Spurs (27-14) @ Blazers (21-18) – Amargo

110×111

Sem Tony Parker, Danny Green, Kawhi Leonard e Rudy Gay, o San Antonio Spurs visitou o Portland TrailBlazers nesse domingo (7) e lutou, mas foi derrotado pelo adversário pelo placar de 111 a 110 graças a cesta feita nos segundos finais. O resultado estragou atuações de gala de Manu Ginobili e LaMarcus Aldridge. Vamos, a seguir, aos destaques do confronto.

Manu Ginobili viveu noite histórica (Reprodução/nba/com/spurs)

De partir o coração

Apesar dos desfalques, parecia que o Spurs abriria mais um back-to-back com importante vitória sobre o Blazers, um dos adversários que mais complica a vida da equipe texana na história recente. Primeiro quando o alvinegro abriu 12 pontos de vantagem no terceiro quarto. Depois, quando recuperou déficit de sete pontos na parcial final para entrar definitivamente no jogo. No entanto, arremesso convertido por C.J. McCollum deixou apenas 5,9 segundos no relógio após a bola chorar muito antes de cair e acabou dando números finais à partida.

Aldridge se destacou (Reprodução/nba.com/spurs)

Chamando a responsabilidade

Com os desfalques, LaMarcus Aldridge mais uma vez se tornou a referência da ofensiva texana e fez grande jogo, deixando a quadra com 30 pontos e 14 rebotes em 35 minutos no reencontro com o ex-time. No entanto, o ala-pivô não conseguiu converter o último arremesso da partida após errar lances livres em momento decisivo. Em entrevista concedida após o duelo, o camisa #12 pediu desculpas e assumiu a culpa pelo revés.

Fazendo história

Ao menos, a torcida do Spurs pôde comemorar uma boa notícia nesse domingo: mais uma grande atuação de Manu Ginobili, que anotou 26 pontos, quatro rebotes e dois tocos em 27 minutos. O ala-armador se tornou o único jogador da história da NBA a ter ao menos dois jogos com 20 ou mais pontos saindo do banco de reservas depois de completar 40 anos de idade. Além disso, se tornou o primeiro jogador dessa faixa etária a passar dos 15 pontos em duas partidas seguidas desde que Michael Jordan o fez na temporada 2002/2003.

Relatório médico

Se as notícias sobre Manu Ginobili são animadoras, as referentes a Kawhi Leonard são devastadoras. Gregg Popovich revelou que o ala lesionou o ombro esquerdo, e o jogador volta a desfalcar o time por tempo indeterminado. Tony Parker, poupado contra o Blazers, deve voltar já nesta segunda-feira, quando o Spurs visita o Sacramento Kings. Em relação aos demais machucados, Danny Green continua fora ao menos até dia 11, e Rudy Gay ao menos até dia 13.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 30 pontos e 14 rebotes

Manu Ginobili – 26 pontos, 4 rebotes e 2 tocos

Pau Gasol – 16 pontos, 9 rebotes, 5 assistências e 2 tocos

Bryn Forbes – 10 pontos

Portland TrailBlazers

C.J. McCollum – 25 pontos, 7 assistências, 5 rebotes e 2 roubos de bola

Mo Harkless – 19 pontos, 5 rebotes e 2 tocos

Jusuf Nurkic – 17 pontos e 13 rebotes

Shabazz Napier – 15 pontos, 7 assistências, 5 rebotes e 2 roubos de bola

Anúncios

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil, seu maior orgulho na carreira jornalística. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é redator do UOL. Cobriu o basquete olímpico na Olimpíada de 2016 pelo LANCE!. Trabalhou também para Basketeria e mob36.

Publicado em 08/01/2018, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s