Spurs (26-12) @ Knicks (18-19) – Lendário

100×91

Quinto técnico mais vitorioso da história da NBA. Assim Gregg Popovich pode ser chamado desde a partida dessa terça-feira (2), quando o San Antonio Spurs bateu o New York Knicks por 100 a 91 na casa do adversário. Agora, o treinador do alvinegro soma 1.176 triunfos e ainda pode ganhar ao menos mais uma posição. Vamos, a seguir, aos destaques do confronto.

Aldridge foi o cestinha do Spurs (Reprodução/nba.com/spurs)

Lenda viva

Só quatro treinadores que trabalharam na NBA podem dizer que têm mais vitórias do que Popovich: Don Nelson, com 1.335, Lenny Wilkens, com 1.332, Jerry Sloan, com 1.221, e Pat Riley, com 1.210. O quarto está somente 34 na frente do comandante do Spurs e pode ser ultrapassado ainda nesta temporada caso o alvinegro embale. Entre os cinco, é o técnico da equipe de San Antonio quem tem o melhor aproveitamento: 69,4%, contra 55,7% do primeiro colocado, 53,6% do segundo, 60,3% do terceiro e 63,6% do quarto.

Ginobili fez cesta inusitada (Reprodução/nba.com/spurs)

Assistência ou cesta?

Um lance inusitado ajudou o Spurs a conquistar a vitória histórica de Popovich. Posicionado atrás do perímetro, Manu Ginobili tentou passe para LaMarcus Aldridge no garrafão, mas a bola acabou entrando na cesta. Michael Beasley, ala do Knicks, pegou a laranja como se tratasse de um rebote e foi batendo para sua quadra de ataque. Foi preciso muita reclamação para que os árbitros interrompessem a jogada e a revisassem, dando os três pontos para o time de San Antonio.

Saindo da jaula

Apesar de ainda aparentar que ainda não está 100%, Kawhi Leonard fez sua melhor partida na temporada. Jogando como titular, o ala registrou 25 pontos em 31 minutos, maiores marcas desta campanha em ambos os quesitos, e ainda contribuiu com oito rebotes, quatro assistências e quatro roubadas de bola. LaMarcus Aldridge também se destacou, deixando a quadra com 29 pontos e seis rebotes em 37 minutos.

O bom desempenho de ambos é uma prévia do quão forte o Spurs pode ser quando saudável.

Aproveitando a chance

Sem Rudy Gay, machucado, Davis Bertans foi usado como principal reserva do garrafão no jogo e não decepcionou, mostrando que pode ser útil na rotação do Spurs. O ala-pivô letão jogou por 18 minutos e registrou dez pontos e quatro rebotes durante o duelo com o Knicks.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 29 pontos e 6 rebotes

Kawhi Leonard – 25 pontos, 8 rebotes, 4 assistências e 4 roubos de bola

Manu Ginobili – 12 pontos e 4 rebotes

Pau Gasol – 11 pontos e 8 rebotes

Davis Bertans – 10 pontos e 4 rebotes

New York Knicks

Michael Beasley – 18 pontos e 9 rebotes

Kristaps Porzingis – 13 pontos, 9 rebotes e 2 tocos

Courtney Lee – 13 pontos, 5 rebotes, 5 assistências e 2 tocos

Lance Thomas – 13 pontos

Enes Kanter – 12 pontos e 6 rebotes

Jarrett Jack – 10 pontos, 5 assistências, 4 rebotes e 2 roubos de bola

Anúncios

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil, seu maior orgulho na carreira jornalística. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é redator do UOL. Cobriu o basquete olímpico na Olimpíada de 2016 pelo LANCE!. Trabalhou também para Basketeria e mob36.

Publicado em 03/01/2018, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s