do alvinegro pontuaram na etapa inicial, destacando os nove pontos do camisa #10.

Na parcial seguinte, a franquia texana anotou 38 pontos, seu recorde na temporada neste quarto e a terciera melhor marca em qualquer período. O Spurs acertou 12 dos 20 arremessos de três pontos que tentou antes do intervalo, construindo uma vantagem de 18 pontos e empatando o recorde da franquia com mais bolas de longa distância em uma metade de jogo.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

DeMar DeRozan – 25 pontos e 7 assistências

Patty Mills – 21 pontos

Rudy Gay – 17 pontos e 8 rebotes

LaMarcus Aldridge – 17 pontos, 4 rebotes e 3 assistências

Dejounte Murray – 13 pontos, 9 rebotes e 4 assistências

Milwaukee Bucks

Giannis Antetokounmpo – 24 pontos, 12 rebotes e 3 roubos de bola

Donte DiVincenzo – 16 pontos e 4 rebotes

Khris Middleton – 15 pontos, 5 rebotes e 4 assistências

George Hill – 15 pontos, 4 assistências e 4 rebotes

Wesley Matthews – 12 pontos

Sobre Sergio Neto

Jornalista esportivo desde 2012, ano em que passou a integrar a equipe do Spurs Brasil. Tem passagens por ESPN, Band e Estadão Esportes. Fanático por basquete desde criança e pelo San Antonio Spurs desde a era das "Torres Gêmeas". Ex-redator de NBA no The Playoffs (theplayoffs.com.br/nba).

Publicado em 07/01/2020, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s