Spurs (1) @ Warriors (4) – Fim da linha

 

91×99

Após evitar varrida diante da torcida no AT&T Center e forçar o jogo 5 da série, o San Antonio Spurs visitou o Golden State Warriors em Oakland na noite dessa terça-feira (24) e acabou sendo derrotado pelo adversário por 99 a 91. O resultado fechou o confronto entre as equipes na primeira rodada dos playoffs da Conferência Oeste desta temporada, e o time texano disse adeus de forma precoce à pós-temporada. Confira, a seguir, os destaques do duelo:

LaMarcus Aldridge anotou um double-double mais uma vez (Reprodução/Spurs Twitter)

O fim de uma era?

Para alguns torcedores do Spurs, mais importante do que qualquer coisa após o revés é o futuro, com Manu Ginobili em foco. Aos 40 anos, o argentino já mostrou que ainda tem flashes de quem tem muito a entregar após 16 temporadas de NBA. Na última, o ala-armador já foi saudado no último jogo e levou alguns dias para definir sua aposentadoria. Optou, então, por voltar para mais uma. E agora, seria o fim definitivo da carreira do camisa #20?

Outra indefinição que tem menos holofotes é a de Tony Parker. Aos 35 anos, o francês começou a temporada machucado e voltou às quadras com rendimento bem abaixo do esperado. Voltou para o banco de reservas e viu seu tempo de quadra ser reduzido e limitado. O armador se torna agente livre irrestrito na offseason, e pode optar tanto por se aposentar como por retornar à Europa e atuar por mais algumas temporada em seu país de origem.

Por fim e não menos importante, Gregg Popovich. O técnico, que esteve afastado nos últimos compromissos por conta do falecimento da sua esposa, também é responsável por comandar a seleção de basquete dos Estados Unidos. É perfeitamente possível que o treinador acumule as duas funções. No entanto, não será loucura nenhuma se Pop decidir por deixar o Spurs para se dedicar à equipe nacional. No começo do mês, o comandante divulgou uma lista com nomes para iniciar o ciclo olímpico, com Kawhi Leonard entre os escolhidos.

Por Pop

Ginobili pode ter feito sua última partida (Reprodução/Spurs Twitter)

Por falar em Popovich, seria injusto deixar de considerar que os jogadores atuaram por ele nos últimos jogos. “Acho que isso mostra muito do caráter e espírito dessa equipe, de nunca desistir, de competir até o fim. E foi um jogo e uma situação em que facilmente poderíamos ter jogado a toalha em diversos momentos. Mas não o fizemos. Então, isso é algo de que podemos nos orgulhar”, disse o pivô Pau Gasol.

O desempenho de Popovich ao longo dos anos em que comanda o Spurs fez com que o técnico ganhasse admiração e respeito por onde passou. Como não poderia deixar de ser, o Warriors também prestou as devidas homenagens ao técnico e exaltou a união da equipe texano neste momento tão difícil.

“O que eles estão passando nesta última semana é horrível. Não consigo nem imaginar quão difícil deve ser ir lá e atuar sob essas circunstâncias”, declarou Klay Thompson, ala-armador da equipe californiana e um dos cestinhas do jogo dessa terça-feira.

Quem também falou sobre a situação foi Steve Kerr, treinador do Warriors que atuou sob o comando de Pop entre 2002 e 2003 no Spurs. “Pop, se você está assistindo lá fora, nós amamos você. Todo o nosso time e comissão técnica têm pensado em você todos os dias. Sua equipe refletiu quem você é hoje à noite”, afirmou o comandante da equipe de Golden State.

Ponto positivo

Em meio à tristeza, vale destacar LaMarcus Aldridge. Com Kawhi Leonard fora, o ala-pivô passou a ser o principal jogador texano na temporada regular, e nos playoffs não poderia deixar de ser diferente. O astro terminou o duelo com 30 pontos e 12 rebotes, registrando seu quarto double-double nos cinco duelo entre as equipes (não atingiu a marca apenas no jogo 1). Na temporada regular, suas médias foram de 23,1 pontos e 8,5 rebotes por jogo, enquanto nos playoffs os números subiram para 23,6 pontos e 9,2 rebotes por exibição.

Destaques da Partida

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 30 pontos, 12 rebotes e 4 assistências

Patty Mills – 18 pontos e 5 rebotes

Manu Ginobili – 10 pontos, 7 assistências e 5 rebotes

Kyle Anderson – 10 pontos, 4 rebotes e 3 roubos de bola

Golden State Warriors

Kevin Durant – 25 pontos, 6 rebotes e 5 assistências

Klay Thompson – 24 pontos, 5 rebotes e 4 assistências

Draymond Green – 17 pontos, 19 rebotes e 7 assistências

Anúncios

Sobre Sergio Neto

Jornalista esportivo desde 2012, ano em que passou a integrar a equipe do Spurs Brasil. Tem passagens por ESPN, Band e Estadão Esportes. Fanático por basquete desde criança e pelo San Antonio Spurs desde a era das "Torres Gêmeas". Também é redator de NBA no The Playoffs (theplayoffs.com.br/nba).

Publicado em 25/04/2018, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s