Arquivo mensal: dezembro 2017

Spurs (23-11) @ Kings (11-21) – Presente de Natal

108×99

Nesse sábado (23), na antevéspera de Natal, o San Antonio Spurs visitou o Sacramento Kings na Califórnia e venceu o adversário pelo placar de 108 a 99. O destaque da partida foi o pivô Pau Gasol, que anotou um triple-double. Vamos, a seguir, aos destaques do confronto.

Spurs levou a melhor sobre o Kings (Reprodução/nba.com/spurs)

Papai noel espanhol

Com 14 pontos, 11 rebotes e dez assistências, Pau Gasol foi o destaque da partida contra o Kings. O pivô anotou seu décimo triple-double na carreira. A marca mostra o quão especial é jogar no Spurs. O último atleta a anotar um triple-double em uma partida com mais de 37 anos de idade foi justamente Tim Duncan, em uma partida contra o Memphis Grizzlies, no ano de 2014. Pelo alvinegro, os dois jogadores de garrafão são os mais velhos a realizarem tal feito.

Gasol brilhou pelo Spurs (Reprodução/nba.com/spurs)

Em toda a história da NBA, existem apenas mais três jogadores que anotaram triple-doubles quando tinham 37 ou mais anos de idade: Elvin Hayes, com 38, Karl Malone, com 40, e Jason Kidd, quando tinha 37.

Constante

Principal jogador do Spurs na temporada, LaMarcus Aldridge não decepcionou. O ala-pivô notou seu décimo terceiro double-double da temporada, e ao lado de Gasol, carregou o time para mais uma vitória. Marcando 29 pontos e coletando dez rebotes no confronto com a equipe de Sacramento, o camisa #12 vem ajudando e muito a equipe texana se manter na terceira colocação da sempre complicada Conferência Oeste.

Próximos passos

O Spurs atua novamente dia 26, contra o Brooklyn Nets, no Texas. A partida vai marcar o retorno da equipe alvinegra ao AT&T Center após duas vitórias e uma derrota do time de San Antonio na estrada.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 29 pontos e 10 rebotes

Manu Ginobili – 15 pontos

Pau Gasol – 14 pontos, 11 rebotes e 10 assistências

DeJounte Murray – 13 pontos, 7 rebotes e 6 assistências

Tony Parker – 10 pontos e 6 assistências

Sacramento Kings

Buddy Hield – 24 pontos e 8 rebotes

Willie Cayley-Stein – 22 pontos e 11 rebotes

Bogdan Bogdanovic – 15 pontos

Zach Randolph – 13 pontos, 6 rebotes e 4 assistências

Garret Temple – 11 pontos, 6 rebotes e 4 assistências

Spurs (22-11) @ Kings (11-20) – Temporada regular

San Antonio Spurs vs Sacramento Kings – Temporada regular

Data: 24/12/2017

Horário: 01h00 (Horário de Brasília)

Local: Golden 1 Center

Onde assistir: NBA League Pass

Após perder para o Utah Jazz, o San Antonio Spurs faz sua terceira partida seguida como visitante e enfrenta o Sacramento Kings. Será o terceiro jogo do alvinegro em quatro dias.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

PG – Tony Parker

SG – Danny Green

SF – Kawhi Leonard

PF – LaMarcus Aldridge

C – Pau Gasol

Fique de Olho – Com Kawhi Leonard ainda não estando 100%, Tony Parker é uma das principais armas do ataque texano. Atuando contra o ex-companheiro George Hill, que defendeu o Spurs entre 2008 e 2011, terá trabalho para marcar seus pontos.

PG – George Hill

SG – Garret Temple

SF – Bogdan Bogdanovic

PF – Zach Randolph

C – Willie Cauley-Stein

Fique de Olho – Bom defensor e ótimo distribuidor de jogadas, George Hill é uma das grandes esperanças do Kings na temporada. O armador é uma das referências do jovem time.

Spurs (22-11) @ Jazz (15-18) – Problemas na viagem

89×100uta

Após vencer o Portland TrailBlazers, o San Antonio Spurs continuou sua série de partidas fora de casa e viajou até Salt Lake City para enfrentar o Utah Jazz. Em jogo equilibrado, o alvinegro saiu do back-to-back derrotado por 100 a 89. Veja, a seguir, os destaques do confronto.

San Antonio Spurs v Utah Jazz

Aldridge teve uma partida discreta, e Spurs saiu derrotado de Utah (Reprodução/NBA.com/Spurs)

Noites Seguidas

O Spurs jogou duas partidas seguidas fora de casa. Contra o Jazz, o alvinegro conseguiu um jogo equilibrado, lento e trabalhado, graças ao estilo de atuar dos dois times.

Forbes foi cestinha (Reprodução/nba.com/spurs)

No fim

Depois de perder as duas parciais do primeiro tempo e ir para o vestiário com desvantagem de 12 pontos, o Spurs voltou com tudo no terceiro quarto e, ao fim do período, os texanos cortaram o prejuízo para apenas um ponto. No último, porém, o time de Utah soube administrar a vantagem para sair vitorioso.

Kawhi Leonard

Com recorde de uma vitória contra três derrotas, a temporada de Kawhi Leonard não começou como o esperado. Após perder muito tempo por conta de uma lesão, o ala voltou e, ainda sob restrição de minutos, ainda não conseguiu fazer a diferença. Isso, porém, não o impediu de ter boa atuação contra o Jazz.

Mão quente

Bryn Forbes aproveitou bem suas chances na partida. Foi o cestinha da equipe, que no geral pontuou pouco, e um dos seus principais jogadores. Saiu com 12 pontos e com 75% de aproveitamento nos arremessos de três.

Destaques da partida:

San Antonio Spurs:

Bryn Forbes – 12 pontos e 5 assistências

Tony Parker – 11 pontos e 6 assistências

Joffrey Lauvergne – 11 pontos e 6 rebotes

Kawhi Leonard – 10 pontos, 5 rebotes, e 2 roubos de bola

Utah Jazz

Rodney Hood – 29 pontos

Ricky Rubio – 11 pontos, 11 rebotes e 7 assistências

Derrick Favors – 14 pontos e 9 rebotes

Spurs (22-10) @ Blazers (16-15) – Vitória dos grandes

93×91

Mesmo sem contar com Tony Parker e Kawhi Leonard, poupados, o San Antonio Spurs venceu o Portland TrailBlazers por 93 a 91, nessa quarta-feira (20), na casa do adversário, com grande atuação de seus maiores jogadores. Ao menos em termo de tamanho, já que LaMarcus Aldridge e Pau Gasol foram os destaques do alvinegro na partida. Vamos, a seguir, ao resumo do jogo.

Aldridge se destacou contra o ex-time (Reprodução/nba.com/spurs)

Grande esforço

O Spurs teve de batalhar para conseguir a vitória, especialmente no segundo tempo. O resultado foi garantido com grandes atuações do ala-pivô LaMarcus Aldridge, que deixou a quadra com 22 pontos, oito rebotes e três tocos, e do pivô espanhol Pau Gasol, que contribuiu com mais 20 pontos, 17 rebotes, cinco assistências e dois tocos. A dupla funcionou contra a formação mais baixa do Blazers, que utilizou o ala Al Farouq-Aminu como titular na posição quatro. Como resultado, a equipe texana coletou 53 ressaltos, contra somente 38 dos adversários.

Gasol fez bom jogo (Reprodução/nba.com/spurs)

Ponto negativo

Se o desempenho nos rebotes pode ser considerado o ponto positivo do Spurs no jogo, o cuidado com a bola certamente fica com o negativo. A equipe cometeu 22 desperdícios de posse no jogo, contra somente oito dos Blazers. O problema ficou evidente durante corrida dos mandantes no terceiro quarto, quando Jusuf Nurkic marcou 11 pontos, e o time da casa impôs 17 a quatro sobre o alvinegro. Por sorte dos texanos, havia gordura para ser queimada no placar e tempo para se recuperar.

Decisivo de novo

Fazendo uma de suas melhores temporadas nos últimos anos, Manu Ginobili mais uma vez protagonizou lance decisivo na partida. O ala-armador argentino fez a cesta que colocou o Spurs em vantagem por 86 a 85 restando pouco mais de cinco minutos para o fim do último quarto, colocando definitivamente a equipe no jogo. O camisa #20 do alvinegro deixou a quadra com dez pontos, três rebotes e três roubadas de bola.

Relatório médico

Danny Green e Kyle Anderson voltaram ao time no jogo contra o Blazers – o primeiro atuou como ala titular, completando o perímetro ao lado de Dejounte Murray e Bryn Forbes, e o segundo veio do banco de reservas e fez importante cesta no estouro do cronômetro do terceiro quarto. Com isso, o Spurs não tem nenhum jogador machucado pela primeira vez na temporada. No entanto, como a equipe entra em quadra já nesta quinta-feira (21), fora de casa, contra o Utah Jazz, em um back-to-back, Gregg Popovich pode optar por poupar parte do elenco.

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 22 pontos, 8 rebotes e 3 tocos

Pau Gasol – 20 pontos, 17 rebotes, 5 assistências e 2 tocos

Manu Ginobili – 10 pontos, 3 rebotes e 3 roubos de bola

Patty Mills – 10 pontos

Portland TrailBlazers

Damian Lillard – 17 pontos, 4 rebotes, 3 assistências e 2 roubos de bola

Jusuf Nurkic – 15 pontos e 6 rebotes

Evan Turner – 14 pontos

Shabazz Napier – 14 pontos

CJ McCollum – 13 pontos, 6 assistências e 5 rebotes

Spurs (21-10) @ Blazers (16-14) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ Portland Trail Blazers – Temporada Regular

Data: 20/12/2017

Horário: 01h (madrugada de quarta pra quinta, horário de Brasília)

Local: Moda Center

Onde assistir: NBA League Pass

Após derrotar o Los Angeles Clippers em casa nessa segunda-feira, o San Antonio Spurs cai na estrada para uma sequência de três partidas longe do AT&T Center, e o primeiro adversário é o Portland Trail Blazers. Apesar de ser uma das equipes mais dominantes na NBA na última década, a franquia texana tem no adversário de Oregon uma “pedra no sapato”. Desde o início da temporada 2008/2009, o adversário tem campanha de 19-13 contra o alvinegro, sendo 10-4 em casa. Na última temporada, as equipes dividiram os quatro encontros, com duas vitórias para cada lado. Além disso, o time de Gregg Popovich não contará com Tony Parker e Kawhi Leonard, seguindo a cartilha de descanso do treinador para os astros que voltaram recentemente de lesões. Danny Green e Kyle Anderson são listados como prováveis.

PG – Patty Mills

SG – Bryn Forbes

SF – Rudy Gay

PF – LaMarcus Aldridge

C – Pau Gasol

Fique de Olho – Rudy Gay é a grande contratação do Spurs na temporada. Superando as expectativas, o ala deve ser titular, uma vez que Kawhi Leonard e Kyle Anderson devam permanecer fora. O reforço se saiu muito bem quando começou jogando no quinteto inicial. Na temporada, suas médias são de 12,4 pontos e 5,5 rebotes por exibição.

PG – Damian Lillard

SG – C.J. McCollum

SF – Evan Turner

PF – Al-Farouq Aminu

C – Jusuf Nurkic

Fique de Olho – Ao lado do armador Damian Lillard, C.J. McCollum é um dos principais jogadores do Blazers. Sem seus principais defensores de fora do garrafão, é provável que o ala-armador tenha mais oportunidades de desequilibrar o jogo a favor do time de Portland. Na temporada, suas médias são de 21,3 pontos e quatro rebotes por exibição.