Spurs (23-17) vs Grizzlies (18-21) – Sem amolecer

 108×88

Nesse sábado (5), o San Antonio Spurs recebeu o Memphis Grizzlies no AT&T Center e chegou a assustar a torcida com um início de jogo ruim, mas depois deslanchou e contou com grandes atuações do armador Derrick White e do ala-pivô LaMarcus Aldridge para vencer o rival de divisão pelo placar de 108 a 88. Vamos, a seguir, aos destaques do confronto.

Spurs levou a melhor sobre o Grizzlies (Reprodução/twitter.com/spurs)

Intensidade

Vindo de vitória sobre o Toronto Raptors, provavelmente a mais relevante da temporada, o Spurs entrou em quadra claramente mais relaxado do que contra a equipe canadense. Como resultado, demorou dois minutos para fazer sua primeira cesta de quadra, acertando apenas um dos primeiros seis arremessos que tentou. As coisas mudaram após tempo técnico pedido por Gregg Popovich, e o time conseguiu uma corrida de 19 a 10 após ouvir o treinador, finalmente mostrando a intensidade necessária na NBA. Assim, o alvinegro venceu o primeiro quarto por 27 a 25 e não olhou mais para trás, abrindo vantagem e triunfando com facilidade.

Quase perfeito

Poucas coisas têm sido mais animadoras para a torcida do Spurs nas últimas semanas do que o crescimento de Derrick White. Depois de ser um dos destaques da vitória sobre o Boston Celtics, em duelo particular com Kyrie Irving, e de ter feito grande trabalho marcando Kawhi Leonard no triunfo sobre o Raptors, o jovem armador foi o cestinha do time contra o Grizzlies, deixando a quadra com 19 pontos e quatro rebotes em 27 minutos. Ele fez isso sendo quase perfeito nos arremessos de quadra, já que acertou oito dos nove que tentou, o que mostra que ele consegue produzir ofensivamente mesmo com oportunidades limitadas, já que divide a quadra com DeMar DeRozan e LaMarcus Aldridge, principais pontuadores do elenco, no quinteto inicial.

Recordes para a dupla

Por falar nos astros do Spurs, Aldridge precisou de apenas nove arremessos de quadra para marcar 18 pontos e ainda contribuiu com sete assistências e duas roubadas de bola em 31 minutos. O ala-pivô anotou cinco passes para cesta na primeira metade do jogo, maior marca desde que ele chegou a San Antonio. DeRozan, por sua vez, teve noite ruim nos arremessos de quadra, convertendo apenas três dos dez que arriscou e terminando a partida com 12 pontos, nove rebotes e quatro assistências. Mesmo assim, chegou a 902 pontos nos 40 primeiros jogos da campanha, se tornando apenas o sexto jogador da história da franquia a superar os 900 pontos neste recorte e ainda garantindo o terceiro melhor início da sua carreira.

Hora de cair na estrada

Com quatro vitórias seguidas e 12 triunfos nos últimos 15 jogos, o Spurs, sexto colocado na Conferência Oeste, tem o mesmo aproveitamento do Los Angeles Clippers, quarto, ficando para trás nos critérios de desempate. Para se manter na briga por mando de quadra, o alvinegro precisa melhorar seu desempenho fora do AT&T Center, já que seus dois próximos compromissos, contra Detroit Pistons e Memphis Grizzlies, são fora de casa. A equipe texana venceu 17 dos 22 jogos que fez em seu ginásio, mas somente seis dos 18 que fez na estrada. O técnico Gregg Popovich afirmou que o ala-armador novato Lonnie Walker, que marcou 34 pontos na derrota do Austin Spurs para o Memphis Hustle nesse sábado, estabelecendo novo recorde pessoal na G-League, não deve viajar com o elenco para estas partidas.

Destaques da partida 

San Antonio Spurs

Derrick White – 19 pontos e 4 rebotes

LaMarcus Aldridge – 18 pontos, 7 assistências e 2 roubos de bola

Patty Mills – 15 pontos e 4 assistências

DeMar DeRozan – 12 pontos, 9 rebotes e 4 assistências

Jakob Poeltl – 11 pontos e 6 rebotes

Memphis Grizzlies

Mike Conley – 21 pontos e 3 assistências

Jaren Jackson Jr. – 15 pontos, 7 rebotes e 4 roubos de bola

Dillon Brooks – 15 pontos

JaMychal Green – 8 pontos e 10 rebotes

Marc Gasol – 6 pontos, 11 rebotes e 6 assistências

Anúncios

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil, seu maior orgulho na carreira jornalística. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é redator do UOL. Cobriu o basquete olímpico na Olimpíada de 2016 pelo LANCE!. Trabalhou também para Basketeria e mob36.

Publicado em 06/01/2019, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 4 Comentários.

  1. Spurs cheio de grandes interesses e eu já sabia !
    A distribuição de pontos e as vitorias seguidas estão satisfazendo meu ego preto e prata , da paciencia e resultados solidos .
    A nba escolheu os 14 segundos pra dinamizar o jogo , acelerar o raciocinio tatico ofensivo e com isso é comum passar de 100 pontos , mas os ursinhos não obtiveram produtividade moderna , nem 90 pontos … que defesa , senhores !
    White , Walker e Murray vinham para uma ótima temporada . Murray só ano que vem , mas ok, White e Forbes estão com uma criatividade absurda , para entregar ao coletivo .

    Estamos bem a beça , obrigada-de nada !

  1. Pingback: Spurs (23-17) @ Pistons (17-20) – Temporada Regular | Spurs Brasil

  2. Pingback: Spurs (24-17) @ Grizzlies (18-22) – Temporada Regular | Spurs Brasil

  3. Pingback: Spurs (32-26) @ Grizzlies (23-34) – Temporada Regular | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s