Arquivo diário: 01/11/2018

Spurs (5-2) x Suns (1-6) – Vitória tranquila

120×90

Nessa quarta-feira (31), o San Antonio Spurs visitou o Phoenix Suns e não deu outra: vitória sem sustos por 120 a 90. O time da casa não contava com Devin Booker e viu o novato DeAndre Ayton em uma noite pouco inspiradora. Foi o terceiro triunfo seguido dos texanos, que haviam batido o Dallas Mavericks na prorrogação. Vamos aos destaques da partida.

gettyimages-1055844556.jpg

DeRozan teve mais uma apresentação daquelas. (Reprodução: nba.com/spurs/)

Tem virado rotina

Nesse início de temporada, não tem como não falar de outra coisa no Spurs se não de DeMar DeRozan. O jogo contra o Suns não foge do tom: foram 25 pontos do ala-armador, que converteu dez dos 12 arremessos de quadra que tentou, o que dá 83,3% de aproveitamento. Ele ainda registrou quatro rebotes e três assistências. Além disso teve, 100% de aproveitamento nos lances livres, com cinco para cinco. Se alguém acreditava que a mudança de ares faria mal para ele, estava errado. Ele é o cestinha do alvinegro na temporada, com 27,9 pontos por exibição.

Boa partida a novo recorde

O começo de temporada de LaMarcus Aldridge pode não ter sido dos mais animadores, mas não tem como não dizer que ele não está contribuindo. Contra o Suns, o ala-pivô jogou bem de novo. Foram 24 pontos, convertendo dez dos 13 arremessos de quadra tentados, com aproveitamento de 76,9%.  Além disso, chegou aos 17 mil pontos, feito que só ele conseguiu desde 2006, ano em que entrou na liga. Ele ainda registrou três rebotes no jogo.

O banco segue sendo uma força

Sem entrar no mérito se Pau Gasol merece ou não o contrato que tem, mas sabe-se como sua visão de quadra e o seu QI de basquete são totalmente diferentes. Ele vem sendo útil nessa rotação, vindo do banco. Contra o Suns, foram mais quatro assistências, além de nove rebotes, liderando o Spurs no fundamento nesta partida. Marco Belinelli não teve ainda o aproveitamento de sempre, mas ajudou com seus quatorze pontos padrão, contribuindo como de costume. Patty Mills, Quincy Pondexter e Davis Bertans também apareceram e contribuíram com seus pontos, e isso precisa ser levado em conta. O banco faz parte do jogo e precisa aparecer quando possível.

Rudy, Rudy… Mais um jogo bom

Rudy Gay teve mais um jogo, beirando o duplo-duplo ao deixar a quadra com 12 pontos e oito rebotes. Porém, sua permanência no quinteto inicial se deve a muito mais que os números. Além de seus pontos e de sua boa ajuda defensiva, o jogador mostra energias renovadas e está ainda melhor que na última temporada, seja vindo do banco de reservas ou começando como titular. Com isso, tem sido mais uma boa opção no ataque, sem comprometer na marcação.

Destaques da partida 

San Antonio Spurs

DeMar DeRozan – 25 pontos, 4 rebotes e 3 assistências

LaMarcus Aldridge – 24 pontos e 3 rebotes

Rudy Gay – 12 pontos e 8 rebotes

Phoenix Suns

T.J. Warren – 21 pontos, 3 rebotes e 3 assistências

Mikal Bridges – 16 pontos e 3 assistências

Trevor Ariza – 14 pontos e 7 rebotes

DeAndre Ayton – 13 pontos e 8 rebotes

Anúncios