Spurs (15-7) @ Grizzlies (7-14) – Sem revanche

95×79

Nessa sexta-feira (1º), o San Antonio Spurs visitou o Memphis Grizzlies dois dias depois de derrotá-lo no AT&T Center e repetiu o resultado, dessa vez vencendo pelo placar de 95 a 78. O placar mostra que o jogo foi mais fácil que o anterior, mesmo sendo disputado no FedExForum, casa do adversário, e com os mandantes reforçados por Mario Chalmers, Chandler Parsons e Brendan Wright, recuperados de lesão. Vamos, a seguir, aos destaques do confronto.

Aldridge se destacou de novo (Reprodução/nba.com/spurs)

Força na defesa

O Spurs conseguiu segurar o Grizzlies a apenas 79 pontos, marca superada apenas em vitória sobre o Chicago Bulls, quando a equipe texana sofreu somente 77. A defesa ajudou o time de San Antonio a conseguir a corrida de 16 a 1 na segunda metade da partida que definiu o confronto. Além disso, o alvinegro converteu 44% de seus chutes de quadra e limitou seu adversário a 40,5% de aproveitamento. Os comandados de Gregg Popovich arremessaram melhor que seus oponentes 15 vezes nesta temporada e ganharam as 15 jogos.

Parker foi titular de novo (Reprodução/nba.com/spurs)

Lição dentro e fora de quadra

Veterano e líder do Spurs, Manu Ginobili teve mais uma grande atuação, deixando a quadra com 11 pontos, sete rebotes e seis assistências em 25 minutos. No tempo em que esteve em quadra, a equipe texana fez 30 pontos a mais do que levou, maior marca da partida. Mesmo assim, o ala-armador deixou a quadra cobrando regularidade do time alvinegro. “Não somos consistentes. Tivemos jogos em que a atividade é ótima, como esse, em que lutamos, pulamos em bolas perdidas. Fomos muito agressivos. Em outros, somos passivos. É de consistência que estamos atrás”, disse o camisa #20, segundo reportagem da ESPN americana.

Sempre ele… mas com ajuda

Como virou costume na temporada, LaMarcus Aldridge foi o cestinha do Spurs. Dessa vez, o ala-pivô deixou a quadra com 22 pontos e seis rebotes em 32 minutos. Dessa vez, no entanto, o astro teve valiosa ajuda de jogadores que vieram do banco de reservas.

Além do já citado Ginobili, Rudy Gay contribuiu com 18 pontos e cinco rebotes em 20 minutos, enquanto Patty Mills registrou dez pontos e três assistências em 22 minutos.

Notícia encorajadora

Depois da partida, Pop falou sobre a situação de Kawhi Leonard e deu a entender que o ala se aproxima de seu retorno às quadras. “Ele está ficando cada vez mais perto. Sua volta está mais perto do que longe, declarou o treinador, enfim dando esperanças à torcida do Spurs.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 22 pontos e 6 rebotes

Rudy Gay – 18 pontos e 5 rebotes

Manu Ginobili – 11 pontos, 7 rebotes e 6 assistências

Patty Mills – 10 pontos e 3 assistências

Memphis Grizzlies

Marc Gasol – 16 pontos, 13 rebotes, 4 assistências e 2 roubos de bola

Ben McLemore – 14 pontos e 2 roubos de bola

Chandler Parsons – 12 pontos

Sobre Lucas Pastore

Um dos fundadores do Spurs Brasil. Formado em Jornalismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2010, é editor assistente do UOL Esporte. Cobriu o basquete olímpico na Olimpíada de 2016 pelo LANCE!. Trabalhou também para Basketeria e mob36.

Publicado em 02/12/2017, em Resumo de Jogos. Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.