Arquivo mensal: setembro 2019

Mills vai às semifinais; Pop e White são eliminados

Patty Mills será o representante do San Antonio Spurs nas semifinais da Copa do Mundo. Nesta quarta-feira (11), o armador ajudou a Austrália a vencer a República Tcheca por 82 a 70 pelas quartas de final da competição. Por outro lado, os Estados Unidos de Gregg Popovich e Derrick White perderam para a França por 89 a 79 e estão fora da disputa pelo título.

Patty Mills em ação pela Austrália contra a República Tcheca (Reprodução/fiba.basketball)

Mais uma vez titular, Mills fez outro grande jogo e terminou como cestinha da partida, deixando a quadra com 24 pontos (9-15 FG, 6-9 3 PT), seis assistências e quatro rebotes em 29:06 minutos.

White, por sua vez, saiu do banco de reservas para anotar quatro pontos (2-3 FG), uma assistência e um rebote na derrota dos Estados Unidos para a França.

Os americanos voltam à quadra já nesta quinta-feira, quando enfrentam a Sérvia às 8h (de Brasília) em torneio que vale o quinto lugar. No dia seguinte, às 5h, a Austrália joga semifinal contra a Espanha em reedição da disputa pelo bronze da Olimpíada do Rio de Janeiro.

Pop, White e Mills avançam para as quartas da Copa

As quartas de final da Copa do Mundo de basquete terão três representantes do San Antonio Spurs. Na última rodada da segunda fase, os Estados Unidos de Gregg Popovich e Derrick White e a Austrália de Patty Mills triunfaram e agora já sabem que vão enfrentar no mata-mata.

White em ação pelos Estados Unidos contra o Brasil (Reprodução/fiba.basketball)

Nesta segunda-feira (9), os americanos entraram em quadra classificados, mas mesmo assim venceram o Brasil pelo placar de 89 a 73 e garantiram o primeiro lugar no grupo. White saiu do banco de reservas para anotar quatro pontos (2-6 FG, 0-2 3 PT) e duas assistências em 14:02 minutos. O resultado eliminou a seleção verde e amarela da competição.

Também nesta segunda-feira, a Austrália venceu a França pelo placar de 100 a 98, em jogo decidido somente nos instantes finais, e escapou dos Estados Unidos nas quartas de final. Mais uma vez titular, Mills foi o destaque da sua seleção ao deixar a quadra com 30 pontos (10-18 FG, 3-8 3 PT, 7-8 FT), três assistências e dois rebotes em 33:30 minutos.

Por outro lado, a Itália de Marco Belinelli está fora da Copa. Nesse domingo, a seleção europeia precisou da prorrogação para vencer Porto Rico pelo placar de 94 a 89 em sua despedida da competição. Titular, o ala-armador do Spurs registrou 27 pontos (7-17 FG, 3-8 3 PT, 10-12 FT), seis rebotes e três assistências em 40:09 minutos minutos na partida em questão.

Também no domingo, a Nigéria de Chimezie Metu venceu a China por 86 a 73, pelo torneio de consolação, e garantiu classificação para a Olimpíada de Tóquio. O ala-pivô saiu do banco para anotar 11 pontos (5-8 FG, 1-2 3 PT), seis rebotes e uma assistência em 20:18 minutos.

Únicos representantes da franquia texana vivos na Copa, Pop, White e Mills entram em quadra na quarta-feira pelas quartas de final. Os Estados Unidos abrem o dia e enfrentam a França às 8h (de Brasília). Duas horas mais tarde, a Austrália mede forças com a República Tcheca.

Pop, White e Mills iniciam segunda fase com vitória

Neste sábado (7), dois representantes do San Antonio Spurs começaram a segunda fase da Copa do Mundo de basquete com vitória. Os Estados Unidos de Gregg Popovich e Derrick White bateram a Grécia por 69 a 53, e a Austrália de Patty Mills superou a República Dominicana por 82 a 76. Por outro lado, o Brasil acabou derrotado pela República Tcheca por 93 a 71.

Derrick White tenta arremesso durante jogo dos Estados Unidos contra a Grécia (Reprodução/fiba.basketball)

Mais uma vez, White saiu do banco da sua seleção. O armador deixou a quadra com nove pontos (4-6 FG e 1-3 3 PT), uma assistência e um rebote em 14:23 minutos vontra a Grécia.

Mills, por sua vez, foi de novo titular da Austrália na importante vitória sobre a República Dominicana. Cestinha da partida, o armador do Spurs deixou a quadra com 19 pontos (6-12 FG, 2-6 3 PT, 5-6 FT), nove assistências e quatro rebotes em 30:11 minutos.

O sábado foi marcado pela decepcionante derrota do Brasil para a República Tcheca. Agora, a seleção vai precisar vencer os Estados Unidos na segunda-feira para chegar às quartas de final.

Neste domingo, mais dois representantes do Spurs devem entrar em quadra pela Copa do Mundo. Às 5h30, a Itália de Marco Belinelli mede forças com Porto Rico. Às 9h, a Nigéria de Chimezie Metu enfrenta a China em partida válida pelo torneio de consolação.

Belinelli inicia segunda fase com derrota; Metu vence

Nesta sexta-feira (6), a Itália de Marco Belinelli estreou na segunda fase da Copa do Mundo de basquete com derrota por 67 a 60 para a Espanha. Por outro lado, a Nigéria começou a sua campanha no torneio de consolação com vitória por 83 a 66 sobre a Costa do Marfim.

Belinelli tenta o arremesso durante jogo da Itália contra a Espanha (Reprodução/fiba.basketball)

Mais uma vez titular, Belinelli esteve pouco calibrado no revés. O ala-armador anotou sete pontos (3-16 FG, 0-6 3 PT, 1-1 FT), quatro assistências e quatro rebotes em 31:27 minutos.

Metu, por sua vez, saiu do banco de reservas e zerou em pontuação na vitória de sua seleção. O ala-pivô do Spurs registrou três rebotes e duas assistências em 13:51 minutos.

Neste sábado (7), mais três representantes do Spurs estreiam na segunda fase. A Austrália de Patty Mills pega a República Dominicana às 5h (de Brasília). Quatro horas mais tarde, os Estados Unidos de Gregg Popovich e Derrick White mede forças com a Grécia.

Também neste sábado, o Brasil inicia sua campanha na segunda fase da Copa do Mundo contra a República Tcheca. A partida tem início previsto para às 5h30 (de Brasília).

Pop, White e Mills vencem e avançam invictos

Três representantes do San Antonio Spurs chegam à segunda fase da Copa do Mundo de basquete de maneira invicta. Nesta quinta-feira (5), os Estados Unidos de Gregg Popovich e Derrick White bateram o Japão por 98 a 45, e a Austrália de Patty Mills superaram a Lituânia por 87 a 82. O dia também foi marcado pela vitória do Brasil por 84 a 73 sobre Montenegro.

Derrick White (à direita) durante jogo dos Estados Unidos contra o Japão (Reprodução/fiba.basketball)

Dada a facilidade do jogo contra o Japão, Pop pôde poupar os titulares, e White ganhou mais tempo de quadra. Assim, o armador do Spurs saiu do banco de reservas para registrar oito pontos (3-8 FG, 1-3 3 PT, 1-3 FT), três assistências e três rebotes em 19:49 minutos.

Mills, por sua vez, foi titular no importante triunfo. Cestinha da partida, deixou a quadra com 23 pontos (8-16 FG, 3-8 3 PT, 4-4 FT), duas assistências e dois rebotes em 34:36 minutos.

A quinta-feira também serviu para o Brasil bater Montenegro e consolidar a campanha invicta na primeira fase, avançando como líder do seu grupo. O destaque da seleção foi o armador Marcelinho Huertas, que anotou 16 pontos, seis assistências e dois rebotes em 25 minutos.

Nesta sexta-feira (6), outros dois representantes do Spurs entram em ação pela Copa do Mundo. Às 9h30, a Itália de Marco Belinelli estreia na segunda fase em difícil desafio contra a Espanha. Antes disso, às 5h, a Nigéria de Chimezie Metu inicia sua campanha em torneio de eliminados que serve para determinar a classificação final do torneio e distribuir vagas olímpicas.