Arquivo diário: 12/12/2018

Spurs (14-14) vs Suns (4-24) – Entrando nos trilhos

 

111×86

Depois de bater o Utah Jazz e em plena recuperação na temporada, o San Antonio Spurs recebeu o Phoenix Suns na noite dessa terça-feira (11) e, no melhor estilo Gregg Popovich, aplicou forte defesa e venceu os visitantes pelo placar de 111 a 86, conquistando assim a sua terceira vitória consecutiva no campeonato. Confira, a seguir, os destaques do duelo.

O coletivo falou mais alto (Reprodução/San Antonio Spurs Twitter)

Para empolgar

Com um desempenho bem atípico durante a temporada, o Spurs está querendo brigar entre os grandes da Conferência Oeste. Até lá, o caminho é bem longo, mas os texanos estão dando seus primeiros passos. Contra o Suns, a equipe de Gregg Popovich voltou a desempenhar boa defesa, que até então tinha média de 113,3 pontos sofridos por jogo, e permitiu apenas 86. Nos últimos seis triunfos, a média de pontos sofridos caiu para 101.

“Foi o terceiro jogo seguido em que todos estavam envolvidos e jogamos da maneira que queríamos jogar. A emoção está lá. A sensação de que todos estão contribuindo para uma vitória como essa é bom para todo mundo”, disse Patty Mills, após a partida.

Brilha, garoto!

De fato, Mills tem razão. Por isso, o destaque da equipe foi Bryn Forbes, que pela primeira vez em sua carreira anotou um double-double. O armador atingiu seu recorde na temporada com 24 pontos e o recorde de sua carreira em rebotes com 11. Desde que jogava no colégio, nunca havia chegado aos duplos dígitos em dois quesitos, muito por conta de sua altura. Até então, tinha coletado no máximo cinco ressaltos. Ele atingiu tudo isso ainda no terceiro quarto.

“Isso é importante para mim. Mas precisávamos dessa vitória mais do que eu precisava do double-double“, ressaltou Forbes. A limitação imposta ao Suns acontece duas semanas após o Spurs perder quatro jogos em que três deles foram por diferença de pelos menos 30 pontos. O time de Phoenix não liderou em nenhum momento da partida e chegou ao décimo tropeço seguido. Perdendo por mais de 25 pontos na última parcial, os visitantes jogaram a toalha e colocaram os reservas em quadra. Pop também lançou o banco..

Um por todos, todos por um

Outro destaque do Spurs foi o jogo coletivo. Prova disso foi a pontuação baixa de DeMar DeRozan, que fez apenas cinco pontos, mas tentou somente seis arremessos e se concentrou em fazer o time jogar, distribuindo nove assistências no total, sendo oito no primeiro tempo e seis que terminaram em chutes de três pontos convertidos por seus seus companheiros.

Pop histórico

Claro que Gregg Popovich não iria passar imune aos elogios. O técnico fez o time jogar conforme suas já conhecidas características após tanto tempo à frente da equipe em que fez história na NBA. Pop ultrapassou ninguém menos que Pat Riley e se tornou o quarto treinador mais vitorioso da liga, com 1.211 triunfos, apenas dez a menos que Jerry Sloan. O recordista é Don Nelson, com 1.335. Será que o ídolo da franquia de San Antonio chega lá?

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

Bryn Forbes – 24 pontos, 11 rebotes e 3 assistências

LaMarcus Aldridge – 18 pontos e 5 rebotes

Dante Cunningham – 14 pontos e 3 rebotes

Rudy Gay – 13 pontos e 4 rebotes

Marco Belinelli – 11 pontos

Phoenix Suns

T.J. Warren – 23 pontos e 6 rebotes

De’Anthony Melton – 17 pontos, 7 rebotes e 6 assistências

Deandre Ayton – 12 pontos, 11 rebotes e 4 assistências

*Texto publicado pelo mesmo autor no site The Playoffs

Anúncios