Arquivo mensal: novembro 2017

Spurs (11-7) @ Pelicans (10-8) – Dia ruim

 

90×107

Depois de vencer o Atlanta Hawks em casa, o San Antonio Spurs viajou até o estado da Luisiana onde enfrentou o New Orleans Pelicans nesta quarta-feira (22) e acabou sendo derrotado pelos adversários pelo placar de 107 a 90. A equipe texana abusou dos desperdícios nos arremessos de quadra, enquanto o time mandante aproveitou para pegar muitos rebotes e abastecer sua forte dupla de pivôs. Confira, a seguir, os destaques do duelo:

DeMarcus Cousins foi um dos carrascos do Spurs na noite (Layne Murdoch Jr./NBAE via Getty Images)

Mão torta

O Spurs perdeu pela terceira vez em dez jogos por diversos motivos. No entanto, vale ressaltar o forte empenho defensivo do Pelicans e o baixo aproveitamento no chutes de quadra da equipe visitante. O primeiro quarto começou bem para os texanos, com uma bola de três pontos de Pau Gasol, obrigando os adversários a pedirem tempo logo nos primeiros minutos.

Foi no segundo quarto que as coisas começaram a desandar. Gasol foi para o banco de reservas por conta das três faltas cometidas, e, a essa altura, o Spurs liderava por apenas um ponto. Antes mesmo dos jogadores irem para os vestiários, a vantagem mudou de lado, e o Pelicans foi para o intervalo com oito de diferença. As bolas de longa distância pararam de cair, e o alvinegro converteu só seis dos 24 arremessos de três que tentou na primeira metade.

Por fim, as bolas continuaram a não cair, proporcionando rebotes aos dois pivôs de New Orleans, que chegaram facilmente ao double-double. Ao todo, o Spurs veio para 35-88 nos arremessos de quadra, com 39,8% de aproveitamento no total.

Gasol marcou Cousins (Layne Murdoch Jr./NBAE via Getty Images)

Faltou participação

Outro fator que colabora para a construção do resultado final é a baixa produtividade dos suplentes do Spurs. No entanto, antes de falar dos reservas, vale destacar as atuações abaixo do esperado de Patty Mills e Danny Green. O armador australiano esteve por 24 minutos em quadra e contribuiu com apenas dois pontos e três rebotes, enquanto que o ala-armador, que vinha se destacando tanto na defesa como no ataque, zerou na pontuação e distribuiu quatro assistências.

Agora, os reservas. Com exceção de Rudy Gay e Dejounte Murray, a contribuição dos suplentes do Spurs não passou dos três pontos. Davis Bertans e Bryn Forbes jogaram por 13 e 17 minutos, respectivamente, e somaram três tentos. Brandon Paul e Joffrey Lauvergne jogaram por 12 e 15 minutos, respectivamente, e fizeram dois pontos cada. Manu Ginobili esteve em quadra por 12 minutos e zerou.

Péssimas notícias

Como se a derrota não fosse notícia ruim o bastante, Gregg Popovich, técnico do Spurs, disse após o duelo que nunca viu, em seus 40 anos de carreira no basquete, uma lesão como a que deixa Kawhi Leonard afastado. De acordo com fontes da ESPN americana, o ala já chegou a começar trabalho de quadra, mas ainda segue sem previsão de retorno.

Leonard não joga desde que lesionou o tornozelo no jogo 1 das finais da Conferência Oeste nos últimos playoffs, diante do Golden State Warriors. Então, na offseason, rompeu o tendão do quadríceps e, junto com Tony Parker, passou por cirurgia para reparar o estrago. Fato curioso é que o francês já está praticamente recuperado, e seu retorno está em contagem regressiva. Enquanto isso, o camisa #2 segue no departamento médico e ainda sem projetar sua volta.

Destaque da Partida

San Antonio Spurs

Rudy Gay – 19 pontos e 3 rebotes

Pau Gasol – 17 pontos e 9 rebotes

LaMarcus Aldridge – 16 pontos e 4 rebotes

Dejounte Murray – 14 pontos, 4 assistências, 3 rebotes e 3 roubos de bola

Kyle Anderson – 12 pontos, 5 rebotes e 4 assistências

New Orleans Pelicans

Anthony Davis – 29 pontos, 11 rebotes e 4 assistências

DeMarcus Cousins – 24 pontos, 15 rebotes e 3 assistências

Jrue Holiday – 13 pontos

Darius Miller – 12 pontos e 3 rebotes

Spurs (11-6) @ Pelicans (9-8) – Temporada Regular

San Antonio Spurs @ New Orleans Pelicans – Temporada Regular

Data: 22/11/2017

Horário: 23h00 (Horário de Brasília)

Local: Smoothie King Center

Onde assistir: NBA League Pass

Depois de vencer o Atlanta Hawks nessa segunda-feira, o San Antonio Spurs viaja até o Smoothie King Center, onde enfrenta o New Orleans Pelicans na noite desta quarta. A equipe adversária deve contar com a volta de DeMarcus Cousins, que foi expulso após cotovelada em Russell Westbrook na vitória por 114 a 107 sobre o Oklahoma City Thunder, aliviando assim Anthony Davis, que teve de se esforçar ao máximo para guiar o time à vitória.

PG – Patty Mills

SG – Danny Green

SF – Kyle Anderson

PF – LaMarcus Aldridge

C – Pau Gasol

Fique de Olho – Danny Green, ao lado de LaMarcus Aldridge, era um dos jogadores mais contestados do Spurs na última temporada. No entanto, esta campanha tem sido diferente, e o ala-armador tem se mostrado importante para equipe, principalmente com a ausência de Kawhi Leonard. Seu desempenho defensivo é elogiável, e o camisa #14 também voltou a contribuir com pontos importantes. Com o forte garrafão do Pelicans, talvez o atleta seja a arma que a equipe de San Antonio tenha do perímetro dos dois lados da quadra.

PG – Rajon Rondo

SG – Jrue Holiday

SF – E’Twaun Moore

PF – Anthony Davis

C – DeMarcus Cousins

Fique de Olho – DeMarcus Cousins deixou o último jogo da equipe por conta de uma cotovelada em Westbrook, forçando Davis a carregar o time rumo à vitória. Águas passadas, o pivô está de volta e promete dar muito trabalho ao garrafão do Spurs dos dois lados da quadra. Na temporada, suas médias são de 26,6 pontos e 12,9 rebotes em 24 minutos por exibição.

Spurs (11-6) vs Hawks (3-14) – Vinte vezes freguês

96×85

Na noite dessa segunda-feira (20), o San Antonio Spurs recebeu o Atlanta Hawks e venceu o adversário pelo placar de 96 a 85. O triunfo foi o vigésimo seguido da equipe texana contra o oponente jogando no AT&T Center. Vamos, a seguir, aos destaques do confronto.

Forbes tem se estabelecido na rotação (Reprodução/nba.com/spurs)

Sempre ele

Como virou costume nesta temporada, LaMarcus Aldridge foi o grande destaque do Spurs na noite. Apesar da pontuação relativamente baixa dos dois times no jogo, o ala-pivô deixou a quadra com um duplo-duplo de respeito: foram 22 pontos e 11 rebotes em 39 minutos. O camisa #12 converteu 11 dos 24 arremessos de quadra que tentou na partida.

Aldridge voou novamente (Reprodução/nba.com/spurs)

Ajuda das alas

Os dois alas titulares do Spurs tiveram boas atuações no jogo contra o Hawks. Danny Green voltou a ser o principal ajudante de Aldridge no quinteto inicial e deixou a quadra com 14 pontos e oito rebotes em 30 minutos, convertendo quatro dois oito tiros de três pontos que tentou. Além dele, Kyle Anderson teve mais uma atuação completa e eficiente, registrando 13 pontos, dez rebotes e seis assistências em 30 minutos e acertando cinco de seus oito arremessos de quadra.

Imortal

Mesmo aos 40 anos de idade, Manu Ginobili ainda consegue ser um dos melhores jogadores do Spurs em quadra em determinadas partidas. Nessa segunda-feira, contra o Hawks, o ala-armador argentino registrou 16 pontos e três assistências em 26 minutos, convertendo sete dos 11 arremessos de quadra que tentou. Ele foi o cestinha da unidade reserva e o segundo maior pontuador do time, ficando atrás só de Aldridge.

Rotação gorda

Com novos jogadores à disposição, Gregg Popovich tem deixado bastante gente jogar para escolher sua segunda unidade. Contra o Hawks, sete reservas tiveram tempo de quadra: além de Ginobili, que jogou 26 minutos, Bryn Forbes jogou 20, Dejounte Murray jogou 15, Rudy Gay jogou 13, Joffrey Lauvergne jogou sete, Davis Bertans jogou cinco e Brandon Paul jogou quatro.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 22 pontos e 11 rebotes

Manu Ginobili – 16 pontos e 3 assistências

Danny Green – 14 pontos e 8 rebotes

Kyle Anderson – 13 pontos, 10 rebotes e 6 assistências

Atlanta Hawks

John Collins – 21 pontos, 9 rebotes e 2 tocos

Taurean Prince – 18 pontos e 8 rebotes

Dennis Schroder – 14 pontos, 9 assistências, 3 rebotes e 2 roubos de bola

Dewayne Dedmon – 11 pontos, 9 rebotes e 2 tocos

Marco Belinelli – 11 pontos e 2 roubos de bola

Spurs (10-6) vs Hawks (3-13) – Temporada regular

San Antonio Spurs x Atlanta Hawks – Temporada Regular

Data: 20/11/2017

Horário: 23h30 (Horário de Brasília)

Local: AT&T Center

Onde assistir: NBA League Pass

Cotação no Apostas Online: Spurs 1,21 (favorito) x Hawks 4,41

Quatro colocado na Conferência Oeste mesmo ainda sem ter escalado Tony Parker e Kawhi Leonard, lesionados, na temporada, o San Antonio Spurs recebe o Atlanta Hawks, um dos piores times da liga, para tentar manter a campanha positiva. A equipe texana também não pode contar com o novato Derrick White, outro machucado. Os visitantes, por sua vez, têm Isaiah Taylor como desfalque e DeAndre’ Bembry, Luke Babbitt, Mike Muscala e Miles Plumlee como dúvidas.

Clique aqui e compre seus ingressos para o jogo

PG – Patty Mills

SG – Danny Green

SF – Kyle Anderson

PF – LaMarcus Aldridge

C – Pau Gasol

Fique de Olho – De volta ao cargo de pivô titular depois de perder a posição para Dewayne Dedmon na reta final da última temporada, Pau Gasol tem conseguido boas atuações para tentar justificar a generosa renovação salarial que fechou com o Spurs. Até aqui, nesta campanha, o pivô espanhol tem médias de 10,7 pontos e 8,2 rebotes em 25,4 minutos por exibição.

PG – Dennis Schroder

SG – Kent Bazemore

SF – Taurean Prince

PF – Luke Babbitt

C – Dewayne Dedmon

Fique de Olho – Com boas atuações na última temporada, Dewayne Dedmon conquistou a torcida do Spurs, que lamentou sua saída do time. Até aqui, em sua primeira campanha pelo Hawks, o pivô tem médias de 10,5 pontos e 8,3 rebotes em 23,9 minutos por exibição.

Spurs (10-6) vs Thunder (7-8) – Bipolaridade

104×101

Nessa sexta-feira (17), o San Antonio Spurs recebeu o Oklahoma City Thunder e venceu o adversário pelo placar de 104 a 101. O alvinegro teve grandes dificuldades até a metade do segundo quarto, quando chegou a estar perdendo por 23 pontos de diferença, mas mostrou poder de reação para finalizar com o triunfo. Vamos, a seguir, aos destaques do confronto.

Green e Aldridge foram os destaques da equipe (Reprodução: nba.com/spurs)

Green e Aldridge foram os destaques da equipe (Reprodução: nba.com/spurs)

Verde é a cor mais quente

Um fato que poucos estão comentando, mas que vem ajudando o Spurs a se manter em quarto em uma Conferência Oeste recheada de super times é a significativa melhora ofensiva de Danny Green. Com as ausências de Kawhi Leonard e Tony Parker, dois dos três melhores jogadores da equipe, o ala-armador vem sendo arma importante no ataque. Contra o Thunder, o camisa #14 anotou 17 pontos, sendo segundo cestinha do time. Além disso, anotou seis rebotes, quatro assistências, quatro roubadas de bola dois tocos, sendo talvez, o destaque da equipe no jogo.

Aldridge foi o cestinha da partida (Reprodução/nba.com/spurs)

Inconstância

Em geral, o Spurs sempre tem duas fases durante uma mesma partida: o caos total e o basquete fino. Sem Kawhi Leonard, que muitas vezes conseguia segurar as pontas do time quando o mesmo entrava em seus piores momentos, esse tipo de variação fica muito mais evidente. Contra o Thunder, os comandados de Gregg Popovich chegaram a perder por 23 pontos de diferença, na metade do segundo quarto, em casa.

Essa inconstância do time em jogos de playoffs pode ser irreversível se mantida. Contudo, caso a equipe consiga demonstrar o basquete que apresentou posteriormente após chegar na margem de 23 pontos atrás do placar, será uma das grandes equipes da NBA.

Próximos passos

O Spurs descansa durante dois dias para no dia 20 enfrentar o Atlanta Hawks, novamente em casa.

Destaques da partida

San Antonio Spurs

LaMarcus Aldridge – 26 pontos e 9 rebotes

Danny Green – 17 pontos, 6 rebotes, 4 assistências, 4 roubos de bola e 2 tocos

Pau Gasol – 14 pontos, 8 rebotes e 4 assistências

Kyle Anderson – 10 pontos e 6 assistências

Oklahoma City Thunder

Carmelo Anthony – 20 pontos e 6 rebotes

Paul George – 18 pontos, 7 rebotes, 6 assistências e 3 roubos de bola

Steven Adams – 16 pontos e 8 rebotes

Russell Westbrook – 15 pontos, 9 rebotes e 9 assistências