Spurs (43-32) vs Hornets (35-39) – Derrota na prorrogação

sas1116×125Charlotte_Hornets

Na terça-feira (26), o San Antonio Spurs foi até o Spectrum Center enfrentar o Charlotte Hornets e acabou derrotado por 125 a 116 após prorrogação. Confira os destaques da partida.

sashor1

Ninguém conseguiu conter Kemba Walker (Reprodução/nba.com/spurs)

Banco de reservas

Um dos maiores problemas de do Spurs no início da partida foi a parte ofensiva, que parecia um pouco lenta. LaMarcus Aldridge e DeMar DeRozan não atacavam com agressividade o adversário, o que possibilitou ao Hornets uma proteção maior do aro e um aumento da efetividade dos contra ataques. Quando a equipe caiu de produtividade, felizmente, Bryn Forbes e Marco Belinelli conseguiram segurar as pontas e fizeram o alvinegro se manter na partida, voltando a pressionar o adversário e a chegar mais vezes na cesta.

Os reservas que entraram no jogo trabalharam melhor a bola, sabendo como posicionar a defesa para lidar com as investidas do Hornets, que sempre contava com Kemba Walker nas principais jogadas. Como resposta, no segundo quarto, DeRozan pareceu despertar e marcou pontos importantes, ajudando o Spurs a terminar o período com 36 pontos.

Ilusão

Depois do intervalo, o alvinegro texano entrou ligado no terceiro quarto, com jogadas rápidas e aumentando o marcador praticamente toda vez que chegava na cesta. Parecia que as coisas estavam se encaminhando para um jogo mais tranquilo e sem tanta correria como na primeira parte, e o Spurs chegou a abrir dez pontos de vantagem. Porém, em um certo momento, Kemba Walker pareceu entrar de vez na partida e, com a ajuda de Dwayne Bacon, manteve o Hornets vivo no jogo. Walker – que terminou sendo o cestinha da partida com 38 pontos – liderou o time de Charlotte dentro de quadra e desestabilizou a defesa texana em diversos momentos.

No último quarto, quando tudo se encaminhava para uma vitória dos mandantes, DeRozan voltou a converter seus arremessos, e a disputa voltou a ficar apertada. Ambas as equipes perderam grandes chances de vencer o jogo, mas o último quarto acabou 106 a 106.

No tempo complementar, Kemba Walker foi o grande nome. Ele, sozinho, marcou 11 dos 19 pontos que sua equipe fez sobre o Spurs, que respondeu com apenas. O time de San Antonio não conseguiu encontrar um meio de parar o armador, que converteu praticamente todos os arremessos que tentou. Ao fim do confronto, vitória do Hornets por 125 a 116.

Alguns pontos

Na última parte do confronto, o Spurs pareceu um pouco sem estratégia. Grande parte das jogadas do time de San Antonio consistiam em obter a posse de bola e já passar para Aldridge resolver o lance. Por mais que ele seja o cara de confiança do alvinegro texano, já é meio que carta marcada para os oponentes. Então, muitas vezes, vale mais explorar as possibilidades do que simplesmente torcer para que o jogador mais visado pelas defesas adversárias decida.

Belinelli fez ótimo jogo, marcando 17 pontos e acertando quatro de suas sete bolas de três.

DeRozan vacilou em alguns momentos importantes, o que irritou alguns torcedores. Porém, ele foi o principal jogador do alvinegro na partida, marcando 30 pontos em 40 minutos. O ala-armador foi o terceiro jogador que ficou mais tempo em quadra na partida, ficando apenas atrás de Kemba Walker (42 minutos) e LaMarcus Aldridge (43 minutos).

Destaque negativo vai para o armador Derrick White, que durante os 29 minutos que ficou em quadra errou todas as suas dez tentativas de arremesso de quadra.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

DeMar DeRozan – 30 pontos, 8 rebotes e 4 assistências

LaMarcus Aldridge – 20 pontos e 15 rebotes

Marco Belinelli – 17 pontos e 19 rebotes

Rudy Gay – 16 pontos e 9 rebotes

Bryn Forbes – 16 pontos

Charlotte Hornets

Kemba Walker – 38 pontos, 11 assistências e 9 rebotes

Dwayne Bacon – 24 pontos e 6 rebotes

Frank Kaminsky – 15 pontos e 19 rebotes

Miles Bridges – 10 pontos e 5 rebotes

Willy Hernangomez – 10 pontos e 4 rebotes

Anúncios

Sobre Sonia Cury

23 anos. Jornalista. Apaixonada por esportes. Torcedora do Spurs na NBA e do Packers na NFL. Gosta da vida urbana e desse contraste de caos e cores. Viajar para outros países e aprender com outras culturas é sua meta de vida. Escreve no Spurs Brasil desde 2015.

Publicado em 27/03/2019, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s