Arquivo mensal: dezembro 2019

Spurs (9-15) vs Cavaliers (6-19) – Por entre os dedos

                   109×117

Depois de vencer o Sacramento Kings, o San Antonio Spurs teve um folga de cinco dias até voltar a entrar em quadra novamente, porém acabou sendo derrotado pelo Cleveland Cavaliers na noite desta quinta-feira (12) por 117 a 109. O revés marcou a terceira partida seguida que os comandados de Gregg Popovich precisam do tempo extra para decidir quem é o vencedor da noite. Confira, a seguir, os destaques do confronto:

DeRozan foi o cestinha do Spurs em nova derrota (Foto: Reprodução/San Antonio Spurs Twitter)

O preço dos erros

Não é justo apontar dedo, culpando esse ou aquele jogador por mais uma derrota. Mas também é de se notar que o mesmo DeMar DeRozan que colocou o Spurs à frente por um ponto a 35,1 segundos para o apito final, foi o mesmo que praticamente entregou a segunda chance para o Cavaliers.

O jogador texano foi para os lances livres com o placar em 103 a 100 para San Antonio e 14 segundos para o fim. DeRozan errou o primeiro lance livre que chutou e, em seguida, desperdiçou o segundo também. O time de Cleveland conquistou o rebote defensivo. Com a posse de bola na quadra de ataque, os visitantes desenharam uma jogada em que Kevin Love acabou ficando com a sobra de uma disputa pela bola e converteu a cesta de três pontos que levou o jogo para o tempo extra a 7,5 segundos para o fim do quarto período.

DeRozan ainda tentou o arremesso derradeiro do perímetro, mas acabou amassando o aro e o jogo foi para a prorrogação, marcando o terceiro compromisso seguido que o Spurs não consegue colocar números finais no tempo normal. “Não há desculpas porque eu não converti aqueles lances livres”, tentou se explicar o ala-armador. “Isso não é aceitável da minha parte”, completou o camisa 10.

Foi quase

Ainda existem coisas boas a se tirar da derrota. O Spurs chegou a perder por 13 pontos no terceiro quarto, mas conseguiu se recuperar na parcial final com uma sequência de 35 a 22. DeRozan foi importante nesta etapa em que duas de suas bandejas deixaram o time à frente por 84 a 83 com 6:23 restando. Foi a primeira vez que San Antonio esteve na liderança do duelo desde a bola de três pontos de Rudy Gay no primeiro quarto, colocando 7 a 6 no placar.

iArriba!

O próximo jogo do San Antonio Spurs é diante do Phoenix Suns, e acontece já neste sábado (14). Porém, os comandados de Gregg Popovich embarcam rumo ao México, palco onde será realizado o embate. A bola está prevista para subir às 19h (horário de Brasília).

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

DeMar DeRozan – 21 pontos, quatro rebotes e quatro assistências

LaMarcus Aldridge – 18 pontos, dez rebotes e três assistências assistências

Derrick White – 17 pontos e quatro rebotes

Patty Mills – dez pontos e duas assistências

Loonie Walker IV – dez pontos e dois rebotes

Cleveland Cavaliers

Kevin Love – 30 pontos e 17 rebotes

Collin Sexton – 28 pontos (10-19 FG)

Jordan Clarkson – 25 pontos, quatro rebotes e três assistências

Cedi Osman – 15 pontos

Spurs (9-14) vs Cavaliers (5-19) – Temporada Regular

San Antonio Spurs vs Cleveland Cavaliers – Temporada Regular

Data: 12/12/2019

Horário: 22h30 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Onde assistir: NBA League Pass

Vindo de uma vitória sofrida sobre o Sacramento Kings, o San Antonio Spurs reencontra sua torcida em busca do terceiro triunfo consecutivo. Para isso, precisa derrotar o frágil Cleveland Cavaliers na noite desta quinta-feira (12). Para o duelo, os texanos devem contar mais uma vez com LaMarcus Aldridge, que não esteve presente em dois dos últimos compromissos da equipe (a derrota para o Detroit Pistons e o triunfo sobre o Houston Rockets), que não joga há cinco dias. É a primeira vez que os adversários irão se encontrar nesta temporada, e ainda há mais um confronto previsto no calendário.

PG – Derrick White/Patty Mills

SG – Bryn Forbes

SF – DeMar DeRozan

PF – Rudy Gay

C – LaMarcus Aldridge

Fique de Olho – Patty Mills tem feito uma de suas principais temporadas da carreira no quesito rendimento. Com os altos e baixo de Dejounte Murray, o australiano tem ganhado bastante tempo de quadra e tem respondido, mantendo o ritmo da equipe e convertendo suas bolas de três pontos. Contra o Kings, o armador foi responsável por 13 pontos e cinco assistências em 33 minutos vindo do banco de reservas.

PG -Collin Sexton

SG – Darius Garland

SF – Cedi Osman

PFKevin Love

C – Tristan Thompson

Fique de Olho – Desde a saída de LeBron James, que se juntou ao Los Angeles Lakers na última temporada, o Cleveland Cavaliers nem sequer cogita sonhar com grandes pretensões na liga. Kevin Love tem sido o principal jogador da franquia desde então, e seus números corroboram com isso. O ala-pivô tem média de double-double nesta temporada, com 15,7 pontos e 10,5 rebotes por exibição.

Spurs (9-14) vs Kings (8-13) – Nova vitória na prorrogação

105×104

Na noite dessa sexta-feira (6), o San Antonio Spurs recebeu o Sacramento Kings, e a sina da jornada anterior seguiu no AT&T Center: partida difícil, recuperação no quatro período e alívio na prorrogação. Foi assim no triunfo sobre o Houston Rockets e na vitória por 105 a 104 sobre os californianos. Vamos, a seguir, aos destaques do confronto.

Belinelli fez cesta decisiva (Reprodução/nba.com/spurs)

O jogo

O cestinha do Spurs foi LaMarcus Aldridge, com 19 pontos, mas a estrela da partida foi DeMar DeRozan. O camisa #10 pontuou, deu assistências e participou bem ao longo dos 40 minutos em que esteve na quadra. Mais do que números, o ala-armador saiu do lugar comum: chutou da linha dos 3 e foi um líder para a equipe no momento em que ela mais precisou.

Gregg Popovich utilizou 11 jogadores ao longo da partida. Derrick White, Bryn Forbes e Rudy Gay completaram o quinteto titular ao lado de DeRozan e Aldridge. Do banco de reservas, saíram Dejounte Murray, Patty Mills, Lonnie Walker, Marco Belinelli, Trey Lyles e Jakob Poeltl.

A equipe de Sacramento, por sua vez, contou com três peças para pontuar em larga escala: Buddy Hield, Yogi Ferrell e a estrela do time, Harrison Barnes, que em 43 minutos produziu 21 pontos e dez assistências.

O momento chave do jogo aconteceu quando faltava 1:50 para o fim do jogo. O Spurs conseguiu apagar vantagem adversária de nove pontos e levou a bola para a prorrogação graças a arremesso convertido por Belinelli com somente quatro segundos pela frente. No tempo extra, a defesa agressiva do alvinegro ajudou a garantir o triunfo.

O que eles disseram

Após o jogo, DeRozan comemorou a vitória, mas alertou para os buracos em que o time tem caído na temporada.

“É definitivamente dramático, mas uma vitória é uma vitória. Acho que é a melhor maneira de entendermos como precisamos encerrar o jogo, que erros nos levam a um buraco em que temos que lutar tanto. Na maioria das vezes, desde que consigamos a vitória, isso é tudo que importa”, afirmou.

Popovich, por sua vez, exaltou a cesta decisiva de Belinelli e o tempo para treinar a equipe, que só volta à quadra na próxima quinta-feira (12) para receber o Cleveland Cavaliers.

“Eles executaram a jogada muito bem, e Belinelli ficou bem livre e a derrubou. Ele ama essas situações. Ele sempre gostou de toda a sua carreira, então fomos até ele e ele entregou. Vamos dar a eles mais alguns dias de folga, como fizemos antes deste jogo. Porque esses 34 dias, jogando todos os dias, foram realmente difíceis para eles. Esta é uma boa pausa para que possamos treinar nas segundas e terças-feiras e ter um bom trabalho e partir daí”, projetou.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

DeMar DeRozan – 25 pontos, 10 rebotes e 7 assistências

LaMarcus Aldridge – 19 pontos e 13 rebotes

Dejounte Murray – 14 pontos, 7 rebotes e 4 assistências

Patty Mills – 13 pontos e 5 assistências

Jacob Poltl – 13 pontos e 3 rebotes

Sacramento Kings

Buddy Hield – 23 pontos e 7 rebotes

Harrison Barnes – 21 pontos, 10 rebotes e 5 assistências

Yogi Ferrell – 17 pontos e 3 assistências

Richaun Holmes – 13 pontos e 14 rebotes

Spurs (8-14) vs Kings (8-12) – Temporada regular

San Antonio Spurs vs Sacramento Kings – Temporada regular

Data: 06/12/2019

Horário: 22h30 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Onde assistir: NBA League Pass

Vindo de um triunfo incrível sobre o Houston Rockets após duas prorrogações, o San Antonio Spurs volta ao AT&T Center para receber o Sacramento Kings.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

PG – Dejounte Murray

SG – Bryn Forbes

SF – DeMar DeRozan

PF – LaMarcus Aldridge

C – Jakob Poeltl

Fique de olho – Em meio a rumores de troca que citam interesse do Kings, Aldridge volta de lesão com muito a mostrar.

PG – Cory Joseph

SG – Buddy Hield

SF – Harrison Barnes

PF – Nemanja Bjelica

C – Richaun Holmes

Fique de olho – Recuperado de lesão, o ex-Spur Cory Joseph volta ao Kings em mais um retorno ao AT&T Center. O armador canadense defendeu a franquia texana entre 2011 e 2015 e fez parte do elenco campeão da NBA em 2014.

Spurs (8-14) vs Rockets (13-7) – Deixa o menino jogar

135×133

Depois de perder para o Detroit Pistons, o San Antonio Spurs recebeu o Houston Rockets na noite dessa terça-feira (3) e, após das longas prorrogações, venceu os rivais texanos por 135 a 133 em noite histórica para Lonnie Walker. Confira, a seguir, os destaques do confronto.

Loonie Walker IV e sua bola decisiva (Foto: Reprodução/San Antonio Instagram)

Dramático

Foram necessárias duas prorrogações, mas o Spurs venceu o Rockets em um jogo bastante significativo para o alvinegro, que pretende dar a volta por cima depois do lamentável mês de novembro. A reação começou quando James Harden, astro do rival, teve uma enterrada ignorada pela arbitragem depois que a bola entrou e saiu da cesta em jogada muito bizarra. Naquela altura, restava pouco menos de oito minutos para o fim do último quarto, e os visitantes lideravam por 102 a 89. Esse foi o lance simbólico da virada de chave na partida.

A partir deste ponto, Loonie Walker começou a escrever a história. O calouro liderou a equipe alvinegra em busca de uma reação que recuperou dez pontos de desvantagem, marcando seu recorde de pontos na carreira e convertido bolas de três pontos importantíssimas que levaram o jogo para a primeira prorrogação. Foram 18 pontos somente no último período, sendo oito consecutivos que decretaram o empate no tempo regulamentar.

No segundo tempo extra, Harden anotou seis pontos, incluindo uma bola aproveitando lance livre desperdiçado por Clint Capela, abrindo 131 a 128 no placar. Bryn Forbes empatou com uma bola de três pontos, e os times passaram a trocar lances livres. DeMar DeRozan, após causar a ejeção do Barba ao sofrer falta de ataque, teve aproveitamento de 3-4 dos lances livres nos últimos 30 segundos.

A força do grupo

O Spurs não contou com LaMarcus Aldridge, contundido, pelo segundo jogo consecutivo, mas mostrou independência da presença do ala-pivô. O time respondeu com um bom esforço coletivo para vencer o Rockets quatro dias depois de derrotar o Los Angeles Clippers também no AT&T Center.

“Este é um time que achamos que temos, nós apenas precisamos jogar assim constantemente e não não temos feito isso. Mas, por sorte, nós estamos começando a descobrir como fazer isso”, disse o técnico Gregg Popovich, após a partida.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Loonie Walker IV – 28 pontos, 4 rebotes e 3 roubos de bola

Bryn Fobres – 25 pontos e 4 assistências

DeMar DeRozan – 23 pontos, 9 assistências e 5 rebotes

Rudy Gay – 14 pontos e 5 rebotes

Derrick White – 12 pontos e 3 assistências

Houston Rockets

James Harden – 50 pontos, 9 rebotes, 6 assistências e 4 roubos de bola

Clint Capela – 22 pontos e 21 rebotes

Russell Westbrook – 19 pontos, 10 assistências e 10 rebotes

Austin Rivers – 19 pontos e 4 rebotes