Arquivo mensal: setembro 2019

Spurs se apresenta para pré-temporada com novidade

Nesta segunda-feira (30), 19 jogadores se apresentaram ao técnico Gregg Popovich para a pré-temporada do San Antonio Spurs. Entre eles, Daulton Hommes é a principal novidade.

Hommes em ação pelo Bucks na pré-temporada (Ethan Miller/Getty Images)

Ala de 23 anos de idade e 2,03 de altura, Hommes acaba de concluir sua quarta temporada no basquete universitário americano, na qual apresentou médias de 21,9 pontos (53,3% FG, 47% 3 PT, 84,7% FT) e 5,8 rebotes em 31,4 minutos por exibição defendendo as cores de Point Loma na segunda divisão da NCAA. Após passar em branco no Draft, disputou as Summer Leagues pelo Milwaukee Bucks, jogando cinco partidas e sustentando médias de 8,4 pontos (56% FG, 46,7% 3 PT, 100% FT) e 1,6 rebotes em 17,7 minutos por compromisso.

Durante a fase de pré-temporada, um time pode ter até 20 jogadores sob vínculo profissional. Na temporada regular, esse número cai para 17. Assim, dificilmente Hommes vai cavar um lugar no elenco profissional. Isso porque a franquia já tem 15 contratos garantidos mais dois two-way.

Uma franquia da G-League tem prioridade para assinar com os jogadores dispensados ao fim da pré-temporada de sua afiliada da NBA. Assim, o destino de Hommes deve ser o Austin Spurs – assim como o de Dedrick Lawson, outro ala contratado pela franquia nesta offseason.

Veja o elenco do Spurs para a pré-temporada:

https://platform.twitter.com/widgets.js

Publicidade

Mills encera Copa do Mundo na quarta colocação

Com Patty Mills como destaque, a Austrália terminou a Copa do Mundo de basquete na quarta colocação. Neste domingo (15), a seleção da Oceania perdeu para a França pelo placar de 67 a 59 em confronto válido pela disputa da medalha de bronze da competição.

Mills em ação pela Austrália contra a França (fiba.basketball)

Mais uma vez titular da seleção australiana na competição, Mills deixou a quadra com 15 pontos (6-12 FG, 2-4 3 PT, 1-1 FT), duas assistências e um rebote em 33:21 minutos.

A quarta posição foi o melhor resultado de um representante do Spurs na Copa e a melhor campanha da história australiana no torneio. Mills o deixa com médias de 22,8 pontos (49,6% FG, 40,4% 3 PT, 86% FT), 3,9 assistências e 2,3 rebotes em 33,9 minutos por exibição.

Pop e White se despedem da Copa com vitória

Com Gregg Popovich e Derrick White como representantes do San Antonio Spurs, a seleção americana se despediu da Copa do Mundo com triunfo. Neste sábado (14), o Team USA venceu a Polônia pelo placar de 87 a 74 em partida válida pela disputa do sétimo lugar da competição.

White em ação pelos Estados Unidos contra a Polônia (Reprodução/fiba.basketball)

Pop não usou Kemba Walker, Marcus Smart e Jayson Tatum na partida, o que deu a White a chance de ser titular pela primeira vez na Copa. O armador do Spurs aproveitou para anotar 12 pontos (4-7 FG, 0-1 3 PT, 4-4 FT), sete assistências e dois rebotes em 27:08 minutos.

Apesar da vitória, o sétimo lugar representa a pior colocação da história americana na Copa.

Mills é derrotado na semifinal da Copa do Mundo

Acabou o sonho do título mundial para Patty Mills. Com o armador do San Antonio Spurs como titular, a seleção australiana perdeu para a Espanha pelo placar 95 a 88, em uma das semifinais da competição, em partida que acabou decidida somente na segunda prorrogação.

Mills e a Austrália levaram a pior contra a Espanha (Reprodução/fiba.basketball)

Mills foi o cestinha do jogo com 34 pontos (11-25 FG, 4-11 3 PT, 8-11 FT), três rebotes e duas assistências, mas errou lance livre que daria a vitória à sua seleção no fim do quarto período.

No domingo, às 5h (de Brasília), Mills e a Austrália disputarão o terceiro lugar com a França.

Pop e White perdem de novo e disputarão sétimo lugar

A seleção americana de Gregg Popovich e Derrick White vai disputar o sétimo lugar da Copa do Mundo. Nesta quinta-feira (12), o Team USA abriu o torneio que decidirá o quinto colocado com derrota por 94 a 89 para a Sérvia, sendo relegado a jogo de perdedores desta fase.

Pop orienta a seleção americana durante jogo contra a Sérvia (Reprodução/fiba.basketball)

White saiu do banco na partida e registrou dois pontos (1-4 FG, 0-1 3 PT) em 11:04 minutos.

Com a derrota, a seleção americana já sabe que vai terminar a Copa do Mundo com a pior campanha de sua história na competição. A equipe encerra sua participação no torneio no sábado, quando enfrenta a Polônia às 5h (de Brasília) em jogo que vale o sétimo lugar.