Spurs (11-12) vs Blazers (13-10) – Alívio

 131×118

Vindo de derrotas pesadas para Minnesota Timberwolves e Houston Rockets, o San Antonio Spurs recebeu o Portland TrailBlazers nesse domingo (2) precisando se recuperar. Mesmo enfrentando uma pedreira, a equipe texana deu conta do recado e venceu o oponente pelo placar de 131 a 118. Vamos, a seguir, aos destaques do confronto.

DeRozan comandou a vitória do Spurs (Reprodução/twitter.com/spurs)

Comando dos astros

Como tinha que ser, o Spurs ganhou graças a grandes exibições de DeMar DeRozan e LaMarcus Aldridge, seus dois principais jogadores. O ala-armador deixou a quadra com 36 pontos, oito rebotes, seis assistências e duas roubadas de bola, enquanto o ala-pivô registrou 29 pontos, oito rebotes e três assistências, precisando de somente 15 arremessos para chegar aos números. Quando a dupla consegue apresentar esse nível de atuação de maneira conjunta, a equipe de San Antonio tem chances de vitória consideravelmente maiores.

Poder de fogo

O Spurs começou a partida com uma mudança no quinteto inicial. Davis Bertans iniciou a partida e, na nova função, anotou dez pontos, convertendo dois dos três tiros de três pontos que tentou. Assim, o time titular do Spurs cerca DeRozan e Aldridge com três arremessadores. Bryn Forbes registrou sete pontos e três rebotes, acertando uma das duas bolas de três que arriscou, e Rudy Gay, surpreendentemente eficiente no fundamento, conseguiu 18 pontos, três rebotes e três assistências, com quatro arremessos de quatro certos em quatro tentados.

Dante Cunningham, por sua vez, foi para o banco e jogou só 11 minutos, mesmo com a rotação encurtada graças ao desfalque de Marco Belinelli, que não jogou por conta de uma lesão no pescoço. Por isso, fica a pergunta: em um elenco com possibilidades medíocres para a defesa, será que não seria o caso de apostar tudo no ataque? Contra o Blazers, o Spurs acertou 11 dos 15 arremessos de três que tentou, conseguindo 70% de aproveitamento pela primeira vez desde 2006. Tomou 118 pontos, mas fez 131. Pode ser um caminho interessante.

Há esperança?

O Spurs, que começou o domingo na penúltima posição na Conferência Oeste, ultrapassou Utah Jazz e Minnesota Timberwolves com a vitória sobre o Blazers. A equipe texana segue um jogo atrás do Dallas Mavericks, oitavo colocado, e precisa engrenar uma reação o mais rapidamente possível para não se distanciar da zona de classificação para os playoffs.

Destaques da partida 

San Antonio Spurs

DeMar DeRozan – 36 pontos, 8 rebotes, 6 assistências e 2 roubos de bola

LaMarcus Aldridge – 29 pontos, 8 rebotes e 3 assistências

Rudy Gay – 18 pontos, 3 rebotes e 3 assistências

Patty Mills – 15 pontos e 6 assistências

Derrick White – 10 pontos, 6 assistências e 5 rebotes

Davis Bertans – 10 pontos

Portland TrailBlazers

Damian Lillard – 37 pontos, 10 assistências e 2 roubos de bola

CJ McCollum – 24 pontos e 3 assistências

Al-Farouq Aminu – 20 pontos e 9 rebotes

Jusuf Nurkic – 16 pontos, 8 rebotes, 5 assistências e 2 roubos de bola

Anúncios

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil, seu maior orgulho na carreira jornalística. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é redator do UOL. Cobriu o basquete olímpico na Olimpíada de 2016 pelo LANCE!. Trabalhou também para Basketeria e mob36.

Publicado em 03/12/2018, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s