Spurs (30-18) vs Pacers (25-22) – Caminho tortuoso

86×94

Nesse domingo (21), o San Antonio Spurs recebeu o Indiana Pacers, no AT&T Center, e foi derrotado pelo adversário pelo placar de 94 a 86. Vamos, a seguir, aos destaques da partida.

Gasol não foi páreo para o Pacers (Reprodução: nba.com/spurs)

Gasol não foi páreo para o Pacers (Reprodução: nba.com/spurs)

Pancada dupla

Em reconstrução após a saída de Paul George, o Pacers luta para se manter dentro do grupo que irá aos playoffs pela Conferência Leste. Entretanto, mesmo estando apenas na sexta colocação, em uma lado da tabela que não costuma ser considerado o mais mais forte, a equipe de Indiana venceu as duas partidas que disputou contra o Spurs. As derrotas mostram que a equipe comandada por Gregg Popovich, está longe da sua forma ideal, uma vez que não conseguiu encontrar uma formação na ausência de Kawhi Leonard, astro da equipe.

Falhas

Com 20 turnovers e só nove acertos em 34 arremessos de três, o Spurs, que não foi eficiente na defesa, falhou muito no ataque, não conseguindo atingir nem 35% de aproveitamento do perímetro, o que poderia ter trazido a vitória. Outro fato destacado, o número de bolas perdidas também atrapalhou a equipe, que sofreu muito para pontuar contra o Pacers.

Nova posição

A partida marcou a “estreia” de Tony Parker como reserva. Segundo o armador, Pop considera que é hora de o francês vir do banco de reservas, permitindo que DeJounte Murray torne-se titular, trazendo mais vitalidade para o time e ajudando mais na defesa.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

Pau Gasol – 14 pontos, 9 rebotes, 4 assistências e 3 tocos

Tony Parker – 12 pontos e 5 assistências

Bryn Forbes – 12 pontos

LaMarcus Aldridge – 10 pontos e 10 rebotes

Kyle Anderson – 10 pontos e 8 rebotes

Indiana Pacers

Victor Oladipo – 19 pontos, 4 rebotes e 3 roubos de bola

Darren Collison – 15 pontos, 4 assistências e 3 roubos de bola

Thaddeus Young – 14 pontos, 7 rebotes, 4 assistências e 3 roubos de bola

Bojan Bogdanovic – 10 pontos e 3 roubos de bola

Anúncios

Sobre Vinicius Nordi Esperança

Mestrando da UFSCar. Desenvolvedor web. Spursnático e Palmeirense sofredor. email: viniciusnordiesperanca@gmail.com

Publicado em 22/01/2018, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. Gente, alguém pode explicar o que acontece com o ataque do Spurs?

    Sim, eu sei que Parker não é mais o mesmo e que os outros ball handlers de responsa estão no departamento médico, mas porra…cadê o playbook? Nas últimas partidas assistimos aos piores arremessos da temporada, tudo forçado, 47 trilhões de turnovers por jogo, Aldridge errando, tá difícil!

    É foda você ter essa defesa monstruosa mas sofrer um verdadeiro martírio quando precisa fazer uma cesta.

    • Alexandre Melo

      Na minha opinião houve falta de planejamento nos mexemos muito pouco na off season. Está notório que precisávamos no mínimo de um armador. Há jogadores que não estão correspondendo. Esse rodízio Gregg Popovich atrapalha muito o time em muitos momentos o Gregg Popovich aparece mais do que os jogadores. É inadmissível barrar o Tony Parker pra começar com o Murray. No último jogo mesmo saindo do banco o Tony Parker fez mais pontos e deu mais assistências do que o Murray. O Murray se destaca por pegar rebotes e nada mais. Outra pergunta que eu deixo no ar, por que renovaram com o Patty Mills por três temporadas, se a preferência está sendo pelo Murray?

      Ficou com um jogador caro pra utilizar pouco. Outra decepção é o Danny Green jogador que tem muito potencial mais que participa pouco do jogo. Esse jogo contra o Indiana o Danny Green ficou 22 minutos em quadra. Lamentável. Jogador que ganha muito e participa pouco e está com a média de pontos bem abaixo. O Anderson não tem condições de jogar em San Antônio jogador lento e limitado. A verdade é que com as contusões não temos peças a altura para reposição.

      San Antônio precisa de reforços na conferência Oeste todos os times se reforçaram. Só trouxemos o Rudy Gay jogador com histórico de contusão. Ainda perdemos Leonard sem dúvida nenhuma nosso time é muito mais fraco e envelhecido com relação aos anos anteriores.

      Gregg Popovich não leva a mal não o Tony Parker com 50 anos e contundido é muito melhor do que o Murray. Lamentável a atuação do Lamarcus Aldrige no último jogo. O último precisa muito dos pontos dele.

  1. Pingback: Spurs (30-18) vs Cavaliers (27-18) – Temporada Regular | Spurs Brasil

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s